A maldição

A maldição Stephen King


Compartilhe


A maldição


Publicado anteriormente como A Maldição do Cigano.




Numa narrativa vertiginosa, em que cada segundo perdido afasta mais de Bill a possibilidade de sobreviver, A Maldição combina suspense e terror com a habilidade inconfundível de Stephen King.
Advogado bem-sucedido, feliz ao lado da esposa Heidi e da filha adolescente, Bill Halleck desfrutava os prazeres de uma vida sem grandes preocupações. Até o dia em que uma velha cigana se pôs em seu caminho. Ele não conseguiu pisar no freio a tempo. Não conseguiu deter o carro nem as artimanhas do destino e, ao mesmo tempo em que as rodas esmagavam a senhora, sua vida começava a ser destruída.
Não, não foi a implacável justiça americana que pôs fim a seus dias felizes. Na verdade, o júri foi muito compreensivo com o bom amigo, e ele não precisou pagar com sua liberdade pela vida da cigana. Mas, na saída do tribunal, assustou-se com o rosto carcomido de um velho, seus olhos profundos, e ouviu de seus lábios gretados uma única frase: mais magro.
A partir deste dia, mergulha num pesadelo. Seus 111 quilos começam a diminuir vertiginosamente. De acordo com os médicos, não há nada em seu organismo que possa justificar a súbita perda. Bill Halleck está desaparecendo e, se não conseguir deter o processo, em pouco tempo não será mais do que um feixe de ossos.
Começa assim uma busca implacável em que Halleck reúne o pouco que lhe resta de forças e sai à caça de Taduz Lemke. Ele sabe que somente o velho será capaz de mudar seu destino - encontrá-lo é questão de vida ou morte.
Abandonado pela esposa e amigos que duvidam de sua sanidade, conta apenas com suas poucas forças e com a ajuda de Richard Ginelle, um gângster perigoso, mas amigo fiel, que se dispõe a tudo para salvá-lo: 111, 98, 71 - Bill tem pouco tempo. Os ponteiros da balança não o deixam se esquecer disso.

Edições (1)

ver mais
A maldição

Similares

(10) ver mais
Dança Macabra
Duma Key
Achados e Perdidos
Ao Cair da Noite

Resenhas para A maldição (2)

ver mais
Resenha publicada no Leitor Compulsivo.com.br
2 weeks, 3 days ago


Quando Stephen King escreve sob o pseudônimo de Richard Bachman, esqueça as esperanças ou as mínimas chances de finais felizes. Bachman possui um estilo áspero, sem ilusões ou expectativas. A vida sob seus olhos é crua, fria e insana. Um dos melhores exemplos desse estilo está em A Maldição, primeiro livro “independente” do autor, ou seja, que não faz parte dos quatro “Livros de Bachman”. Nesta obra, temos uma reunião das principais características que fazem do alter ego do mestre do h... leia mais

Estatísticas

Desejam105
Trocam1
Avaliações 4.1 / 103
5
ranking 46
46%
4
ranking 32
32%
3
ranking 14
14%
2
ranking 7
7%
1
ranking 2
2%

41%

59%

Phelipe Guilherme Maciel
cadastrou em:
27/01/2013 20:25:53