Um Homem de Sorte

Um Homem de Sorte ...
4.25928 10475



Resenhas - Um Homem de Sorte


439 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Fagner 07/06/2015

Um Homem de Sorte.
O livro vai falar sobre: Logan Thibault um jovem que esta na guerra e de repente ele acha uma fotografia de uma jovem bastante atraente, assim que ele pega esta fotografia, ele tenta achar o dono de quem a perdeu, mas ele não acha, então assim ele pensa que esta fotografia é um tipo de anjo da guarda para ele, pois ele acredita que esta fotografia o livrou de várias mortes, Logan então promete a si mesmo que assim que ele fosse embora daquele lugar procuraria por esta jovem, e passou 5 anos com a fotografia no seu bolso. Depois de sair de lá ele foi andando do Colorado para tentar encontrar a jovem, e então ele descobriu que ela trabalhava no canil e se chama Beth ou Elizabeth, ele chega no canil e se apresenta para trabalhar, Beth tem um filho chamado Ben e um ex marido policial chamado Clayton e uma avó chamada Nana, Logan conta que ele veio andando do Colorado até lá com seu cachorro Zeus, ele atravessou o mundo para encontrar por ela, e Clayton tem um probleminha com Logan que vocês irão saber assim que lerem o livro. :)

site: http://fagnerrodriguesthelittlebook.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Ítala Morgana Leite 06/06/2015

Só eu achei que Logan Thibault tivesse morrido no prólogo?
Eu sou um pouco suspeita pra falar sobre os livros de Nicholas Sparks, sou extremamente apaixonada por eles.
O livro narra a história de Logan Thibault, um fuzileiro naval que estando em guerra encontra uma foto de uma mulher, após o encontro passa a ter mais "sorte" nos caminhos trassados pelo mesmo, seu amigo Victor diz que a foto é seu amuleto da sorte. Após deixar os campos de batalha, ele vai a pé, atrás da mulher da fotografia. A encontra, mas por azar, encontra também seu ex marido Cleyton que não tolera pessoas aproximando-se de sua ex esposa e filho.

Achei bem semelhante com "As palavras que nunca te direi" onde uma mulher encontra uma carta em uma garrafa na praia e vai em busca de quem as escreveu. Ambos são lindos. No prólogo achei que Thibault houvesse morrido, assim como morre o personagem de "As palavras que nunca te direi", mas isso não acontece.
comentários(0)comente



Sarah 29/05/2015

Na verdade : Uma mulher de sorte
Logan Thibault , depois de passar anos cumprindo ordens no Corpo de Fuzileiros Navais, pediu licença de seus trabalhos e foi atrás de uma simples pista do que poderia ter salvo-o , atravessando o país a pé, caminhando 30 km por dia com a companhia de seu leal cão Zeus.
O que Logan fez me intrigou muito, principalmente por poucas pessoas terem tamanha determinação. Me assustaria, assim como Elizabeth sobre o ocorrido, se acontecesse comigo!
Mas, por um outro lado, acho que quem tem a sorte na situação é Elizabeth e não Logan! Alguém mais concorda comigo? :D
Leia e descobrirá!
Ítala Morgana Leite 06/06/2015minha estante
Realmente, ela é uma mulher de muuuuuita sorte! haha'




Masen's tale 23/05/2015

Resenha: Um Homem de Sorte
Thibault é um fuzileiro naval que é encaminhado ao Iraque para uma missão. Após encontrar a foto de uma mulher, a sua vida muda, pois aquela imagem acaba sendo o um "amuleto da sorte".
Depois de ter deixado o serviço militar, Thbault ainda levava a foto consigo. Ele pensou em joga-la fora, mas não o fez.
Ele embarca numa viagem pra lá de longa, partindo do Colorado e chegando a Hampton. Queria encontrar a tal mulher loira da foto e pagar uma "dívida" que ele tinha com ela por salva-lo de vários atentados a morte.
Ele chegou ao seu destino, e encontrou Beth, uma mulher divorciada que tinha um filho...
A partir daqui não irei falar, porque várias coisas acontecem!!
O livro se baseia no destino e no amor de duas pessoas.

"Descubra do que é capaz a força avassaladora do destino."


resenha de livro
Resenha: Um Homem de Sorte
quinta-feira, agosto 28, 2014Ana Lima

Oiee!!! Como vocês estão???

Hoje venho com a resenha do livro "Um Homem de Sorte", do Nicholas Sparks.
Esse livro foi a minha primeira experiência com o autor, e não me decepcionei.

Sinopse: "Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fim de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hamptom, com esse calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto.
Depois de sair do colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...)
Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer das lembranças do mundo que ele havia deixado para trás, o que dava à viagem um conotação poética. Prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminha e tinha um destino para chegar"

"Mas não estava em outro época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografia dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela."

Thibault é um fuzileiro naval que é encaminhado ao Iraque para uma missão. Após encontrar a foto de uma mulher, a sua vida muda, pois aquela imagem acaba sendo o um "amuleto da sorte".
Depois de ter deixado o serviço militar, Thbault ainda levava a foto consigo. Ele pensou em joga-la fora, mas não o fez.
Ele embarca numa viagem pra lá de longa, partindo do Colorado e chegando a Hampton. Queria encontrar a tal mulher loira da foto e pagar uma "dívida" que ele tinha com ela por salva-lo de vários atentados a morte.
Ele chegou ao seu destino, e encontrou Beth, uma mulher divorciada que tinha um filho...
A partir daqui não irei falar, porque várias coisas acontecem!!
O livro se baseia no destino e no amor de duas pessoas.

"Descubra do que é capaz a força avassaladora do destino."

Gostei bastante dos personagens. Me apaixonei pelo Thibault, odiei o Keith Clayton (ex-marido da Beth), e as vezes eu quis bater na Beth, mas eu a entendi. Nicholas Sparks fez com que eu vivesse e sentisse os personagens, o que (em minha opinião) é fundamental para a construção de um livro.

Para quem gosta do Nicholas, eu indico esse livro.
Se você não gosta de livros demorados, já fica meio complicado. Eu mesma demorei um pouco para terminar essa leitura. Mas eu gostei bastante, dou quatro estrelinhas!!

"Mas as vezes, encontrar a luz, significa passar por uma grande escuridão."

site: http://masenstale.blogspot.com.br/2014/08/resenha-um-homem-de-sorte.html
comentários(0)comente



Prof. Angélica 01/05/2015

Muito mais do que sorte
Uma foto, no deserto, leva um homem ao encontro da mulher que ama e que sempre amará. Thibault encontra uma foto que, segundo os colegas - soldados no Iraque - lhe traz sorte e, a partir daí, ele busca a figura da mulher da foto. A pé, ele cruza o país com seu cachorro Zeus em busca de seu destino. Claro que ele encontra antagonistas - Clayton, mas isto não o impede de realizar seu encontro com o destino. É lindo, fácil de ler, apaixonante e surpreendente. Os personagens que circundam a trama também têm seus encantos como Ben e Nana. Nicholas Sparks já não me surpreende, pois eu já sei que, ao escolher um título dele, será lazer regado à emoção e a novas descobertas sobre o outro e, claro, sobre nós mesmos. Sem nenhuma ambição literária, eu entendo que a leitura é mais do que informação e conhecimento, podendo nos proporcionar bons momentos, sem nenhuma pretensão. Mais uma vez: Obrigada, Nicholas.
comentários(0)comente



Geise 13/04/2015

Um homem de sorte!
Eu já havia visto o filme, que tem o mesmo nome do livro. E pelo filme já sabia que a leitura ia ser ainda mais encantadora.
Comecei o livro com uma opinião, pois o problema de você ver o filme antes de ler o livro, ou vice-versa, você cria a expectativa que ambos sejam fiéis um ao outro, mas nem sempre isso acontece. E isso é algo que me decepciona um pouco.
Mas o fato de certos acontecimentos não serem parecidos, no decorrer da leitura, minha paixão foi a mesma. Tanto o filme quanto o livro são MARAVILHOSOS!
Nicholas Sparks, mesmo tendo sempre o mesmo estilo, ainda consegue me surpreender e emocionar.

Um homem de sorte conta a história de Logan Thibault, que por 5 anos serviu o Corpo de Fuzileiros Navais. E quando estava servindo no Iraque, encontrou por acaso a foto de Elizabeth ou Beth, como era mais conhecida.Essa foto pertencia ao irmão dela, Drake, que também era fuzileiro naval, porém havia falecido em meio a guerra. Logan a princípio não deu tanta importância a fotografia, mas carregava a mesma em seu bolso a todos os lugares que ia. E essa fotografia foi considerada por seu amigo Vitor, um amuleto da sorte, pois a partir do momento que Logan a encontrou, teve muitos livramentos e sobreviveu a alguns atentados.Vitor acreditava que havia muita mais entre eles, que o destino queria os dois juntos. E por incentivo e insistência de seu amigo, Logan decide encontrar essa misteriosa mulher que salvou sua vida tantas vezes. E detalhe: ele resolveu fazer toda essa trajetória a pé, junto com seu amigo Zeus, um pastor alemão.
E assim se inicia mais uma linda história de amor. Claro que até as últimas páginas, nada é tão simples nem perfeito. Pois Beth, tem um ex-marido, Keith Clayton, um policial arrogante e que não consegue deixar a mãe de seu filho Ben em paz. Muito menos quando ele descobre que ela está em algum relacionamento amoroso.

Resenha completa no Blog

site: http://transformandocomcriatividade.blogspot.com.br/2015/04/um-homem-de-sorte-nicholas-sparks.html
comentários(0)comente



JV 02/04/2015

Gosto dos romances do Nicholas Sparks, mas tem uns que acabam sendo esquecíveis e esse é um deles. Cansativo e previsível.
comentários(0)comente



Leitor Sagaz 20/03/2015

Um livro belo!
Resenha publicada no blog Leitor Sagaz.

Oi Pessoal, tudo bem?! Hoje estou aqui para mais um livro do meu amado escritor Nicholas Sparks. Quem leu o ultimo " Li até a página 100" viu que eu sou apaixonada, por basicamente todos os livros do Nicholas que eu já, e esse como todos os outros não me decepcionou.


Antes de ler o livro eu já tinha assistido ao filme, mas isso tinha sido á muito tempo atrás, quando lançou, então eu só lembrava um pouco da história, mas sabia que tinha adorado, e estava ansiosa por lê-lo.

Mas infelizmente quando comecei a leitura, eu simplesmente travei, não sabia o que estava acontecendo, levei uma semana inteira e depois disso abandonei o livro por mês. Na minha cabeça eu só ficava pensando se finalmente o que todos falam tinha acontecido comigo, de ter cansado do Nicholas, que tudo era muito clichê e bla bla bla. Mas depois disso criei coragem e decidi começar o livro do zero novamente, me afastei de qualquer coisa que pudesse tirar minha concentração e me foquei no livro, e depois disso o li em cerca de um dia. E posso dizer que esse foi mais um livro que me conquistou.

O livro foi narrado na terceira pessoa, alternado pelas visões de Logan, Beth e Clayton, o que eu particularmente adorei, gosto de saber os pensamentos de vários personagens, não ficar preso a apenas em um. A escrita assim como em todos os livros do Nicholas, achei bastante fácil e de rápida leitura.

Os personagens foram todos muito bem articulados, dava ‘para ter uma noção bem ampla sobre todos os personagens. Só fiquei bastante irritada por eu ter gostado tanto do Logan, porque vendo pela perspectiva de todo o livro, e ao olhar dos outros personagens, ele é um cara estranho, um cara para você desconfiar, mas eu como sempre sendo irracional não via isso, simplesmente queria que todos os aceitassem e ponto final.

Adorei também do fato de ter um cachorro no livro, sou apaixonada por cachorros, e acho que nunca li um livro, que teve um cachorro que acabou sendo de suma importância para a história. Queria que no filme o cachorro também tivesse sido tão usado como no livro, mais infelizmente não foi; Mas não é assim sempre? Quase nunca nós agradamos inteiramente nos filmes, como foi nos livros.

Enfim gente, foi isso. Contra a maioria que leu o livro, eu adorei ele, quem já tentou ler uma vez e não conseguiu, tente mais uma vez, quem sabe você não gosta?! Peço desculpas por não ter passado tanto quanto eu queria desse livro, mais eu realmente adorei a história. Quem ai já leu?! Me diga o que acharam!

Beijos, Camila.

"- Isso é um sinal. Ela é seu amuleto de sorte. Olha só a camiseta dela. - Ela foi mesmo esta noite. - Não foi só hoje à noite. Você achou a fotografia por um motivo. Ninguém deu falta dela por um motivo. Hoje resolveu pegá-la por um motivo. Ela estava destinada a você."

site: http://www.leitorsagaz.com.br/2015/03/resenha-um-homem-de-sorte-nicholas.html
comentários(0)comente



Duda 17/03/2015

Bom, mas não é o melhor livro do Nicholas Sparks.
Quando você compra um livro do Nicholas Sparks, você tem que ter três coisas em mente: 1º é clichê. 2º Nicholas é um assassino de personagens maravilhosos. 3º é aquele romance que você para depois de ler e se pergunta: ''Jesus, por que eu não encontro um amor assim?''. Se você não gosta, sugiro que passe longe dos livros do autor.

No começo eu quase abandonei a leitura. Achei chato e com personagens irritantes. Keith é um idiota que não aceita a personalidade do próprio filho, e além disso é machista. Beth é sem-graça demais, faltou algo nela que eu ainda não consegui definir o que de certo é. Thibault é mais ou menos. Os melhores personagens são Nana, Ben e Zeus, o cachorro de Thibault que se eu pudesse, tiraria ele do livro e criaria ele na minha casa.

Logan é um ex-fuzileiro que encontra a foto de Beth no deserto. Coloca a foto no mural e a foto fica lá por semanas e, como ninguém era dono da foto, ele pegou-a para si. Desde que pegou a foto, ele sobreviveu a onze bombas e outros atentados. Victor, seu melhor amigo, disse que a foto era seu amuleto de sorte, e que tinha uma dívida com ela, que precisava ir atrás dela. No começo, Thibault não deu muita confiança para ele. Ele só decidiu ir atrás dela quando Victor e ele foram pescar. Houve um acidente, e Victor morreu. Thibault, como sempre, saiu sem nenhum arranhão. Depois, Thibault começou a ver o fantasma de Victor, e começou a desconfiar de que aquela supersticiosidade que parecia coisa de louro era verdade. Então, atravessa o país em busca de mulher, que por irônia — ou não — do destino, é a mulher de sua vida.

A história não é uma das melhores, acho que tinha outras formas do Nicholas Sparks transparecer a mensagem de como a força do destino é avassaladora. Tenho certeza que ele conseguiria uma história melhor, mas fazer o quê? O livro continua sendo bom e a leitura continua valendo a pena.
comentários(0)comente



thai 09/03/2015

A primeira impressão que eu tive é que este livro seria difícil de falar sobre ou de resenhar, afinal, há milhões de pessoas que gostam e outras duas milhões que não gostam do livro. Até eu mesma não criei expectativas no começo e, confesso, houve uma época em que eu não tinha interesse nem em ler a sinopse da história. Mas vi o livro em uma promoção que me fez questionar "Por que não?" e cá estou eu, prestes a contar pra vocês o que eu amei e o que eu não gostei no livro.
Preciso elogiar a autora pois a ideia é muito original, apesar de que após o lançamento do livro saíram mais outros 500 com a mesma temática. A questão é que é um romance diferente dos que eu estava acostumada a ler. A coragem de Erika ao jogar no mercado literário uma história como esta sabendo que hoje os adolescentes leem mais que os adultos é extraordinária. Quebrando muitos tabus que, infelizmente, a sociedade ainda tem no que diz respeito a sexo. Por quê não um livro falando de sexo? Por quê não tratar do assunto de forma casualmente? Afinal, duas pessoas não precisam se casar e serem amáveis perante a sociedade apenas porque gostam de transar um com o outro. Por quê não, então, o sexo casual? Mas isso é assunto pra outra hora, e, questão de opinião.
Eu gostei da escrita detalhada sobre as ações, e a criatividade a respeito dos "Gostos Peculiares" de Christian, tanto quanto gostei do personagem. Apesar de excessivamente controlador e ciumento, ele é um homem arrebatador e sedutor até na sua respiração. Exatamente o tipo de personagem que faltava no meio literário que, ultimamente, tem estado muito romântico do tipo namoradinho-dos-sonhos. Christian não é um garoto, era o que eu precisava ler: ele é um homem de tirar o fôlego.
A autora me agradou muito sendo detalhista nos momentos certos, mas não revelando nada que não precisasse ser revelado. Afinal, muitos autores de séries e trilogias cometem o erro de revelar coisas demais no primeiro livro, não deixando tão interessante no segundo. Mas E.L. James soube me conquistar para ler Cinquenta tons mais escuros: revelou só o que precisava ser revelado. Quase como um convite para descobrir no segundo volume os mistérios de Christian Grey.
Outro ponto positivo do livro é que as cenas quentes não são absurdas e tão chocantes como quem ainda não leu imagina. Pelo menos no primeiro volume da série (ainda não li os outros) o sadomasoquismo não é tratado ao pé da letra totalmente. O que pra alguns leitores pode ser também um ponto negativo (questão de opinião). Eu, por exemplo, não esperava nada do livro, por isso gostei. Agora se você criou mil expectativas sobre sexo selvagem, leia o kamasutra e não Cinquenta Tons.
Apenas duas coisas me incomodaram durante a leitura: 1º O uso de algumas expressões repetidamente sem necessidade e; 2º Erika pecou onde a maioria das escritoras mulheres também erram: criam personagens muito frágeis, confusas e "santinhas". É aceitável que para uma temática como esta, fica interessante um sadomasoquista X uma garota virgem como a Ana, porém, em alguns momentos sua ingenuidade atrapalha o clima das melhores cenas e nos faz ficar questionando "Que diabos ele viu de tão excitante numa garota sem sal como ela?" Porque, cá entre nós, ela ainda não aprendeu seduzir e espero que a personagem evolua no segundo livro. Que eu pretendo ler logo.
Então é isso, nada é, afinal, 8 ou 80.

site: http://www.leituradascinco.com/2015/01/titulo-cinquenta-tons-de-cinza-1-autora.html
Camila Soares 16/03/2015minha estante
Essa resenha está no lugar errado. :)


paula alessandra 26/03/2015minha estante
???????




Kathelyn Nunes 05/03/2015

Decepcionante
Li esse livro pra tentar mudar minha visão sobre Nicholas Sparks, e nossa... decepção total.

Uma historia cansativa, uma protagonista chatinha, e um personagem principal que é um porre. uma historia parada sem emoção.
Alguém que leu este livro ficou na mesma impressão que eu? Keith apronta e livro todo, e o Logan não conta nada pra ninguém sobre as coisas absurdas que ele fez.
E o que mais me deixou revoltada, foi que quando Logan e Beth brigam... é por um motivo imbecil, sendo que tinha um motivo ótimo por trás que poderia ter sido usado.
O único que merece aplausos no livro inteiro é o cachorro, o único personagem com personalidade no livro inteiro.
comentários(0)comente



Geê 02/03/2015

"(...) Você achou essa fotografia por um motivo. Ninguém deu falta dela por um motivo. Hoje resolveu pegá-la por um motivo. Ela estava destinada a você."

Logan Thibault é um ex-fuzileiro que sobreviveu a cinco anos de guerra. Segundo seu amigo Victor, ele só pode ter sobrevivido tudo isso graças a uma foto que Thibault encontrou durante uma dessas guerras.
Ele até tentou achar o dono da foto, mas como ninguém a pegou de volta, acabou guardando-a em seu bolso.
Ao decidir que não queria mais servir como fuzileiro, Thibault volta para casa e depois de um acontecimento vai atrás da moça da foto.

Eu adoro romances, adoro homens tipo Logan, adoro animais, adoro crianças tipo Ben e adoro vovós tipo Nana, mas por algum motivo eu não consigo adorar os livros do Sparks. Tudo bem, eu posso estar exagerando um pouco... Só li Querido John e Um Homem de Sorte, mas nenhum mexeu comigo de nenhuma forma :( Me sinto tão ovelha negra nessas horas!
Eu não estou dizendo que o livro é ruim, não. É um ótimo livro, com uma história muito bem planejada e um tanto surreal, mas infelizmente não me cativou.
Creio eu que o problema seja a narrativa do Nicholas. No começo estava legal, eu já estava imaginando quem ele ia matar e tal, mas daí Logan chega na cidadezinha e tudo desmorona! Ele começa a encher os capítulos de coisas que não são necessárias e depois corre com a história importante.
Um dos pontos positivos do livro é a narrativa. Ele é em terceira pessoa, mas com o narrador onisciente, ou seja, mesmo em terceira pessoa nós conseguimos saber o que o personagem pensa e como ele se sente. Os capítulos são separados por personagens, um sobre Beth, outro sobre Thibault e outro sobre Clayton.
Mas vamos falar dos personagens!
Como eu disse ali em cima, adoro homens tipo Logan, ele é perfeito! Acho que vou me casar com um ex-fuzileiro haha' Mas falando sério, ele é muito fofo, educado, lindo e inteligente!
Ben também é muito inteligente, eu adoraria ter um irmão como ele *-* Fofíssimo!
Já a Beth eu não gostei muito. Ela é confusa em muitos momentos, e às vezes não parece que é ela mesma. Já no começo eu fiquei irritada e peguei um ódio mortal dela no quase final.
E no fim das contas eu acabei não entendendo o significado da foto, já que de um momento para o outro ele mudou quase completamente.
O final eu achei meio chumbrega... O Nicholas tentou fazer um suspense que deu certo nas primeiras linhas do último capítulo, mas depois eu já percebi a jogada. Não gostei, eu esperava morrer de tanto chorar. Acho que esse é o meu problema com os livros Sparks, eu espero muito deles.

"(...) Beth percebeu uma verdade bem simples: às vezes as coisas mais ordinárias podem transformar-se em extraordinárias, simplesmente se realizadas pelas pessoas certas."
Quando Thibault se aproximou, viu Elizabeth sair na varanda e teve a certeza repentina de que aquela era a mulher mais bonita que havia visto em toda a sua vida."
"- O que te trouxe aqui?
"Você", pensou. "Vim encontrar você". - Parece uma boa cidade e pensei em tentar a sorte por aqui."
comentários(0)comente



Carpe Libri 23/02/2015

Um homem de sorte, da editora Novo conceito, conta a história de quando Logan Thibault encontra a foto de uma bela jovem no deserto durante uma missão, em que ele era fuzileiro naval no Iraque. Logo apos decidir carregar a foto consigo, a sorte vira ao seu favor, passa a ganhar no poker e a escapar inúmeras vezes da morte. O que o faz decidir ir atrás da mulher da foto por ter mudado sua vida.
Então Logan atravessa o país a pé até a Carolina do Norte e encontra Elizabeth, que foi casada com Clayton – que pertence a uma das famílias mais importantes da cidade -. Tem um canil com sua avó e é mãe de um menino chamado Bem.
“A proximidade gera familiaridade que, por sua vez, gera a confiança. E sempre que a via, lembrava a si mesmo que estava ali por ela.”
Clayton passa a se sentir incomodado quando Logan pede para trabalhar no canil se aproximando mais de Elizabeth.
“Não era pelo fato de ele estar olhando para ela, mas sim pelo modo como olhava para ela. Por mais louco que pudesse parecer, ele a olhava como se a tivesse reconhecido. Mas ela tinha certeza de que nunca o tinha visto antes. Ela se lembraria dele[...] “
O desenrolar da história te prende, faz o leitor perder o fôlego – principalmente quando entra na reta final. Nicholas Sparks comprova nesse livro que tem o domínio de escrever história de amor que faz muitos leitores suspirarem e, ainda mais, consegue criar personagens que sei que muita gente odiará pelo resto da vida e personagens que ficarão para sempre na memória de quem ler.
Mágico, lindo e apaixonante (o que Sparks é mestre em fazer em todos os livros). Uma leitura rápida que te faz devorar o livro e se apaixonar por Logan a cada capítulo. Ah! não posso me esquecer de Zeus, cão e melhor amigo de Logan. O clímax do livro é empolgante. Preparem-se!
comentários(0)comente



Tici 15/02/2015

"- Não há nada melhor que o amor. Você devia experimentar”...Thibault - Quem sabe um dia”... Beth"

Logan encontra a foto de uma mulher e desde então parecia que a foto o protegia, assim acreditava Victor, seu amigo.
Ele que dizia que Logan estava em dívida com a mulher da foto.

Logan Thibault, um ex-fuzileiro naval, decide ir atrás dessa mulher misteriosa. Então, sai em uma longa caminhada para descobrir os motivos de ter encontrado aquela foto e, dela supostamente tê-lo salvo todo esse tempo.

Assim que chega à cidade onde Beth se encontra, Logan começa a trabalhar no canil que pertence à avó da moça. No começo Beth, tenta não se aproximar de Logan, que para ela é um estranho, e além de tudo, foi fuzileiro, como seu irmão fora um dia.
Ben, filho de Beth, logo se apaixona por Zeus, um cachorro pelo qual creio ser difícil não se apegar logo de cara.

