Watchmen e a filosofia

Watchmen e a filosofia William Irwin


Compartilhe


Watchmen e a filosofia


Um teste de Rorschach




Watchmen é a graphic novel já publicada mais aclamada pela crítica e mudou completamente o mundo dos super-heróis em quadrinhos. Essa obra-prima de narrativa realística, diálogos e arte, cortesia de Alan Moore e Dave Gibbons, levanta uma série de questões filosóficas que requerem atenção.

Como Ozymandias e Rorschach justificam suas ações? Quais são as ramificações políticas do trabalho do Comediante para o governo? Como explicamos a natureza do Dr. Manhattan? A Espectral também pode ser considerada uma feminista? O Comediante é um comediante mesmo (ou apenas um idiota)? Uma graphic novel pode ser considerada literatura? Onde os filósofos da Antiguidade se enquadram nessas questões?

Se você estiver lendo Watchmen pela primeira vez ou se já for fã há mais de 20 anos, Watchmen e a Filosofia o ajudará a ir mais fundo nas questões filosóficas e na história revolucionária que mudou a ficção em quadrinhos para sempre.

Edições (1)

ver mais
Watchmen e a filosofia

Similares

(1) ver mais
The Big Bang Theory e a Filosofia

Resenhas para Watchmen e a filosofia (3)

ver mais
on 30/7/10


Indiscutivelmente, "Watchmen" ocupa posição invejável entre o seleto grupo de histórias, não apenas do mundo dos quadrinhos, cujo renome garante lugar entre as grandes obras literárias. Não por acaso, o escritor Alan Moore fora alçado a maior expoente da arte sequencial no altar erguido pelos fãs do gênero. A complexidade do enredo e as minúcias referenciais complementam-se como as próprias engrenagens do relógio que conduz a trama ao seu ápice. O sucesso da excelente fórmula resultou,... leia mais

Estatísticas

Desejam26
Trocam2
Avaliações 3.8 / 55
5
ranking 24
24%
4
ranking 40
40%
3
ranking 27
27%
2
ranking 7
7%
1
ranking 2
2%

67%

33%

Jason
cadastrou em:
17/09/2009 14:21:10