Hunter

Hunter Andy Collins




Resenhas - Hunter


14 encontrados | exibindo 1 a 14


@injoyce_ 06/08/2019

Sabe quando o personagem é um fdp, inteligente, quebrado e mesmo assim vc ama? Vc quer pôr ele numa caixinha e levar para casa, mesmo sabendo o perigo que está correndo. Esse é o Hunter.
Faith é mulher de Dominic, só que ela descobre que seu casamento é uma completa mentira, quando o próprio marido a sequestra.
E o pior, ele coloca sua mulher nas mãos do cara mais frio e calculista que existe, Hunter.
O livro é frenético e incrivel, foi o primeiro romance dark que já li na vida e irei aderir o gênero, pois odeio romance demais, gosto da ação. E também foi o primeiro contato com a autora.
O ruim do livro é que ele acaba.
comentários(0)comente



@paixao_em_forma_livros 21/03/2019

RESGATE" Foi a primeira palavra que ouvi quando os tiros cessaram. "ELE ESTÁ FERIDO, TIRE-O DAQUI!" Foi o que ouvi quando fui levado para cima. "ARRANQUE ISSO DELE" Foi a última coisa que ouvi antes de me render a escuridão.
.
AVISO: Esse livro é para os fortes, se vc tem coração fraco, procura o seu cardiologia antes tá ? E tenha algo em mente, essa história não é um romance tranquilo, fofo, com corações saindo pelos olhos (eu amo esse tipo de romance tá, só para deixar claro), aqui você não verá isso.
.
Hunter é o primeiro título lançado pelo selo The Gift Dark, e vou te confessar, não esperava gostar tanto desse livro, porque esse não é o tipo de leitura que estou habituada a fazer, então, ele me pegou de surpresa e superou as minhas expectativas. Para vocês terem uma ideia, li em duas horas ?. Ele é relativamente curto, mas para o nível do Dark imaginava que iria ler em doses homeopáticas.
.
A história de Hunter não é nada bonita, não é nada fácil, não é nada tranquila. A história dele é sobre sofrimento, é sobre ultrapassar os limites a que esse sofrimento impõe. Sabe aquela história de que se vc puxar um elástico além do limite suportável ele vai arrebentar? Assim é Hunter, ele foi levado a limites extremos e quando o elástico arrebentou tudo a sua volta sofreu as consequências.
.
"Fico paralisada, seu olhar foi tão intenso, diferente. Havia muito mais do que raiva ali, havia dor."
.
A escrita da Andy foi tão realista que sentia na pele cada relato, cada dor, cada decisão, me levou para dentro da história e me prendeu de tal forma que só consegui parar quando chegou ao fim.
.
Não vou dar maiores detalhes da história, porque acho válido cada um ter a sua experiência, e nesse livro as emoções são as mais controversas possíveis, vivi, literalmente, uma montanha russa de sensações (a maior parte não foi tão agradável, mas no final valeu a pena). Andy, você está de parabéns, meu emocional foi abalado com sucesso ?
.
"? Sou aquele que quebrará você, e não só o seu corpo. ? Levanto devagar, trazendo-a comigo. ? Destruirei a sua alma, aniquilarei suas esperanças, até que não reste mais nada."
comentários(0)comente



Val 19/02/2019

Nessa história nada parece ser aquilo que se mostra. Em vários momentos fiquei de coração partido por saber do passado de Hunter, e por ele ser e agir da maneira que age. Preparem os seus corações, porque vão precisar ....
Bia 19/02/2019minha estante
Aí meu Deus!!! Eu quero!!!




Fernanda 18/07/2019

Este é o primeiro livro de Andy Collins que é indicado aqui no blog e estou triste por estar tão atrasada para indicar suas histórias e ao mesmo tempo feliz por, enfim, garantir que vocês terão mais dela por aqui.
A autora é paraense e nos conhecemos há algum tempo porém sempre tive um pouco de receio de ler seus livros pois alguns dele trabalham temáticas pesadas que o gênero, Dark Romance, abordam.

Vejam bem, sou assistente social de formação e já vejo situações lamentáveis demais na minha rotina de trabalho então sempre tive cuidado de consumir conteúdos que tivessem o potencial de me trazer sofrimento.
"Hunter", sem dúvidas, abordará alguns temas difíceis, como violência física e psicológica - adulta e infantil - e estupro. Portanto, se tu, leitora ou leitor, eis sensível sobre alguns desses assuntos, esse livro não é recomendado pra ti.

Na nota da autora ela consta isso e é o ideal a ser feito visto que temas como esses podem despertar gatilhos.

No entanto, o que mais gostei no livro é que a autora não se utiliza de exageros. Isso significa que a violência está lá mas não é escrachada ou desnecessariamente detalhada. Pelo menos a mim não incomodou da forma que achei que o faria.

O enredo vai nos apresentar Faith, uma mulher aparentemente com uma vida comum que está prestes a comemorar seu aniversário de casamento. Porém, seu dia feliz se torna um verdadeiro inferno quando ela é sequestrada para um treinamento militar onde, aparentemente, fará parte de um equipe de elite.
Neste treinamento Faith precisará aprender a não sofrer; e isso significa que primeiro ela sofrerá bastante.
O seu instrutor é Hunter, um homem perturbador com muitas marcas expostas que a ameaça constantemente não apenas com a sua presença intimidadora, mas com seus palavras e atos.
E para sua surpresa e decepção, seu marido, Dom, está envolvido até o pescoço com essa história.

No decorrer da rotina sofrida de Faith, ela irá criar um vinculo perigoso com Hunter e descobrir, junto com os leitores, que a trajetória de vida deste homem perigoso é a mais triste possível.
Também há cenas hots e todo aquele auê de romance improvável que - confesso - amo, sendo assim, fui pega pelo pé.

A narrativa de Andy Collins é rápida e intensa. "Hunter" é um livro curto, com 140 páginas, e é completamente possível lê-lo em uma noite (sei porque foi meu caso rs). O enredo não enrola e sempre nos dá uma informação relevante para entendermos os motivos da personalidade agressiva de Hunter, Dom e demais personagens que nos são apresentados.
É um livro repleto de surpresas, principalmente pelo final.

Indico muito a leitura, exceto para pessoas sensíveis aos temas de violência.
O e-book costuma ficar com um preço muito bom e vocês podem conferir os valores deste e outros livros da autora.

site: http://www.garotapaidegua.com.br/2019/07/eu-li-hunter-andy-collins.html#more
comentários(0)comente



Thais Moreira 14/03/2019

Um livro que te estraçalha e faz se apaixonar!
Olá pessoal! Hoje trago à vocês a resenha de Hunter, novo livro da autora Andy Collins, lançado pela editora The Gift Box com o selo The Gift Dark.

Como fã da autora, já estava ansiosa desde o anunciamento de que vinha uma nova obra (e que obra meus amigos!), e já de cara me deparo com um Romance Dark super bem escrito e desenvolvido, passei tudo o que estava na frente e me meti pra ver até onde conseguiria chegar ao ler esse romance. Vamos lá, para o coração na bandeja?!

O livro conta a história de Hunter, um soldado da SIRIS, que é uma organização na qual trata de questões militares, de espionagem e recrutamento. Hunter, além de viver aprisionado por demônios de seu passado, busca por vingança daqueles que lhe fizeram mal.

Outra personagem na história é a Faith, que logo no começo da trama nos é apresentada como uma esposa se preparando para comemorar o primeiro aniversário de casamento com seu marido Dominic. No entanto as coisas seguem um caminho diferente do planejado.
...
Ao final da leitura me senti exaurida por tudo o que vivi, a autora me fez estar presente na história e viver cada emoção. Acredito que Hunter foi certamente um acerto de contas, acertou meu coração e me deu tapa atrás de tapa na cara, me fez enxergar melhor um gênero que lia pouco e que agora ganhou meu coração, Dark Romance, uma tacada certeira da Andy e que certamente trará novas histórias, de arrepiar até o último fio de cabelo do corpo, um livro indicado pra você que deseja cair de cara no chão, assim como eu caí.

Obs.: O livro é de cunho pesado, por conter cenas explicitas e para maiores de 18 anos, se você sentir que será afetado com a leitura não a inicie, mas se quiser se arriscar e descobrir pelo que passará te apoio 100%, mesmo que saia diferente de quando iniciou a jornada.
...
Confira a resenha completa no blog Chave dos Livros:

site: https://chavedoslivros.blogspot.com/2019/02/resenha-hunter-andy-collins-editora.html
comentários(0)comente



Natalia 03/08/2019

Um Dark de tirar o fôlego
Hunter é o segundo livro que leio da autora Andy Collins, porém, é o primeiro livro de romance Dark lançado pela autora com a The Gift Box Editora.

Um romance Dark é quando o protagonista não segue aquela fórmula típica de mocinho, sabe? Na verdade, se ele não fosse o protagonista, poderia muito bem ser o vilão da história e você iria amar do mesmo jeito.

Em Hunter, nós conhecemos Faith, uma mulher casada que se vê raptada pelo próprio marido que a leva ao quartel da SIRIS, uma organização responsável por lidar com assuntos "delicados" quando a diplomacia e as organizações governamentais tradicionais falharam.
E por que raios ela foi sequestrada e levada pra lá? Ela não faz ideia.

Tudo que ela sabe é que será treinada por seu ex-marido e pelo pior pesadelo dos bandidos caçados pela SIRIS: Hunter

Hunter foi salvo pela SIRIS dos Lobos, uma organização com mais tentáculos do que um polvo em tudo que é crime que vocês possam imaginar. Ele era tratado pior do que um cachorro e jurou que iria matar todos os Lobos. E ele faz isso. Com muito sangue. Com muita violência. E com muita crueldade.
Eu já disse que ele poderia facilmente ser o vilão da história? Pois é, ele poderia ser o vilão.

site: http://www.perdidanabiblioteca.com.br/2019/03/hunter.html
comentários(0)comente



joana 21/02/2019

Hunter
Casal sem química que nunca shippei e escrita de gringa.
"Ninguém apoia autor nacional " falam autores que só escrevem livros iguais de gringos.
comentários(0)comente



Ticiana.Pontes 20/09/2019

Curto, porém intenso
.
Um homem quebrado irá encontrar uma mulher inundada pela fúria e sentimento de traição.

Faith descobre que o marido não é quem ela pensava e acaba se vendo presa em uma instalação militar, onde será treinada pelo cruel e insensível Hunter.

Um homem com um passado sombrio e que irá despertar em Faith sentimentos dúbios e conflituosos.

Em Hunter nós vivemos, assim como Faith um conflito interno entre tentar entender o que se passa na cabeça desse homem, ao mesmo tempo que tempos uma vontade incontrolável de quebrar a cara dele em diversos momentos do livro.

Um livro curto, mas intenso.
Morena Flor 23/09/2019minha estante
Acabei de ler. Adorei.




