Eu vos declaro, Aro

Eu vos declaro, Aro ALIE


Compartilhe


Eu vos declaro, Aro





Em "O Banquete de Platão", filósofos fazem sua homenagem a Eros, o deus do amor. Lindas palavras são ditas, cada qual materializando sua visão sobre o romance humanóide. Entre elas, uma se destacou para esta autora quando seus olhos dissecaram as palavras do então agora, mito de Aristófanes.

Nele, o filósofo defende que, no primordial tempo em que os deuses criaram os humanos, fizeram eles em conjunto. Ligados pelo umbigo, nós éramos em dois, sempre. Dois pares de braços, dois pares de pernas, duas cabeças, dois corações e dois espíritos. Contudo, temendo o tamanho da autonomia que suas engenhosidades poderiam alcançar, os deuses decidiram separá-los de sua junção. Condenando assim, a humanidade em uma busca eterna por sua outra parte. Vivendo no vazio do incompleto até que encontrasse o que era pra ser seu, desde o dia do nascimento.

Sua crença em almas gêmeas parte daqui, caro leitor. Mas agora, deixe-me lhe perguntar: alguém pode ser completo sem que haja sua réplica? Ou todos nós somos destinados a encontrar um par? E quem não encontra? Morrerá triste e defeituoso?

Platão respondeu as perguntas sobre o romance.

Eu responderei as sobre a falta dele.

Contos / Infantojuvenil / LGBT / GLS

Edições (1)

ver mais
Eu vos declaro, Aro

Similares

(2) ver mais
Quase amor
Pura

Resenhas para Eu vos declaro, Aro (203)

ver mais
PERFEITO!
on 2/9/20


Um conto que emociona demais! Todos deveriam dar uma chance para essa obra de arte. A escrita da autora é impecável, e a mensagem que o livro passa é de enriquecer qualquer um.... leia mais

Estatísticas

Desejam20
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.2 / 732
5
ranking 50
50%
4
ranking 34
34%
3
ranking 14
14%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

5%

95%

rhysorian
cadastrou em:
02/09/2020 21:59:12
Ingrid
editou em:
04/09/2021 07:12:05

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR