Um Homem de Sorte

...
4.22792 10109



Resenhas - Um Homem de Sorte


423 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Fran 21/01/2015

Descubra do que é capaz a força avassaladora do destino!
Tenho que confessar, que de todos os livros do Nicholas Sparks que eu já li, na minha opinião, esse é o que possui o melhor enredo.
Thibault atravessara o país em busca de uma mulher, que conhecia apenas através de uma foto, e que, graças a mesma, teria salvo sua vida.
O autor faz com que você se apaixone pelos personagens e torça por eles a cada página virada. Se você gosta de romances, então eu super recomendo a leitura!
comentários(0)comente



Kate 20/01/2015

- A maioria das pessoas não sabem apreciar o silêncio. Não conseguem parar de falar.
- Eu falo. Mas primeiro quero ter algo a dizer.
pg. 140

Ela estava se acostumando a seus ritmos e seus humores, reconhecendo os sinais silenciosos que indicavam sua personalidade. Bons e maus, virtudes e defeitos; ela era dele para sempre.
pg. 349
comentários(0)comente



Tatah 19/01/2015

Decepcionada
Ganhou 1 estrela apenas para duas paginas do livro da qual lamentei o ocorrido, de resto achei insosso. Infelizmente.
comentários(0)comente



Karol Lima 10/01/2015

Dois livros. Uma história.
No início é bem chatinho, porém eu insisti em continuar. Foi ficando bem legal. Minha prima me fez perceber que esse livro é parecido com o Um Porto Seguro, só que com os personagens trocados. E é realmente parecido!
comentários(0)comente



Mariany 31/12/2014

Destino? Talvez.
Alguns livros nos prende seja por causa da escrita agradável, seja pelo enredo, pelos personagens... e esse livro me prendeu de todas as formas possíveis. Não é prender de começar a ler e não parar, e mais que isso, é de modo que quando estava fazendo algo não imaginava a hora de terminar para poder continuar a leitura sem ter com o que preocupar. A forma como o Nicholas descreve os personagem, principalmente neste livro, é simplesmente cativante, não sei como descrever isso, com poucos capítulos lidos já estava totalmente envolvida com os personagens e com a história.

O livro conta a história de um jovem chamado Logan ex fuzileiro naval que segue uma jornada a procura da mulher de uma fotografia que encontrou no Iraque durante uma guerra que segundo Vitor um amigo é um amuleto da sorte cuja sua a vida havia salvo inúmeras vezes. Vitor disse também que ele tem uma divida de vida com essa mulher. Mesmo sem acreditar Logan deixa tudo e vai atrás dela.

Dos romances de Nicholas esse está na lista dos meus preferidos. É simplesmente emocionante! E toda a fascinação que tive pelo enredo tinha acabado no último capitulo, eu pensei "Quando Nicholas vai aprender a dar um final feliz a suas histórias?" mas foi salva pelo epilogo!

Não creio que alguém irá ler minha resenha, mas senti um absurda vontade de dizer o que achei do livro, acabei de terminar de ler, recomendo é um romance surreal, imprevisível e cativante.
comentários(0)comente



marcelgianni 08/12/2014

Uma leitura de sorte.
Não se trata de um resumo ou sinopse do livro (para isso basta pesquisar na web ou ver algumas outras resenhas postadas aqui), mas sim de um relato do que me chamou a atenção no livro, e que pode influenciar outras pessoas na sua decisão de lê-lo ou não. Sem o uso de spoilers, faço uma análise sucinta da obra, justificando minha nota atribuída.

Mais uma grande obra de Nicholas Sparks, com seus personagens bem descritos, com muita profundidade, e uma história envolvente e emocionante. No fim, deixou uma pitada de suspense para prender mais a atenção do leitor. Ensina boas lições de superação e de recomeço de vida, em que todos podem ter uma segunda chance. Recomendado.
comentários(0)comente



Shaee 04/12/2014

Recomendo !
Gente eu super amei o livro , aliás sou super fã do Nicholas ? todos os livros dele me surpreendem e esse não foi diferente ! Maravilhoso do começo ao fim , fechado com chave de ouro lógico !
comentários(0)comente



Luana 03/12/2014

Leitura de Lua
Eu sinceramente não sei como começar a resenha desse livro maravilhoso. O que eu posso dizer é que ele me marcou. Nicholas foi muito feliz na escrita desse livro. É uma linda história de amor e ele trabalhou muito bem com o “malvado” personagem Keith Clayton, fiquei com muita raiva desse policial rs.

Logan Thibault é um fuzileiro naval que é encaminhado ao Iraque para uma importante missão, e em meio à guerra encontrou a fotografia de uma linda mulher e a colocou no quadro de achados e perdidos. Passado um tempo ele reparou que ninguém tirou a foto do quadro e resolveu guarda – lá em seu bolso, levando – a sempre consigo. Em um ataque Thibault e seu amigo Victor conseguem se salvar, com isso, Victor diz ao amigo que a foto ajudou e que ela servia como um amuleto protetor. Depois da fotografia, a vida de Logan muda completamente.
Quando Thibault finalmente volta da guerra, resolve ir em busca de uma resposta, ele vai a pé junto com o seu cachorro chamado Zeus, do Colorado até Hampton, sem ter nenhuma ideia de como encontrar a mulher.
O que ele não esperava era encontrar um policial com um caráter horrível, “mimado” e que se acha o dono da cidade. Keith Clayton é de uma importante família de Hampton, e com isso acha que pode abusar do poder. Ele infelizmente é ex marido de Elizabeth e eles tem um filho adorável chamado Ben.
Thibault vira uma pedra no caminho de Keith, ele faz de tudo para tentar acabar com o ex fuzileiro, entretanto, Logan é mais esperto e não cai nas armadilhas de Clayton.
Logan, anda pela cidade com a foto da mulher perguntando se alguém a conhece, e em uma das tentativas ele recebe a informação para se manter afastado da moça, pois ela foi casada com um importante policial da cidade e ele não gosta que ninguém se aproxime dela.
Mesmo assim, ele não se intimida e continua sua busca. Por acaso em suas andanças pela cidade, ele se dá conta que a paisagem do local é bem parecida com a da foto, mais a frente ele encontra um folheto com uma vaga de emprego e decide ir até o local para se candidatar a vaga, e dá de cara com a linda moça da fotografia, Beth. Logan dá um olhar surpreso para ela, mas logo disfarça e comenta que está interessado na vaga.

Elizabeth, Ben e sua vó Nana vivem em uma bonita casa e lá administram um canil. Nana ama e dedica todo o seu tempo ao trabalho, porém depois de um AVC, ela tem um pouco de dificuldade para cuidar de seu negócio.

Beth fica desconfiada de Logan durante e entrevista e vai falar com Nana sobre o estranho candidato. Nana, depois de uma conversa com o ex fuzileiro, decide contratá – lo.
Thibaulth se mostra um excelente trabalhador logo nas primeiras semanas, mas isso não convence Beth, e ela se mantém sempre distante e pede para seu filho não se aproximar dele. Porém, Ben que fica bastante interessado em Zeus, faz uma pergunta a Logan, e assim iniciam uma conversa e logo em seguida uma amizade. O que foi muito bom, pois Beth também se aproximou um pouco mais do misterioso trabalhador.

Clayton percebe a aproximação e descobre que Thibault tem a foto de Beth e nunca contara a ela. Ele, para prejudicar seu inimigo conta a sua ex esposa, e isso consequentemente faz com a família de Beth sofra muito.

Nicholas Sparks conseguiu com êxito com que eu vivesse os personagens. Adorei também a presença de Zeus, amo animais. Falo até com cachorro de rua, acreditem rs.

site: http://leituradelua.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Natalia 02/12/2014

Um Homem de Sorte
Gente, terminei de ler “Um homem de sorte” de Nicholas Sparks e podem ficar tranquilos porque esse livro não tem um final tão trágico como “Um amor pra recordar” ou “Diário de uma paixão” do mesmo autor, mas claro, vem carregado de drama.
A trama gira em torno de três personagens principais, que são: Thibault, Beht e Clayton.

Thibault é um fuzileiro que foi enviado cinco vezes em missão para o Iraque, porém, em uma dessas ida ele encontra uma foto de uma mulher no deserto. Após encontrar a foto ele tenta achar seu dono, porém, sem sucesso ele resolve ficar com a foto e por coincidência ou não ele sempre consegue sair ileso de ataques enquanto muitos de seus amigos fuzileiros morrem. Seu amigo Victor diz que aquela foto o protege, que é seu “amuleto da sorte”, Thibault acha isso uma bobagem apesar de sempre a carregar consigo, porém, com o passar do tempo ele começa a achar que isso possa ter um fundo de verdade e sai pelo país a pé, acompanhado de seu cão Zeus, até chegar a cidade de Hampton para poder encontrar a mulher da foto.

Beth é uma professora divorciada que vive com seu filho Ben e sua avó Nana em um rancho onde elas têm um canil. Ela sempre que pode ajuda Nana no canil, porém, ambas estão ansiosas para contratar alguém que possa ajudar Nana naquele serviço.

Clayton é um policial arrogante de uma família tradicional e poderosa da cidade e ex-marido de Beth e pai de Ben. Clayton desde que se separou de Beth sempre que ela tenta se relacionar com outro homem ele dá um jeito de ameaçar o pretendente fazendo com que Beth ache que tem algo errado com ela, porque nunca consegue levar um relacionamento adiante, porém, mal sabe ela que Clayton é que mexe seus pauzinhos para que ela não consiga.

O livro fala sobre destino até onde ele pode nos levar e o que estamos dispostos a passa para chegar lá e mostra como mesmo de pequenos acasos podem surgir fatos que marcam nossos vidas pra sempre, como um grande amor.

O livro “Um homem de sorte” também foi adaptado para o cinema, e pode ter certeza que vale muito a pena assistir, porque é lindo e a sua fotografia é mais linda ainda.


site: http://natalia.blog.br/2014/11/24/resenha-32o-livro-do-ano-um-homem-de-sorte/
comentários(0)comente



Gabrielle 01/12/2014

Blog ABCD dos Livros
Logan era um fuzileiro naval no Iraque que um dia encontrou uma fotografia de uma mulher. Ele simplesmente a colocou em um mural e esperou alguém pega-lá, mas como ninguém pegou, ele guardou-a consigo no bolso. Desde então tudo mudou, ele passou a ter a sorte que ninguém mais tinha, como se fosse um amuleto. Depois de sair da guerra, a pedido de seu amigo Victor, ele foi atrás dela, sem saber onde encontrá-la. Andou a pé do Colorado até Hampton e por sorte a encontrou. Arrumou um emprego no canil da avó de Beth (a mulher da foto) e com o passar do tempo ficaram juntos!
Para atrapalhar a relação, Clayton ex marido de Beth, que é xerife da cidade, faz de tudo para convencê-la de que Logan é perigoso e pode fazer mal a seu filho Been.
O ponto fraco de Logan é justamente esse: ele não disse a Elizabeth que foi atrás dela por causa de uma foto achada no Iraque. A foto foi perdida pelo falecido irmão de Beth (que Logan não sabia).
Daí em diante sucessivas intrigas acontecem em um final surpreendente.

Resenha feita por Leila Garcia

site: http://abcddolivro.blogspot.com.br/2013/09/resenha-um-homem-de-sorte.html
comentários(0)comente



Albertini 19/11/2014

Amy e Thibault
“Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.” “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar.
comentários(0)comente



Natália Devós 09/11/2014

Perfeito!
Já li todos os livros do autor, e esse sem sombra de dúvida é o melhor! Linda estória de amor e superação!
comentários(0)comente



duda 10/10/2014

um homem de sorte
Esse livro fala sobre um homem que conhece uma mulher e essa mulher era esposa de seu melhor amigo.
No começo eles eram muitos distantes mais depois se apegam mais e ficam juntos.
O ex da mulher não gostou nada disso .....
Descubra o que esse homem fez para conseguir separa-los
comentários(0)comente



Carol 16/09/2014

FALTOU CORAGEM...
Não sei exatamente o que dizer sobre esse livro...
Achei que tem uma dinâmica legal e gostosa de ler, envolvente, nos dando muitas expectativas.
Nos contando uma história de gratidão pós-guerra que leva um homem andar mais de 5 mil quilômetros para encontrar a garota de uma foto que ele levou no casaco durante a guerra e salvou a sua vida durante vários momentos. O único problema é que a foto era desconhecida e ele não sabe aonde foi tirada, então começa a fase da procura e depois O ENCONTRO. Vemos a gratidão sendo transformada em amor, porém algo pode atrapalhar o romance dos dois.
É um livro muito bonito, entretanto falta coragem ao Sparks nas últimas páginas e acaba deixando o livro com um final óbvio.
comentários(0)comente



Naty 11/09/2014

É como todo livro do autor, romântico e previsível.
Para quem gosta do estilo vai gostar do livro.
Apesar de ser o terceiro título do autor que li, esperei que fosse uma história um pouco diferente dos demais e nos primeiros capítulos até foi, porem no decorrer da história...

Natália Devós 26/11/2014minha estante
Não acho que os livros dele são previsíveis, já li todos os e pra mim cada um tem um final diferente: personagens morrem, casais terminam juntos, casais não terminam juntos etc. Aliás, pra mim essa é a melhor qualidade do Sparks: eu nunca sei qual vai ser o final da história! ;)




423 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |



logo skoob
"Diferentemente das redes de relacionamento pessoal, o que importa no site não são as fotos dos usuários ou para que time eles torcem, e sim o que merece ou não ser lido."

Estadão