Fanny Hill ou Memórias de uma mulher de prazer

Fanny Hill ou Memórias de uma mulher de prazer John Cleland


Compartilhe


Fanny Hill ou Memórias de uma mulher de prazer (Coleção L&PM Pocket #546)





Fanny Hill ou Memórias de uma mulher de prazer, considerado o primeiro romance erótico moderno, é também um dos grandes retratos da Europa do século XVIII. Em formato de cartas e narrado em primeira pessoa pela jovem Fanny Hill, o livro surpreende pela prosa sensual de Cleland e pelo estilo e elegância que o autor emprega ao contar as aventuras de iniciação sexual de uma jovem – nem tão inocente assim – que, órfã aos quinze anos, vai para Londres tentar a vida e acaba se tornando uma requisitada cortesã.
Antes da virgindade de Fanny ser posta à venda por uma cafetina, a jovem se apaixona por Charles, com quem foge. Passam a viver juntos, mas, inesperadamente, ele precisa deixar a cidade. Fanny passa, então, de menina insegura a cortesã de muitos amantes. Nesse ponto, o romance se torna inovador, já que Fanny, além de não mostrar arrependimento pelas suas ações, descreve com detalhes explícitos suas aventuras, conferindo à obra um caráter de ode ao prazer sexual. O livro, entretanto, demorou a ser reconhecido pela crítica, que somente nos últimos anos conferiu-lhe a devida importância. O texto, de luzes filosóficas revolucionárias, está atualmente ao lado de obras dos mais renomados autores ingleses, tais como Daniel Defoe e Henry Fielding.
A polêmica acompanha a obra desde o seu lançamento. Editado em dois volumes – o primeiro, em novembro de 1748, e o outro, em fevereiro de 1749 – Fanny Hill não agradou em nada à patrulha religiosa da época. Após o lançamento, Cleland, os editores e os impressores foram presos, acusados de obscenidade, e, posteriormente, em juramento, o escritor teve que abjurar o livro. A partir de então passaram a circular edições piratas muito concorridas, que só ajudaram a divulgar os escritos. Nos Estados Unidos, Fanny Hill estava banido até 1966.

Erótico / Ficção / Literatura Estrangeira

Edições (3)

ver mais
Fanny Hill ou Memórias de uma mulher de prazer
Fanny Hill
Fanny Hill

Similares

(13) ver mais
Teresa Filósofa
Crônica de um Amor Louco
Autobiografia de uma pulga
Obras Eróticas

Resenhas para Fanny Hill ou Memórias de uma mulher de prazer (10)

ver mais
on 12/2/10


Apesar das suspeitas de que Fanny Hill possa ter sido escrito por várias pessoas... Acho que ele não perde o seu caráter de um bom livro. Erótico sem palavras chulas. Pelo contrário, até mesmo elegantes. E talvez um dos primeiros e poucos livros que falam de uma prostituta bem resolvida e sem um final trágico. Considero Fanny Hill um livro que tira um pouco do estigma da prostituição como algo degradante ou vergonhoso, ideias que foram "gentilmente" disseminadas, principalmente por rel... leia mais

Vídeos Fanny Hill ou Memórias de uma mulher de prazer (1)

ver mais
Fanny Hill de John Cleland (#projeto1001livros)

Fanny Hill de John Cleland (#projeto1001livro


Estatísticas

Desejam75
Trocam8
Avaliações 3.7 / 147
5
ranking 26
26%
4
ranking 29
29%
3
ranking 37
37%
2
ranking 6
6%
1
ranking 2
2%

31%

69%

silas.
cadastrou em:
12/10/2009 12:05:08
Alexander
editou em:
13/06/2019 10:23:02