Água Viva

Água Viva Clarice Lispector


Compartilhe


Água Viva





Em 'Água viva' a autora se confunde com a personagem, uma solitária pintora que se lança em infinitas reflexões sobre o tempo, a vida e a morte, os sonhos e visões, as flores, os estados da alma, a coragem e o medo e, principalmente, a arte da criação, do saber usar as palavras num jogo de sons e silêncios que se combinam, a especialidade da própria Clarice. Este texto ficcional em forma de monólogo foi lançado pela primeira vez em 1973, poucos anos antes da morte de Clarice.

Literatura Brasileira

Edições (8)

ver mais
Água Viva
Água Viva
Água Viva
Água Viva

Similares

(11) ver mais
Um Sopro de Vida
O Lustre
Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres
Outros Escritos

Resenhas para Água Viva (84)

ver mais
Um texto pulsante sobre o indizível.
on 8/5/09


Não existe enredo em Água Viva. A circularidade está presente desde a primeira até a última frase do livro: não há começo, meio ou fim. Trata-se de um texto para ser muito mais vivido do que lido, no qual a sensibilidade aflora constantemente, em um fluir de experiências vivenciadas de forma intensa. Clarice rompe com o sistema, virando-o pelo avesso, revelando o indizível e o proibido. A autora promove a desconstrução e a desautomatização da linguagem, ao decompor e desmontar o própri... leia mais

Estatísticas

Desejam428
Trocam18
Avaliações 4.2 / 2.518
5
ranking 53
53%
4
ranking 26
26%
3
ranking 16
16%
2
ranking 4
4%
1
ranking 2
2%

25%

75%

Douglas Milani
cadastrou em:
08/02/2018 08:08:36