Memórias Póstumas de Machado de Assis

Memórias Póstumas de Machado de Assis Josué Montello


Compartilhe


Memórias Póstumas de Machado de Assis





Para a elaboração deste livro, Josué Montello repassou página a página tudo que saiu da pena de Machado, para oferecer ao leitor a obra fundamental sobre o mestre. Não querendo limitar-se à coleta dos textos, cuidou de elucidá-los nos estudos que precedem cada conjunto de evocações e reminiscências, a fim de orientar os caminhos evocativos do mundo machadiano. Josué Montello dedicou boa parte de sua vida à releitura meticulosa da obra machadiana, daí resultando estas 'Memórias póstumas de Machado de Assis'.
Sobre o autor:

MACHADO DE ASSIS
Machado de Assis nasceu no Rio de Janeiro, em 1839. Bisneto de escravos, aos dez anos perdeu a mãe e, aos doze, o pai. Trabalhou inicialmente como aprendiz de tipógrafo e revisor. Depois exerceu as atividades de jornalista, autor de peças, tradutor e crítico teatral. A partir de 1867, começou a ascender na carreira burocrática e também firmou seu nome na literatura. Escreveu contos, romances, poemas, crônicas e ensaios. No final do século XIX, já era considerado o maior escritor do país. Morreu em 1908, depois de fundar a Academia Brasileira de Letras, da qual foi presidente. Principais obras - A mão e a luva (1874); Iaiá Garcia (1878); Memórias póstumas de Brás Cubas (1881); Quincas Borba (1892); Dom Casmurro (1900); Esaú e Jacó (1904); Memorial de Aires (1908).




Edições (1)

ver mais
Memórias Póstumas de Machado de Assis

Similares

(49) ver mais
Um Defunto Estrambótico. Análise e Interpretação das Memórias Póstumas de Brás Cubas
Ao vencedor as batatas
50 Contos de Machado de Assis
Crônicas Escolhidas

Estatísticas

Desejam1
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.2 / 5
5
ranking 40
40%
4
ranking 40
40%
3
ranking 20
20%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

52%

48%

João Lúcio
cadastrou em:
08/08/2010 21:28:07