Os velhos também querem viver

Os velhos também querem viver Gonçalo M. Tavares


Compartilhe


Os velhos também querem viver





O mito grego da tragédia Alceste, do dramaturgo Eurípedes, é revivido neste livro pelo aclamado escritor angolano Gonçalo M. Tavares, que vive em Lisboa desde a infância. Nesta novela-poema, ele encena o drama na Sarajevo contemporânea e discute questões como morte, amor, sacrifício, o valor de milhares de vidas, e o de uma apenas.

Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
Os velhos também querem viver

Similares

(3) ver mais
Um Homem: Klaus Klump
Aprender a rezar na era da técnica
A Máquina de Joseph Walser

Resenhas para Os velhos também querem viver (7)

ver mais
Um velho é metade de um homem ou é dois homens?
on 3/4/15


Gonçalo faz uma interessante releitura do mito de Alceste, ambientando-o em Saravejo no final do século XX. A banalização da morte dada pelo estado de guerra, contrasta com o apego à vida que Admeto possui. Nesse contexto bélico, não é gratuito que a quase morte do herói seja causada por um sniper. Tal como no mito original, sua mulher oferece-se em sacrifício para salvar sua vida, possibilidade aberta por Deus Apolo que, grato pela hospitalidade ofertada por Admeto, diz que "não conc... leia mais

Estatísticas

Desejam28
Trocam2
Avaliações 4.1 / 86
5
ranking 43
43%
4
ranking 34
34%
3
ranking 20
20%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

35%

65%

Marcos
cadastrou em:
29/01/2015 02:45:37
andre
editou em:
02/07/2021 17:10:36

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR