Submarino

Submarino Joe Dunthorne




Resenhas - Submarino


20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Nathalia 27/01/2012

Somos todos Oliver Tate
Oliver Tate já é um dos meus personagens de ficção preferidos. O adolescente neurótico, introspectivo, sarcástico e inteligente faz o de "Submarino" um livro prazeroso, hilário e fácil de ler.
Oliver é capaz de falar bem alto o que todos gostaríamos de falar em certas situações. A coragem de Oliver, mesmo que às vezes leve a situações absurdas, pode nos impulsionar em nossas ações.
Mais do que um livro divertido, é o retrato dos adolescentes atuais. É leitura que atrai jovens e adultos.

O filme baseado nesta obra suaviza um pouco a história, mas tem um roteiro coerente e também vale a pena. :)
comentários(0)comente



Bruna 20/11/2013

Um garoto de 15 anos que possui uma mente tão diferente que faz com que sua mãe procure ajuda em livros sobre doenças mentais. Tão controlador e curioso que faz com que seus leitores procurem no dicionário algumas de suas palavras. Tão inteligente que vale muito mais do que anos de aprendizado. Oliver Tate é adoravelmente odiável por seu sangue frio e raciocínio rápido, assusta inicialmente quem o lê por causa de sua sinceridade, mas no fundo quando se quer detestá-lo, percebe-se (principalmente adolescentes) que todos nós somos um pouco dele. O autor trata de assuntos polêmicos com total controle da personagem, desde bullying, sexo e traição, a assuntos mais simples onde Oliver mostra seus momentos de fraqueza. Submarine te deixa com receio quando se descobre que alguém controla através da iluminação do quarto a frequencia sexual dos pais, e te deixa extremamente à vontade quando se descobre que estes mesmo pais podem contar aos filhos seus problemas pessoais.

O filme é outra recomendação. Para aqueles que gostam do estilo retrô e de boa música, o filme é razoavelmente curto e a trilha sonora sensacional, feita por Alex Turner, vocalista dos Arctic Monkeys. E se você já se pegou pensando em como as pessoas reagiriam à sua morte, Oliver Tate confessará o que muitos, inclusive você, não dizem.
mands 19/10/2012minha estante
Sua resenha me deu mais vontade de ler o livro.Realmente a trilha sonora não poderia ser mais sensacional.


Bruna 20/10/2012minha estante
Que bom! Fico feliz que minha resenha tenha te deixado com mais vontade de ler o livro, e realmente, pra quem gosta do estilo musical do Turner, a trilha é sensacional (:




Sayuri 09/08/2020

Alex Turner, você me prometeu...
Descobri Submarino após um acesso de burrice por não relacionar a capa do livro no exterior e a capa do álbum *Submarine* do Alex Turner (vocalista do Arctic Monkeys). Felizmente não sabia da existência de uma adaptação cinematográfica, o que ajudou na leitura. Tratando-se de um adolescente levemente problemático, é de se esperar o humor ácido e um tanto ofensivo pela narrativa. Portanto, não recomendo a quem se ofenda facilmente a partir de tópicos como sexualidade, bullying e saúde mental (pode ser que alguns pensamentos do Oliver sirvam como gatilho). Nada mais que um personagem que tem tudo para ser odiado, mas que algo te prende para querer abraçá-lo. Narrativa extremamente rápida e despretensiosa, enredo divertido mesmo abordando questões familiares. Se quiser ler ouvindo ao álbum, é uma forte recomendação, pois as músicas foram feitas para a história, trazendo uma experiência mais completa. Esperava algo diferente, mas não me decepcionei... Foi bem okay.
comentários(0)comente



tposenato 30/09/2012

A melhor forma de se conhecer
Estranho é terminar de ler um livro que foi tão xulo em tantos momentos e tão bom em tantos outros, olhar para um personagem fictício e ver tanto de mim mesma.

Oliver Tate é sim um pouco de cada um de nós, nossos medos e vontades, até a nossa dislexia em prestar atenção nos assuntos ou nossas perspectivas frustradas. Tudo esta ali, nas paginas.

Novamente, o liro passa por partes que são cruas, ruins de se ler, mas que são verdadeiras, que acontecem e que nos fazem ser o que somos.
comentários(0)comente



Marina 13/06/2016

Sei que muita gente adora desse livro, mas confesso que tive uma dificuldade muito grande em gostar porque não consegui me simpatizar com o personagem principal de jeito nenhum. O livro conta a vida do adolescente Oliver, e era para ser uma narrativa bem humorada e sarcástica, mas honestamente, o personagem é tão chato e irritante. Eu fiquei esperando algo acontecer até o fim do livro, mas o Oliver continua insuportável até o fim, não evolui nada, o que não ajudou no carisma. Então pra mim foi bem decepcionante.
Alex.Costa 09/03/2018minha estante
Exatamente. Livro muitíssimo bem escrito, mas Oliver não me desceu. Forcei, mas não rolou.


Jordana Lee 23/08/2020minha estante
Acabei de ler o livro, e minha opinião é a mesma da sua. Fiquei mtoooo decepcionada com o livro :/




Jordana Lee 23/08/2020

Chato e cansativo
O livro aborda a história de um adolescente e seus conflitos do cotidiano. O primeiro envolvimento romântico/sexual, suas inseguranças em relação ao casamento de seus pais e suas impressões sobre as pessoas ao seu redor.
Odeio admitir, mas Oliver Tate é um dos personagens mais detestáveis que já li. Talvez por ele ser um jovem fora do comum, já que tem um valor intelectual mais apurado que de seus colegas. Mas Oliver acaba fazendo disso uma arma carregada de desdém, de certa forma. Seu humor seria ácido.. se houvesse humor.
Sem contar relatos do narrador cometendo bullying contra uma de suas colegas. Na verdade, o personagem é insuportável do início ao fim, e a cada passagem do livro, mais chato ele vai ficando. É o tipo de personagem que não evolui ao decorrer da história.
Lembrando que é uma NARRATIVA, então tudo é contado pelo ponto de vista do Oliver. Fiquei imaginando o quão dificil era para os outros personagens conviver com esse menino chato.
Percebi que em várias passagens da leitura, parágrafos bem arrastados com muitos detalhes irrelevantes de coisas que não teria o porquê de delongar, e isso fez a leitura ficar muito cansativa.
Uma grande pena, pois eu queria muito amar esse livro por dois motivos bobos: Primeiro, pela personagem, que é a primeira namorada de Oliver, a Jordana, ser minha xará; Segundo, pelo filme, que foi "levemente" baseado nesse livro, e que eu gostei bastante dele como poesia visual.
comentários(0)comente



ZDAloy 21/05/2017

Acho que toda vez que olho/penso nesse livro, começo automaticamente a cantarolar Piledriver Waltz. Já adiantando a informação, já que normalmente falo dos filmes no finalzinho, de que Submarino tem uma versão em filme, mas eu ainda não vi. Entretanto, já recomendo com mil estrelinhas a trilha sonora do Alex Turner, vocalista do Arctic Monkeys. São poucas músicas, e todas bem calminhas...Ótimas pra escutar num dia chuvoso, enrolado nas cobertas!

Mas enfim! Falando do livro. Oliver Tate é um garoto bem estranho. Ele não pensa como a maioria dos garotos da sua idade e se acha mais inteligente do que todos ao seu redor. Ele de fato tem uma inteligência bem singular, mas acaba subestimando seus pais, sua namorada, seus amigos...Muita arrogância! Ao mesmo tempo em que ele parecia ser bem cativante, com seus dramas, seus problemas, seus defeitos, ele se mostrava um protagonista bem irritante e insensível com as pessoas.

O Oliver deixou bem desconfortável enquanto lia...O jeito que ele agia com a Jordana e com seus pais me deixava muito, muuuuuito agoniada. Comecei a vibrar de alegria toda vez que ele se lascava, toda vez que tinha o troco por toda a insensibilidade dele, toda vez que ficava mais claro que ele não passava de um aborrescente, e por conta disso, cheio de imaturidades.

Submarino não é um livro ruim. É um livro legal, escrito de forma legal...Mas eu realmente não gostei do Oliver. Quando você repudia o personagem principal, fica meio sofrido continuar lendo. Eu simplesmente odiava aquele pirralho. Talvez isso tenha a ver com coisas pessoais. Eu odeio quando subestimam minhas capacidades, e ver o Oliver fazendo isso com as pessoas fazia com que eu me sentisse atacada.
comentários(0)comente



Gabi SN 01/10/2012

Garoto enxaqueca
Oliver Tate, herói de Submarino, escrito por Joe Dunthorne, é um adolescente extremamente inteligente e também bastante insensível. Ele faz questionários para conhecer melhor os outros, controla a vida sexual dos pais para saber como anda o casamento, examina a reação e os sentimentos dos outros de maneira fria, sente-se mais inteligente e capaz do que todos ao seu redor. Nunca é dito no livro, mas provavelmente ele tem algum distúrbio de personalidade (já vi falarem em algum grau de autismo ou sociopatia) e isso é o mais interessante no livro. Porque toda obra, especialmente as escritas em primeira pessoa (que é o caso desses livros), precisa de uma voz única, envolvente e charmosa. Oliver Tate é um adolescente com uma moral problemática e ações ainda mais. Ao contrário da maioria dos livros com protagonistas adolescentes, eu tive a clara impressão que a história de Submarino não é sobre crescer, mas sobre descobrir-se um adolescente. Oliver se acha mais adulto que todos ao seu redor, tanto que tem a necessidade de controlá-los, mas isso vai se desfazendo com o passar da história e, no fim, ele percebe que é só um menino – talvez mais inteligente que os outros, mas ainda só um menino.

Texto completo: http://aestanteladecasa.wordpress.com/2012/08/13/garoto-enxaqueca-oliver-tate-e-christopher-boone/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Luana 13/06/2013minha estante
onde você comprou o livro?


Kaíque 25/08/2013minha estante
Lua, comprei no site do Submarino há dois anos, rs.




gi 25/06/2020

recomendo demais apesar do livro ser mais voltado pra jovens. uma leitura leve, com precedentes da adolescência descritos várias vezes de forma cômica porém sem dispensar a reflexão, de como coisas que não são relacionadas a fase da adolescência de fato podem nós afetar tanto quanto.
comentários(0)comente



Rick 30/07/2020

Romance adolescente e bem controverso, com momentos ora hilários ora constrangedores.
comentários(0)comente



Wowlorlupis 24/05/2017

FINALMENTE ACHEI ESSE LIVRO NO SKOOB, MARAVILHOSOOOOOO ESSA É MMINHA RESENHA, VLW FLW
comentários(0)comente



Lorena 11/11/2020

O Oliver é com certeza o protagonista mais estranho que eu já vi. Ele é intrometido, metido a sabe-tudo e tem uns pensamentos muito aleatórios. Ele tem um estranho desejo de saber TUDO sobre seus pais e quer controlar a vida deles; além disso, ele é um manipuladorzinho nato. Oliver quer manipular todos a sua volta, da família a seus amigos, passando até mesmo por seus "inimigos".

Dito isso, eu gostei bastante do livro. As esquisitices do Oliver são engraçadas e seus pensamentos são bizarramente ridículos e tornam a história divertida, mesmo quando aborda uns assuntos mais pesados. Não sou desses leitores que acha que os protagonistas devem ser perfeitos para a história funcionar e nós nos identificarmos. Tudo dentro dessa história esquisita faz sentido em seu próprio modo e por isso eu recomendo a leitura.
comentários(0)comente



Letícia 19/07/2013

Struck in the puzzle
Livro perfeito. Trilha sonora perfeita. Filme perfeito. Ah Oliver Tate, você consegue nos fazer rir, chorar, ficar brava, ansiosa, indignada e muitas outras coisas, com sua personalidade inusitada, e seu jeito de ver e lidar com as coisas. Eu amo o tom sarcástico e as informações aleatórias que ele passa no meio do livro, devorei as 400 páginas tão rápido que nem vi o tempo passar. A forma que ele trata a relação de seus pais, a maneira que ele trata questões como a morte, como ele se vê como um ser perfeito, fas a gente entrar dentro de sua mente e nos sentir parte da história. tudo isso me arrematou e fez submarino entrar com certeza na minha lista de favoritos, recomendo a todos.
Moreira 21/10/2020minha estante
Já leu ?o apanhador no campo de centeio?? Eu acho que se gostou de Submarino, vai amar.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2