Cores de Outono

Cores de Outono Keila Gon




PDF - Cores de Outono


O inesperado, o impossível, o destino...

Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração.
Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração.

Cores, de outono é o primeiro volume de uma saga mágica que vai instigar emoções e paixões.





Cores de Outono

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Cores de Outono (1)

ver mais
RESENHA Cores de Outono por Keila Gon

RESENHA Cores de Outono por Keila Gon


Resenhas para Cores de Outono (94)

ver mais
Cores de Outono - Blog Lendo & Esmaltando


Cores de Outono conta a história de Melissa, ou Mel, uma mulher de 21 anos que por uma fatalidade do destino perde a mãe e o padrasto e se vê meio que sem rumo, tendo que cuidar da sua irmã Alice, uma pequena de cinco anos. Mel e Alice vão morar com seu avô, George, em uma cidade pequena, onde todos se conhecem e a fofoca rola solta. Desde muito tempo uma família moradora da montanha na cidade vem sendo alvo de fofocas e olhares curiosos, afinal todos acreditam que eles fazem pa...