Herdeiro Da Névoa

Herdeiro Da Névoa Raquel Pagno




Resenhas - Herdeiro Da Névoa


31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Aline Rodrigues 24/03/2014

Herdeiro Da Névoa - Raquel Pagno
É sempre um mistério começar uma leitura, nunca sabemos o que vamos encontrar pelo caminho, com "Herdeiro da névoa" a surpresa foi maior.

As mentiras envolvendo a trama deixa o leitor grudado nas páginas ansiando pelo desfecho. O livro mostra claramente o resultado de escolhas aparentemente fáceis, como pessoas são corrompidas facilmente pelo dinheiro.

A índole dos personagens podem não ser das melhores, você acaba sem saber em quem confiar. A história tem um final inusitado, a consciência do protagonista é testada afinal ''Por quem você venderia sua alma?''

"O meu mundo desmoronara assim que a verdade viera à tona. Tudo o que eu conhecia se transformara inesperadamente, dando lugar a uma realidade estarrecedora com a qual eu não conseguia lidar"
______________________________________________________________
Confira a Resenha completa no meu Blog:

Relíquias
http://reliquiasaline.blogspot.com.br/


site: http://reliquiasaline.blogspot.com.br/2014/03/livro-herdeiro-da-nevoa.html
comentários(0)comente



Samantha 19/09/2013

Word in My Bag
O "Herdeiro da Névoa" é o livro de estréia de Raquel Pagno no Brasil. A autora tem três livros publicados em Portugal: "Rubi de Sangue" (2001), "Seablue" (2012) e "O Voo da Fênix" (2013).

O "Herdeiro da Névoa" traz a estória de Inácio Vaz, que vai a França para realizar seu sonho de se formar em Direito na Sorbonne. No dia da sua matrícula ele se depara com a moça mais linda que já vira na vida, Chloé, que com os seus cabelos vermelhos como o fogo e sua pele alva como a neve faz o coração de Inácio palpitar. Ele matriculou-se em Artes ao ouvir que este era o curso escolhido pela bela amada de cabelos ruivos, abrindo mão dos seus sonhos.

No seu primeiro dia de aula, ele é direcionado à turma de Direito e chamado de François Roux por todos e este é o nome que se encontra em sua carteirinha da faculdade. Atordoado, seu amigo de quarto, Sebastian, revela a estória do verdadeiro François Roux. Tentado a assumir o posto do órfão milionário Roux, Inácio vê-se perdido em meio a rixas mais antigas e poderosas que ele poderia imaginar alguma vez na vida.


Raquel Pagno brinca com a percepção do leitor como os grandes mestres da Literatura. Quem tem este livro em mãos irá se surpreender a cada passar de capítulo. A narrativa do livro é simples e bonita, o tipo de leitura rápida que te deixa com sede de mais páginas e com pena de acabar o livro. O desenrolar da estória é uma caixa de surpresa.

O "Herdeiro da Névoa" traz uma cultura que é tão viva hoje em dia, mas que ao mesmo tempo é desprezada ou vista com desdém pelos que têm outros ensinamentos. Confesso que me peguei um pouco espantada, mas depois refleti um pouco sobre preconceito religioso e cultural que as pessoas criam pelo simples fato de aquilo ser estranho.

Raquel Pagno nos faz refletir sobre as máscaras usadas até mesmo pelos mais próximos de nós, a necessidade, a necessidade do ser humano em ver-se completo e os perigos de não ter a mente aberta para o novo e julgar algo erroneamente.

site: http://www.wordinmybag.com.br/
Raquel Pagno 19/09/2013minha estante
Obrigada Samantha! ;)




Mih 05/03/2015

Confuso, porém coeso
A história de Herdeiro da névoa conta sobre Inácio, um rapaz que vai estudar em Paris e lá acaba descobrindo que teve seus documentos trocados pelos de outro com sua mesma aparência. O desenrolar do livro é muito interessante e coeso, mas como diz o título da resenha, a autora apesar de escrever muito bem às vezes se perde nas próprias informações. Não é um defeito, entretanto. Do meio pro fim a hiastória toma um desenrolar completamente diferente do que a gente espera e imagina, com trechos muito intensos. As descrições da autora são muito boas, os ambientes são bem descritos e os personagens mantém uma boa personalidade durante todo o livro. Às vezes os acontecimentos são meio "apressados", e só por isso não dei 5 estrelas ao livro. No mais, recomendo Herdeiro da névoa e pretendo ler outros trabalhos da Raquel Pagno.
comentários(0)comente



Tamires 13/12/2013

Resnha publicada no meu blog Garota Indecisa
Bom eu tive o prazer de ter a Raquel Pagno como parceira no blog este ano, já tinha ouvido falar tanto deste livro que a curiosidade era grande.

Li o livro em apenas 1 dia e meio, dou os devidos créditos à Editora Chiado, parceira do blog, pelo belo trabalho de sempre, capas amareladas, letras grande, boa diagramação e revisão impecável.
Diferente da última resenha, a leitura deste livro foi fácil, a maneira como a autora escreve é relativamente comoda, sem dificuldades, é rápida e casual, daquelas que estarmos acostumadas a ler ocasionalmente, o que facilitou muito a leitura do livro.
Bem no começo já nos prendemos a inocência do pobre Inácio Vaz, ele é um pobre coitado na minha opinião, por diversas vezes pensei que ele era digno de pena por sentir uma paixão platônica por Chloé logo no instante que a vira, chegou a ser doentio por diversas ao meu ver. Me incomodou um pouco.
Quando dei por mim, o livro estava na metade, e intrigada com que fim Inácio iria levar, uma trama bem elaborada foi desenvolvida, um mistério, é evidente que traições estão ligadas a cada uma delas, e desconfiamos o tempo todo de vários personagens.
A autora foi ótima em deixar pistas falsas, e pistas verdeiras, todas ligadas que enredam o leitor a tentar descobrir logo o que estava realmente estava acontecendo nessa estória toda, pois convenhamos, um pobre coitado em Paris se tornando rico da noite para o dia, não é algo comum... quantos mistérios aguardam, quantas tramas? Raquel deixa o suspense até o último!
No climax do livro, onde tudo começa a se desenrolar, eu não gostei do rumo que o livro tomou, acho que poderia ter sido melhor, poderia ter seguido a mesma linha do começo do livro, o livro mudou drasticamente, não foi de todo ruim, foi impactante confesso, mas não me agradou.
Recomendo este livro? Sim sem duvidas, pela bela trama e bela escrita de Raquel. Amanes de um bom suspense irão amar.
Agradecimento especial para a Raquel, pela confiança e oportunidade de ler esta bela obra.

site: http://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br/
Raquel Pagno 14/12/2013minha estante
Tamrires, obrigada pela resenha! ;)




Vitu 04/02/2014

"Por quem você venderia a sua alma?"
Inácio Vaz é um jovem pobre, mas ambicioso. Incentivado pelo pai consegue uma bolsa de estudos na renomada Universidade Sorbonne, em Paris. Até o momento que, no auditório da faculdade, conhece a bela Chloé Champoudry e se apaixona a primeira vista. Desesperado pois, numa trapalhada, colocou o curso de Artes em vez de Direito, sonho pelo qual batalhara a vida toda, Inácio se ver confuso ao descobrir que seus documentos foram trocados e agora cursa Direito, porém com o nome de Françoix Roux, um milionário que a muito tempo havia desaparecido da França.

"Dediquei-me ao máximo, queria realizar o sonho de quase todos os jovens brasileiros da minha época: estudar na França, mais precisamente na Sorbonne, símbolo máximo de status que um recém-formado poderia ter." - Página 7

Incentivado por Stephen, seu melhor amigo com quem dividia o quarto da pensão, Inácio decide assumir o nome e a herança de François Roux, não sabendo ele quanta confusão e sofrimento tal decisão poderia causar. Além de tudo isso, a mulher por quem ele se apaixonou e por algumas vezes se encontrou está "morta". Cloé Champoudry foi enterrada alguns anos atrás por conta de um incêndio.

Quando li Herdeiro da Névoa, não imaginei que tão poucas páginas poderiam causar uma leitura tão agradável e ao mesmo tempo impactante. Cercado por uma rede de mentiras, suspeitas, confusões, rituais e magia negra o livro fez com que mudasse de opinião a todo instante (chegando a achar que Inácio era um esquizofrênico) e o final realmente me surpreendeu com uma verdade nunca antes imaginada. E somente no final a primeira frase do livro (primeiro quote da resenha) faz todo o sentido.

"Por mais que eu apertasse o ferimento, não pudera estancar o sangue que ainda escorria em gotas lentas, deixando rastros por onde eu passava. Rastros que logo se desfaziam com o furor da tempestade que lavava as calçadas e as minhas esperanças." - Página 45

A diagramação do livro é muito boa, as letras são enormes e as folhas são amarelas. A capa possui uma qualidade um pouco inferior do que estamos acostumados, porém nada que tire sua beleza e a grandiosidade do conteúdo, não sendo assim motivo de se retirar Um Percy.

PS.: O livro está com um preço bem salgado na Saraiva (R$54,80) e na Cultura (R$55,10), mas a autora está vendendo em seu site o livro por R$30,00 e frete incluso.

Super Abraço, Victor Rosa ;)

site: http://encantosparalelos.blogspot.com.br/2013/12/resenha-herdeiro-da-nevoa-de-raquel.html
Raquel Pagno 02/03/2014minha estante
Victor, muito obrigada pela resenha. fiquei muito feliz em saber que você gostou. ;)
Beijos!




Iasmin 27/11/2013

Resenha: Herdeiro Da Névoa.
Um livro diferente, uma história com narração envolvente que surpreende muito, já que tudo que você espera, pensa não acontece. E nos mostra algo novo. Um livro que primeiramente parece ser tão clichê, é repleto de suspense e reviravoltas que te prende até a última página.

Somos apresentados a Inácio Vaz um rapaz humilde que começa a viver em Paris para realizar o sonho de estudar Direito e tornar-se um advogado de sucesso. E conhece a encantadora Chlóe por quem fica completamente apaixonado.

No primeiro dia de aula, Inácio descobre que seus documentos foram trocados, ele está com os documentos de François. Um milionário desaparecido a muito tempo.

Seu amigo Stephen o aconselha a assumir a nova identidade e movido pela ambição de mudar de vida, ele toma o lugar do grande herdeiro de Paris, sem nem pensar nas conseqüências que essa escolha poderá trazer.

A partir daí que surge todos os mistérios que envolvem o François, um mundo surreal repleto de mistérios, segredos e suspenses.

Super indico a leitura, o livro é simplesmente incrível e inacreditável. Agradeço muito a Raquel pela parceria e a oportunidade de ler um livro tão maravilhoso.

Qual será os mistérios que envolvem essa história? E François porque desapareceu? Qual seu passado? E Inácio será descoberto? Ele ficará sempre se passando por outra pessoa? E o amor entre ele e Chlóe, como fica? E ela saberá a verdadeira identidade dele? E você, teria coragem de assumir outra identidade, uma outra vida?



site: www.iasmincruz.com
Raquel Pagno 02/03/2014minha estante
Iasmim, muito obrigada pela resenha! :D
Beijos!


Vanda Ramos 22/06/2014minha estante
adorei quero ler




Maria - Blog Pétalas de Liberdade 17/01/2015

Surpreendentemente misterioso
Narrado em primeira pessoa, o livro conta a história de Inácio Vaz e se inicia em 1951. Inácio era um jovem de 21 anos, que estava realizando um sonho: se mudara para Paris para estudar advocacia. Porém, seus planos começaram a dar errado quando ele viu Chlóe Champoudry pela primeira vez, no dia da entrevista em que pretendia conseguir uma bolsa de estudos, ficou tão encantado que trocou o nome do curso e falou Artes, o curso no qual ela parecia estar se inscrevendo.

Quando as aulas começaram, nem o seu nome nem o de Chlóe constavam em nenhum curso. Inácio ficou desesperado, até que descobriu que seus documentos haviam sido trocados. A foto era a dele, mas o nome era de François Roux. Sem dinheiro, distante de sua terra natal, louco para reencontrar Chlóe, Inácio foi convencido por Stephen, seu colega de quarto, a assumir a identidade de François Roux.

A semelhança entre os dois era enorme, François era herdeiro de uma grande fortuna, tinha desaparecido anos atrás e era ligado de alguma forma com Chlóe. Talvez, assumindo o lugar do desaparecido, Inácio pudesse encontrar sua amada, fazer o curso que tanto queria e ter uma vida melhor. Só que as coisas não seriam nada fáceis para ele.

"Saquei o documento do bolso e observei-o com atenção. O que vi me fez passar mal, e quase desfaleci de pavor. A fotografia era minha. O nome, de outro. Não consegui pensar numa possibilidade racional para o que ocorrera. Aquilo era totalmente impossível! Eu tinha certeza de que era eu quem aparecia naquela imagem, colada ao documento de outro, mas não conseguia explicar como tal engano poderia ter ocorrido. Imaginei-me no dia da expedição do documento. Não. Eu o conferira várias vezes, e era sempre o meu nome que eu via impresso nele." (página 22)

Eu gostei muito desse livro, as minhas expectativas eram pequenas e fui surpreendida positivamente. Junto com Inácio, fiquei tentando descobrir como os documentos dele haviam sido trocados, o que teria acontecido com o verdadeiro François Roux, quais as verdadeiras intenções de Stephen e quais os segredos da bela Chlóe Champoudry. Só no final é que tudo fica esclarecido, e eu nunca imaginaria que a história seguiria por aquele caminho.

Algumas vezes, fico decepcionada quando uma trama policial/de suspense começa a seguir de repente para o lado do sobrenatural, mas em Herdeiro da Névoa os fatos foram tão bem amarrados e encaminhados que eu gostei do resultado (além de ficar com medo de algumas coisas).

Inácio Vaz foi meu personagem preferido (já que outro personagem que eu estava gostando se revelou bem diferente do esperado), compreendi suas escolhas e atitudes. Ele era muito jovem, vinha de uma vida difícil e estava completamente apaixonado, dizem que a paixão cega as pessoas. Inácio se acovardou em alguns momentos, mas foi extremamente corajoso em outros.

Gostei da escrita da autora (quero ler outros livros dela), pude me sentir envolvida pela história.

Num primeiro momento, não tinha gostado muito da capa (que é de um material liso e brilhante), mas após ter o livro em minhas mãos, até que encontrei beleza nela. Dividido em capítulos, Herdeiro da Névoa tem uma diagramação simples: margens grandes, espaçamento e fonte de bom tamanho; as páginas são bem amareladas e porosas.

Enfim, Herdeiro da Névoa é um livro que gostei e que recomendo, especialmente para quem procura uma história surpreendentemente misteriosa.

site: http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/2015/01/resenha-livro-herdeiro-da-nevoa-raquel.html
comentários(0)comente



01/08/2013

Herdeiro da Névoa
Livro muito bom.

Adorei!!!!
Raquel Pagno 16/09/2013minha estante
Valeu Fê! :D




TamiresCipriano 09/01/2015

Herdeiro da névoa
incrível história desenvolvida por uma adorável escritora.

Inácio Vaz, que vai à Paris estudar Direito na universidade de Sarbonne, acaba passando por muitas, afinal, um homem de classe mais baixa da noite para o dia ficar rico, e ter outro nome, deixaria qualquer um maluco!

Inácio Vaz acaba escolhendo artes por ficar atordoado com um anjo, a famosa Chloé Champoudry. Com toda esta reviravolta em sua vida, ele cai nos braços de Chloé e no dia seguinte, têm seus documentos trocados, sim! Agora seu nome era François Roux, um cara rico que estava desaparecido após um "acidente" em sua casa.

Inácio passa a se chamar François, tem que se esquivar do detetive que queria saber de seu sumiço, além de tudo, conta com seu amigo Sthepen que estava em Paris para estudar toda história dos Roux e acontecimentos trágicos que os envolviam (será mesmo?).

"A saudade machucava cada vez mais meu o coração e a solidão começava a apossar-se da minha alma ferida. Mesmo rodeado por centenas de pessoas, todos os dias, indagando-me sobre o que deveria ser feito a seguir, eu jamais me sentira tão sozinho[...]" Página 74.

O que temos aqui é uma história sem igual, apesar de realmente mostrar a verdadeira "face" da história somente ao final do livro, eu acompanhei porque a autora escreve de forma que te prende.

Fiquei confusa várias vezes por não saber quem era o bonzinho ou malvado da história, ao fim foi uma verdadeira reviravolta e um desfecho que jamais esperava.

A história é narrada de forma melódica, muito romântica e nada comparada ao que costumamos a ler, este foi outro fator que me prendeu.

Sobre os personagens só tenho a dizer que Inácio foi chato várias partes do livro, principalmente quando acreditava no que não era "real", ou ficava cego de amor (assim eu pensava), ou até mesmo quando agia de forma imatura, então, pode-se dizer que ele era um bom personagem? Ora, sim! Mas me deixou irritada de tão cego que era, até pelo menos, metade do livro. Só que a grande diferença é que Inácio viveu em um berço diferente do de François, o que o deixou a salvo (haha, fiquem curiosos).

Além da linda história de amor, a autora ainda nos mostra as ruas e tudo de mais lindo de Paris, fazendo com que os leitores viagem até a Europa, para assistir uma peça de teatro romântica com dose de fantasia...

A capa ficou maravilhosa, meio vintage e a leitura acompanha tudo, perfeito e indico a leitura com toda certeza!

Saibam mais no blog:

site: http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/2015/01/resenha-herdeiro-da-nevoa.html
Raquel Pagno 15/01/2015minha estante
Muito obrigada pela resenha! :D




Daniele Nhasser 16/09/2013

Herdeiro da Névoa
Raquel nos traz um livro extremamente repleto de mistérios , personagens surpreendentes e um enredo enlouquecedor .
Quando eu digo que quanto mais conheço os autores nacionais , mais eu me pego fascinada por esses nomes que vem surgindo , não estou mentindo...
Herdeiro da Névoa tem tudo para agradar o variado público , amor para os românticos , adrenalina , tensão para os aventureiros , mistérios para não deixar nenhum leitor cansado ou com vontade de abandonar a leitura .
Se for para escolher uma palavra pra definir essa obra de Raquel, seria magia ...
Inácio Vaz aparentemente vem de uma família humilde , com muito suor alcança a oportunidade de estudar em Paris e lá se vê apaixonado por uma donzela de cabelos ruivos que aparece,o ama como se fosse a última vez e some sem deixar vestígios , se não bastasse tudo isso começa a ser chamado pelo nome de Françóis um herdeiro que andara desaparecido a muito tempo antes ...
Onde forças ocultas reinam , onde os personagens te deixam chocados com suas personalidades indecisas , enquanto o final do livro não chegar , você não saberá quem são os mocinhos e quem são os vilões , você se flagrará roendo as unhas e soltando gritinhos de incredulidades .

http://amantesdelivros-2012.blogspot.com.br/2013/08/resenha-herdeiro-da-nevoa-raquel-pagno.html
Raquel Pagno 16/09/2013minha estante
Muito obrigada! Bjux!




Rogerio 02/03/2014

"Ela sempre consegue fazer de mim o que quer".
O livro traz a história de Inácio Vaz, um jovem brasileiro que está prestes a realizar o sonho de estudar Direito na Universidade Sorbonne em Paris, no entanto, no dia da entrevista em que escolheria o curso, ele se vê perdidamente enfeitiçado por uma mulher linda com os cabelos vermelhos como fogo e os olhos cinzentos, Chloé Champoudry, no instante em que deveria responder que estava ali para cursar Direito comete um erro e responde que está ali com a intenção de estudar Artes, pois esta era a opção de Chloé.

Inácio e Chloé acabam se encontrando e os dois têm um tórrido momento de amor. No dia seguinte a vida do rapaz está completamente mudada, ele percebe na Universidade que seu nome não está nas listas de nenhum curso e seus documentos estão trocados. Sua foto estava estampada no documento, mas o nome que constava era François Roux... que estava matriculado no curso de Direito. Outra coisa "perturbadora" é que Chloé não está matriculada no curso de Artes.

Como a vida de Inácio poderia ter sido transformada daquela forma? Onde estaria Chloé e será que ela conseguiria explicar aquela confusão?

Sem saber o que fazer, Inácio aceita o conselho de Stephen, seu colega de quarto e único amigo que tem em Paris. Stephen o aconselha a assumir o lugar de François Roux que é o famoso herdeiro de uma família muito rica e cercado por mistérios que está desaparecido há muito tempo. Se assim o fizesse, Inácio se tornaria um homem rico imediatamente, tomando posse da fortuna e dos bens da família Roux.

Tomado pela insegurança e pelo desejo, Inácio assume uma vida que não é sua em busca de encontrar novamente a mulher por quem está apaixonado, Chloé Champoudry.

"A embriaguez era-me benéfica, fazia-me esquecer meu verdadeiro nome, acreditar que eu era mesmo François Roux, o milionário, que um império aguardava a minha volta e que eu realmente tinha direito a tudo aquilo". (Página 62)

Inácio segue pelo caminho da incerteza, alguns acontecimentos parecem humanamente inexplicáveis, ele acaba sucumbindo em alguns momentos e se mostra fraco e covarde diante dos mistérios que o rodeiam.

Qual será o preço que a personagem terá que pagar por aceitar uma vida que não é a sua?

"Por quem você venderia a sua alma?". (Página 5)

"O meu mundo desmoronara assim que a verdade viera à tona. Tudo o que eu conhecia se transformara inesperadamente, dando lugar a uma realidade estarrecedora com a qual eu não conseguia lidar". (Página 236)

site: http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/2014/03/resenha-herdeiro-da-nevoa.html
Raquel Pagno 02/03/2014minha estante
Rogério, muito obrigada peça resenha. Estas cinco estrelinhas vindo de vc tem um gostinho especial. Beijos!




Diego de França 27/05/2014

Um livro excelente!
Paris 1951 o jovem brasileiro, Inácio Vaz, juntou suas economias e resolveu tentar entrar em uma das mais renomadas escolas de advocacia da França, a Sorbonne. O que ele não imaginava era que todos os seus sonhos, todas as suas esperanças seriam surrupiadas pela paixão, uma paixão avassaladora que praticamente derreteu seu cérebro, essa paixão atende pelo nome de Chloé Champoudry.

Simplesmente ao vê-la no dia da audição de entrada para a Sorbonne, suas ideias se voltaram apenas para aquela estonteante mulher de cachos avermelhados, uma beldade de parar o trânsito, ele escutou que ela entraria para o curso de artes, e qual foi a surpresa ao chegar na sua vez e ser indagado sobre qual curso ele queria frequentar:

“Na hora da pergunta final, depois de julgado qualificado e merecedor da bolsa de estudos, foi que cometi o engano. Quando questionado sobre qual dos cursos pretendia, involuntariamente meus lábios se abriram para a palavra Artes”


Como explicar isso ao seu pai? O que fazer agora? Inácio iria conversar com seu colega de quarto, Stephen, ele era mais velho e bem mais experiente, tinha uma desenvoltura sem igual. Inácio de certa forma invejava o jeito de se portar de Stephen e sem contar sua aparência, tipo aquele cara que consegue tudo o que quer. Em nenhum momento o amigo pareceu surpreso, apenas deu risada e em nada ajudou.

Inácio resolveu encontrar aquela bela mulher ao menos mais uma vez, saiu andando por Paris e finalmente acabou encontrando sua musa, ela não falou muito com ele, apenas pegou sua mão e o arrastou para sua bela mansão e ali tiveram a melhor tarde da vida de Inácio Vaz.

Certo, ok ok meus amigos leitores, já deu para perceber que essa paixão foi realmente devastadora e que Inácio faria tudo para vive-la, o que vocês não sabem que existe uma história de traição e morte por trás da família de Chloé. E que ao se apresentar no primeiro dia de faculdade Inácio é confundido com François Roux, que está desaparecido há anos e sua família está diretamente envolvida com a de Chloé.

Ao pedir ajuda a seu amigo Stephen, ele recomenda que Inácio aproveite, siga na faculdade de advocacia e assuma a vida do milionário desaparecido, François Roux. Seria uma boa maneira de recomeçar, esquecer o passado e moldar o seu futuro. Inácio percebe que isso seria ótimo e ele poderia viver sua paixão, encontraria Chloé mais uma vez e não a deixaria escapar.

Mistérios permeiam essa história, Chloé simplesmente foi dada como morta há alguns anos, então quem ou que será a mulher que encantou Inácio?

Raquel Pagno nos traz uma trama muito envolvente, daquelas onde nem tudo é o que aparenta ser. O mistério das famílias envolve muito dinheiro e status social, mas acima de tudo temos uma seita macabra por trás disso tudo, Stephen realmente é o amigo leal que Inácio imagina? Quem é ou foi François Roux?

As intrigas, revelações, rituais macabros, traições e muita paixão! São tudo o que encontramos nesta história, fora as sensações que o livro nos provoca, torcemos por Inácio, xinguei ele algumas vezes por acha-lo “mole” demais, mas outras vezes veio aquele pensamento de “É isso ai Inácio! ”. Apesar de ter toda essa paixão no enredo, não é um livro de romance meloso ou algo do tipo, é muito mais do que isso, é uma história bem complexa e emocionante.

É muito difícil escrever sobre algo que gostamos muito, pois o que queremos é contar todos os detalhes, dar uma de narrador e ver qual seria a reação de vocês, mas é claro que não farei isso e espero realmente que vocês leiam este livro. No final tudo se encaixa perfeitamente e o desfecho da história é sensacional. Deixo aqui meus parabéns a autora Raquel Pagno!

site: http://leitorsagaz.blogspot.com.br/2014/05/resenha-herdeiro-da-nevoa-raquel-pagno.html
Raquel Pagno 31/05/2014minha estante
Obrigada pela resenha! :)
Beijos!




Leitor Sagaz 24/05/2014

Um livro excelente!
Paris 1951 o jovem brasileiro, Inácio Vaz, juntou suas economias e resolveu tentar entrar em uma das mais renomadas escolas de advocacia da França, a Sorbonne. O que ele não imaginava era que todos os seus sonhos, todas as suas esperanças seriam surrupiadas pela paixão, uma paixão avassaladora que praticamente derreteu seu cérebro, essa paixão atende pelo nome de Chloé Champoudry.

Simplesmente ao vê-la no dia da audição de entrada para a Sorbonne, suas ideias se voltaram apenas para aquela estonteante mulher de cachos avermelhados, uma beldade de parar o trânsito, ele escutou que ela entraria para o curso de artes, e qual foi a surpresa ao chegar na sua vez e ser indagado sobre qual curso ele queria frequentar:

“Na hora da pergunta final, depois de julgado qualificado e merecedor da bolsa de estudos, foi que cometi o engano. Quando questionado sobre qual dos cursos pretendia, involuntariamente meus lábios se abriram para a palavra Artes”


Como explicar isso ao seu pai? O que fazer agora? Inácio iria conversar com seu colega de quarto, Stephen, ele era mais velho e bem mais experiente, tinha uma desenvoltura sem igual. Inácio de certa forma invejava o jeito de se portar de Stephen e sem contar sua aparência, tipo aquele cara que consegue tudo o que quer. Em nenhum momento o amigo pareceu surpreso, apenas deu risada e em nada ajudou.

Inácio resolveu encontrar aquela bela mulher ao menos mais uma vez, saiu andando por Paris e finalmente acabou encontrando sua musa, ela não falou muito com ele, apenas pegou sua mão e o arrastou para sua bela mansão e ali tiveram a melhor tarde da vida de Inácio Vaz.

Certo, ok ok meus amigos leitores, já deu para perceber que essa paixão foi realmente devastadora e que Inácio faria tudo para vive-la, o que vocês não sabem que existe uma história de traição e morte por trás da família de Chloé. E que ao se apresentar no primeiro dia de faculdade Inácio é confundido com François Roux, que está desaparecido há anos e sua família está diretamente envolvida com a de Chloé.

Ao pedir ajuda a seu amigo Stephen, ele recomenda que Inácio aproveite, siga na faculdade de advocacia e assuma a vida do milionário desaparecido, François Roux. Seria uma boa maneira de recomeçar, esquecer o passado e moldar o seu futuro. Inácio percebe que isso seria ótimo e ele poderia viver sua paixão, encontraria Chloé mais uma vez e não a deixaria escapar.

Mistérios permeiam essa história, Chloé simplesmente foi dada como morta há alguns anos, então quem ou que será a mulher que encantou Inácio?

Raquel Pagno nos traz uma trama muito envolvente, daquelas onde nem tudo é o que aparenta ser. O mistério das famílias envolve muito dinheiro e status social, mas acima de tudo temos uma seita macabra por trás disso tudo, Stephen realmente é o amigo leal que Inácio imagina? Quem é ou foi François Roux?

As intrigas, revelações, rituais macabros, traições e muita paixão! São tudo o que encontramos nesta história, fora as sensações que o livro nos provoca, torcemos por Inácio, xinguei ele algumas vezes por acha-lo “mole” demais, mas outras vezes veio aquele pensamento de “É isso ai Inácio! ”. Apesar de ter toda essa paixão no enredo, não é um livro de romance meloso ou algo do tipo, é muito mais do que isso, é uma história bem complexa e emocionante.

É muito difícil escrever sobre algo que gostamos muito, pois o que queremos é contar todos os detalhes, dar uma de narrador e ver qual seria a reação de vocês, mas é claro que não farei isso e espero realmente que vocês leiam este livro. No final tudo se encaixa perfeitamente e o desfecho da história é sensacional. Deixo aqui meus parabéns a autora Raquel Pagno!

site: http://leitorsagaz.blogspot.com.br/2014/05/resenha-herdeiro-da-nevoa-raquel-pagno.html
Raquel Pagno 24/05/2014minha estante
Obrigada pela resenha!
Que bom que gostou! :D




Lary 09/09/2013

Blog | Literatura: Um Mundo Para Poucos - Laryssa
"Herdeiro da Névoa", de Raquel Pagno, em realidade remete ao nome apenas no contexto de poeta, pois sua história é vem mais profunda, contada de maneira exemplar, porém, infelizmente breve.

A narrativa da Raquel é incrível, permite que entremos no mundo que criou e possamos digerir os detalhes. De maneira opor vezes direta e outras poética, garante que não percamos detalhes do mistério do enredo.

E dito isso, aconselho a todos não lerem a sinopse, caso ainda não o tenham feito. Sinto que a emoção teria sido bem maior se eu já não tivesse ideia dos motivos de confusões acontecidas nos primeiros capítulos.

O mais estranho é que em livros narrados em primeira pessoa, temos a tendência a criar laços e entender a personagem principal. Nem preciso comentar, já pelo tom da frase anterior, que com "Herdeiro da Névoa" não foi assim.

Inácio, ou como ele vem a ser chamado durante o livro, não é cativante e sim dramático. É possível sentir sua angustia e ver quando realmente se esforça a pensar, porém, sua disposição para enganos e acreditar em quem quer, fez dele um ser irritante.

O que remete aos outros. Não sei se fui apenas eu, mas ao fim do livro, senti como se a autora tivesse tido a necessidade de fazer de certas personagens inocentes, quebrando certo encanto da trama. Ou talvez isso seja coisa da minha e eu sim, fui enfeitiçada pelos demais.

O real problema que cercou o livro foi à falta de desenvolvimento, ou melhor, dizendo, a rapidez dele. Com a escrita que a autora te e a quantidade de "pano para manga", o livro poderia ser bem maior, com mais aprofundamento nos sentimentos dos personagens e acima de tudo, poderia ter desenvolvido mais as razões e até mesmo ações conseguintes da trama.

O caso é que o enredo, o qual não vou resumir, é fascinante por um lado e confuso por outro. Voltando ao fato do livro ser narrado por François (quem leu entenderá a contrariedade de minhas afirmações), algumas coisas acontecem e ficam embaralhadas aos nossos olhos após alguns dizeres, porém, misteriosamente, a personagem não parece achar estranho dormir com alguém e depois descobrir que ela morreu.

Claro que como todo bom livro, quebramos a cara no decorrer e fim, pois como muitos outros, ele lança pistas faltas e nos permite ter conclusões precipitadas, para depois ficarmos de queixo caído perante toda a reviravolta.

E é aí que se encontra o ponto forte desta história. Quando acabei de lê-la, peguei-me pensando: "como diabos ela pensou nisso?". Nada é o que parece ser, e apesar e acostumados com gêneros cujas tramas envolvam pistas, ele segue um padrão que estou a chamar de mudança de foco.

Não posso explicar porque, afinal de contas isso seria spoiler do final. Apenas o que digo é que ao contrário de livros que assim se constituem, ele não decepciona e é exatamente no fator sobrenatural que ele encontrará um fim por deveras satisfatório, por mais que simples racional e real.

O real problema que cercou o livro foi à falta de desenvolvimento, ou melhor, dizendo, a rapidez dele. Com a escrita que a autora te e a quantidade de "pano para manga", o livro poderia ser bem maior, com mais aprofundamento nos sentimentos dos personagens e acima de tudo, poderia ter desenvolvido mais as razões e até mesmo ações conseguintes da trama.

Recomendo "Herdeiro da Névoa"? Sim, para aqueles que estão cansados de ler livros cujos "bandidos" já se mostram para nossas acostumadas mentes desde o principio e para todos que dispensam clichês e procuram assim, algo em que se apegar.

site: http://literaturaummundoparapoucos.blogspot.com.br/2013/09/resenha-herdeiro-da-nevoa-laryssa.html
Raquel Pagno 09/09/2013minha estante
Laryssa, gostei da sua resenha! Das próximas vezes que escrever, tentarei melhorar os pontos fracos que vc indicou! Bjux!




Dani_LJI 18/11/2013

Resenha Herdeiro da Névoa
Inácio Vaz era um rapaz pobre, mas com grandes ambições, se tornar um ótimo advogado e melhorar de vida, foi para Paris para realizar esse sonho e quando tudo parece caminhar como planejado algo terrível acontece, são como receber uma boa notícia e outra ruim capaz de mudar totalmente o rumo de sua vida.


Chegando a Paris Inácio se matricula da Universidade de Sorbonne na França com planos de ser forma em Direito, com 21 anos apenas em 1951, seu sonho estava a ponto de ser realizado quando ele se depara com uma figura feminina que chama sua atenção, impossível de desviar os olhos de cada detalhe daquela mulher, ele pega-se completamente hipnotizado por ela, seu nome era Chloé, ao ouvir o curso que ela se candidatara Belas Artes, e quando foi questionado qual curso pretendia fazer ele fala o mesmo de Chloé.

Ao perceber o erro que cometeu a sua escolha já era tarde demais, desnorteado e sem saber o que fazer ele se culpa por ter se deixado levar pela linda beleza de Chlóe destruindo seu futuro de ser um advogado de sucesso, ele sai pelas ruas de Paris pensando em uma solução que pudesse livrá-lo desse embaraço.
Ele vive em uma pensão dividindo o quarto com seu amigo Stephen de 28 anos que veio de Londres, mais experiente viera para França em busca de conhecimentos para seu livro, e é para ele que Inácio pede conselho do que fazer com esse terrível engano.


- Vaz! Inácio Vaz! - por pouco não perdi a vez.
Mantinha meus olhos fixos na jovem Chlóe que se afastava por entre o corredor abarrotado de homens tão pasmados quanto eu.
Pág 9

Seu amigo de quarto se diverte ao ouvir o que acontece com Inácio se esquivando em ajudá-lo na burrada que ela acabara de cometer, ele pensa em escrever para o pai para explicar o ocorrido saindo pelas ruas da cidade sem rumo, ele se depara novamente com aqueles lindos cachos cor de fogo, ele sai percorrendo atrás dela em meio as pessoas que também caminhavam nas ruas, esbarrando nelas para saber a qualquer custo quem ela era realmente, a mulher que lhe roubou sua alma e sanidade, logo depois ele adentra uma porta principal e senta ao lado dela, tal foi sua surpresa quando ela se dirige a ele como estivesse esperando por aquele encontro.

Deixando se levar por ela, Inácio faz um convite para um café, que ela aceita prontamente com a condição de que fosse a casa dela, sem perceber ele se deixa levar por ela, caminhando apressados, Inácio vê uma luxuosa Mansão a sua frente, percorre alguns cômodos da casa, para que seu destino final seja o quarto de Chlóe, passando com ela a noite em meio a uma noite amorosa de amor.

Quote
Entreguei meu corpo e minha alma aquela mulher que eu não conhecia e que jamais viria a conhecer totalmente. Entreguei minha vida e meus sonhos a Chlóe, naquele exato momento, em meio a uma tarde nublada, quando senti o calor da sua pele em minhas mãos pela primeira vez. E a partir de então, eu já não era mais eu, Inácio Vaz, e me tornei parte dela. Uma unidade de duas pessoas, uma única alma.

Passado o dia em que esteve com Chlóe e ainda revivendo o que tinha acontecido, ele vai para Sorbonne antes da hora, procurou por ela, mas não a encontrou ainda preocupado com o curso que havia escolhido Inácio se encaminha para a sala onde seriam suas novas aulas, a surpresa foi maior quando o professor o reconheceu e o conduzi-o para a classe de direito, sem saber entender o que estava acontecendo o professor mostra para ele seu nome na listagem François Roux, tamanha confusão ele mostra seu documento para informa o engano, mas foi em vão, pois o documento que ele tinha nas mãos tinha o mesmo nome da lista, com sua foto idêntica a ele.

Engano ou não Inácio percebe que algo está errado, mas está preocupado demais para tentar entender o que estava acontecendo.
Ele mais tarde descobre que François era dono de uma herança muito grande em Paris, a história cheia de mistério ao qual ninguém sabia qual era a verdadeira, seguindo o conselho de seu amigo Stephen e movido pela ambição ele resolve ficar com a identidade de François sem pensar nas consequências disso tudo.


E por tomar essa decisão, ele é pego emaranhado em uma história completamente surreal e difícil de acreditar, como poderia fazer parte de tudo isso, a semelhança com a pessoa em seu documento, o mistério que ronda sobre Chlóe que nunca ninguém viu.

Herdeiro da Névoa é um livro que superou minhas expectativas sobre o que esperar de uma história sobre mistérios e mentiras, aos poucos somos apresentados aos personagens que fazem parte dessa trama, que se encaixam no destino conturbado de Inácio Vaz, a narrativa é ótima, aos poucos segredos vão sendo desvendados e aguçando a nossa curiosidade.
Um final surpreendente é apresentado para nós, sobre o destino e futuro de Inácio.

Publicado pela Chiado Editora o livro tem uma boa diagramação, e terminei a leitura em apenas um dia, recomendo a história, cheia de mistérios, segredos obscuros, comportamentos suspeitos, e pessoas acima de qualquer suspeita.


site: http://livrosajaneladaimaginacao.blogspot.com.br/2013/11/resenha-herdeiro-da-nevoa.html
Raquel Pagno 18/11/2013minha estante
Uma das melhores resenhas do Herdeiro da Névoa! muito obrigada Dani Furacão!! :D


Dani_LJI 07/12/2013minha estante
Obrigada Raquel, fico muito feliz!!!




31 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3