A Casa do Céu

A Casa do Céu Amanda Lindhout...




PDF - A Casa do Céu


Quando criança, Amanda escapava de um lar violento folheando as páginas da revista National Geographic e imaginando-se em lugares exóticos. Aos dezenove anos, trabalhando como garçonete, ela começou a economizar o dinheiro das gorjetas para viajar pelo mundo. Na tentativa de compreendê-lo e dar sentido à vida, viajou como mochileira pela América Latina, Laos, Bangladesh e Índia. Encorajada por suas experiências, acabou indo também ao Sudão, Síria e Paquistão. Em países castigados pela guerra, como o Afeganistão e o Iraque, ela iniciou uma carreira como repórter de televisão. Até que, em agosto de 2008, viajou para a Somália. No quarto dia, ela foi sequestrada por um grupo de homens mascarados em uma estrada de terra. Mantida em cativeiro por 460 dias, Amanda converteu-se ao islamismo como tática de sobrevivência, recebeu lições sobre como ser uma boa esposa e se arriscou em uma fuga audaciosa. Ocupando uma série de casas abandonadas no meio do deserto, ela sobreviveu através de suas lembranças - cada um dos detalhes do mundo em que vivia antes do cativeiro -, arquitetando estratégias, criando forças e esperança. Nos momentos de maior desespero, ela visitava uma casa no céu, muito acima da mulher aprisionada com correntes, no escuro e que sofria com as torturas que lhe eram impostas.





A Casa do Céu

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos A Casa do Céu (2)

ver mais
A Casa do Céu - Amanda Lindhout

A Casa do Céu - Amanda Lindhout

REZEMBRO #10 - A CASA DO CÉU | ENTRE LETRAS E LINHAS

REZEMBRO #10 - A CASA DO CÉU | ENTRE LETRAS E LINH


Resenhas para A Casa do Céu (66)

ver mais
Resenha: A Casa do Céu - Amanda Lindhout, Sara Corbett


Resenha: “A Casa do Céu” apresenta uma narrativa angustiante, porém valente e inspiradora. Amanda Lindhout passou por muitas coisas difíceis e nesse relato o leitor é redirecionado à memórias marcantes sobre suas origens, anseios por viagens e o retrato de uma tragédia cruel. É necessário citar que antes o leitor adentra numa narração carregada de dramas, envolvendo a vida de Amanda e toda a trajetória desde a infância, problemas conturbados e sérios com a família, encontros e desen...