FOGO NO MATO

FOGO NO MATO Luiz Antonio Simas


Compartilhe


FOGO NO MATO


A Ciência Encantada das Macumbas




Nesse conjunto de ensaios, Luiz Antonio Simas e Luiz Rufino propõem uma interpretação do Brasil a partir do conhecimento acumulado na macumba e em outros saberes populares.

Para os autores: “No Brasil terreiro, os tambores são autoridades, têm bocas, falam e comem. A rua e o mercado são caminhos formativos onde se tecem aprendizagens nas múltiplas formas de trocas. A mata é morada, por lá vivem ancestrais encarnados em mangueiras, cipós e gameleiras. Nos olhos d’água repousam jovens moças, nas conchas e grãos de areia vadeiam meninos levados. Nas campinas e nos sertões correm homens valentes que tangem boiadas. As curas se dão por baforadas de fumaça pitadas nos cachimbos, por benzeduras com raminhos de arruda e rezas grifadas na semântica dos rosários. As encruzilhadas e suas esquinas são campos de possibilidade, lá a gargalhada debocha e reinventa a vida, o passo enviesado é a astúcia do corpo que dribla a vigilância do pecado. O sacrifício ritualiza o alimento, morre-se para se renascer. O solo do terreiro Brasil é assentamento, é o lugar onde está plantado o axé, chão que reverbera vida”.

História

Edições (1)

ver mais
FOGO NO MATO

Similares

(2) ver mais
Coisas Nossas
O corpo encantado das ruas

Resenhas para FOGO NO MATO (3)

ver mais
A epistemologia do cruzo
on 27/5/20


Os autores trazem para a roda de conversa temas importantíssimos para uma libertação de modos de pensar. Incentivando em todo o momento a ruptura da tradição hegemônica europeia-branca-judaico cristã e a dualidade que advém dessa(s) fontes, Simas e Rufino levantam a necessidade da inserção do saber/fazer como prática e escola legítima. Uma vez que os saberes não são produtos prontos, acabados e mortos, há a proposta do cruzo (que é o entrelaçar de diferentes formas de ver, fazer, pensa... leia mais

Estatísticas

Desejam21
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 21
5
ranking 67
67%
4
ranking 19
19%
3
ranking 10
10%
2
ranking 5
5%
1
ranking 0
0%

44%

56%

Allan Trindade
cadastrou em:
26/04/2018 15:55:41