O Ano do Dilúvio

O Ano do Dilúvio Margaret Atwood


Compartilhe


O Ano do Dilúvio (MaddAddão #2)





Situado no futuro distópico do aclamado Oryx e Crake, O ano do dilúvio é ao mesmo tempo um emocionante conto sobre a amizade e outro marco da ficção especulativa de Margaret Atwood.

A sociedade e as espécies têm mudado rapidamente, e o pacto social em pouco tempo se torna tão frágil quanto a estabilidade ambiental. Adão Um, o gentil líder dos Jardineiros de Deus – uma seita dedicada à fusão da ciência e religião, bem como à preservação de toda a vida vegetal e animal –, há muito tempo prevê um desastre natural que alterará a Terra como a conhecemos. Agora, a tragédia anunciada finalmente entrou em curso, obliterando a maior parte da vida humana.

Duas mulheres sobreviveram: Ren, uma jovem dançarina trancada dentro de um bordel de primeira classe, e Toby, uma Jardineira de Deus, entrincheirada em um luxuoso spa, onde muitos dos tratamentos medicinais são comestíveis.
Haveria outros sobreviventes? Amanda, a bioartista amiga de Ren? Zeb, seu padrasto e defensor? Jimmy, seu antigo namorado, que conhecemos em Oryx e Crake? Teriam os degredados da Arena Painball escapado?

Enquanto isso, as formas de vida ligadas à manipulação genética estão proliferando: a mistura de carneiro e leão, as cabras de pelos longos, os porcos com tecido cerebral humano. Enquanto Adão Um e seu bando percorrem este estranho mundo novo em meio às novas forças dominantes, Ren e Toby terão que decidir seus próximos passos. Mas antes precisam escapar de seu confinamento.

Sombrio, irônico e provocador, o segundo livro da trilogia MaddAddão é mais uma prova do poder visionário de Atwood.

Ficção / Ficção científica / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (3)

ver mais
O Ano do Dilúvio
O Ano do Dilúvio
O Ano do Dilúvio

Similares

(5) ver mais
Oryx e Crake
O Conto da  Aia
A Tenda
The Drought

Resenhas para O Ano do Dilúvio (3)

ver mais
Sugestão de leitura
on 2/3/17


A premissa da trilogia é que toda a raça humana foi exterminada por causa de uma pandemia. Esta praga foi construída em laboratório com o propósito de extinção dos seres humanos, a fim de substituí-los por uma raça superior, os Crakes. Os Crakes foram nomeados a partir de seu criador, Crake, que dá o título do 1º volume, Oryx e Crake. Apenas alguns poucos humanos sobreviveram à catástrofe e a estória é contada a partir do ponto-de-vista deles. Assim, no 1º volume, Jimmy narra os aco... leia mais

Estatísticas

Desejam157
Trocam1
Avaliações 4.0 / 59
5
ranking 36
36%
4
ranking 36
36%
3
ranking 25
25%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

27%

73%

Srta. Oliver
cadastrou em:
30/10/2018 21:25:04
Piarelly
editou em:
08/11/2018 15:32:36