As Duas Faces do Destino

As Duas Faces do Destino Landulfo Almeida




Resenhas - As Duas Faces do Destino


59 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Fernanda 02/05/2013

Resenha: As Duas Faces do Destino
Link da resenha: http://www.segredosemlivros.com/2013/05/resenha-as-duas-faces-do-destino.html

Resenha: Recebi ‘As duas faces do destino’ do autor Landulfo Almeida e me surpreendi pela excelente história, não somente por se tratar de uma ficção nacional, mas também pela sua extensão e originalidade. Nesta trama, é possível encontrar um forte embasamento referente aos conhecimentos aos quais o livro se refere. É neste cenário, que conhecemos o personagem Bruno se vê completamente perdido e arrastado para um novo ambiente, em que nem tudo é o que parece ser. Ele é uma pessoa normal, com uma vida tranquila e sem muitas novidades ao seu redor. Porém quando ele conhece Adrianna, muitas coisas começam a acontecer de uma hora para outra. Adrianna, apesar de aparentar ser humana, vem de um planeta chamado Aqua. E o mais interessante é que ela apresenta uma capacidade física e inteligência superior ao normal da terra. Adriana precisa da ajuda de Bruno contra um inimigo super poderoso e inteligente chamado Kerligan.

“Estava consciente da importância daquele dia, caso algo desse errado, decretaria o fim de todas as esperanças. O ideal era não ser tão apressada, porém não via outra maneira a não ser seguir com o plano. Não havia como esperar, seu inimigo vinha agindo com uma rapidez impressionante, a cada dia o desafio se ampliava exponencialmente.” Pg.57

Todos os personagens são muito bem construídos e ligados de alguma forma. A narrativa nos leva a crer que há muito mistério do começo ao fim, criando um cenário envolvente e surreal. A descrição é um dos pontos fortes deste enredo, pois torna tudo muito bem explicado e condizente com os fatos. Por meio de Adrianna, Bruno consegue entrar no mundo dos negócios de uma maneira ágil e sábia. Neste cenário, somos apresentados a assuntos explicativos referentes a bolsa de negócios, mercado de ações, planos de negócios, e principalmente sobre toda a contextualização da ficção cientifica, cercada ainda pela tecnologia e pela biogenética, entre outros fatores.

“O fator decisivo não foi a sensação de poder, as possibilidades de ser espetacular em diversas áreas, a riqueza a sua espera, nem o glamour. Nem mesmo a instintiva confiança na necessidade de rivalizar com aquele homem vindo de outra dimensão ou não. Foram os olhos dela. Aqueles olhos azuis-escuros. Um oceano de mistérios brilhando quando falava dos planos de fazer o bem, utilizando seu conhecimento avançado e a soma de suas habilidades.” Pg.125-126

Esse é um daqueles livros que podem nos trazer vários ensinamentos e reflexões, e ao mesmo tempo nos deixar curiosos acerca desta história intrigante e intensa. O desfecho também surpreende bastante e na minha opinião, poderia até haver uma continuação, pelo excelente trabalho de escrita e narração ousada – pelo menos eu gostaria de poder continuar a viajar nesta história extraordinária.

Link da resenha: http://www.segredosemlivros.com/2013/05/resenha-as-duas-faces-do-destino.html
comentários(0)comente



Gustavo Barberá 15/04/2020

Resenha do livro "As duas faces do destino"
Título Original: As duas faces do destino
Autor: Landulfo Almeida
Ano: 2012
Editora: Novo século
Páginas: 488

*Livro gentilmente cedido pelo autor.

As duas faces do destino é uma ficção científica que atrairá muitos fãs do gênero por ter uma história intensa e surpreendente, deixando o leitor pensativo com os acontecimentos narrados nessa obra, onde alguns fatos, caso acontecessem realmente, seria uma glória para a humanidade, já outros seriam a extinção da mesma.

A história gira basicamente em torno de Adrianna, uma garota do planeta Acqua, que atravessa um portal num momento conturbado em seu planeta e com isso, chega no planeta Terra. Em busca de respostas sobre o acontecido, ela resolve aplicar todo o conhecimento que possui sobre nanotecnologia e nanociência para a cura de doenças como câncer, Alzheimer, entre outras. Nesse meio tempo, ela conhece Bruno, um rapaz que da noite para o dia vê a sua vida pacata se tornar em um desafio sem limites.

É uma obra muito bem escrita, onde o leitor precisa de muita atenção para entender e acompanhar a narrativa, que é inteligente, com enigmas, mistérios e suspense, onde faz com que se deseje participar de algumas cenas, querendo ajudar a colocar as peças do quebra cabeça corretamente.

“A melhor maneira de se tornar líder, é gerenciando conflitos”.

Narrada em terceira pessoa, o livro possui um enredo muito bem elaborado pelo escritor, onde está explícito que nada ali foi jogado, mas sim fruto de intensa pesquisa realizada para a escrita da mesma, o que deixou a história bem concreta e próxima a realidade, caso ocorresse tais fatos, tanto que daria uma excelente adaptação para as telonas.

Há muitos personagens envolvidos na trama, portanto como já disse, a concentração para não se perder ou se confundir precisa ser constante, pois eles são inteligentes, de personalidade forte e sempre jogando o tempo todo para se sobressaírem nessa disputa que acontece na história.

“ - E isso é apenas parte do motivo pelo qual estou segura e confiante, o melhor ainda está por vir – disse enigmática”.

É um livro extenso, com capítulos bem grandes, mas com poucos momentos em que a narrativa fique arrastada e cansativa. De início fiquei um pouco desanimado, pensando que iria sofrer com a leitura, mas sem eu menos esperar já estava tão ligado nela, que nem percebi que já estava chegando ao seu final, pois acontece uma reviravolta fenomenal e de tirar o fôlego, onde fica quase que impossível largar a história.

Então, se ainda não conhece essa obra e gosta desse estilo de leitura, não deixe de conferir “As duas faces do destino” que irá te surpreender com essa magnífica combinação de cosmo e ciência. Recomendo para todos.


site: http://www.leituraenigmatica.com
comentários(0)comente



Lygia 12/03/2013

Uma ótima surpresa!
Nesse livro lançado pelo selo de Novos Talentos da Novo Século, Landulfo nos traz uma história dinâmica, emocionante e com um forte embasamento científico mas sem pesar ou tornar chato a forma como a história transcorre. É realmente impressionante o jeito como o autor soube ditar o ritmo dos acontecimentos, sabendo se ater aos fatos quando necessário e "pular" passagens de tempo quando preciso. O livro é cheio de ação e aventura, passando longe do previsível e a presença da cultura e locais brasileiros dão um plus que eu curto bastante.

A história começa quando Bruno, um homem sem sorte e passando por um momento difícil na vida, encontra Adrianna, um linda morena que o seduz logo no primeiro encontro. Em cada na ocasião em que se encontram, mais acontecimentos estranhos surgem nessa relação evolvente que por fim acabam arrastando Bruno para um emaranhado de situações e descobertas que colocarão suas crenças abaixo.

Bruno se vê frente a frente com paradigmas e revelações como a multidimensionalidade e soros criados por conhecimentos futurísticos em biogenética que possibilitam a cura de todas as doenças. E é claro que temos um vilão que possui todos esses conhecimentos é quer usá-los para dominar o mundo. Será que o nosso pacato acionista de bolsas de valores vai seguir nesse novo mundo apresentado por Adrianna, e o principal: será que vai sobreviver a ele?

Um história que prende o leitor do inicio ao fim! Landulfo mostra-se como um fantástico autor nacional, formulando uma trama bem embasada, de modo que os fatos poderiam ser reais e ao mesmo tempo você vê acontecimentos fantásticos e fora do comum em cada página do livro, seja com a inteligência e perspicácia do embate financeiro, onde Bruno tenta rivalizar com seu nêmeses, ou nas cenas de ação que são bem escritas e pontuadas na história. Esse livro tem tudo para ser um sucesso e início de uma grande carreira para o autor. Talento ele mostrou que tem e muito!

Assim para esse livro darei nota 4,5, por dois motivos (e pensei em dar 5, juro!): primeiro por questões pessoais, não gostei do nome do livro. Depois de lê-lo imaginei uns 5 nomes diferente para ele, rs. E segundo porque em alguns momentos achei que os personagens dialogavam de forma muito formal em conversas que deveriam ser mais informais. São críticas baseadas no meu gosto, por isso tirei esse meio pontinho, mass de forma nenhuma muda o fato desse livro ser brilhante e eu indicá-lo para qualquer tipo de leitor ^.~

Resenha escrita por Carlos Barbosa no blog Brincando com Livros
http://www.brincandocomlivros.com/2013/03/resenha-as-duas-faces-do-destino.html
comentários(0)comente



Lara Duarte 30/07/2013

As Duas Faces do Destino
Para Bruno, os dias se arrastavam, e viver era como obrigação. Há algum tempo ele não se sentia muito feliz, mesmo tendo amigos queridos e muito dinheiro, ele sentia que as coisas não tinham mais sentido. Bruno investia na bolsa de valores, comprava e vendia ações, esse era seu trabalho, era assim que passava seus dias.

Mas as coisas começam a mudar em um dia comum de corrida, quando Bruno encontra uma linda mulher chamada Adrianna, e fica completamente encantado por ela. Ela é sedutora, inteligente e diferente, pois possui habilidades que Bruno jamais havia visto. E ele descobre que os encontros dos dois já haviam sido planejados por ela. O que o deixou muito decepcionado, pois ele tinha esperanças de um relacionamento com Adrianna, e agora descobre que tudo não passou de uma farsa.

A verdade é que Adrianna não é da Terra e sim do planeta Aqua, e ela vem estudando Bruno há algum tempo para que ele possa ajudá-la. Aqua esta com problemas, sua tecnologia não garantirá a vida e para tentar solucionar o problema foi sugerida a busca de opções em estruturas dimensionais paralelas com o objetivo de procurar um mundo habitável, o planeta possui recursos naturais limitados e em menos de mil anos eles ficarão sem oxigênio suficiente para viver. E Kerligan, um tirano de Aqua, inconformado com essa situação, veio para a Terra e pretende dominar o destino das nações e se tornar o soberano absoluto do planeta. Por isso, Adrianna precisa que Bruno a ajude, para que juntos, impeçam os planos de Kerligan.

"Se há alguma chance de sermos mais felizes, é nossa obrigação nos agarrarmos a ela com unhas e dentes."

O gênero ficção cientifica nunca me atraiu muito, mas aos poucos estou olhando para ele de outro modo, e As Duas Faces do Destino contribuiu para que eu mudasse totalmente de opinião.

Com uma narrativa muito inteligente, o autor criou um livro envolvente e viciante, que fala sobre ciência, tecnologia de última geração, bolsa de valores e espionagem industrial, tudo com muito suspense, ação e uma pitada de romance. E ele falou sobre todos esses assuntos de forma brilhante. O inicio foi um pouco cansativo, pois é muito detalhista, mas com o decorrer da leitura vamos querendo ler mais e mais e saber tudo o que vai acontecer.

O autor foi extremamente criativo ao criar essa maravilhosa trama, tudo foi muito bem construído, os personagens, os cenários e a maneira como ele abordou tantos assuntos interessantes. O romance não ficou de fora, mas de maneira leve e envolvente, eu torci pelo casal, que passou por momentos bem difíceis juntos. Todos os personagens são importantes para a trama e possuem características marcantes.

Um ponto que gostei muito, foi que para para conseguir derrotar o inimigo não é preciso ser o mais forte, e sim o que possui raciocínio rápido e grande inteligencia.

Enfim, achei a trama muito bem escrita e com um final surpreendente. Gostei muito do livro e recomendo!! Vale muito a pena ler As Duas Faces do Destino!!!

site: http://www.magialiteraria.com/2013/07/as-duas-faces-do-destino-landulfo.html#comment-form
comentários(0)comente



Silvia 10/09/2013

Ótimo.



Antes de iniciar a resenha quero agradecer ao brog: Minha Resenha, pelo convite para participar do BOOK TOUR.

Livro: Duas Faces do Destino
Autor: Landulfo Almeida
Editora: Novos talentos da Literatura Brasileira, 2012

Bruno no auge dos seus 40 anos, é um homem solitário que perdeu o sentido da vida, não encontrou a sua alma gêmea, abandonou a sua carreira e tem um emprego enfadonho. Um dia ao realizar um cooper esbarra em uma mulher estonteante, de uma beleza rara, para seu desespero desmaia e é amparado pela bela mulher, com a qual acabam se tornando amigos.
Bruno esta se sentindo mais vivo após conhecer a bela mulher que se chama Adrianna, quando começam a sair ele percebe que tem algo de errado com ele, está mais agiu, mais forte e perdidamente apaixonado. Bruno precisa se declarar, mas ele tem uma surpresa Adrianna não é apenas a mulher dos seus sonhos, ela é uma mulher com poderes extraordinários que tem uma missão na Terra e Bruno acaba de ser recrutado por ela, o destino do Planeta Terra esta nas mãos dos dois, e cabe a eles destruir os planos de Kerligan e Mj. Uma trama envolvente, um livro bem escrito com reviravoltas impressionantes.

Minha opinião: O livro é ótimo, foi muito bem escrito, a trama é envolvente e inteligente. No começo achei um pouco cansativo, pois é uma mistura de bolsa de valores com quebra de baços entre grandes Multinacionais, um jogo perspicaz de inteligência onde o leitor tem que ficar atento, pois tudo fará sentido ao longo da leitura. Por isso eu aconselho: não pulem as páginas, leiam com atenção, senão não perceberão a intensão do autor. Onde ele mostra que com inteligência e perspicácia se vence uma guerra de interesses Mundiais, sem precisar do confronto direto. Claro a trama também traz alguns confrontos diretos mas o auge é a guerra fria. Gostei muito do final, mas o autor deu a impressão de que terá uma continuação e se isso ocorrer estarei na fila.


comentários(0)comente



Tarcila Lima 19/09/2013

Resenha - As Duas Faces do Destino
Quando o Landulfo, autor do livro, me procurou e propôs o envio de um exemplar, me senti lisonjeada e aceitei imediatamente o seu pedido.
Mesmo ele tendo me dito que o livro era consideravelmente grande (como minha Neyla mesmo disse, se você for assaltada já tem um tijolo pra jogar no bandido rs) e estando eu super atarefada com os trabalhos de faculdade e meu estágio, eu senti que seria uma leitura diferente e que valeria a pena ler.
Primeiro porque o livro é um pouco desconhecido na mídia (espero ajuda-lo a divulgar) e segundo porque a temática e o cenário eram meio que uma novidade para mim.
Claro que já li livros de ficção cientifica antes, sendo o último O Sonho de Eva, por coincidência um livro também nacional, mas As duas faces do destino traz a tona um questionamento sobre algo até então desconhecido para minha pessoa, que é a teoria das cordas (O que é engraçado, pois, depois que comecei a ler o livro, apareceu dois artigos pra mim do nada falando sobre o mesmo assunto).
A forma como a teoria fomenta toda a obra é bastante interessante e esclarecedor, pois percebi o extremo cuidado que o autor teve para tratar do assunto de forma fundamentada e bem formulada.
Mas o livro não trata somente de ciência, mas também têm boas doses de drama, romance, amizade, conflitos e valores morais, me levando a pensar várias vezes a forma como levamos a vida e como tratamos o próximo, o mundo e o futuro.
No começo, confesso que a leitura foi um tanto amarrada, devido ao fato que o gênero não é um dos meus favoritos, afinal nunca fui muito chegada à física, química ou matemática.
Mas conforme fui me aprofundando na trama, a história engatou e logo estava envolvida até a última página.
Claro que existem alguns pontos relevantes a se considerar, como o fato do inicio do livro ser meio parado e a narrativa ser um tanto metódica demais (não sei se esta é a palavra certa a se usar). O que, claro, é justificável quando se aborda algo novo. É necessário tais explicações, mas talvez se ele não se prendesse em demasia a tantos detalhes, acho que a trama engataria desde o inicio.
Mas gostei bastante da leitura. O fato do protagonista ser baiano, pra mim foi um charme a mais e se alguém procura algo novo, profundo e inteligente, As duas faces do destino é, sem dúvidas, a escolha perfeita.

site: http://tharcilalima.blogspot.com.br/2013/09/resenha-62-as-duas-faces-do-destino.html
comentários(0)comente



Ana Luiza 21/10/2013

Ficção científica de primeira, com uma boa dose de realidade
“- Você é feliz, Bruno?
A pergunta quase o fez engasgar. Não esperava nada tão profundo.
(...)
- Eu acho que você não é feliz – ela despejou entre uma mordida e outra do sanduíche.” (Pág. 118)

Bruno leva uma boa vida em Salvador, mas não é realmente feliz. Ele tem bons amigos, uma mãe carinhosa sempre por perto e uma boa condição financeira, mas, no fundo, falta algo. Com a chegada do Natal, a sensação de vazio piora, pois a data o lembra da morte de seu pai, um senador, com quem não tivera um relacionamento tranquilo, mas que o amara profundamente. Entretanto, tudo muda quando ele conhece uma bela mulher durante uma corrida. Eles começam a sair juntos, mas logo fica claro que envolvimento amoroso não é exatamente o que ela quer.

