O papel de parede amarelo

O papel de parede amarelo Charlotte Perkins Gilman


Compartilhe


O papel de parede amarelo





Após o nascimento de seu filho, uma mulher é diagnosticada com depressão nervosa temporária e leve tendência histérica; parte do tratamento é ficar confinada a um cômodo da casa. Diagnósticos e tratamento comuns à época, século XIX. A claustrofobia obviamente piora sua condição, fazendo com que entre em uma espiral de delírio e confusão mental.

Se fosse hoje em dia, ela teria sido diagnosticada com depressão pós-parto e possuiria ao seu alcance uma gama de tratamentos. No entanto, muitas vezes a mulher na sociedade atual acaba encontrando uma situação semelhante à dela, com o isolamento encontrado nos meses de licença-maternidade e a falta de solidariedade e empatia de familiares e amigos, e até mesmo dos pais dos bebês, a essa situação que, mesmo quando não prejudicada pela depressão, gera uma montanha-russa de sentimentos e sensações do amor à raiva, da alegria à frustração, da exaustão à enlevação.

Além de ser uma obra literária magnífica, de autoria de Charlotte Perkins Gilman (1860-1935), o conto com traços de autobiografia também é importante para trazer à roda de discussão a depressão pós-parto, a depressão em geral e outros transtornos mentais, doenças tão comuns, porém, ainda envoltas pelas brumas do preconceito.

Após ter um filho, a autora passou por um tratamento famoso à época que consistia em ficar o tempo todo em repouso na cama e depois manter uma vida totalmente doméstica, em companhia da criança e sem qualquer estímulo intelectual. Além do famoso conto, Gilman publicou livros feministas, dentre os quais os títulos Women and Economics [Mulheres e a economia] e His Religion and Hers [A religião dele e a dela].

Mulheres que estão no ou passaram pelo puerpério irão encontrar ressonância na história dessa mulher e todos os leitores ouvirão com atenção a voz dela clamando por ajuda.

Contos

Edições (1)

ver mais
O papel de parede amarelo

Similares

(6) ver mais
A Redoma de Vidro
O Papel de Parede Amarelo
Mulheres que não sabem chorar
Universo Desconstruído

Resenhas para O papel de parede amarelo (17)

ver mais
Um pequeno comentário...
on 24/5/16


Vou contar um segredo para vocês. Eu raramente adquiro um livro apenas por uma resenha. Sou daquele tipo de pessoa que precisa que os outros insistam sabe? Nesse caso, não diretamente. Mas preciso ver várias resenhas, ver várias vezes o livro, até que eu me convença de comprá-lo. Mas com esse livro foi diferente, assim que vi a resenha no blog Desbravador de Mundos senti que eu precisava lê-lo e fui correndo adquirir. Na versão da Amazon que eu sou pobre. E eu estava certa em querer ... leia mais

Estatísticas

Desejam18
Trocam1
Avaliações 4.0 / 426
5
ranking 33
33%
4
ranking 44
44%
3
ranking 20
20%
2
ranking 2
2%
1
ranking 1
1%

13%

87%

Guilherme Kroll
cadastrou em:
29/10/2015 16:02:36
Alexandre Melo - @livroegeek
editou em:
15/04/2016 08:09:29