As 48 Leis do Poder

As 48 Leis do Poder Robert Greene


Compartilhe


As 48 Leis do Poder





"O homem que tenta ser bom o tempo todo esta fadado à ruína entre os inúmeros outros que não são bons" Nicolau Maquiavel Todos querem ter poder. Mas poucos sabem o que fazer para alcançá-lo. Como conseguir aquela promoção tão esperada? O que fazer para conquistar a admiração dos colegas e neutralizar quem vive tentando derrubá-lo? Como ser o queridinho do chefe? Em As 48 leis do poder, o leitor aprende a manipular pessoas e situações para alcançar seus objetivos. E descobre por que alguns conseguem ser tão bem-sucedidos, enquanto outros estão sempre sendo passados para trás. Querer ser melhor do que o chefe, por exemplo, é um erro fatal. "Faça com que as pessoas acima de você se sintam confortavelmente superiores (...). Faça com que seus mestres pareçam mais brilhantes do que são na realidade e você alcançará o ápice do poder", diz Robert Greene no capítulo “Não ofusque o brilho do mestre”. “Não se comprometa com ninguém”, “Banque o amigo, aja como espião” e “Aniquile totalmente o inimigo” são algumas das demais leis analisadas pelo autor. Além de oferecer o “caminho das pedras”, ele cita casos de sucesso e de fracasso revelados à luz de suas regras. Para ilustrar o que diz, Greene recorre a fábulas e a episódios reais da História, e usa e abusa de citações. O leitor se embrenha pela cartilha através de estrategistas como Clausewitz e Sun-Tsu, estadistas como Bismarck, sedutores como Casanova, filósofos como Nietzsche, escritores como Balzac e, claro, diplomatas como Maquiavel. Os textos abarcam um período de mais de três mil anos e foram pinçados em civilizações tão diferentes quanto a antiga China e a Itália renascentista. O resultado, segundo seu próprio autor, é uma espécie de “manual das artes da dissimulação”. Porque a habilidade de dominar as emoções, diz Greene, é o fundamento básico do poder. Controle seus sentimentos e você terá o outro nas mãos. "O poder é um jogo social. Para aprender a dominá-lo, você deve desenvolver a capacidade de estudar e compreender as pessoas" ensina o autor. E, para quem acredita que participar de jogos de poder é uma atividade condenável, ele faz um alerta: Não adianta querer ficar de fora. O mundo é como um imenso e dissimulado cassino e todos nós fazemos parte dele. Quanto mais rápido você descobrir as regras do jogo, maiores serão as suas chances de sucesso. "Quanto melhor você lidar com o poder, melhor você será como pessoa. (...) Se o jogo do poder é inevitável, vale mais ser um artista do que negar ou agir desastradamente", diz Greene.

Autoajuda / Psicologia

Edições (4)

ver mais
As 48 leis do poder
As 48 Leis do Poder
As 48 Leis do Poder
As 48 Leis do Poder

Similares

(20) ver mais
As leis da natureza humana
A Arte da Sedução
MIB - Modelagem Industrial
A Arte da Prudência

Resenhas para As 48 Leis do Poder (79)

ver mais
Amo & Odeio...
on 21/9/09


Odeio pq com certeza é um dos livros mais odioso que já li... e amo pq com ele com certeza tb aprendi muito sobre a humanidade... bem-feito, bem analisado, muito bem EXEMPLIFICADO... não resta dúvida que todo homem que se encontra sob o poder e julgo do sistema tem esse livro como sua Bíblia da cabeceira... e todo aquele sujeito a eterna dúvida do... "SER OU ESTAR, EIS A QUESTÃO"... tb acaba por consulta-lo rs...... leia mais

Vídeos As 48 Leis do Poder (6)

ver mais
Como Vencer Qualquer Discussão Sem Dizer Uma Única Palavra (ou falando DEMAIS) | As 48 Leis do Poder

Como Vencer Qualquer Discussão Sem Dizer Uma

Faça as pessoas virem até você - Use uma isca se for preciso | As 48 Leis do Poder | Lei nº8 - Ep 10

Faça as pessoas virem até você - Use uma isca

O PODER do SILÊNCIO | As 48 Leis Do Poder | Silêncio Estratégico.

O PODER do SILÊNCIO | As 48 Leis Do Poder | S

O Brilho do Mestre - Lei nº1 | AS 48 LEIS DO PODER - Ep.1

O Brilho do Mestre - Lei nº1 | AS 48 LEIS DO


Estatísticas

Desejam385
Trocam14
Avaliações 4.1 / 1.320
5
ranking 46
46%
4
ranking 32
32%
3
ranking 16
16%
2
ranking 3
3%
1
ranking 2
2%

47%

53%

Marcos
editou em:
16/08/2015 11:00:13

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR