Grito de Guerra da Mãe-Tigre

Grito de Guerra da Mãe-Tigre Amy Chua


Compartilhe


Grito de Guerra da Mãe-Tigre





Grito de Guerra da Mãe-Tigre é a história incontestavelmente honesta, muitas vezes engraçada e sempre instigante de uma mãe radical. Por se opor de maneira drástica à indulgência dos pais ocidentais, Amy Chua tomou a decisão de criar as filhas, Sophia e Louisa (Lulu), à moda chinesa.

As mães-tigres veem a infância como um período de treinamento. Para Sophia e Lulu, isso significa aulas de mandarim, exercícios de rapidez de raciocínio em matemática e duas ou três horas diárias de estudo de seus instrumentos musicais (sem folga nas férias e com sessões duplas nos fins de semana).

Grito de Guerra da Mãe-Tigre expõe o choque das visões de mundo oriental e ocidental no que diz respeito à criação dos filhos. Mas, é basicamente a história das expectativas de uma mãe em relação às duas filhas e os riscos que está disposta a enfrentar para investir no futuro de ambas.

Biografia, Autobiografia, Memórias / Educação / Não-ficção

Edições (1)

ver mais
Grito de Guerra da Mãe-Tigre

Similares

(2) ver mais
Arnold Schwarzenegger
Os Deixados Para Trás - Capa Azul

Resenhas para Grito de Guerra da Mãe-Tigre (29)

ver mais
Visão de uma mãe chinesa sobre a criação de filhos
on 1/5/20


um livro bem diferente do que costumo ler, mas que me arrancou muitas risadas, caretas e sérias reflexões sobre a criação de filhos. O livro é uma especie divertida de auto biografia, o que me levou ainda mais a me compadecer e sensibilizar com a vida dessa família. Outro ponto muito importe é a imersão em outras culturas e a ver a vida sob outra perspectiva, conhecendo assim muito mais da cultura asiática e dos desafios dos mesmos em viver em outro país com uma cultura tão oposta. Não... leia mais

Estatísticas

Desejam26
Trocam27
Avaliações 3.9 / 315
5
ranking 29
29%
4
ranking 41
41%
3
ranking 23
23%
2
ranking 5
5%
1
ranking 2
2%

20%

80%