O Corpo Humano

O Corpo Humano Paolo Giordano


Compartilhe


O Corpo Humano





É um pelotão de jovens comandados pelo marechal Antonio René. O último a chegar, Roberto Letri, tem apenas vinte anos e sente-se inexperiente em tudo. Para ele, tal como para tantos outros, a missão no Afeganistão é o primeiro grande desafio da sua vida. Quando se preparam para a partida, ainda não sabem que o sítio para onde vão é um dos mais perigosos do conflito. Não existe nada lá, apenas pó, e o sol é tão forte que provoca conjuntivite e não se pode ligar as luzes à noite para não se atrair os morteiros.

À sua espera no local encontra-se o médico tenente Alessandro Egitto. Permanece no Afeganistão, naquela «bolha de segurança» precária por escolha própria, de maneira a escapar a uma situação pessoal mais perigosa que uma guerra de armas. Exaustos pelos calor, pelo tédio e pelo medo de uma ameaça que parece mais real a cada dia que passa, os soldados tentam reconstruir uma vida que lhes seja familiar, aprofundando amizades e conflitos entre eles, tentando todas as formas de distração. Só à noite são assaltados pela memória. No silêncio absoluto, o silêncio da civilização, mas também da natureza, podem sentir a batida do próprio coração, o som dos outros órgãos internos - a incessante atividade do corpo humano.

Chegado o momento de penetrar em território inimigo, irão descobrir que é também tempo de lidar com aquilo que deixaram para trás, em casa. Quando regressarem, terão irreversivelmente atravessado a fronteira que separa a juventude da idade adulta. Alternando ligeireza e drama, Paolo Giordano traça com precisão os contornos das «novas guerras». E, ao fazê-lo, revela a existência de outras guerras, mais elusivas, mas não menos insidiosas: as familiares, as afetivas e aquelas, intermináveis e sangrentas, contra nós próprios.

Edições (2)

ver mais
O Corpo Humano
O Corpo Humano

Similares

(1) ver mais
A Solidão dos Números Primos

Resenhas para O Corpo Humano (1)

ver mais
Uma obra para todos, amantes ou não dos livros de guerra
on 31/8/15


Com um título que mais lembra compêndios científicos para a sala de aula, "O corpo humano" de início não me atraiu. Mas vinha assinado por Paolo Giordano, autor de um dos mais sensíveis livros que li em 2010, "A solidão dos números primos". Além disso, aprendi, há algum tempo, a desconfiar de segundos livros de autores cujas primeiras publicações achei espetaculares. Em geral, as segundas tentativas desapontam. Por isso posterguei a leitura. Mas felizmente meus medos não se realizaram ... leia mais

Estatísticas

Desejam17
Trocam1
Avaliações 3.7 / 6
5
ranking 33
33%
4
ranking 17
17%
3
ranking 33
33%
2
ranking 17
17%
1
ranking 0
0%

38%

63%

Mateus
cadastrou em:
19/08/2013 06:24:36