O direito à preguiça

O direito à preguiça Paul Lafargue




PDF - Direito à Preguiça


No irreverente manifesto “O direito à preguiça” Paul Lafargue faz a defesa do direito ao ócio, em oposição ao tão proclamado “direito ao trabalho”. A luta pelo “direito à preguiça” é, segundo ele, a luta verdadeiramente libertária, por meio da qual se construiria uma sociedade mais justa, regida pelo aproveitamento do tempo livre e não pela lógica de um esforço irracional e desumano. Filho de pai mulato e de mãe caribenha, Lafargue. Genro de Karl Marx, tornou-se um marxista singular no movimento socialista internacional e foi um dos fundadores do Partido Socialista francês.





O direito à preguiça

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para O direito à preguiça (7)

ver mais
essa busca desenfreada pelo progresso e por “ser útil” a todo tempo é o que deixa a s


que a gente aprenda a defender o nosso direito à preguiça. se refletrirmos bem todas as grandes descobertas matemáticas, físicas, artísticas etc... foram feitas por pessoas que tinham a oportunidade de ter tempo para dedicar voluntariamente a isso, ócio. VIVA A PREGUIÇA!!!...