Natascha Kampusch

Natascha Kampusch Michael Leidig...


Compartilhe


Natascha Kampusch


A Rapariga da Cave




Foi raptada a caminho da escola. Oito anos depois, a sua história chocou o mundo inteiro.



«Receio que fique, para sempre, um pedaço da masmorra dentro de Natascha que, pela vida fora, a leve a sentir-se amarrada, quando a abraçam, e a desconfiar de todos aqueles que gostem de si (sobretudo, aqueles que, apesar de a amarem, não foram capazes de ir até ao fim do mundo para a resgatar). Eduardo Sá in prefácio



Quando Natascha Kampusch decidiu correr para a liberdade, a 23 de Agosto de 2006, após oito anos de cativeiro numa casa aparentemente normal dos subúrbios da Áustria, a história desta rapariga horrorizou e chocou o mundo inteiro…



Como suportou ela a infância fechada numa cave? Que tipo de rapariga de lá saiu? Que género de homem era Wolfgang Priklopil, o raptor de Natascha, e o que lhe terá ele obrigado a fazer?



À medida que o tempo foi passando, e como a entrevista de Natascha na televisão não foi totalmente esclarecedora, as questões começaram a mudar.



Qual era exactamente o relacionamento entre raptor e raptada? Por que razão Natascha esperou tanto tempo para fugir, quando parece ter tido antes outras oportunidades? Os pais de Natascha já conheciam Priklopil antes de este lhes raptar a filha?



Allan Hall e Michael Leidig seguiram, desde o início, a história do desaparecimento da menina de 10 anos. Falaram com investigadores da polícia, advogados, psiquiatras e familiares próximos de Natascha. Até onde era possível, os autores tentaram esclarecer todo este relato chocante.



Com muitas revelações exclusivas, NATASCHA KAMPUSCH – A Rapariga da Cave é o primeiro livro a investigar o que realmente se passou e como é que Natascha sobreviveu. Uma história que desafia os limites da compreensão que temos acerca do comportamento dos seres humanos – e que nos perturba pela situação vivida por uma criança apanhada numa história de terror quase para além da nossa imaginação.



«O primeiro livro sobre os oito anos de sequestro da austríaca traz revelações chocantes. E levanta umas quantas dúvidas.»



Visão



«Um notável trabalho de reportagem. A Rapariga da Cave impressiona. Em algumas passagens arrepia. Lê-se depressa, de um fôlego, com a curiosidade de quem espreita um acidente de viação. Porém, felizmente, não se tropeça em pieguice. No final, é muito natural que quem tem filhos sinta um certo desconforto e alguma tendência para a paranóia. E se fosse o meu filho? E se o meu vizinho do lado for um sequestrador de crianças? E se um dos meus filhos desaparece, na primeira distracção? E se?»



Diário de Notícias



«Pormenores de um rapto que emocionou o mundo. Dois jornalistas seguiram, desde o início, a história do estranho desaparecimento da jovem austríaca. Conversaram com várias pessoas ligadas ao processo, com os pais de Natascha, polícia, advogados e psiquiatras. Em livro, revelam agora contornos inéditos dos oito anos de cativeiro.»



Flash

«Com base nas declarações de Natascha, os jornalistas descrevem o quotidiano da jovem entre Março de 1998 e Agosto de 2006, dando conta dos esforços que, paralelamente, iam sendo efectuados para a localizar.»



Tal & Qual

«Uma rigorosa investigação jornalística que nasce com o objectivo de esclarecer as muitas inconsistências que ainda subsistem sobre o caso.»



The Guardian

Edições (1)

ver mais
Natascha Kampusch

Similares

(3) ver mais
Stolen
O Colecionador
3096 Dias

Resenhas para Natascha Kampusch (1)

ver mais
Livro sobre Natascha Kampusch descreve vida da "rapariga da cave"
on 16/3/10


Diário de Notícias Sociedade 26 Fevereiro 2007 por Sónia Morais Santos Não. Ainda não é desta que fica satisfeito um certo apetite pelo grotesco que mora em cada um de nós. A Rapariga da Cave conta muitos detalhes sobre a vida de Natascha Kampusch - a rapariga que foi raptada aos 10 anos e que cresceu numa cave de onde só fugiu aos 18 - mas ainda não revela se ela foi ou não abusada sexualmente, ou se houve mesmo, como chegou a especular-se, um relacionamento sexual "consentido" entr... leia mais

Estatísticas

Desejam4
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 0 / 0
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

29%

71%

Arthur Rimbaud
cadastrou em:
16/03/2010 19:21:22