Não Se Apega, Não

Não Se Apega, Não Isabela Freitas




PDF - Não Se Apega, Não


Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.

Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.

Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.

Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.





Não Se Apega, Não

Leia o PDF do primeiro capítulo de Não Se Apega, Não

Visualizar

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Não Se Apega, Não (15)

ver mais
RESENHA: NÃO SE APEGA, NÃO - ISABELA FREIRAS

RESENHA: NÃO SE APEGA, NÃO - ISABELA FREIRAS

Bookshelf Tour Parte 2 | Dicas da Sissi

Bookshelf Tour Parte 2 | Dicas da Sissi

Resenha: Não se Apega, Não - Isabela Freitas

Resenha: Não se Apega, Não - Isabela Freitas

RESENHA: NÃO SE APEGA, NÃO

RESENHA: NÃO SE APEGA, NÃO


Resenhas para Não Se Apega, Não (418)

ver mais
"Cansei da cor desse cabelo"


Se você já está chegando próximo aos 30 anos, talvez "Não se apega, não" não seja para você. O tom "Capricho" dado tanto à narrativa, quanto aos acontecimentos em si, vão definitivamente dificultar qualquer identificação com a vida e a personalidade da protagonista, além de desmerecer boa parte dos conselhos românticos do livro. Narrado em primeira pessoa, "Não se apega, não" conta a história de uma mulher de 22 anos que decide terminar um longo namoro. Isabela, a protagonista, mistur...