“Nenhum dos dois tinha real ideia do quanto representariam um para o outro. Seus destinos foram atados naquela noite e não se separariam mais.” (Pág. 176)

Após alguns testes e muita desconfiança, Adrianna revela a Bruno a verdade: ela é de outra dimensão, de um planeta similar ao nosso, só que praticamente coberto de água e com pouca extensão de terra. Aqua, como é chamado, está há anos-luz a frente da terra social e tecnologicamente, mas a beira da extinção. Determinados a achar outro planeta que possam habitar, os cientistas de Aqua acabaram descobrindo a existência de outras dimensões e a Terra. Entretanto, ao ver que já existe uma civilização aqui com seus próprios problemas e que ela já começa a enfrentar a escassez de recursos, foi decidido que eles não viriam para cá e que não mais interfeririam na Terra.

“- No final das contas, vai ser uma questão de fé. Ou você acredita em mim ou não.” (Pág. 118)

Entretanto, Kerligan, um cientista de Aqua, não se conformou com a decisão e, apoiado por sua milícia, atravessou o portal para Terra, junto com seu amigo MJ. Onan, o cientista que criara o portal e descobrira a Terra, enviou Adrianna, uma de suas pupilas, logo em seguida, para impedir Kerligan. O homem logo fez fortuna aqui, usando de seu conhecimento para recriar as tecnologias de Aqua na Terra. Com dinheiro e conhecimento superior, Adrianna sabia que seria apenas uma questão de tempo para que Kerligan realizasse por completo seu plano de dominar a Terra. Ciente de que não poderia combatê-lo sozinha e que deveria aproveitar o fato de que ele não fazia ideia de que ela atravessara o portal, a mulher procurara por todo o mundo alguém compatível com Alpha11, um soro com nano robôs capazes de melhorar o corpo humano em diversos sentidos. Foi assim que ela encontrara Bruno, o único na Terra compatível com o soro.

“Nada poderia ser mais correto, mais justo, mais perfeito que os dois juntos, para sempre.” (Pág. 197)

Após o susto inicial, Bruno acaba acreditando na história de Adrianna e se compromete a ajudá-la. Ele se afasta dos amigos e até mesmo da mãe e, em um ano, se transforma em um homem mais forte, rápido, inteligente e rico do que jamais sonhou. Com o parceiro pronto para enfrentar Kerligan, Adrianna começa a colocar em prática seu plano de atrapalhar todo o sucesso do inimigo. Mas, para isso, ela precisará não só de Bruno, mas de seus amigos. Com o objetivo de liderar projetos milionários de produtos e tecnologias que irão melhorar a vida na Terra, os amigos de Bruno aceitam trabalhar para ele, sem saber que estão participando de uma verdadeira guerra. Com os conhecimentos de Adrianna, os projetos vão aos poucos mostrando resultados, mas Kerligan não parece realmente perceber que está sendo afetado, na realidade, ele continua muito bem sucedido. Mas tanto Adrianna quanto Bruno estão dispostos a ir até o final, mesmo que isso lhes custe sua felicidade ou mesmo sua vida.

“Iniciada a primeira fase, já não podia mais se dar ao luxo de reduzir o ritmo, o tempo se tornara seu inimigo.” (Pág. 32)

Ficção científica, ação e romance recheiam as páginas de “As Duas Faces do Destino” em medidas perfeitas. Misturando real e imaginário, o autor construiu uma história de ficção que se baseia na verdade; a verossimilhança com o real deixa a trama e personagens cativantes, mas a parte ficcional deixa o todo mais emocionante e divertido de ler. A maioria tecnologias descritas no livro já são realidade ou possibilidade na Terra, o que reforça a sensação geral de que “As Duas Faces do Destino” poderia muito bem ser um relato real. Ou um bom filme de ficção científica.

A narrativa do autor é bem construída e objetiva. Ela se desenvolve com naturalidade e agilidade, é perceptível que Almeida sabia para onde estava indo. A trama, além de bem conduzida, é bem amarrada, os pequenos detalhes se encaixam perfeitamente, mas não de forma forçada e sim natural. Gostei da forma como a história se desenvolveu, a trama principal intimamente ligada com as pequenas tramas, mas sempre deixando espaço para essas se desenvolverem. O final foi perfeito, além de encerrar a história de forma apropriada, ele não deixou nenhuma ponta solta, pelo contrário, serviu para que entendêssemos todos os detalhes inacabados do livro, inclusive o título (que além de ter muito sentido dentro da história, é poético e intrigante). Apesar de sentir que todos os acontecimentos foram necessários, que a história foi desenvolvida da maneira correta e que absolutamente nada deveria ser tirado, não posso negar que o livro ficou longo e um pouco cansativo, o que não chega a ser um ponto negativo. Um ponto super positivo de “As Duas Faces do Destino”, é que além de ter personagens brasileiros, grande parte da história se passa em terras verdes e amarelas, o que não deixa de agregar um pouco da nossa cultura a história, algo que acho importante. Não que os escritores não possam escrever sobre outras culturas e lugares, mas as histórias que contém um pouco do lugar de ondes eles vem sempre tem um sabor especial, um carinho perceptível com sua nacionalidade, com o livro e com a arte de escrever.

Os personagens também foram bem definidos e criados, cada um com sua personalidade própria e papel na trama. Alguns se corrompem, outros mentem e até mesmo matam, mas eles também se arrependem, perdoam, aprendem com o erro e se sacrificam por aquilo que acreditam e por quem amam. Todos são bem humanos e, assim, bem cativantes e convincentes. Gostei bastante de Bruno e Adrianna, ambos são objetivos, focados e corajosos, eles não recuam diante as dificuldades e continuam sempre em frente, resolvendo os problemas assim que estes aparecem. Por outro lado, os dois são também sensíveis, se preocupam com quem amam. Kerligan e MJ também me chamaram bastante atenção, mas não por serem apenas os vilões, afinal, eles não são apenas isso. Kerligan me surpreendeu ao mostrar que também amava e que se importava com as pessoas, que queria o bem delas e de seu planeta. Já MJ me surpreendeu com sua fidelidade a seus propósitos e sua missão. Entretanto, não se pode negar que os dois foram responsáveis por atos terríveis em nome de sua causa, que, no fundo, não era ruim ou egoísta, o que nos faz refletir se os fins justificam os meios.

“As Duas Faces do Destino” também traz outras reflexões. Kerligan veio para cá porque seu planeta estava a beira da extinção, o que nos faz pensar que a nossa Terra também não está em bons lençóis. Ainda possuímos muitos recursos naturais, mas esses estão rapidamente se esgotando e a situação se agrava com a poluição e superpopulação que causamos. Algo que me intrigou é que Aqua pensou duas vezes e acabou decidindo por não tomar a Terra, o que não fazemos por aqui. Em nome do nosso modo de vida capitalista, invadimos terras que não nos pertence e as usamos para nosso sustento e prazer, o que está muito longe de ser correto. Outro detalhe é que Aqua, mesmo com tanta tecnologia, não conseguiu evitar a morte de seu habitat e uma futura morte de sua sociedade. O que nos leva a questionar: do que adianta evoluirmos tanto no sentido tecnológico, se no meio cultural e social continuamos pobres e ignorantes?

Cumprindo seu papel de diversão, mas também de crítica à realidade, “As Duas Faces do Destino” é um excelente livro de ficção científica, gênero que ultimamente vem ganhando um lugar especial na minha estante e no meu coração. A estreia na literatura de Landulfo Almeida não poderia ter sido melhor e espero ansiosamente por mais histórias suas. Aproveito para agradecer imensamente pela oportunidade de ler “As Duas Faces do Destino”, que me lembrou outro nacional que super recomendo: “Cinco Luas” (resenha aqui), de Ronaldo Cavalcante.

Quanto a edição, não tenho nenhuma reclamação. A diagramação estava perfeita e não encontrei nenhum erro. Os capítulos juntos, assim como o tamanho e tipo de fonte e páginas amareladas ajudaram a deixar o livro um pouco menos cansativo. A capa é linda e combina perfeitamente com a história.

“Quando dois irmãos forem um só e os mundos se misturarem, um novo paraíso será formado. O fogo não encontrará a água e da magia nascerá uma nova vida para salvar o jardim.” (Pág. 431)

Autora da resenha: Ana Luiza Ferreira (La Mademoiselle)

site: http://mademoisellelovebooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Lay 05/06/2013

Logo no início do livro me deparei com um estilo de escrita que me lembrou muito uma mistura de Dan Brown e James Petterson, autores que amo o modo como escrevem.

Mas vamos a história. Bruno é um homem de aproximadamente 40 anos, que vive em Salvador. Um trader individual da Bolsa de Valores, levava uma vida sem muitas ambições, chegando até ser monótona. Para ficar mais perto da mãe após a morte do pai, o senador César Cortes Lima, Bruno convenceu a mãe a mudar-se par aum prédio ao lado do seu, dando-lhe privacidade, liberdade e ao mesmo tempo, estando perto dele, caso fosse necessário sua presença rapidamente.

Porém a vida de Bruno mudou inquestionavelmente após conhecer Adrianna, uma mulher de aproximadamente 35 anos, linda que ele conheceu em uma tarde de véspera de Natal quando corria pela orla da capital baiana.

Após alguns encontros com Adrianna, Bruno descobriu que ela tinha muito mais mistérios do que ele imaginava. Adrianna contou a Bruno que vinha de outra dimensão, de um universo paralelo ao nosso e que além disso, havia injetado em Bruno, sem seu consentimento, um soro que trouxe de seu planeta, Aqua, e que faria com que ele, assim como os habitantes de Aqua, tivesse suas condições físicas e mentais ampliadas de forma que ele poderia ajudá-la em sua missão na Terra, impedir Kerligan e seu comparsa MJ de dominar a Terra.

Claro que, não bastava só o soro, Bruno deveria treinar por um ano mais ou menos, fazendo com que o soro em seu corpo surtisse o efeito. Entretanto, esse treinamento seria intenso, não deixando espaço para outras coisas em sua vida, precisaria treinar fisicamente e mentalmente, além de conhecer mais profundamente seu inimigo.

Com a ajuda de seus amigos, Bruno constrói, ao lado de Adrianná, é claro, um fundo de investimentos e ganha cada vez mais dinheiro para rivalizar e impedir os planos de Kerligan, mas mesmo agora tendo seus amigos ao seu lado, Bruno sente-se muito solitário, e mesmo ainda magoado pela forma como Adrianna o manipulou quando se conheceram, o sentimento que nutria por ela não diminuiu, mesmo ela deixando claro que seu único objetivo na Terra era, impedir os planos de Kerligan.

Claro que não é só porque o livro trata de ficção científica e mistério que o romance ficaria de fora. O Landulfo faz essa miscelânea de forma magnífica. Nada é forçado demais, tudo vai acontecendo naturalmente.

Transações bilionárias, novas tecnologias e espionagem industrial, tudo com embasamento, nos leva a acreditar que tudo pode ser real.

Sem dúvida, espero que o Landulfo continue nos encantando com histórias desse nível e é claro que recomendo à vocês a leitura do livro, pois, a história é maravilhosa e o final é surpreendente!!!!

http://www.detudoumpouquinho.com/2013/06/resenha-as-duas-faces-do-destino.html

site: http://www.detudoumpouquinho.com/2013/06/resenha-as-duas-faces-do-destino.html
comentários(0)comente



Fabricio Zak 13/12/2013

Escritor de futuro brilhante
Quando recebi o convite do Landulfo para ler esse livro já fiquei curioso em saber se era realmente tão bom quanto parecia.
A cada página lida eu me esquecia que a obra é um produto nacional, tamanha a criatividade e facilidade com a imaginação, pois estou mais acostumado com leitura estrangeira e suas viagens malucas. Quando percebia novamente que se tratava de um autor bahiano aí é que a leitura ficava mais frenética.
Pra quem gosta de uma boa ficção recheada de imprevistos e fantasia é um prato cheio. Não li muitos livros nacionais, mas me arrisco a dizer que esse está no meu TOP 03 nacional tranquilo.
Intrigas, espionagem, traição, amizade, amor, inteligência e ciência fazem desse livro um futuro best seller!

comentários(0)comente



Literatura 22/01/2014

Ficção e espionagem interdimensional
Quando As duas faces de um destino (Novos Talentos, 486 páginas) chegou às minhas mãos, autografado por Landulfo Almeida teve uma frase em sua dedicatória que me chamou a atenção:
... Que estas páginas lhe proporcionem emoções, reflexões e divertimento...

E sou obrigado, antes de falar qualquer coisa sobre o livro, que as previsões do autor foram corretas. Durante o decorrer das páginas, me surpreendi e viajei na escrita de Landulfo. Do lado de Bruno, o personagem principal, que tem uma situação de vida estabilizada, mas se sente vazio pois não tem quem a ame, me apaixonei por Adrianna, a misteriosa mulher que pede a sua ajuda e tentei não achar que estava louco quando vi a verdade sobre a moça. Por um momento, achei que ia ser mais uma trama sobre um coração partido, mas eis que surge a primeira reviravolta de muitas da obra. Anna conta a Bruno - e ao leitor - uma trama de ficção científica fantástica, que muitos poderiam não acreditar.

Veja resenha completa no site:

site: http://www.literaturadecabeca.com.br/2014/01/resenha-as-duas-faces-do-destino-ficcao.html
comentários(0)comente



Lelê 11/04/2013

Resenha:
Pense no Dan Brown narrando o seriado Fringe. Pensou? Então, esse é o Landulfo Almeida e seu livro "As Duas Faces do Destino".



Neste livro vamos conhecer Bruno, um homem comum, que vive de investimentos na Bolsa de Valores, tinha uma vida tranquila e até pacata, e se achava um bon-vivant.
Até surgir Adrianna na sua vida, uma mulher extremamente linda, sedutora e que mudou a vida de Bruno completamente.


"Acha que uma teoria genérica não provada,
defendida por alguns físicos, cuja complexidade
eu nem de longe sonho em entender , é
evidência dessa bobagem que despejou sobre
mim? Meu Deus! Você realmente acredita
que sou um imbecil."
Pag. 77


Logo no começo do livro é revelada a verdadeira origem de Adrianna, e isso é incrível. Um mundo fantástico é colocado de forma intrigante.

Somos apresentados a um mundo paralelo, um planeta novo, extraterrestres que conhecem a cura para as doenças das quais não tem cura, como o câncer por exemplo.

E isso faz com que Bruno e Adrianna juntem suas forças para trazer essa sabedoria para a Terra. Com o conhecimento médico de Adrianna e a inteligencia e disponibilidade de Bruno, eles se unem por um bem maior. E eu torcendo por um romance lindo, rs. Mas isso fica pra depois...


"Primeiro a longevidade: não há tanta pressa
quando se tem uma expectativa de vida de
mais de duzentos anos."
Pag. 264


Outros personagens são logo acrescentados na história, os amigos de Bruno também entram nessa pesquisa com a função de ajudar a desenvolver, distribuir e fazer com que os experimentos se tornem reais.
Mas será que Bruno podia confiar cem por cento nos seus amigos? Essa dúvida me corroeu por várias páginas.
Tem mais uma coisa que não posso deixar de dizer, a beleza com que o autor trouxe o mundo da Bolsa de Valores para leigos como eu. Sério, eu não tinha ideia de como aquela loucura funcionava, e acabei entendendo tudo.


" - Todos toparam. Não te falei? - em sua
mente uma esperança se materializava, o
infinito começava ali, naquele momento."
Pag. 168


Tem livro que eu leio e acho que poderia virar filme. Mas esse eu acho que poderia muito bem virar uma novela.
Pois são tantos personagens, tantas reviravoltas, tanta coisa acontece que um filme seria pouco.


"No fundo não conseguia formar uma
opinião, contudo estava diante de
um bilionário, cuja fortuna foi construída
em pouco mais de um ano, e de um amigo."
Pag. 166


O autor se pega muito em detalhes, mas achei bacana isso para montar uma boa imagem de tudo. Também tem muitos diálogos, todas as páginas tem conversa. O único pecado do autor foi ser formal demais em alguns desses diálogos e não ter passado a intimidade que Bruno tinha com seu amigo Natan, e Bruno com Adrianna. Mas isso não torna a obra ruim, foi só uma observação minha.


"Por hipótese, para cada ação no nosso
universo, ações diferentes poderiam ser
tomadas em mundos paralelos, gerando
infinitas probabilidades de planetas
compatíveis com a vida humana."
Pag. 81


Este livro é muito nerd. E eu amo isso!!

Preciso ainda destacar o final do livro. Gente, nem se eu lesse tudo de novo não imaginaria o final que o autor deu para os personagens. Incrível, fiquei de boca aberta, passada mesmo. Muito bom, e foi um final digno.Arrematado com maestria. É claro que não vou contar, ms se você ler vai entender o que estou falando.

Gostei muito! É o primeiro livro do autor. E eu deixo a pergunta: O que te fez demorar tanto para começar a escrever?

Faltava isso na literatura brasileira, sair da mesmice e entrar neste mundo fantástico onde não basta ter extraterrestres, tudo tem o seu porquê. Explicações concretas que faz pensar melhor no planeta.

Se deixar vou ficar aqui divagando...

Enfim, recomendo muito!!
comentários(0)comente



patyalgayer 24/06/2014

Sempre existem, no meio literário, pessoas com preconceito contra obras nacionais. De texto mal escrito a falta de criatividade, as desculpas são muitas para evitarem ler livros de nossos conterrâneos... O engraçado é que, cada vez que leio uma obra de autor brazuca, essas pessoas me vem à cabeça: como eu queria que elas lessem os mesmos livros que eu, para perderem este preconceito bobo! Um bom exemplo disso é o livro As Duas Faces do Destino, de Landulfo Almeida... Com uma trama incrível e de extrema criatividade, esta obra com certeza faria esses leitores pensarem duas vezes antes de criticar um livro nacional!

Bruno leva uma vida confortável, porém, infrutífera: não raras vezes imagina-se preso em uma rotina, sem estar realmente fazendo algo que valha a pena... quando conhece a bela e misteriosa Adrianna, porém, tudo muda: ela o convence a tomar parte de sua luta contra Kerligan Amnael, um homem brilhante, porém perigoso, capaz de tudo para conseguir o que deseja, nem que para isso possa prejudicar toda a humanidade. Um pouco cético sobre a história contada pela bela mulher, Bruno mesmo assim arrisca-se em um jogo de "gato e rato" contra Kerligan e seu assecla, MJ, travado no mundo dos negócios bilionários, descobertas médicas e científicas e tecnologias de última geração... contando apenas com a ajuda da própria Adrianna, e de seus amigos mais fiéis, Bruno fará o que for possível para deter o avanço dos planos de seu rival; mas será que todo o seu esforço será suficiente para pará-lo, afinal?

A história de As Duas Faces do Destino é uma mistura de romance, ficção científica e ação, entremeada com o mundo dos negócios, bolsa de valores, ações, avanço nas Ciências e medicina... ou seja, é uma trama bem densa, muito bem bolada e absolutamente criativa! Claro que, com tantos assuntos nem tão simples assim, o leitor precisa dedicar toda a sua atenção à absorção da história como um todo; porém, caso você se aventure e entre de cabeça nessa leitura, verá que qualquer esforço adicional vale a pena! Eu, pelo menos, achei a experiência de leitura deste livro muito gratificante; além de aprender muito sobre vários assuntos legais, ainda me envolvi bastante com a história de Bruno, Adrianna e seus amigos, vibrando com cada reviravolta (e elas são muitas!) e aproveitando demais as quase 500 páginas da obra! Apesar de ter demorado um tempo pra ler tudo (cerca de 15 dias), posso dizer que valeu cada segundo de meu tempo... muito bom, de verdade!

Os personagens criados por Landulfo são extremamente reais, com suas personalidades bem definidas, seus defeitos e virtudes; da misteriosa Adrianna (que, no decorrer da história, passa a ser um livro aberto para nós, leitores) ao persistente Bruno, passando pelo fiel Natan, a animada Rachel, os amigos Max, Cris, Wagner e Marco, e culminando na incógnita que se apresenta em MJ e Kerligan, todos os personagens são muito bem construídos, acrescentando ainda mais à trama! Adiciona-se a isso as constantes reviravoltas e o mistério (até o fim do livro, as reviravoltas são tantas que você se pega desconfiando de todo o mundo, até do próprio protagonista! :P ), que permeia cada página do livro, e temos uma história imperdível... livro absolutamente recomendado, vale a pena ler! Só não dou 5 estrelas pela densidade da trama, que pode sobrecarregar o leitor, em algumas (poucas) passagens... no mais, é uma obra fantástica, de dar orgulho aos leitores brasileiros! Prepare-se para mergulhar em uma história incrível, que vai mexer com sua imaginação... leia As Duas Faces do Destino, e aproveite tudo o que a narrativa de Landulfo Almeida tem a lhe oferecer!

site: http://www.magicaliteraria.com/2014/06/resenha-as-duas-faces-do-destino-de.html
comentários(0)comente



Dani_LJI 31/03/2014

Resenha As duas faces do destino
Oi amigos tudo bem, esse livro foi um belo desafio para mim, Ficção Cientifica é um gênero bem complexo quando assunto é livros pois neles pode abranger muito mais detalhes do que um filme teria, pois é necessário um resumo mais consciente para todos. O livro pode ser mais explorado e detalhado, porém o que dificultou a leitura foi exatamente o excesso de termo técnicos usado pelo autor.
Pela formação dele não me surpreende tanto conhecimento, pois meu marido também é formado em Engenharia Elétrica, e justifica á linguagem do livro.

A história é sobre um planeta que se chama Aqua, que está rumo a extinção e precisa urgente de uma solução para que o povo desse mundo não pereça. Adriana é a peça chave para esta mudança, ela deixa seu mundo e vem para Terra em busca de um ser humano que possa ser compatível ao propósitos dela tanto na forma física e mental.

Kerligan é uma ameaça inteligente que tem seus planos obscuros para invadir a Terra de forma a usar a conquista e inteligência ao invés da força, e que Adriana terá que desarmar, mas para isso ela precisa de alguém para ajudá-la. Depois de investigar minunciosamente a vida de Bruno ela enfim encontra a compatibilidade para essa missão, com a experiência de Bruno para com a bolsa de valores e outros setores fisiológicos, Adriana o recruta para realizar um bem maior, salvar não somente um planeta e sim dois!

Bruno com sua vida já feita, 40 anos e contando com a tranquilidade da herança deixada pelo seu pai, ele vivia a vida um dia após o outro. Sua mãe estava sempre presente já tinha idade e certas limitações, então ele dedicava-se sempre a ela, o fato de ainda estar sozinho e não ter constituído uma família o tornou uma pessoa "solitária"e alvo fácil para os planos de Adriana, e sem exitar ela injeta um soro misterioso que transforma a vida dele para sempre.

Depois de entrar em sua vida e ganhar sua confiança, Adriana abre o jogo para ele, e tenta de todas as maneiras não perde-lo, mas no lugar de toda a frustração de ser manipulado e enganado, da lugar a curiosidade em saber mais detalhes de toda essa história. Depois de um tempo afastados dos amigos, ele retorna completamente diferente, bilionário e com um objetivo fora do comum, ele precisa que seus amigos confiem neles para ajudar Adriana nesse propósito, planos altamente sustentáveis na Biomedicina para a humanidade.


Nas primeiras 100 páginas do livro fiquei igual ao um peixe fora d'água, precisei reler várias vezes algumas páginas para tentar absorver o pensamento do autor, o clima criado por ele é incrível, foi a primeira vez que leio um livro onde o envolvimento com extraterrestre se fez interessante e dinâmico, depois a leitura vai permitindo a você mais envolvimento e ação, e isso foi um conjunto bem definido e pelos personagens bem inseridos na trama.

Mas confesso a você Landulfo que desafio... Para um leitor assíduo como eu fiquei mais de uma semana para concluir essa raciocínio desculpe pela palavra "Nerd", mas o livro me conquistou, conversei com amigos para tirar dúvidas relevante a minha dificuldade, e todos me falaram a mesma coisa, a leitura melhora no decorrer do livro, e confesso que melhorou mesmo, tirando assim a minha cisma inicial.
Para reforçar eu recomendo a leitura, para os amantes desse gênero, será ótimo, e para uma pessoa como eu foi uma descoberta!

Dica preparem o dicionario ao ler esse livro, várias palavras encontradas nessa leitura foi um aprendizado!

site: http://livrosajaneladaimaginacao.blogspot.com.br/2014/03/resenha-as-duas-faces-do-destinho.html
comentários(0)comente



Way to Happines 11/03/2014

[Resenha] As duas faces do destino - Landulfo Almeida (por Lígia Colares)
Bruno é um homem maduro, que já tomou decisões difíceis na vida, mas ainda assim não se vê um futuro promissor. Em um dos piores dias do ano para ele, decide ir correr e por conta de um desmaio, acaba conhecendo uma linda mulher. Inteligente, enigmática, linda, Bruno talvez tenha, afinal, um pouco de sorte! Sua vontade de investir naquela linda mulher era tanta, que nem um leve problema de saúde o impede de comparecer ao restaurante, afinal, quando teria outra oportunidade de jantar com uma mulher como Adrianna?

Tive um leve bate-papo com Landulfo em um grupo do facebook, e logo em seguida surgiu a proposta de ler o livro. Quando chegou em casa, ja fiquei exultante, o livro é relativamente grande, e as fotos não fazem jus à linda capa! Comecei a leitura muito empolgada, e Landulfo fez valer a empolgação!

Cada capitulo inicial tem uma pequena introdução sobre a teoria das cordas (um vídeo explicando aqui), e não sei se vocês lembram, sou da parte de exatas e todas essas teorias me surpreendem e me encantam, quando percebi que a ficção científica seria baseada nessa, me empolguei! Nos capítulos ele deu uma explicação para situar leitores leigos, e assim aprendemos um pouco, e começamos a entrar nesse mundo que ainda é o nosso mundo, mas com algumas surpresas a mais!

Bruno é um personagem lindo e carismático, com um senso de honra muito forte, e grande apego às verdadeiras amizades. E são os amigos que ele chama quando precisa de pessoas de confiança para ajudá-lo! Adorei isso, conquistou minha admiração e foi muito sensato da parte de Bruno. É assim que os personagens secundários são incluídos na história, e todos eles se mostram muito completos, complexos e interessantes! Todos são bem aproveitados, cada um na sua individualidade, e alcançaram as minhas expectativas até nos momentos mais difíceis!

Mas nao esqueçamos da história principal, Landulfo trabalha na discussão de bem ou mal... É fácil definir quem está certo ou quem está errado? É simples dizer quem toma atitudes pelo bem ou pelo mal? No início temos total certeza da personalidade de cada personagem, mas no decorrer da história, com o aparecimento de mais informações, começamos a ficar com uma pulga atrás da orelha... Quem afinal é Kerligan? Quais são seus objetivos? E Adrianna, será que sabe todos os fatos? Ao final, somos surpreendidos mais de uma vez, enquanto Landulfo se utiliza das informações que possui para ligar todos os pontos de sua história, sem deixar nenhuma dúvida não só de seu talento, como também que talvez aquela história seja mais crível do que imaginamos! Hahaha!

Gostei muito, a escrita é fluida e bem desenvolvida, os personagens são muito bem aproveitados, a parte científica não é utilizada em exagero e é muito bem aproveitada, fazendo com que o leitor, em poucas páginas, já fique envolvido naqueles preparos para uma possível guerra fria entre duas grandes empresas!

site: http://www.way-2happiness.com.br/2014/02/resenha-as-duas-faces-do-destino.html
comentários(0)comente



59 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4