estórias abensonhadas

estórias abensonhadas Mia Couto


Compartilhe


estórias abensonhadas





Depois de quase trinta anos de guerra, Moçambique vive agora um período de paz. Nestas “Estórias abensonhadas”, o premiado escritor Mia Couto capta um país em transição. Numa prosa poética e carregada das tradições orais africanas, o autor tece pequenas fábulas e registros que, sem irromper em grandes acontecimentos, capturam os movimentos íntimos dessa passagem. Aqui, fantasia e realidade se entrelaçam e se impõem uma à outra, como num reflexo do próprio continente africano. O rio que atravessa essas veredas é a prosa de Mia Couto. Frequentemente comparada à de Guimarães Rosa e Gabriel Garcia Márquez, sua escrita transforma o falar das ruas em poesia, e carrega de magia a dura realidade de seu país. As palavras se combinam em inúmeros significados, e no menor dos enredos cabe tanto o lirismo quanto a guerra. Mas, se em “Terra sonâmbula”, um dos romances mais célebres do autor, o cenário era o da devastação do conflito que se seguiu à independência, aqui vemos breves instantes do renascer do país. Na Moçambique recriada literariamente por Mia Couto, cada porta entre aberta revela outra faceta de um mundo novo e vibrante, mas repleto de tradição e história.

Edições (6)

ver mais
Estórias Abensonhadas
Estórias Abensonhadas
Estórias abensonhadas
Estórias Abensonhadas

Similares

(19) ver mais
O Fio das Missangas
A menina sem palavra
E se Obama fosse africano?
O Tímido e As Mulheres

Resenhas para estórias abensonhadas (29)

ver mais
on 14/11/20


Mia Couto mostra toda a sua sensibilidade poética diante da guerra, da solidão, do caos com contos "tão reais" com experimentos linguísticos que universalizam a vida africana. Suas obras me fizeram lembrar muito de João Guimarães Rosa e Clarice Lispector.... leia mais

Estatísticas

Desejam134
Trocam1
Avaliações 4.2 / 471
5
ranking 46
46%
4
ranking 37
37%
3
ranking 14
14%
2
ranking 2
2%
1
ranking 1
1%

26%

74%

Lia
cadastrou em:
27/02/2009 19:42:27