O caso Meursault

O caso Meursault Kamel Daoud




O caso Meursault





Romance vencedor do Goncourt, principal prêmio literário da França, O caso Meursault, do jornalista e escritor argelino Kamel Daoud, é lançado no Brasil pela Biblioteca Azul, depois de ter sido aplaudido pela crítica francesa e de ter seus direitos vendidos para mais de 20 países.

O romance tem como ponto de partida um dos maiores clássicos da literatura francesa no século XX, O Estrangeiro, de Albert Camus, cuja trama é reconstruída sob o ponto de vista do homem assassinado por Meursault, o personagem central da obra camusiana. Sem voz nem nome no livro do escritor francês, o árabe morto recupera a identidade na narrativa de Kamel Daoud.

Em um bar em Orã, na Argélia, Haroun, irmão mais novo do assassinado, fala a um universitário parisiense interessado em ouvir o que foi oculto no romance de Camus. O foco da conversa é a cena decisiva de O Estrangeiro, na qual o narrador Meursault, ao se sentir ameaçado por desconhecidos em uma praia deserta, atira em um homem, sob um sol escaldante.

Em O caso Meursault, a vítima ganha o nome de Moussa, um homem simples e cheio de vida, conforme a lembrança de Haroun. O personagem relata sua infância marcada pelo assassinato do irmão e pela busca desesperada da mãe pelo corpo do filho. Mas o autor não se limita a isso e surpreende quando, fazendo bom uso da ficção, retira Moussa, o árabe ignorado, do lugar do injustiçado.

Com prosa irônica e cortante, o escritor faz evocar, na figura de Meursault, o próprio Camus. No momento em que o leitor revisita o narrador de O Estrangeiro ouvindo a voz de seu próprio autor, Kamel Daoud transforma sua ficção em um espaço livre, sem censura, para pensar a questão do colonialismo e os impasses da Argélia pós-independência.

Ficção

Edições (1)

ver mais
O caso Meursault

Similares

(24) ver mais
Atlas das Nuvens
A Náusea
Um amor feliz
A Senhoria

Resenhas para O caso Meursault (4)

ver mais
"É importante atribuir um nome a um morto, tanto quanto a um recém-nascido. É importa
on 21/9/16


E é para dar um nome e uma vida ao seu irmão, que Haroun aceita se encontrar com um universitário parisiense e contar sua versão de um dos momentos chave do livro "O Estrangeiro", de Albert Camus (minha opinião sobre o livro está alguns posts atrás). No livro de Camus, o protagonista Meursault, em determinado momento mata um homem. Esse homem é referido no livro como "o árabe" e nada mais sabemos dele. E agora, mais de 50 anos depois, é na mesa de um bar em Orã que Haroun vai nos co... leia mais

Estatísticas

Desejam44
Trocam2
Avaliações 3.1 / 22
5
ranking 9
9%
4
ranking 27
27%
3
ranking 36
36%
2
ranking 23
23%
1
ranking 5
5%

40%

60%

Nath
cadastrou em:
04/08/2016 18:35:01