Prosa Morena

Prosa Morena Jessier Quirino


Compartilhe


Prosa Morena





"Enfim, um jeito novo de poetar", foi o pensamento que me veio à cabeça após o impacto da leitura de AGRURAS DA LATA D`ÁGUA, novo livro de Jessier Quirino.

Corria o ano de 1998 e eu recebei o texto, com afetuosa dedicatória, lá em Brasília. Já nas primeiras linhas me dei conta de que estava diante de alguma coisa que se diferenciava, e muito, das criações nordestinas que me chegavam às mãos lá no Planalto Central a partir das oficinas aqui da terra amada.

O ineditismo na maneira de meter o chicote e domar as palavras foi o ponto saliente da obra desse jovem vate paraibano que me ficou retinindo no juízo. Comentei o fato com alguns amigos e recomendei o texto para inúmeras pessoas, com a fé já renovada nas bem-aventuranças e presepanças da poesia nordestina, na assim dita poesia popular que, no caso de Jessier, é apenas uma sutil ferramenta de tradução da aguda visão que o artista tem desse peculiar recanto de mundo.

Feliz o sítio que tem o privilégio de abrigar um cantor do quilate de Jessier Quirino.

A Nação Nordestina - suas facetas múltiplas, sua gente, seus bichos, seus cantos e recantos - sempre teve ao longo de sua história, intérpretes à altura do fantástico universo que preenche esse místico espaço desde a praia até o mais recôndito sertão. Encantados e doidos de variadas artes.

O doido deste livro, na sua modesta grandeza,, apenas ajuntou-se a essa extensa galeria de espíritos iluminados e não mais fez que conquistar o direito de ocupar seu espaço. E o domínio do espaço, vale ressaltar, é sabedoria indispensável para o exercício da arquitetura, ganha-pão e ganha-paz desse poeta-maior.

Se além de ler o livro o leitor tiver a sorte de ouvir o poeta declamando, o desmantelo estará completo e a magia perfeitamente instalada.

Santo desmantelo esse jeito a um só tempo arrochado e afolozado de construir poemas.

Francamente, é com muita felicidade que pego bigu no caminhão do querido amigo, um paraibano que honra sem restrições a tradição poética desse estado federado da Nação Nordestina.



* (Autor do livro O Romance da Besta Fubana)

Edições (1)

ver mais
Prosa Morena

Similares


Resenhas para Prosa Morena (1)

ver mais
"Chica Boa e Zé Qualquer fazendo sala na cozinha"
on 4/9/09


"Chica Boa e Zé Qualquer fazendo sala na cozinha" Ótimo livro do escritor, poeta, multifacetado, Jessier Quirino! Expoente da "poesia matuta". O livro traz alguns dos seus melhores "poemas-causos"... recomendado!... leia mais

Estatísticas

Desejam2
Trocam1
Avaliações 4.1 / 31
5
ranking 48
48%
4
ranking 29
29%
3
ranking 13
13%
2
ranking 10
10%
1
ranking 0
0%

55%

45%

Karen Picanço
cadastrou em:
04/09/2009 01:37:46