Uma canção de natal

Uma canção de natal Charles Dickens




PDF - Canção de Natal


O livro que “inventou” a celebração do Natal como a conhecemos hoje ganha nova tradução pela Penguin-Companhia, com as ilustrações originais de John Leech.

Incapaz de compartilhar momentos de amizade e de compreender a magia do Natal, Ebenezer Scrooge só encontra refúgio na riqueza e na solidão. Até que, num 24 de dezembro, recebe a visita do fantasma de Jacob Marley, seu ex-sócio falecido há sete anos.

É ele quem avisa a Scrooge que mais três espíritos o visitarão para lhe dar a chance de mudar seu triste fim e ser poupado de vagar a esmo depois de morto, como Marley. Assim, o Fantasma dos Natais Passados, o Fantasma do Natal Presente e o Fantasma dos Natais Futuros levarão o protagonista para uma viagem no tempo, mostrando-lhe que a generosidade é sempre a melhor escolha.

Um dos livros mais carismáticos da literatura inglesa, Uma canção de natal recebe o crédito por ter concebido a celebração desse evento como a entendemos hoje: uma ocasião para agradecer e ajudar o próximo.





Uma canção de natal

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Uma canção de natal (2)

ver mais
UMA CANÇÃO DE NATAL | Livros e mais #332

UMA CANÇÃO DE NATAL | Livros e mais #332

Canção de Natal, de Charles Dickens | Resenha & Epifanias

Canção de Natal, de Charles Dickens | Resenha & Ep


Resenhas para Uma canção de natal (13)

ver mais
Muito criativo.


Charles o escreveu para reavivar o natal, para tanto, bancou a publicação em parceria com amigos, teve pouco ou nenhum lucro, o objetivo era fazer com que este livro, confeccionado em uma edição especial que incluía ilustrações, atingisse o máximo de pessoas. Literatura cumprindo um papel importante de conscientizar a população acerca do amor ao próximo. A criatividade do Charles foi o que mais saltou aos meus olhos, quer dizer, construir um personagem misantropo e ainda por cima sovi...