Sobre a Violência

Sobre a Violência Hannah Arendt


Compartilhe


Sobre a Violência





Em SOBRE A VIOLÊNCIA, Arendt faz uma análise da natureza e causas da violência na segunda metade do século XX. O ensaio foi escrito entre 1968 e 1969, datas que evocam experiências políticas cruciais como a inusitada rebelião estudantil em todo o mundo e os confrontos raciais que ela ensejou nos Estados Unidos; a Guerra do Vietnã e os movimentos de resistência e desobediência civil por ela engendrados; a glorificação da violência pelos militantes de esquerda e pelos movimentos de descolonização. Em todos esses acontecimentos, observa-se o crescente emprego da violência nas relações políticas, aspecto que motivou essa importante reflexão teórica.
Vivemos em meio a uma escalada mundial de destruição e guerras. Como compreender esse momento? Em perspectiva histórica, Arendt reexamina a relação entre guerra e política, violência e poder. Questiona a natureza do comportamento violento, mostra as causas das suas muitas manifestações e finalmente discorda da máxima de Mao Tsé-tung o poder se origina do cano de uma arma, propondo, em vez disso, que poder e violência são opostos; onde um reina absoluto, o outro está ausente. Para Celso Lafer, que assina o prefácio, Arendt fez neste pequeno grande livro uma oportuna e vigorosa crítica da apologia da violência.

Edições (2)

ver mais
Sobre a Violência
Sobre a Violência

Similares

(7) ver mais
Hannah Arendt: Ética & Política
Quadros de Guerra
Homens em Tempos Sombrios
Origens do Totalitarismo

Estatísticas

Desejam87
Trocam1
Avaliações 4.4 / 95
5
ranking 53
53%
4
ranking 33
33%
3
ranking 14
14%
2
ranking 1
1%
1
ranking 0
0%

49%

51%

Patyk.
cadastrou em:
08/11/2009 19:24:11