Paula Faria @blogliteralmenterosa 29/12/2019

Um intenso romance dark.
Tudo o que Faith Savage acreditava, seu casamento, sua vida, lhe fora tirado no momento em que acordou em um quarto escuro e despida, seu algoz fora ninguém mais que seu amado marido Dominic Savage , que ela acaba descobrindo não ser quem ela imaginou. Agora ela é prisioneira e a única certeza que ela tem é a promessa de ser quebrada e refeita através da força que será extraída dela pelo poder da dor e do medo, vinda de Hunter Hyes , seu pior pesadelo. Tudo é muito confuso, obscuro e perigoso e ninguém é exatamente o que diz ser.
Super intenso e dinâmico, o livro já começa com cenas fortes que nos deixam sem fôlego, Faith vai sendo quebrada, testada e descobre que sua vida não existiu, seu casamento foi uma farsa e o que ela precisa é ser forte, persistente e acima de tudo não se abater com o que vem a seguir. Hunter a quer pra ser dele, ele gosta do medo que ela sente, gosta da força que emana dela e os dois, quebrados, sem esperanças e não confiando em ninguém acabem percebendo que são perfeitos um para o outro dentro dessa louca vida imperfeita, peças de um jogo perigoso onde Faith e Hunter tem que lutar para conseguir o que tanto desejam, vingança e liberdade a todo custo.
Uma história forte e totalmente envolvente cheia de adrenalina, emoções, cenas fortes e um amor louco que parece perfeito em sua total imperfeição, tudo que parecia errado a princípio se mostra certo ao final desse romance obscuro e cru.
comentários(0)comente



Bia Santana | Viciados em Leitura 11/06/2019

Uau!
Fala aí, pessoal. Esse ano tem sido um ano de descobertas e primeiros contatos com diversas autoras. E com a Andy Collins não foi diferente. Hunter foi a primeira obra da autora que li e eu gostei bastante dessa experiência. Vem conferir!

Hunter é um romance dark, então nele nós vamos encontrar cenas fortes de violência sexual e psicológica. É um livro para maiores de 18 anos mesmo, então fique atento caso você não curta esse tipo de leitura.

"Juan se debate o tempo todo, a água chega a derramar no chão e na minha roupa, mas não me importo. Ele não tem força suficiente para me deter. E quando para de se mexer, sinto uma enorme satisfação, porque ele morreu sabendo quem o matou."

Aqui, Andy Collins nos apresenta Faith, uma bela jovem que vivia uma vida tranquila e feliz ao lado das amigas e em um casamento muito bom ao lado de Dom. Ou melhor dizendo, muito bom até o dia em que Faith é sequestrada pelo próprio marido. Sim, foi isso mesmo que você leu. Dom a sequestra e a vida de Faith muda completamente.

"Agora estou deitada na pequena cama, olhando para o teto e tentando descobrir em qual momento da minha vida entrei em um universo paralelo. Onde meu marido se tornou um desconhecido e fui parar bem no meio do que parece ser um filme de conspirações militares."

Ela não sabe para onde a levaram, ela não sabe o que vão fazer com ela. Ela só sabe que vai sofrer, que vão machucá-la, testá-la, levá-la ao seu limite, e que o casamento dela era uma mentira. Tudo uma grande mentira.

Faith descobrirá que Dom faz parte da SIRIS que é tipo uma organização que resolve os problemas que o governo não consegue resolver, ou seja, são eles que sujam as mãos. E sujam meeesmo! Junto a Dom nessa organização estão Hunter e Sayuri. Hunter é o caçador que treinará Faith, testando suas forças, seus medos e seus limites… até ela se quebrar por inteiro. Aqui é aquele momento de ter estômago forte, porque a pressão é alta.

"Aquele olhar de puro terror de Faith assim que viu a cobra, fez meu sangue correr tão rápido que eu quero mais.
Mais do medo dela.
Mais do seu ódio.
Mais de qualquer coisa que eu possa conseguir."

Hunter é aquele personagem ferrado (pra não usar palavra pior), totalmente quebrado, frio e cruel, que anos atrás fora resgatado pela própria SIRIS, de uma outra organização conhecida por Lobos e que fazia horrores, sério, eles faziam barbaridades com diversos meninos. Sim, meninos, crianças!!! E agora chegou a hora de Hunter caçar todos aqueles cretinos que fizeram mal a ele.

A história criada por Andy Collins aqui é sensacional! Se você, assim como eu, é uma órfã da série Na Companhia de Assassinos, da autora J.A. Redmerski, e que aqui infelizmente foi cancelada pela editora Suma, você poderá matar a saudade de todo aquele clima de vingança lendo Hunter. Só acho que 140 páginas foi muito pouco, deixando situações pouco desenvolvidas, mas, mesmo assim, é um livro muito bom.

Mesmo quebrado, mesmo sendo difícil ler tudo o que Hunter passou e que o transformou no caçador sanguinário que ele é hoje, é emocionante vê-lo sentindo, reagindo a sentimentos que nem ele sabia que ainda era possível sentir. Se você curte romance dark, se jogue nessa leitura!

"Ele parece pensar no que vai dizer a seguir, e quando nossos olhares se encontram, não consigo conter as lágrimas que começam a rolar pelo rosto. É um desmoronamento de emoções, uma a uma, a carga toda vem com força descomunal, deixando-me tonta.
Hayes me ampara, levando-me de volta para a cama. Ele não diz nada enquanto choro, mas seus movimentos dizem tudo que preciso saber."

site: http://www.viciadosemleitura.blog.br/2019/03/resenha-477-hunter-andy-collins.html
comentários(0)comente



Rose 11/12/2019

Faith está casada com Dominic e vive feliz e apaixonada ao lado do marido. Mas tudo muda no aniversário de 1 ano de casamento.
?
Ela vai descobrir de forma cruel que sua vida é uma completa farsa, cercada de mentiras por todos os lados.
?
A começar por seu marido que não é quem diz ser. Aliás ele é o responsável por colocá-la na SIRIS. Uma organização secreta que assume casos que o governo não consegue resolver.
?
Mesmo contra sua vontade ela foi recrutada, e agora será treinada por Hunter, o mais frio e mortal dos agentes. Ele vai quebrar a alma e o espírito de Faith para depois moldá-la para ser uma soldado forte e eficiente. ?
A maior missão do grupo é acabar com uma rede de tráfico e prostituição de crianças e mulheres. Mas para Hunter isso é muito mais do que uma missão. ?
Faith passa a viver em uma montanha russa de emoções, principalmente em relação a Hunter, um homem de passado sombrio, que lhe dá medo, é o único que lhe inspira confiança. Mas não é apenas Faith que é afetada. Mesmo contra todas as probabilidades, Hunter passa a ter um motivo para querer encerrar um capítulo negro e cruel de sua vida. ?
Acontece que pessoas influentes e poderosas comandam o tráfico, e o golpe final pode ser mais complicado do que o planejado.
?
Uma leitura rápida e intensa, uma pena que o livro seja tão curtinho.
comentários(0)comente



Malucas Por Romances 05/03/2019

RESENHA COMPLETA NO BLOG
Na semana passada quem acompanha o IG e o grupo do Malucas, viu que recebi da autora Andy Collins o arc de Hunter, seu último lançamento, então desde já agradeço a autora pela confiança. Hunter é a estreia do selo dark da editora The Gift Box e nesse livro vamos conhecer um pouco da história de Hunter.

Faith é casada com Dom e acha que sua vida é praticamente um conto de fadas com o amor da sua vida, só que de uma hora pra outra ela descobre que estava vivendo uma farsa e o mais farsante de todos foi aquele que jurou lealdade para ela seu marido Dom.

Dom é um caçador e uma das suas missões era conquistar Faith (o que fez com sucesso) e leva-lá até SIRIS, uma organização não governamental que controla terroristas ao redor do mundo, ou seja, fazer justiça com as próprias mãos.

Hunter também é um caçador e um dos melhores de SIRIS, ele tem como objetivo fazer vingança daqueles que destruíram a vida dele, além de ser o treinador de Faith que vai testar todos os limites dela, os físicos e psicológicos.

"Me odiar é uma coisa boa, é sinal que você está viva."

Só aqui já deu pra perceber que é um livro bem fora da caixinha, porém com uma escrita leve até as cenas que deveriam ser mais pesadas, se tornam fluídas. Hunter é um livro bem curto que você pode ler em questão de poucas horas, porém durante a leitura senti falta de alguns detalhes.

Desde o começo não shippei a Faith com nenhum dos dois boys, e acredito que faltou essa conexão entre eles na história. Por mais que Hunter tenha vários traumas, ainda assim algumas atitudes dele não me convenceram se tornando meu mais novo ranço da autora.

Dom que se mostrava tão apaixonado de princípio, senti que desisti muito rápido por esse amor dele pela Faith. Faith é uma mocinha que queria que aparecesse um pouco mais, e talvez alguns capítulos a mais dela teriam mostrado a transformação dela em fodona, como tentou transparecer no final.

"Os pesadelos surgem quando fechamos os olhos, eu quero os seus bem abertos, cientes da sua nova realidade."

Acredito por ser um livro com um enredo mais pesado alguns detalhes mereciam um pouco mais de profundidade, e o romance poderia ter ficado de lado focando somente na ação e na vingança, ou podia ter deixado a Faith com a outra mocinha do livro que foi meu shipp desde o início kkkk. Acho que essa história tinha tudo pra ser 5 estrelas, e que talvez algumas páginas a mais mudaria toda minha opinião atual.




O livro foi todo escrito em primeira pessoa com pontos de vista alternados entre Dom, Faith e Hunther. Durante a leitura não encontrei erros ortográficos, e por ser ARC a diagramação pode ter sofrido alterações, então não vou opinar sobre isso. E a capa como sempre é um colírio a parte, mas sendo feita pela Dri já sei q o lacre é garantido.

"Sou aquele que quebrará você, e não só o seu corpo. Destruirei a sua alma, aniquilarei suas esperanças, até que não reste mais nada. Eu vou moldá-la, o seu corpo, e os seus desejo."

Ainda com esse detalhes é uma história boa e te prende do início ao fim,você vai lendo que não sente o tempo passar e sempre ansiando por mais. Uma coisa que posso destacar é o amadurecimento da escrita da autora, onde de uns tempos pra cá isso tem se notado cada vez mais. Dei 3.5 estrelas no Skoob, mas aqui vou arredondar pra 4 estrelas, e espero realmente que a autora leve os detalhes que falei pra lado bom sempre.

RESENHA COMPLETA NO BLOG

site: http://malucaspor-romances.blogspot.com/2019/02/resenha-hunter-acerto-de-contas-andy.html#axzz5hJxn5Yk0
comentários(0)comente



Kênia Cândido 08/03/2019

Sensacional!
Com uma leitura rápida, Hunter: Acerto de Contas foi uma história excelente. Minha estreia com a escrita da autora Andy Collins começou bastante positiva. O livro conseguiu despertar atenção nas primeiras páginas e simplesmente não consegui largar até conhecer a história completa.

Hunter começa com Faith Savage, uma mulher independente casada com Dominic Savage, um agente do FBI, arrumando para um jantar de comemoração de um ano de casamento. Dominic havia deixando um convite para Faith encontrá-lo no restaurante, contudo, ao sair de casa para pegar um táxi, Faith foi pega de surpresa com a presença do marido na porta de casa para juntos curtirem uma noite especial.

Mas ao entrar no carro, Faith notou uma mudança de comportamento de Dominic. Ele não era mais aquele homem sorridente que tinha surpreendido a esposa na porta de casa e quando Faith resolveu perguntar para Dom se estava acontecendo algum problema, ela foi dopada que a deixou totalmente desacordada. Quando Faith retomou a consciência, estava num lugar desconhecido, com pouca iluminação e deixada aos cuidados do agente Hayes, conhecido como Hunter.

Atráves deste homem repleto de traumas, Faith vai descobrindo que sua vida conjugal com Dominic foi uma farsa. Nada que ela tinha vivido ao lado de Dominic foi real e para piorar a situação, ela estava sendo recrutada para SIRIS, uma organização não governamental que controlava terroristas ao redor do mundo sem deixar rastros e Faith seria treinada pelos agentes Dominic e Hunter.

Hunter é um livro com romance Dark, com cenas intensas e diretas. A história contém uma narrativa intercalada entre Dominic, Faith e Hunter. É aquele tipo de leitura para leitores que gostam de sair da zona de conforto, pois o enredo aborda assuntos polêmicos no ritmo eletrizante.

Porém é um enredo impróprio para menores devido ao conteúdo adulto. O leitor precisa ter a mente aberta, longe de preconceitos e ter um pouco de maturidade para aventurar na história de Hunter. Particularmente, Hunter foi apenas o pontapé inicial para conhecer outros livros da autora.

Quando Faith descobriu toda traição de Dominic e a nova realidade, ela não confiava mais no Dominic, mas precisava conviver com a presença dele para tornar-se agente que a SIRIS desejava. A atitude de Faith acabou deixando Dom incomodado e ele também tinha curiosidade de saber o motivo do recrutamento de Faith na SIRIS, pois cada agente carregava um trauma do passado e Dominic achava Faith uma mulher forte, determinada e não sabia dos motivos que qualificava Faith para equipe.

Sem ninguém para confiar, Faith aprendeu a confiar em Hunter. Ele podia ter uma personalidade sombria e bastante fria, mas Hunter era verdadeiro com Faith. Ele foi treinado para não ter nenhum tipo de sentimentos por causa do passado perturbador, porém Faith conseguiu despertar novos sentimentos na vida de Hunter.

O único defeito de Hunter é ter poucas páginas. O livro merecia uma história mais profunda, mesmo sendo uma história curta, ela fluiu maravilhosamente. Desenrola o enredo do começo ao fim e supera as expectativas. Leia e tira suas próprias conclusões.

Recomendo este livro para todos os leitores que gostam de romances fortes, pois Hunter é uma obra que não recomendo para leitores sensíveis. Entretanto, se você é apreciador do gênero, Hunter será uma leitura completamente viciante. Foi sensacional!

site: https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/2019/03/resenha-hunter-acerto-de-contas-andy.html
comentários(0)comente



Luana Moraes 24/02/2019

+ 18 anos .... o livro contém violência
Andy Collins, enveredou mais uma vez para o gênero dark romance, com uma história curta, envolvente e que vai deixar o leitor querendo mais, mais uma vez.

Faith acreditou que tinha a vida perfeita, feliz, realizada de várias formas e casada com Dominic Savage, agente do FBI, sua vida parecia estar nos trilhos, até ser sequestrada e entregue a um homem chamado Hunter, e o pior quem a entregou foi o homem que declarou amá-la, protegê-la e estar com ela até o fim dos seus dias.

Do outro lado da história temos, Hunter, um homem assombrado por seus demônios, ele foi abusado, negligenciado e inserido em um contexto que ninguém jamais deveria conhecer. Todas as situações vivenciadas pelo personagem influenciam em suas ações e reações ao longo da história.

A história se inicia a partir do momento em que Fatih é entregue a Hunter, ele não vai poupar esforços para quebrá-la, magoá-la e destruir tudo o que ela tem de bom.

O contexto inicial da história deixa o leitor ansioso e com expectativa por mais, eu queria que a história fosse mais explorada, acredito no potencial da autora quando digo isso. Um dos únicos problemas de Hunter é ser tão curto.

Andy Collins, aborda em seu romance violência sexual, física e psicológica, porém a autora não romantiza em momento algum os temas citados, pelo contrário, é uma dura exposição de uma realidade cruel que assola milhares de pessoas ao longo do mundo.

O relacionamento do livro é tóxico, tanto a autora, quanto a editora e a blogueira aqui alertam para que leiam, apenas quem quer sair da sua zona de conforto. Em momento algum, nós incentivamos ou estamos de acordo com este tipo de relação.

Ao ler a história criada por Collins vá com a mente aberta e preparado para cenas que podem deixá-lo desconfortável.

Boa leitura e volta aqui para me contar
comentários(0)comente



14 encontrados | exibindo 1 a 14