O Mal Nosso de Cada Dia

O Mal Nosso de Cada Dia Donald Ray Pollock


Compartilhe


O Mal Nosso de Cada Dia





Em uma cidade esquecida no interior de Ohio, a esposa de Willard Russell está à beira da morte, não importa o quanto ele beba, reze ou faça sacrifícios e oferendas. Com o passar dos anos, seu filho Arvin, uma criança negligenciada, torna-se um homem frio e cruel. Em torno deles, circula um nefasto e peculiar grupo de moradores — um insano casal de assassinos em série, um pastor que come aranhas e um xerife corrupto —, todos entrelaçados numa viciante narrativa da mais corajosa e sombria lavra americana.

Donald Ray Pollock, o novo autor da DarkSide® Books, promete causar alvoroço nos corações mais frágeis. Ele constrói, com maestria, uma trama hiper-violenta, ambientada no pós-Segunda Guerra, repleta de personagens desagradáveis em um cenário devastador, cruéis o suficiente para cometerem crimes com a casualidade de quem troca de roupa. Mas isso não é tudo. Há muito mais por trás das manchas de sangue, da avareza e da mesquinharia: o desespero e as limitações de uma cidade pequena, a frustração de seus habitantes, a síntese de quem não equilibra luz e sombra dentro de si.

O autor elabora uma narrativa tensa e profundamente perturbadora em seu primeiro romance. Pollock se insere na linhagem dos grandes contadores de histórias da América, como John Steinbeck e seu realismo, William Faulkner e Flannery O’ Connor e o magistral gótico sulista e Cormac McCarthy e seu visceral Onde os Velhos Não Têm Vez.

Uma produção original Netflix, a adaptação cinematográfica do livro — prevista para setembro de 2020 — conta com direção do brasileiro Antonio Campos (Afterschool e The Sinner), produção do ator Jake Gyllenhaal e um elenco cheio de estrelas de Hollywood, protagonizado por Sebastian Stan (Capitão América), Tom Holland (Homem-Aranha), Robert Pattinson (só lembramos de O Farol), Bill Skarsgard (It: A Coisa), Mia Wasikowska (Alice no País das Maravilhas) e Eliza Scanlen (Objetos Cortantes).

Se você é apaixonado por histórias sombrias e sinistras, O Mal Nosso de Cada Dia é o som e a fúria da nova literatura. Feche os olhos e comece a rezar.

Crime / Ficção / Literatura Estrangeira / Suspense e Mistério

Edições (1)

ver mais
O Mal Nosso de Cada Dia

Similares

(15) ver mais
Onde os velhos não têm vez
Meridiano de Sangue
O Som e a Fúria
As Vinhas da Ira

Resenhas para O Mal Nosso de Cada Dia (52)

ver mais
Moral da história: Sempre existe alguém pior
on 14/8/20


Tive muitos altos e baixos lendo esse livro, pensei até em desistir, mas embora o começo tenha sido arrastado, a trama conseguiu trazer acontecimentos bem impactantes ao longo da narração, o que acabou me prendendo bastante. Pelo título do livro eu pensei se tratar de uma história de terror, embora de certa forma seja porque é tanta desgraceira, podridão, abuso sexual, violência e maldade extrema, que você fica até enojada com tanta falta de humanidade dos personagens e acho que essa e... leia mais

Vídeos O Mal Nosso de Cada Dia (6)

ver mais
RESENHA: O MAL NOSSO DE CADA DIA

RESENHA: O MAL NOSSO DE CADA DIA

Unboxing DarkSide Books #70

Unboxing DarkSide Books #70

O Diabo de Cada Dia com Tom Holland e Robert Pattinson | Trailer oficial | Netflix

O Diabo de Cada Dia com Tom Holland e Robert

O MAL NOSSO DE CADA DIA | O livro do filme, por Donald Ray Pollock

O MAL NOSSO DE CADA DIA | O livro do filme, p


Estatísticas

Desejam203
Trocam1
Avaliações 4.4 / 195
5
ranking 64
64%
4
ranking 31
31%
3
ranking 5
5%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

27%

73%

Likah
cadastrou em:
21/07/2020 13:01:49
Vivi
editou em:
03/09/2020 14:58:21
Vivi
aprovou em:
03/09/2020 14:59:19