Um Amor Conquistado: O Mito do Amor Materno

Um Amor Conquistado: O Mito do Amor Materno Elisabeth Badinter

Compartilhe


Um Amor Conquistado: O Mito do Amor Materno





O amor materno não é um sentimento inato, ele não faz parte intrínseca da natureza feminina: é um sentimento que se desenvolve ao sabor das variações socioeconômicas da história, e pode existir, ou não, dependendo da época e das circunstâncias materiais em que vivem as mães - esses são os resultados de uma extensa pesquisa histórica desenvolvida por Elisabeth Badinter para o preparo deste livro. A tese de que o amor materno não existe em toda mulher, em todos os lugares e épocas, provocou grande polêmica por ocasião do lançamento de Um amor conquistado na França - quando foram vendidos mais de meio milhão de exemplares do livros. Mas a argumentação desenvolvida pela autora é segura e convincente: Impossível fugir à conclusão de que, como todos os sentimentos humanos, o amor materno pode ser incerto, frágil e imperfeito. (Fonte: Contracapa)

Filosofia

Edições (2)

ver mais
Um Amor Conquistado
Um Amor Conquistado: O Mito do Amor Materno

Similares

(4) ver mais
O mito do sentimento materno inato
#MeuAmigoSecreto
Sem Filhos por Opção
Mães que Fazem Mal

Resenhas para Um Amor Conquistado: O Mito do Amor Materno (6)

ver mais
Ótimo
on 23/3/09


Livro muito, muito bom, que mostra a maternidade desde a pré-história até a atualidade, e como a forma como a criança era vista pela sociedade foi mudando através do tempo. Até muito pouco tempo atrás, não havia a especificidade da infância, e as crianças eram tratadas como adultos, e nada se exigia da mãe; e como isso mudou, agora tudo é exigido da mãe, e a criança virou um objeto especial. ... leia mais

Estatísticas

Desejam115
Trocam1
Avaliações 4.4 / 118
5
ranking 58
58%
4
ranking 26
26%
3
ranking 12
12%
2
ranking 3
3%
1
ranking 1
1%

15%

85%

Bianca
cadastrou em:
23/03/2009 10:25:26