Poliana Moça

Poliana Moça Eleanor H. Porter ...




Resenhas - Poliana Moça


24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Diane 01/09/2019

Poliana Moça e encantadora
Poliana cresceu, mas ainda cativa a todos. Já não joga mais o Jogo do Contente frequentemente, pois em um certo momento da vida, ela passa por grandes dificuldades financeiras com a tia. Mas ainda assim, Poliana busca uma solução para esse problema e enquanto isso, se descobre apaixonada por um amigo de infância. Porém alguns desentendimentos impedem que esse romance floresça.

Poliana continua simplesmente encantadora. No começo do livro ainda a vemos criança, espalhando o Jogo do Contente para todos e mudando a vida das pessoas com seus jeito de ser. Quando cresce, em determinado momento ela se questiona se o jogo realmente funciona, e quando se descobre apaixonada, ela entra em conflito. Uma leitura apaixonante!
comentários(0)comente



Daniel.Oliveira 06/06/2019

Pollyanna Moça
Essa é uma continuação de "Pollyanna",a história da orfã que vai morar com a tia rabujenta,e vive feliz jogando o "jogo do contente",que o pai a ensinou.O primeiro livro conquistou muita gente,inclusive eu.Mas a continuação,(ah!? :-C),me desapontou!preferia que Porter tivesse deixado só o primeiro livro mesmo,ou que a continuação falasse sobre Pollyanna ainda criança.Nesse livro, a orfã já crescida,com 20 anos,vai passar uma temporada na casa de Della(copia de Miss Polly do passado),que é uma mulher carancuda,por não ter encontrado seu sobrinho desaparecido,Pollyanna já traz alegria a casa.Miss Polly casada com Chilton está passando férias na Europa. Pollyanna conhece Jaime,um cadeirante que vende jornal e que usa seu "Livro da Alegria"(copia do jogo do contente sem ele saber)para alegrar sua vida,Jimmy bean agora um rapaz convida Pollyanna e Jaime para ir a um acampamento,lá Pollyanna descobre que ama Jimmy,no fim tudo se ajeita,Pollyanna descobre que Jaime é o sobrinho desaparecido de Della,Jimmy e Pollyanna se casam e FIM!
Sinceramente,acho que ai eles foram longe demais,nossa linda garotinha esperançosa e alegre,que nos ensinou a ser feliz,casar-se?Eu ficaria com o final do primeiro livro como final permanente.E esse livro seria só um pensamento do que aconteceria no futuro.Enfim,Só não gostei tanto do livro,porque esse final(pra mim),acabou dando ponto final a história,e sinceramente,Pollyanna criança e Adolescente,não tem comparação.Senti que esse menina tinha nascido outra pessoa(pra lá de ruim),Não reeleria e ficaria só com o primeiro livro mesmo.

site: http://Mandaaresenha.blogspot.com
comentários(0)comente



Juli 17/04/2019

Poliana Moça
Eu gostei do livro. Tem uma leitura bem simples e é ótimo para crianças e adolescentes que estão começando a se aventurar na literatura.
comentários(0)comente



primeira viagem 14/04/2019

Poliana Moça
Livro: Poliana Moça
Autora: Eleanor H. Porter
Editora: Ciranda Cultural
Gênero: Infanto-Juvenil
Li a 1 edição
Ano de lançamento; 2018
Páginas: 237


Em Poliana Moça, a personagem é dividida em duas fases. A primeira, ainda criança, ela é encarregada de uma missão muito importante: curar o coração de uma senhora que havia perdido seu sobrinho.
Para cumprir essa missão Poliana é enviada para a casa de Ms. Carew em Boston. A menina ficou completamente perplexa com a cidade grande e como as pessoas são sozinhas e individualistas. Já Carew que à princípio se mostra bastante incomodada com sua presença aos poucos vê sua vida modificada.
Depois que Poliana volta de Boston vai viver com seus tios na Alemanha. Com a morte de Dr. Clinton Poliana e sua tia voltam para Beldingsville falidas. A tia Polly aparece amargurada, pois além de estar sem seu amor, tem o orgulho ferido por estar velha e pobre.
Mas, Poliana não se deixa abater com isso, sempre procurando formas inusitadas de resolver os problemas jogando o jogo do contente. Tenta conseguir algum dinheiro acolhendo pessoas na casa de tia Polly participa de um concurso de redação que iria premiar os primeiros colocados.
Poliana em sua juventude também encanta alguns pretendentes com seu jeitinho especial. Nesse livro vemos Jimmy Pendleton descobrindo o amor que sentia por Poliana e tentando convencê-la de que uma linda amizade pode se tornar uma linda história de amor.


Comentário: Encantada com a história de Poliana e no desejo de saber se aquela menina tão especial continuava cultivando seus valores e alegria após a infância,resolvi ler Poliana Moça e como imaginava o tempo não lhe roubou a pureza.
comentários(0)comente



monique.gerke 19/03/2019

Fofo. Confesso que tenho me esforçado a jogar o jogo do contente, antes mesmo de saber da sua existência.
comentários(0)comente



Gabys 22/02/2019

Em todos os momentos o remédio de Pollyanna
Li esse livro indicado e emprestado por uma amiga que se sensibilizou pelo momento de acidente que estava vivendo e por não poder andar.
Me identifiquei com a história de Pollyanna Moça e o quanto o Jogo do Contente e como está contente pode ser alívio e remédio para várias dores. Imaginei o melhor da situação e como poderia ter sido pior.
Os ensinamentos desse livros são fantásticos.
comentários(0)comente



Um Garoto que lê 13/01/2019

A Moça Contente
Della Wetherby é uma enfermeira que Pollyanna conheceu no sanatório em que ficou, e por uma carta, pede a tia de Pollyanna, Mrs. Polly Chilton, para que deixe a menina na casa de sua irmã Mrs. Ruth Carew, já que Polly e seu marido vão passar um tempo na Alemanha.
-
Mrs. Polly fica meio receosa por deixar Pollyanna passar uma temporada em Boston com uma desconhecida, além de ficar com raiva de seu marido e de todos por considerarem a menina um ''medicamento'' e que todos tenham uma ''dose'' de Pollyanna quando estão se sentindo mal. Mrs. Carew leva uma existência extremamente infeliz. Vive a queixar-se da solidão, insatisfeita, descontente de tudo e depressiva, logo Mrs. Polly cede e deixa Pollyanna ir.
-
''Só uma pessoa poderá fazê-la encontrar a alegria, levando um raio de sol à penumbra da sua existência. Essa pessoa é Pollyanna.''
-
Em Boston, Pollyanna conhece muitos lugares diferentes, bonitos e horrendos. Até que conhece seu novo amigo, o Jamie e percebe que o garoto joga o jogo do contente sem saber. Logos os dois estão conversando sobre livros e se encontrando pra alimentar os animais na praça. Até que chega um momento em que sua tia Polly está insatisfeita com o que pensam da menina, pois Polly não deseja que Pollyanna pense que serve apenas para alegrar as pessoas, logo a menina vai passar a viver na Alemanha também.
-
Pollyanna volta para Beldingsville já moça e com vinte anos. Dificilmente joga seu jogo do contente pois muitas coisas ruins aconteceram neste tempo, até que ela reencontra seu amigo de infância, o Jimmy e percebe que sente algo pelo homem que ele se tornou. Pollyanna passa por muitas aventuras boas e ruins e aos poucos pensa no jogo do contente e no quanto ele é importante.
-
''O instrumento que você toca, Pollyanna, chama-se o coração das gentes, disse ele, e para mim me parece que não há instrumento mais maravilhoso. Sob seus dedos Pollyanna, esse instrumento sabe dar de si as mais prodigiosas músicas - músicas de lágrimas ou de sorrisos.''
-
Pollyanna só quer o bem de todos e nunca deseja nada em troca, isso me tocou muito neste livro, além de ser uma garoto completamente especial e espontânea, ela não precisa evangelizar pra tocar o coração das pessoas. Todos a veem como ela é e desejam que ela nunca cressa, todo têm medo que Pollyanna perca sua inocência e seu pensamento. Mas a moça continua a mesma, feliz, contente e especial.

site: https://www.instagram.com/umgarotoquele/
comentários(0)comente



J R Corrêa 07/01/2019

Pollyanna Moça
O cenário de Pollyanna é Beldingsville, no Estado de Vermont, nos Estados Unidos. Depois que seu pai, um pastor já viúvo, morre, a garota Pollynna Whittier se muda para a casa de sua única parente viva, sua tia miss Polly Harrington. A irmã de sua mãe é uma mulher fria, dura e a recebe apenas porque achava que era o seu dever. Apesar de morar em uma casa imensa, miss Polly coloca a sobrinha num quartinho no alto de uma escada, sem quadros, sem tapetes, sem cortina. Mas a garota não se entristece e encontra motivos para se alegrar ? é seu Jogo do Contente, ensinado pelo pai. Ela fica feliz, por exemplo, por seu quarto não ter cortinas para encobrir a linda vista.

A relação com tia não é fácil. A dureza de miss Polly choca cotidianamente com o afeto de Pollyanna, que se envolve com todos a sua volta, dos funcionários que trabalham na casa às pessoas que vivem na cidade, e ensina o Jogo do Contente.
comentários(0)comente



Cintia 04/12/2018

A menina Pollyana
De volta com seu jogo do contente, Pollyana volta a nos encantar nesse segundo livro, falante como sempre, ás vezes até demais, serio, tem páginas inteiras só do dialogo dela... Mas o livro e a Pollyana, em se, são encantadores, uma historia leve e que vai te trazer alguns ensinamentos.
comentários(0)comente



Dri F. @viajecomlivros 13/05/2018

Poliana cresceu. Mas o livro continua incrível na minha opinião hehe.

Se você se encantou com Poliana e seu jogo do contente, essa continuação ainda vai manter esse sentimento de gratidão em você.
A cidade em que ela vive se modificou depois que ela ensinou a todos o seu jogo. Agora ela é uma adolescente muito amada e que recebe um convite para passar um tempo em Boston e ajudar alguém que precisa muito.

Mas em uma cidade maior ela vai descobrir como as pessoas podem ser indiferentes e frias em relação ao próximo. E muitas aventuras vão acontecer com nossa heroína.

De uma chance para esse livro. Se ele não mudar sua vida, vai ser uma leitura que vai te dar muita alegria, te garanto!

site: Instagram: @viajecomlivros
comentários(0)comente



Ana 14/04/2018

Esse livro é a continuação da saga de Poliana, quando a mesma já é uma mocinha quase adulta. Nesta história, ela é uma encantadora adolescente, amiga de todos a quem ensinou o ''jogo do contente''.
Sua fama de ser tão especial vai além dos limites de Beldingsville, a cidadezinha onde vive com Tia Polly. Poliana recebe um convite para passar uma temporada em Boston. Alguém de lá precisa muito dela... em Boston, Poliana encontrará o amor e conhecerá a inquietação e o desassossego pelos quais passam todas as jovens mulheres apaixonadas, além de fazer novas amizades e conquistar novos corações, claro.
comentários(0)comente



Help 27/01/2017

Me tornou uma leitora
Acho que o primeiro livro que li na vida, o que abriu as portas pra que eu descobrisse na leitura um dos meus maiores prazeres. Uma leitura simples, com uma personagem apaixonante que tem muito a nos ensinar, o JOGO DO CONTENTE está até hoje gravado na minha memória, o meu, numa edição bem antiga, não me recordo qual, foi um presente, muito especial diga-se de passagem. Quem conseguir encontrar, eu recomendo.
comentários(0)comente



Karol 17/11/2016

Maravilhoso!
Desde que eu li o livro Pollyanna, passei a adotar esse jeito otimista de ser até mesmo em minha visão do mundo. Mas esse livro, sinceramente, teve um impacto ainda maior do que o primeiro. Isso porque trata dos conflitos da juventude de Pollyanna, como seus medos e inseguranças, e também o despertar do amor. O jogo do Contente passa a não ser apenas algo que a faz se sentir mais alegre em meio a pequenos problemas, mas também a sua única esperança em continuar vivendo, e em buscar uma razão para sua existência. É, com certeza, um livro lindo!
comentários(0)comente



Tata 30/12/2015

O livro conseguiu prender minha atenção. Lembra muito os livros que lia para a escola. Simples, leitura facil. A história não requer maldade do leitor. Ótimo livro para passar a tarde.
comentários(0)comente



LES 04/10/2015

Resenha: Poliana Moça
Acesse o blog Lendo Em Segredo para ler a resenha!

site: http://lendoemsegredo.tumblr.com/post/130096549936/resenha-poliana
comentários(0)comente



24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2