Parafusos

Parafusos Ellen Forney


Compartilhe


Parafusos


Mania, depressão, Michelangelo e eu




Pouco antes de fazer 30 anos, Ellen Forney ficou sabendo que sofria de transtorno bipolar. Incontestavelmente maníaca, mas receosa de que os medicamentos a fizessem perder sua criatividade e seu ganha-pão, Ellen deu início a uma luta - que durou anos - para encontrar equilíbrio mental sem perder a si mesma ou a sua paixão. Buscando entender o conceito popular do "artista louco", Ellen encontrou inspiração na vida e na obra de outros artistas e escritores que sofriam de transtornos do humor, entre os quais Vincent van Gogh, Georgia O'Keeffe, William Styron e Sylvia Plath.

HQ, comics, mangá

Edições (1)

ver mais
Parafusos

Similares

(10) ver mais
Vincent
Hinário Nacional
Pílulas azuis
Entre Umas e Outras

Resenhas para Parafusos (9)

ver mais
O manual irreverente de Ellen Forney sobre o transtorno afetivo bipolar
3 days, 13 hours ago


Sabe aquela lista de quadrinhos que eu vivo dizendo que deveriam ser entregues na rua por tratarem de temas cujo entendimento deveria ser comum a todos? Pois bem, adicione a ela mais este título. “Parafusos: Mania, Depressão, Michelangelo e Eu” é o relato autiobiográfico da quadrinista estadunidense Ellen Forney sobre a descoberta de sua condição de portadora do transtorno afetivo bipolar. Por volta dos seus 30 anos, em meio a uma agitada vida criativa e social, Ellen descobriu em s... leia mais

Estatísticas

Desejam153
Trocam2
Avaliações 4.2 / 209
5
ranking 45
45%
4
ranking 40
40%
3
ranking 13
13%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

17%

83%

Jota Silvestre
cadastrou em:
17/10/2014 23:44:22
Jenifer
editou em:
12/01/2019 16:30:34