Com o tempo, Beth e Logan se aproximam. No entanto, não bastasse o receio de Beth, há Clayton - o ex-marido - que não teve um primeiro encontro muito legal com Logan. E ao ver os dois juntos, tenta não só separar o casal, mas fazer com que Logan saia da cidade.

Ler 'Um Homem de Sorte' foi um pouco desafiador no começo porque eu esperava uma leitura rápida. Sabe aquelas que te prendem logo no começo? Então...
Pra meu desgosto, eu cheguei a dormir enquanto lia, pois demorou a me prender. Porém, posso dizer que quando a leitura engatou foi em disparata, só perdi o ritmo quando terminei.

Acho, ou melhor, tenho certeza de ter esperado muito mais do que encontrei nesse livro. Contudo, não foi uma leitura perdida.
Por isso recomendo. Talvez não fosse um bom momento para ler um romance Nicholas Sparks, mas para quem curte é uma boa pedida.

O livro ganhou uma adaptação para o cinema em 2012. Zac Efron e Taylor Schilling interpretam Logan e Beth.

“O que viu no olhar dela foi o suficiente para dizer que ela se sentia exatamente da mesma forma, e ele gentilmente puxou-a para perto de si. Aproximou seu rosto do dela e sentiu sua respiração quente ao tocar seus lábios uma vez, duas, até finalmente selá-los com um beijo.”

site: http://www.obsessionvalley.com/2014/06/livro-um-homem-de-sorte-nicholas-sparks.html
comentários(0)comente



bruna.braga.75 10/02/2015

Um Homem de Sorte
Ao encontrar uma fotografia de uma loira misteriosa no deserto de Kuwait-Iraque, enquanto servia no exército americano, como um fuzileiro naval, Logan Thibault passa a acreditar que a fotografia lhe trouxe sorte e protegeu sua vida durante os cincos anos em que estava na guerra.
Ao retornar para casa, Thibault começa a imaginar que tem uma dívida com Elizabeth- a mulher da foto- e decide ir em seu encontro para agradece-la. Ao lado de Zeus- seu cão de raça pastor alemão- atravessam o Colorado rumo a Carolina do Norte a pé para encontrar Elizabeth.
Mas ao encontra-la, Logan percebe que as coisas não são tão fáceis quanto supôs, afinal se depara com Beth- como os moradores da pequena cidade de Hampton a chama- é uma mulher extremamente atraente e interessante, divorciada, que tem todos os relacionamentos controlados por seu ex- marido: Keith Clayton, além de ser mãe de Bem, um garotinho nada convencional de dez anos.
Em uma visão geral "Um Homem de Sorte" é um livro extremamente previsível e com um final nada surpreendente. Foram inúmeras as vezes que tive vontade de abandonar a leitura, me sentindo entediada e com uma sensação de já saber qual seria o fim da história, as páginas só começaram a fluir do meio para frente.
Ao meu ver os únicos personagens que merecem destaque são Zeus, o cão, que roubou a cena com sua demasiada inteligência para os níveis caninos e seu heroísmo. E Nana, avó de Beth, que contagia com seus bom humor, sua força de vontade, superando as barreiras físicas impostas pela doença e sempre usando de trocadilhos e charadas nada comuns.
De resto a história é clichê, com um triangulo amoroso normal; formado por : Elizabeth- que não enxerga um palmo diante de seus olhos; Logan- um ex combatente que só se importa em conhecer Elizabeth, e protege-la juntamente com os seus familiares; Keith Clayton- o ex marido que apesar de já ter adentrado a casa dos 30 anos, parece não ter saído da adolescência, egoísta e infantil, cujo o único objetivo é controlar a vida afetiva da ex esposa, e tentar fazer com que o filho se torne o que ele deseja, com defeitos incontáveis, Keith me surpreendeu com a sua prova de amor pelo filho.
Apesar do romance não ter me convencido, tive boas risadas com Nana, mesmo sentindo raiva de Beth torci e desejei um final feliz pra ela ao lado de Logan, tive vontade de adotar um cachorro por Zeus, e me emocionei com o desfecho de Keith.

" Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografia dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela... "

site: http://livrosseletrass.blogspot.com.br/search/label/Um%20Homem%20de%20Sorte
comentários(0)comente



439 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |



logo skoob
"A rede social é perfeita para amantes da leitura"

Blog do Curioso - IG