Como me tornei freira

Como me tornei freira César Aira


Compartilhe


Como me tornei freira (Coleção Otra língua)





Apesar de ser um autor prolífico, são escassas as obras de César Aira publicadas no Brasil. Reunidas num único volume, as novelas Como me tornei freira e A costureira e o vento representam uma oportunidade rara de ingresso no estilo único do escritor argentino, convidado da XVI Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro. Com tradução de Angélica Freitas e posfácio de Sérgio Sant'Anna, o livro, que integra a coleção de literatura hispano-americana Otra Língua, mistura as aventuras insólitas e delirantes de personagens inusitados a algumas pinceladas autobiográficas, sem abrir mão de uma debochada crítica social.

Ficção / Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
Como me tornei freira

Similares

(14) ver mais
Um ano
O corpo em que nasci
Asco
Federico em sua sacada

Resenhas para Como me tornei freira (3)

ver mais
indefinível e indecifrável

Na novela que intitula o livro, César Aira é o narrador-personagem de seis anos que se refere a si mesmo sempre no feminino - ainda que fique claro que exteriormente se trate de um menino. Ultrapassando a questão de gênero, o autor nunca apresenta justificativas para ser desse modo e o leitor aceita com naturalidade e talvez um pouco de curiosidade. A história começa com Aira sendo levado a uma sorveteria por seu pai, para experimentar um sorvete pela primeira vez. Ao se recusar a t... leia mais

Estatísticas

Desejam52
Trocam1
Avaliações 4.0 / 43
5
ranking 28
28%
4
ranking 47
47%
3
ranking 23
23%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

40%

60%

Rocco
cadastrou em:
01/08/2013 15:04:34
André
editou em:
18/06/2019 02:40:39