O garoto do Riquixá

O garoto do Riquixá Lao She


Compartilhe


O garoto do Riquixá





A utopia da cidade grande, pintada no imaginário coletivo como o eldorado redentor de oportunidades para uma vida melhor, sempre alimentou esperanças, não importando o lugar ou a época. Essa temática que, em suma, é a luta pela sobrevivência, ganha um registro impactante em O garoto do riquixá, romance de Lao She publicado originalmente em 1937, que agora dá início a traduções do chinês pela Estação Liberdade.
Ambientada na Beijing dos anos 1920 e 1930, tempos de grande efervescência social e política na China, a trama acompanha a catártica cruzada de Xiangzi, o personagem-título. Vindo do campo, ele se instala na metrópole determinado a se tornar um condutor de riquixá. A ideia que o anima é simples: economizar seus yuans para conseguir comprar o próprio veículo e, assim, se tornar um trabalhador autônomo.
No entanto, sua missão não será nada fácil. Ora traído por sua inocência, ora ludibriado por patrões mal-intencionados ou figuras interesseiras que cruzam seu caminho, Xiangzi parece fadado a um destino de danações. O rapagão bem-disposto e sonhador que veio à cidade com pouco mais do que a cara, a coragem e a roupa do corpo tem de lidar com o choque de uma realidade hostil, onde a noção de sobrevivência pode significar atropelar o próximo, se necessário for.
Com esta tragédia social, colocando o povo como principal tema e se apropriando do dialeto das ruas de Beijing, Lao She marcou seu nome no modernismo literário na China. O personagem de Xiangzi, apropriadamente apelidado de “Camelo”, é a personificação da eterna luta entre os opulentos e os miseráveis, o ser humano bestializado por seus pares. Com humanismo e dura honestidade, o autor criou um documento histórico de uma China ainda bem destoante da potência econômica que desconcertaria o mundo nas décadas seguintes.

Drama / Romance

Edições (2)

ver mais
O garoto do riquixá
O garoto do Riquixá

Similares

(10) ver mais
Rickshaw Boy
A Estirpe do Dragão
DEBAIXO DO CÉU
A montanha e o rio

Resenhas para O garoto do Riquixá (94)

ver mais
on 26/2/24


A última frase do livro - "produto de uma sociedade doente" - indica bem do que trata a narrativa, de como nem sempre o trabalho duro é recompensado, e como pessoas humildes podem ser facilmente massacradas pelo sistema. Realista, e muito duro. Fiquei morrendo de pena do protagonista, de como ele se perde diante dos acontecimentos, e se torna tão corrupto quanto aqueles a quem ele desprezava. Triste.... leia mais

Estatísticas

Desejam189
Trocam3
Avaliações 4.0 / 468
5
ranking 37
37%
4
ranking 48
48%
3
ranking 14
14%
2
ranking 1
1%
1
ranking 0
0%

27%

73%


cadastrou em:
14/07/2017 20:16:28

editou em:
14/07/2017 20:19:44

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR