Um romance russo

Um romance russo Emmanuel Carrère


Compartilhe


Um romance russo





Primeiro lugar na lista de mais vendidos na França, sucesso de crítica, Um romance russo confirma Emmanuel Carrère como um dos grandes nomes da literatura contemporânea. Em seu primeiro livro autobiográfico, o autor de O adversário constrói três tramas paralelas para revelar detalhes absolutamente íntimos de sua vida.

O francês Emmanuel Carrère usa sua narrativa vigorosa para contar o que se passou quando um ardente caso de amor e a descoberta de segredos de família influenciaram de forma decisiva suas escolhas. A história começa em 2003, quando o autor vai para uma pequena cidade na Sibéria para rodar um documentário sobre a vida de um prisioneiro húngaro esquecido em um hospital psiquiátrico desde a Segunda Guerra Mundial. A viagem à Rússia o faz reencontrar-se com o país e com a língua de sua mãe. Ele resolve então pesquisar sobre o passado de seu avô materno, misteriosamente desaparecido durante a guerra, suspeito de colaborar com os nazistas; e a jornada em busca de suas origens o levará a perceber o quanto era capaz de manter-se ausente da sua própria vida e distante da mulher que ama.

O autor revela que o livro começou a tomar forma de maneira progressiva: “No início, tudo se baseava na história do soldado húngaro. O que acabou me levando a sua cidade, Kotelnitch, e despertando em mim um novo interesse pela Rússia e por sua língua. Ao mesmo tempo, me trouxe de volta a história de meu avô e suas origens russas. Era difícil colocar uma história de amor neste contexto. Ao mesmo tempo eu tinha a impressão que o livro, se realmente fosse haver um, deveria tentar criar uma espécie de arquitetura com suas histórias, sem uma justificativa racional.”

Enquanto se debate com a história do passado de sua família e luta para fazer um documentário cada vez mais fragmentado sobre a viagem, a relação com seu grande amor começa a ruir. Dominado pelo ciúme e pela fúria, será capaz de destruir a mulher que tanto ama. Sem deixar de revelar suas fraquezas, inseguranças e tendências autodestrutivas, Carrère faz em Um romance russo um relato verdadeiro sobre a busca de um homem por aquilo que lhe é essencial.

Aclamado pela crítica e ganhador dos prêmios literários Prix Passion - pelo romance L'amie du Jaguar - e o Prix de La Vocation pour Bravoure, aos 50 anos, Emamanuel Carrère é considerado o escritor francês mais original da atualidade.

Literatura Estrangeira / Romance / História

Edições (2)

ver mais
Um romance russo
Um romance russo

Similares

(2) ver mais
Limonov
Sashenka

Resenhas para Um romance russo (26)

ver mais
on 18/7/10


Talvez eu tenha perdido alguma coisa no meio da leitura, mas tive, ao final do livro, aquela famosa sensação de "e dai?" O livro fala sobre os dramas do diretor francês Emmanuel Carrére e as consequências do seu comportamento obsessivo. Porém, do modo como é escrito, paira uma ambientação de filme francês que, embora funcione nos filmes (ou não, dependendo do seu gosto rs), não pareceu se adequar muito a um livro. Mas a descrição do vilarejo da Sibéria com certeza me deixou com vonta... leia mais

Estatísticas

Desejam60
Trocam3
Avaliações 3.8 / 80
5
ranking 29
29%
4
ranking 36
36%
3
ranking 23
23%
2
ranking 11
11%
1
ranking 1
1%

29%

71%

Roberta
cadastrou em:
18/02/2009 16:30:15
Jenifer
editou em:
04/11/2021 14:55:28

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR