A Herdeira do Mar

A Herdeira do Mar Ize Chi Kiohaan
Ize Chi Kiohaan




Resenhas - A Herdeira do Mar


72 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Brenda Aline 02/09/2020

Uma perda de tempo
Quando li a sinopse desse livro pela primeira vez eu sabia que era o tipo de história que eu me amarro e que sempre procuro em minhas leituras. No entanto, a história que eu tanto ansiava não rolou, ficou só na sinopse mesmo.

Odiei esse livro num grau, que nem sei explicar, mas o motivo principal foram os diálogos, sempre são eles que me fazem brochar numa leitura. Muito infantis, forçados, nada divertidos ou descontraídos, chegava a dar vergonha. Como eu disse, todo aquele negócio lá mitológico fica só na sinopse mesmo, então se você, assim como eu, veio atrás da aventura, fantasia, mitologia, dê meia volta e pegue outro livro, porque nesse aqui não vai rolar nada disso. A intenção até que era boa, o universo criado poderia ser ricamente trabalhado mais afundo e ficaria show, mas a autora perdeu muito tempo no relacionamento da Cordélia com o Morgan. A GENTE ENTENDEU QUE ELES SE AMAM, não precisava passar o livro todo esfregando isso na nossa cara. O foco é tanto no relacionamento que a gente até esquece que é/era uma história de sereia.

No fim até que fica (posso me atrever um pouco) melhorziiiiiiinho, mas pra mim já deu. E quando eu digo no fim, é bem no fim mesmo, tipo, nas três últimas páginas. Concluir essa leitura foi uma morte lenta. Nem acredito que consegui. TALVEZ eu iria gostar dessa história se tivesse lido a muito tempo atrás, mas hoje, com todas as experiências literárias que já me permitir ter, não mais.
Elisa.Gabriela 16/10/2020minha estante
Eu tô lendo ele agora e todos os diálogos dela com Morgan é uma revirada de olhos


Brenda Aline 18/10/2020minha estante
Sim, extremamente chato, beirando o insuportável.


Kora 31/03/2021minha estante
MDS eu super empolgada quando achei o livro já colocando no meu kindle pra ler . Quero mais não kkkk


Kora 31/03/2021minha estante
E assim , essa é a nova versão . A autora fala que na anterior tinha muita informação sobre as sereis e precisa tirar isso. Eu fiquei : pq ???????? Se o livro é sobre a sereia ??? ?????


Brenda Aline 31/03/2021minha estante
Kkkkkkkkkkk, exatamente!
Ela tirou tanto que a história nem parece que é de sereia, a gente até esquece.


Kora 31/03/2021minha estante
Aí já não quero, gosto quando focam no que a protagonista é , seja um ET, uma árvore até e lá surge um amor impossível por uma formiga .


Kora 31/03/2021minha estante
Mas eu vou ler , qualquer coisa grito pro Universo o perigo da leitura ruim


Kia 04/05/2022minha estante
Atualmente ela revisou o livro. Li a nova versão e amei. Tem bastante foco agora na mitologia. Fez ou outras cenas dos dois mais ela sempre corta focando somente agora na parte grega




Elisa.Gabriela 16/10/2020

Nossa esse livro me incomodou TANTO!!! Bom, a história é extremamente previsível (acho que deve ter um filme da Barbie com o mesmíssimo enredo), a personagem principal é um SACO, toda vez que ela abria a boca eu tinha vontade de abandonar o livro (o único traço da personalidade dela é ser bonita). Mesmo com VÁRIOS defeitos, li super rapidinho e realmente ficava curiosa com os próximos acontecimentos. Esse primeiro livro não se aprofundou tanto na fantasia quanto eu gostaria, mas as partes mitológicas foram os pontos altos do livro, por isso subi um pouco minhas expectativas em relação a continuação.
Viniboy 16/10/2020minha estante
Adorei sua resenha, Elisa. Graças a você, passarei longe deste livro!


Karen 29/11/2020minha estante
Senti a mesma coisa na questão da personagem principal.




spoiler visualizar
Maria.Clara 02/04/2021minha estante
Ela realmente só pensava nisso. Kkkkk


Queen Buuh 02/04/2021minha estante
E não é credo , gosto tbm mais de 10 frases uma era sobre como ela queria comer ele vivo




majuu142 10/07/2023

A Herdeira do Mar
Como você reagiria se descobrisse que é herdeira do trono dos mares?

A princípio, Cordélia Dolphin se saiu bem. É claro que descobrir de repente que se é uma sereia foi um choque, mas para quem se sentia deslocada onde quer que morasse, a revelação veio mais como uma explicação do motivo dela se sentir tão diferente. Porém, junto da revelação, veio uma tentação em forma de homem... ou melhor dizendo, na forma de um tritão.

?Morgan é o guardião da princesa de seu povo, designado para protegê-la desde seu nascimento, mesmo quando ela sequer tinha conhecimento de sua existência. Em sua função, deveria agir com seriedade e zelo, enquanto a ensinava os conhecimentos que seriam necessários em seu futuro.

Mas se manter alheio à Cordélia parecia uma tarefa impossível... Especialmente considerando que a garota não conseguia tirar as mãos dele ? não que sequer pensasse em impedi-la.

Entre mitos e tradições, acompanhe a história de Cordélia e Morgan pelos mares da Austrália neste primeiro livro eletrizante, voltado aos leitores e leitoras apaixonados por fantasia, mas que não dispensam um romance
Kamilly234 17/07/2023minha estante
Acho que vou por causa disso


Kamilly234 17/07/2023minha estante
Obrigada!! Tava querendo ler esse livro há um tempinho




A Raposa Literária 08/11/2020

Fantasia PERFEITA!
Quero deixar claro que é a minha opinião sobre o livro, você ter gostado ou não é a opinião de cada um e eu respeito a sua assim como você deve respeitar a minha.
Gostei muito do fato da autora ter inserido mitologia grega de uma forma a agregar valor e imersão no livro.
A personagem Cordélia de início me deixou com um pouco de vergonha alheia, mas ela é uma ótima personagem principal, eu gostei bastante da evolução de algumas partes dela na história como um todo.
Os acontecimentos são atordoantes e te fazem querer ler mais, mais e mais, sempre. O que deixa a ansiedade por saber o que vai acontecer ainda maior.
Morgan é aquele personagrm por quem você se apaixona fácil, com certeza é um dos meus preferidos. Ele é altruista, carismático, o que nos deixa ainda mais apaixonadas por ele na leitura.
O foco do livro é o romance, deixando a evolução de Cordélia em segundo plano, mas o romance deixa tudo muito mais interessante, com certeza, ainda mais por ter aquele quê de fruto proíbido...
Ronaldo Pereira 08/11/2020minha estante
Não conhecia... Boa análise, parece realmente bom!




IsabellaFernands 03/08/2022

Esperava mais, mas uma criança de 12/13 anos provavelmente vai gostar muito
Ao meu ver, a forma com que é escrita e os diálogos escritos ao longo do livro me parecem mais uma fanfic escrita por uma pré adolescente do que de fato escrito por alguém adulto...
Se fosse uma fanfic seria 10/10, mas como é um livro, dou no máximo 3 estrelas, levando em consideração que o público infanto-juvenil provavelmente vai gostar dele e que talvez não seja um livro com público alvo na minha faixa etária.
A proposta é ótima, eu realmente gostei muito dela, a sinopse é incrível e fiquei super entusiasmada para ler. Mas até o meio do livro, anda acontece... Literalmente, depois de 2/3 do livro é quando as coisas de fato começam a serem desenvolvidas.
Muitas páginas (e tempo) foi gasto totalmente atoa para relatar o relacionamento da personagem principal com o par romântico dela (relação que inclusive começou rápido demais e sequer houve desenvolvimento para que ela de fato se iniciasse... bem sem sentido, a não ser que futuramente haja alguma explicação mágica para explicar isso) e os fatos importantes da história foi totalmente ignorado até praticamente o final do livro.
Esperava mais choque também da Personagem principal ao descobrir tanta coisa ao mesmo tempo. Mesmo com aquela coisa de "sempre me senti vazia e finalmente me sinto completa assim, como se tudo se encaixasse e etc etc etc", ainda sim, achei que ela definitivamente se portou mais como uma criança de 13 anos descobrindo uma brincadeira nova do que como uma jovem de 18 anos.
Como disse no início, realmente parece que foi escrito por uma criança para outras crianças. O que a personagem menos tem, é maturidade (mesmo para alguém de 18 anos, é esperado mais do que foi mostrado no livro).
Enfim, fiquei realmente incomodada com a leitura, mas continuei a ler com a esperança de haver algum momento em que a história de fato começaria a andar. E começou a andar, mas só no final do livro. Pelo menos umas 150 páginas poderiam ser retiradas do livro e não faria diferença nenhuma no enredo, e poderiam ser substituídas por coisas realmente relevantes.
Espero que haja um próximo, pois a história tem muito potencial, mas que no próximo as coisas de fato aconteçam e não sejam tão infantis assim.
Henrique.Simoura 20/08/2022minha estante
Concordo com você, parece uma fanfic. Pelo menos não é tão ruim quanto os livros da E. L. James.




luizadcostal 19/10/2021

nhe
confesso que li esse livro porque eu achei a capa extremamente bonita

ao longo da leitura fui percebendo que esse ?mundo de sereias? não é pra mim, acho que esse foi um dos principais motivos de eu não ter gostado do livro
Natalie.Biancovill 19/10/2021minha estante
Eu amo esse universo de sereia mas acabei que não curti muito esse livro também. Fiquei com a sensação que nada realmente acontece?




neo 25/08/2015

Uma cópia digital foi cedida pela autora em troca de uma resenha honesta. Obrigada!

A Herdeira do Mar é um livro interessante, mas que não me cativou por um motivo: o romance. Mas falemos sobre as coisas que eu achei serem boas primeiro.

A escrita da autora é um dos pontos fortes do livro. Ela não é muito leve e nem é daquelas arrastadas, ficando em um confortável meio-termo que não cansa e não é rasa. Apesar de eu ter achado o ritmo do livro um pouco lento (principalmente no meio), a escrita consegue ser ágil e é muito eficiente em trazer os personagens e os lugares mostrados durante a história à vida.

Falando em história, a mitologia envolvendo o povo do mar me agradou bastante. Confesso que sereias/tritões não são exatamente minhas criaturas mitológicas preferidas - o que pode ser até por falta de oportunidade, já que raramente leio livros em que eles sejam personagens importantes -, mas aqui em A Herdeira do Mar eu os achei interessantes e bem construídos. A ideia da sociedade do povo do mar ser super perfeita e pacífica me incomodou um pouco, porém, já que pra mim isso torna as sereias/tritões "divinos" demais e, portanto, difíceis de se simpatizar.

O que fez com que eu não caísse de amores por esse livro foi o romance, como disse lá em cima. Gostei do resto inteiro, mas como o romance é um elemento muito importante para a história - o mais importante, eu diria - meu nível de satisfação acabou não ficando muito alto. E aqui reconheço, claro, que meu gosto pessoal influenciou muito nisso. Não sou a pessoa mais romântica do universo, como vocês sabem, e (acredito) por isso poucos romances chegam a me agradar de verdade. A maioria passa por mim batida, mas confesso que o de A Herdeira do Mar me irritou mais do que me deixou impassível.

Meu problema começou já no início, quando o casal - Cordélia, a protagonista, e Morgan, seu guardião - "se conhece", e aqui as aspas são necessárias porque, bem, Morgan, sendo o guardião de Cordélia, a vem protegendo desde que ela era um bebê (ele é seis anos mais velho que ela, e sim, ele a protege desde que tinha seis anos mesmo) apesar de Cordélia nem saber da sua existência. Cordélia quase é atropelada por ter se distraído ao vê-lo e após esse rápido encontro passa a não conseguir tirá-lo de sua cabeça. Romances assim são exatamente o tipo de romance que não servem pra mim mesmo. Quero dizer, é normal você ver uma pessoa linda/bonita/estonteante e ficar com ela na cabeça por um tempo após ter um encontro rápido com ela, mas semanas? Não cola comigo. Não há lógica nenhuma por trás disso, nenhuma explicação além de os dois serem o casal principal da série e obviamente precisamos que eles se apaixonem (e sim, aqui é meu lado aquariano falando). Mesmo sendo romance e coisa e tal, lógica pra mim ainda é indispensável.

A partir daí as coisas se desenvolveram mais ou menos como eu temia. Apesar de haver sim um desenvolvimento no relacionamento entre Morgan e Cordélia, é a atração física entre os dois que realmente se faz presente. A atração emocional aparece do nada (pra mim) depois, já extremamente forte. E quando digo extremamente forte estou falando sério; a coisa é tão drástica que ficar alguns dias longe de Morgan faz Cordélia quase entrar em parafuso, com direito a declarações de que não poderia, de jeito nenhum, viver sem ele/que a vida não tem mais sentido sem ele e coisas do tipo, o que são um grande nope pra mim. Gosto de casais que sim, se amam, mas que não são estupidamente dependentes um do outro para viver, já que não considero isso algo muito saudável ou normal. Ou romântico, para falar a verdade.

Junte isso ao fato de que Cordélia não se importa, por motivos desconhecidos, com o fato de que Morgan passa boa parte do tempo a seguindo de um lado para o outro sem ser visto (isso antes de ela saber que ele é seu guardião) com ele já estar apaixonado por ela quando ela tinha 14 anos e ele 20 (Cordélia até brinca que isso deveria ser considerado pedofilia, mas né, isso é pedofilia) e puf, romance que não foi feito pra mim. Sério mesmo.

Isso não quer dizer, é claro, que o romance é ruim ou coisa do tipo... Mas não funcionou pra mim, infelizmente. Tirando isso achei o livro muito legal (SPOILER! mas eu bem que queria que a Cordélia tivesse ido pro mar ainda no livro 1 ao invés de ter deixado isso pros próximos volumes, apesar de eu entender o porquê de isso ter sido feito FIM DO SPOILER!), então, né, fica 2.5 estrelas, quase 3.

site: chimeriane.blogspot.com.br
GSK Kitsune 15/11/2017minha estante
Gostei de seu comentário sincero. Lamento o romance não ter funcionado para você. Mas acho que ainda tem coisa em obras futuras, que talvez deixem mais claro o que para você pareceu ser algo "do nada".




Taiane. 14/11/2019

Divertido e bem escrito
Meu primeiro livro que envolvem sereia e tritões, eu adorei esse livros, apesar de ser um romance de estreia é muito bom, escrita leve,divertida; me prendeu do começo ou fim. Mais um crush pra lista, pq se vc ler esse livro e não amar o Morgan, vc leu errado!
Aisha Luchiari 15/11/2019minha estante
Aaah agora se tornou oficialmente um desejado




Dudaaa 03/08/2020

Pelo amor de Deus a gente já sabe que a menina é bonita!
O livro é razoavelmente bom e tudo, mas 2 coisas me encomondaram. A primeira é a escrita, que é boa, mas não combina muito com o estilo do livro, somada com a repetição de pronomes -"a garota"- deixa a leitura um pouco desgastante. A outra coisa é a autora que descreve o tempo todo como a menina é bonita, pelo amor de Deus eu já entendi nas primeiras 100 vezes que ela disse, não precisa ficar repetindo o tempo todo como ela é maravilhosa, não aguentava mais, acho que metade do livro é só a autora falando sobre o charme da protagonista.

Desculpe se fui rude. Paz?
eduardaportos 29/08/2021minha estante
E a outra metade é falando sobre o quanto ela queria beijar o Morgan?




Karina 04/08/2013

A Herdeira do Mar - Ize Chi Kiohaan
A Herdeira do Mar, uma obra escrita pela Brasileira Ize Chi Kiohaan, tem tudo para ser um sucesso, não só aqui no Brasil, mas quem sabe mundialmente.
Obra escrita com detalhes incríveis, e um lugar paradisíaco. O oceano Australiano.
Nos mesmos padrões de obras internacionais e renomadas, A Herdeira do Mar é o primeiro volume de uma trilogia, que a autora pretende escrever e que irá prendê-lo do começo ao fim.
Cordélia Dolphin era uma garota normal. Frequentava a escola, sonhava em ganhar um carro, e era muito amiga de seu pai.
Porém ela não era uma garota comum, sua beleza era surreal, e a maneira com que ela lidava com os homens a sua volta, era mais que sensual. Mas ela ainda tinha seus medos e preocupações como todas as garotas. E para piorar, sua mãe havia falecido, e ela nunca conseguia ter uma “melhor amiga” já que estava sempre se mudando, por conta do trabalho de seu pai.
Mas agora ele foi chamado para ser CEO da empresa, em North Bondi, New South Wales, Austrália.
Prestes a completar seus dezoito anos de idade, ela ficou mais do que feliz e maravilhada de poder finalmente se estabilizar em um lugar. Agora ela poderia ter amigos, e até mesmo um namorado, sem ter medo de se envolver, por conta das despedidas.
Sua nova vida começa agora.
Cordélia é matriculada no colégio Reddam House, onde a garota conhece Nathalie, Dylan e Josh. Pessoas que serão seus amigos, e que ela guardará eternamente em seu coração.
Agora tudo estava perfeito em sua vida, seus amigos eram maravilhosos, estava namorando Josh que além de lindo era carinhoso e muito atencioso com ela. E finalmente não estava com medo de se mudar novamente, fora que estava morando em um paraíso. Mesmo ela tendo medo do mar, por traumas passados, o local era maravilhoso.
Mas tudo muda, quando ela encontra um rapaz misterioso. Morgan, ele conseguirá invadir todos os pensamentos de Cordélia.
Ela a princípio não consegue entender aquela atração, e nem acha certo, já que esta namorando com Josh.
Mas Morgan a salvou de um atropelamento, e ele era mais que lindo aos olhos dela. Parecia que ele estava... A esperando.
Os dias passam normalmente, mas ela não consegue tirar o rapaz de sua mente, não consegue esquecê-lo, e deseja mais que tudo reencontrá-lo.
E novamente, quando ela esta em perigo é ele quem vem a seu socorro. Mas o que deixa Cordélia mais assustada, é que seu pai conhece Morgan, e que agora prestes há completar dezoito anos, ela irá descobrir quem realmente é.
Cordélia Dolphin é uma sereia, e é herdeira do trono. Ela é uma princesa.
Morgan é seu guardião, desde que a garota nasceu ele a protege.
Como princesa herdeira, a garota precisa assumir o que é seu por direito, e entrar em uma guerra, que já dura dezoito anos. Guerra essa que apenas ela pode vencer, Cordélia é a única que pode livrar seu povo das garras de Zózimo.
Zózimo queria ser o Rei, mas o avô de Cordélia que conquistou o trono, por ser o irmão mais velho. Porém o tio-avô da garota nunca conseguiu engolir tal feito, e decidiu se vingar. Ele iria ter o reinado para ele, por bem ou por mal.
A Princesa Corália então seria a sucessora, mas ela foi cruelmente assassinada juntamente com todos os representantes da família real, mas antes ela conseguiu engravidar de Henri, um humano, dar à luz a Cordélia e encantar a menina para que ela pudesse crescer em segurança ao lado pai e ter uma vida como humana, sem que a maldição de Hades atingisse a mesma. Porém Morgan sempre estava ao lado dela, mesmo que escondido, e ele foi se apaixonando por sua princesa.
Tudo estava muito confuso na cabeça dela. Cordélia era uma princesa, que tem como objetivo salvar seu povo das garras do tirano Zózimo.
Morgan, o misterioso rapaz que a salvou duas vezes, que ela saiba. Era seu guardião.
Ela como princesa deveria se casar com quem o Oráculo informasse o que era uma tradição do reino do mar.
Portanto... Ela iria ter que abandonar seu pai. Seus amigos, sua vida como humana.
Como isso seria possível?
Morgan explica tudo o que ela deseja saber. Ela tem um tempo para treinar antes de assumir as suas responsabilidades. Cordélia tem até a sua formatura, para estar pronta. Dizer adeus a seus amigos e ir para o mar em busca de justiça.
Ela irá conseguir?
A garota é muito curiosa, ela sempre tem perguntas em mente. Morgan sempre responde da melhor maneira possível, e sempre com muita paciência, a sentimento de ambos vai florescendo de uma maneira absurda. Cordélia não se imagina em outro lugar que não os braços de seu guardião e verdadeiro amor.
Agora que ela já completou seus dezoito anos e o encantamento foi quebrado, ela esta correndo risco de vida. Ela possui objetos que Zózimo deseja, e a maldição de Hades não dará um minuto de descanso a ela.
A garota passa agora horas treinando com seu guardião, tentando identificar seus poderes e trabalhando para que tenha força total quando for para as profundezas do oceano. Ela descobre que pode ser comunicar com os animais e plantas e que é mais parecida com sua mãe, do que imaginava.
Cordélia consegue conhecer sua mãe, e sua família do mar, através das lembranças de Morgan, é uma forma que tritões e sereias têm para se comunicar, e ela fica maravilhada, e emocionada em descobrir com sua mãe era.
Mas em todo esse turbilhão de acontecimentos, ela vai se apaixonando cada vez mais por seu guardião, e ele por ela.
Um amor proibido, um amor que não pode ter futuro. Mas Morgan é apaixonado por ela há tanto tempo, ele deseja tê-la em seus braços mais que tudo.
Como ele poderia resistir?
Não vale a pena aproveitar com ela esse momento?
Não vale a pena lutar por esse amor?
As coisas estão começando a ficar mais complicadas agora, Cordélia não tem mais tempo para esperar, ela precisa voltar ao mar e salvar seu povo.
Seus amigos, o seu pai também estão correndo perigo. Eles sabem muito, eles sabem sobre sua verdadeira origem.
No meio de tantos acontecimentos que colocaram em perigo os amigos humanos e a própria princesa e seu guardião. Ela esta preparada para enfrentar o seu povo, o seu mundo.
Cordélia conseguirá salvar seu povo das garras de Zózimo?
O que irá acontecer com seus amigos?
O que acontecerá com seu pai?
A Princesa conseguirá viver ao lado de seu guardião eternamente?
A Herdeira do Mar foi um livro cativante. Por ter sido uma brasileira a escrever, brasileira de muito talento, ela soube nos mostrar elementos e nos fazer viajar por uma terra desconhecida.
Nos mostrou os costumes das sereias e dos tritões, e conseguiu colocar em seu livro, momentos de ação impressionantes.
Nesse primeiro volume é feito menção a vários campos de batalhas, rebeldes que estão sendo treinados para combater o exercito de Zózimo. Porém não temos tanto enfoque em tais assuntos. Mas não podemos esquecer que esse foi o primeiro volume, no qual fomos apresentados a um mundo que era completamente desconhecido pela nossa protagonista Cordélia. Vamos esperar agora os outros dois volumes, e torcer para que Ize Chi Kiohaan nos surpreenda e nos arrepie com os detalhes da guerra. E nos mostre como a Princesa Cordélia conseguirá tomar o seu reinado.
Um dos pontos fortes do livro foram os detalhes, a autora conseguiu nos apresentar elementos, e lugares com uma perfeição surreal. Lendo a Herdeira do Mar, foi como se eu tivesse adquirido a cauda e as barbatanas de sereia, e estivesse conhecendo recifes de corais e as belezas incríveis do mar.
Lendas, elementos e personagens místicos, foram nos apresentado com uma leveza surpreendente. E ainda temos um vilão que vai dar o que falar.
Porque Zózimo é o que é?
Ciúmes?
Será que ele foi tratado de uma maneira diferente do irmão quando era criança?
A expectativa para o segundo livro é grande, tantas perguntas sem respostas.
Uma obra encantadora. E vamos espalhar, pois uma Brasileira talentosa quem escreveu. Vamos mostrar que aqui, em nosso país também temos qualidade. Também conseguimos fazer histórias tão bem quanto as internacionais, vamos ter orgulho do que vem da nossa Terra.
Ize, parabéns pela sua obra magnífica. Não nos torture e nos mostre logo os outros dois volumes para que possamos saber tudo sobre Cordélia, Morgan, e o povo do mar.
Obrigada pela honra, de entregar um exemplar a nós da Casa de Livro. Estaremos na torcida pelo seu sucesso, e iremos apoiá-la no que for preciso.
A Herdeira do Mar irá conquistar você.
Casa de Livro Recomenda!








Titulo: A Herdeira do Mar.
Autora: Ize Chi Kiohaan.
Ano: 2013
Páginas: 556

Boa Leitura.

Casa de Livro Blog.

Karina Belo


Cordélia se esforçava; na verdade, quando estava com Josh ao seu lado, nem mesmo precisava pensar no assunto. Conseguia se concentrar só nele, e em como ele era gentil com ela, como se tivesse medo de que ela evaporasse no ar a qualquer momento. Gostava de ser tratada assim, mas internamente, sabia que não era o suficiente. E quando estava sozinha e pensava a respeito, uma pessoa sempre vinha à sua mente: o rapaz que a salvara do atropelamento, e que nunca soube o nome.



Sentiu uma lágrima escorrer pelo olho. Nathalie estava certa, não podia fugir para sempre. Seu destino estava traçado e, mesmo quando tentava fugir, deparava-se com situações que a faziam se lembrar de quem ela era: uma princesa, a futura governante de um povo. Possuía os atributos de uma heroína: empatia, bondade e... Coragem. Olhou para Nitta, que agora a encarava assustada.
– Por que está chorando? – ela perguntou – eu te deixei triste?
Cordélia sorriu, o primeiro sorriso em dias que vinha do fundo de seu coração.
– Não. Eu estou feliz, na verdade – riu da expressão incrédula da garota – graças a você, eu posso voltar a ser quem eu sou.
– E quem você é? – ela estava novamente curiosa.
A ruiva respirou fundo, olhando para o mar antes de responder.
– Alguém que possui responsabilidades importantes demais para serem deixadas de lado.



– Mulheres podem ser espertas quando querem – Olivia comentou sabiamente – essa princesa poderia muito bem inventar uma doença para adiar o casamento, enquanto procurava outra forma de ajudar seu reino. E nesse meio tempo, poderia manter o seu amado por perto, encontrando-o por baixo dos panos – ela deu uma risada – existe algo mais emocionante do que um amor proibido?




Os dois se encaravam com um sorriso no rosto, as mãos dele ainda em sua cintura, e as dela, ao redor de seu pescoço. A ovação em volta continuava, vindo dos poucos alunos presentes. E, apesar de ambos estarem sem-graça pela cena que protagonizaram nada poderia conter a exultação de estarem juntos.
comentários(0)comente



chaany 12/09/2013

A Herdeira do Mar foi, em poucas palavras, uma grande surpresa. Primeiro porque eu nunca havia lido nenhum livro que falasse sobre sereias antes e havia um motivo para isso: simplesmente não é uma temática que me interesse.
Felizmente, em poucos dias Ize Chi conseguiu mudar minha opinião completamente e fez com que eu me apaixonasse pelo Povo do Mar. O mundo que a autora criou é indescritível, cada detalhe pensado e tudo tão bem explicado que não tem como não te convencer. Não dá aquela impressão do autor estar querendo criar coisa de mais e não saber explicar o por que de tudo, sabe? Isso não acontece com A Herdeira do Mar e até o menor dos detalhes tem um grande motivo por trás. Outro fator que me agradou bastante foi a quantidade de mitologia que existe no livro, um assunto que me encanta muito.

Cordélia, nossa personagem principal, não é aquele clichê de sempre "personagem-perfeita-que-se-acha-feia", muito pelo contrário. Ela tem defeitos e tem consciência sobre eles. Cordélia sabe que é uma garota mimada e egoísta (as vezes muito egoísta por sinal), mas apesar disso a gente se identifica e gosta muito dela, o que torna tudo muito mais real! A autora conseguiu criar uma personagem complexa, fazendo com que nos identifiquemos justamente por essa razão. Eu passei metade do livro odiando a garota, mas só pelo fato dela não corresponder o amor de Josh, o meu personagem favorito da história (eu sendo do contra como sempre). Já Morgan, o tritão que conquistou o coração de Délia, é tão complexo quanto ela por ser um garoto beem antipático, mas ainda assim de uma coragem e bravura enorme, capaz de lutar contra todo o mar para proteger a Princesa.

Sinceramente, não se trata de um livro que vai te conquistar desde o primeiro capítulo, mas sim de um que vai te conquistar mais e mais a cada página e depois eu duvido que exista alguém que não implore pela continuação. O desfecho da história fala por si só e, assim como todo o livro, não é nada previsível e absurdamente surpreendente. Acho que um dos maiores méritos do livro é como você não consegue ficar indiferente a ele. Enquanto lia me vi várias noites pensando na história, nos personagens, sofrendo junto com eles, amando e odiando alguns. Infelizmente eu sofri mais por ter me apaixonado pelo Josh e também pelo pai da Délia que são os dois personagens que mais se dão mal ao longo do livro e fiquei com muita raiva da Ize em alguns momentos, espero que ela seja mais boazinha nos próximos livros!

Nota: 3/5 (lembrando mais uma vez que 4 é a nota máxima que um livro desse gênero pode receber, pois 5 é uma nota exclusiva para os livros clássicos sui generis).

Quem quiser participar do sorteio do livro, as inscrições acabam dia 15 e você pode se inscrever clicando aqui e preenchendo o formulário no final do post. Recomendo que todos corram lá

site: www.centraldaleiturablog.blogspot.com
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ellen358 08/12/2019

Definitivamente um bom livro
Nunca tinha ouvido falar desse livro, vi que estava no kindle unlimited e achei a capa linda.
Vamos lá, primeiro quero dizer que toda a mitologia por trás foi um ponto cativante e foi o que tornou o final do livro um pouco melhor. A escrita da autora também merece destaque, bem escrita, fluiu bem.

MAS, o romance foi o que mais deixou a desejar, o livro poderia ter sido mais rápido se não tive um milhão de cenas de insegurança por parte do casal, principalmente o Morghan. Tinham lá suas cenas fofas, mas no geral achei que eles poderia ter sido desenvolvidos de outra forma, com mais fogo e menos enrolação.
Voltarei para ler o segundo livro e torcendo para que o casal principal se torne mais amável.
comentários(0)comente



72 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR