A Sala de Espera da Europa

A Sala de Espera da Europa Aimée de Jongh


Compartilhe


A Sala de Espera da Europa


Uma História de Refugiados




Em outubro de 2017, a quadrinista Aimée de Jongh viajou até o campo de refugiados na ilha grega de Lesbos para fazer uma reportagem em quadrinhos sobre as condições lá. Câmeras não eram permitidas, mas papel e lápis, sim. Ela ficou lá ao lado de outros quadrinistas por sete dias. O que capturaram em suas HQs forneceram um estudo único sobre o ambiente e as condições dos refugiados. Pela primeira vez, não só as pessoas, mas suas moradas, seus lugares de descanso e de refeições, foram documentadas. Por meio dos quadrinhos, os leitores praticamente conseguem caminhar pelo campo de refugiados e viver as dificuldades do dia a dia deles. Mas, ainda que documental, a história de 25 páginas de Aimée é uma tocante narrativa que sensibiliza a todos para a situação de quem está a espera de entrar na Europa em busca de uma vida melhor.

HQ, comics, mangá

Edições (2)

ver mais
A Sala de Espera da Europa
A Sala de Espera da Europa

Similares

(1) ver mais
Rebeldia

Resenhas para A Sala de Espera da Europa (269)

ver mais
O Mar Mediterrâneo é Um Cemitério de Refugiados
on 13/12/23


Aimée de Jongh é uma quadrinista e ilustradora holandesa que viajou até a ilha grega de Lesbos para fazer uma reportagem sobre a situação de vida dos refugiados que vivem nesse campo de refugiados. Sem a possibilidade de usar câmeras fotográficas ou filmadoras, a cartunista usou papel e lápis para registrar tudo o que vivenciou por lá. ? O drama de refugiados na Europa tornou-se uma realidade incontornável e premente a partir dos primeiros meses do ano de 2015. Uma sucessão de... leia mais

Estatísticas

Desejam16
Trocam1
Avaliações 4.3 / 1.083
5
ranking 52
52%
4
ranking 36
36%
3
ranking 10
10%
2
ranking 1
1%
1
ranking 0
0%

26%

74%


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR