Razão e sensibilidade

Razão e sensibilidade Jane Austen


Compartilhe


Razão e sensibilidade





Originalmente publicado em 1811 sob o singelo pseudônimo "A Lady", Razão e sensibilidade começou a ser escrito na década de 1790, quando Jane Austen (1775-1817) mal havia completado vinte anos. O livro é o primeiro da série de quatro romances que Austen publicou como edição do autor em seus últimos anos de vida. Todos se tornaram clássicos da literatura inglesa do século XIX.

Embora sua trama se desenvolva durante uma época de guerra e revolução no continente europeu, o romance concentra sua narrativa nas idílicas tramas de amor e desilusão em que duas belas irmãs inglesas se envolvem - Elinor e Marianne Dashwood - quando chega a idade do casamento. À procura do amor verdadeiro, as filhas órfãs de uma família pertencente à pequena nobreza enfrentam o mundo repleto de interesses e intrigas da alta aristocracia. Marianne e Elinor representam polos opostos do universo ético de Austen: Marianne é romântica, musical e dada a rompantes de espontaneidade, ao passo que Elinor é a encarnação da prudência e do decoro.

Ambientado nos cenários campestres do sudoeste da Inglaterra e nas casas senhoriais de Londres, o livro já foi adaptado inúmeras vezes para o teatro e o cinema. Esta reedição, com tradução de Alexandre Barbosa de Souza, conta com textos introdutórios dos professores e críticos britânicos Tony Tanner e Ros Ballaster, especialistas em ficção inglesa dos séculos XVIII e XIX, além de notas explicativas sobre o texto, a autora e sua época.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (33)

ver mais
Razão e Sensibilidade
Razão e Sensibilidade
Razão e Sensibilidade
Razão e Sensibilidade

Similares

(22) ver mais
Orgulho e Preconceito
Grandes Obras de Jane Austen
Jane Austen Witty and Wise Coloring Book
Mansfield Park

Resenhas para Razão e sensibilidade (518)

ver mais
Olhar irônico e sensível sobre a sociedade do século XIX
on 21/3/10


Jane Austen é considerada uma das personalidades literárias mais influentes da Inglaterra, só perde para William Shakespeare. Também é uma das precursoras do romance feminino no século XIX e suas obras, relançadas ano após ano, não perdem o ineditismo. Embora datadas por costumes específicos da sua época, presentes tanto nas descrições de paisagem, trajes e lugares quanto na linguagem da escritora, os sentimentos retratados nas obras de Austen são imortais: amor, ambição e egoísmo. Pa... leia mais

Vídeos Razão e sensibilidade (9)

ver mais
RESENHA: Razão e Sensibilidade

RESENHA: Razão e Sensibilidade

RAZÃO E SENSIBILIDADE | JANE AUSTEN | Ep. #35

RAZÃO E SENSIBILIDADE | JANE AUSTEN | Ep. #35


Estatísticas

Desejam2.349
Trocam196
Avaliações 4.2 / 11.014
5
ranking 44
44%
4
ranking 35
35%
3
ranking 17
17%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

7%

93%

Yasmin
cadastrou em:
04/07/2012 22:49:18
Godinho
editou em:
28/07/2020 14:41:56