De profundis

De profundis Oscar Wilde




De profundis





Oscar Wilde já era reconhecido como um dos melhores autores de seu tempo quando foi condenado à prisão, em 1895. A acusação de “indecência grave” remetia à muito discutida homossexualidade de Wilde, considerada crime na época. Enquanto estava encarcerado, o autor escreveu uma carta a Lord Alfred Douglas, com quem mantinha uma relação que foi o estopim para sua prisão. Intitulada De profundis, a carta, amarga, traz uma reflexão a respeito da ética, com a linguagem de um grande escritor, um homem cuja vida não seria mais a mesma após os anos de encarceramento, mas cuja obra permaneceria por séculos como um cânone da literatura.


Edições (1)

ver mais
De profundis

Similares

(1) ver mais
De profundis y otros escritos de la cárcel

Resenhas para De profundis (5)

ver mais
Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é
on 10/3/15


Por ter se apaixonado pelo homem errado, Oscar Wilde acaba sendo condenado a 2 anos de trabalhos forçados sob a pena de "flagrante indecência". Ser homossexual não foi o seu crime, conforme previa a lei absurda da época, mas antes entregar-se a figura tão egoísta e mesquinha como Alfred Douglas. A carta que Oscar escreve a poucos dias de se libertar da prisão mostra sua dor mais profunda, a certeza de ter se deixado afundar em dívidas e numa vida de superficialidades que ia tão contr... leia mais

Estatísticas

Desejam45
Trocam1
Avaliações 4.4 / 44
5
ranking 57
57%
4
ranking 32
32%
3
ranking 11
11%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

36%

64%

Vivi
cadastrou em:
15/08/2014 11:55:02