Três é Demais

Três é Demais Ali Cronin




Resenhas - Três é Demais


18 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Dé (@livroturista - insta) 31/10/2020

Três é demais - Garota.Garoto 3
O terceiro livro se passa após a comemoração do ano novo e traz a visão agora de Cassie. Uma jovem que gosta de tranquilidade, curte festas mas não ao exagero, namora há bastante tempo com Adam, que é quatro anos mais velho que ela e é detestado por todos os amigos dela, pois é um péssimo namorado, porém ela não percebe por estar apaixonada.
Leva uma vida tranquila, ótima aluna, notas maravilhosas, tem um bom namorado (na visão dela), planeja o futuro no qual está decidida por uma faculdade perto para não ficar longe de Adam, só que tudo vai pra água abaixo quando ela recebe uma nota baixa em um trabalho.
A história não é tão envolvente, tem uns dramas sem sentido, mas alguns choques de realidade para Cassie faz ela rever suas atitudes, percebe a pressão que sofre da mãe e dela própria para ser uma aluna brilhante, a internação do amigo e do pai, coloca a vida em perspectiva, mas o auge do livro é quando ela enfim percebe que Adam na verdade não é um príncipe encantado e toma uma atitude.
comentários(0)comente



Priscila 22/02/2018

Não vi a hora de acabar
Na verdade nem sei por onde começar, na verdade até sei, talvez esse seja o pior livro da serie, Cass é aquele personagem perfeitinho, que segui devidamente o script, faz o que esperam dela com louvo, devo me corrigir? E fala que ela faz o que o namorado babaca dela espera com louvor? Me irrita personagem que abdica da sua vida em pro da felicidade alheia, e Cass é assim, ela acaba perdendo o melhor da vida por conta do babacão.
Confesso que só cheguei ao final desse livro porque estava esperando o final, é com forme ele vinha chegando me desesperei, por não ver nada acontecendo, até chegar exatamente o final e confesso que foi bem expresso, em um determinado ponto Cass se irrita e decide chuta o balde, o time é tão perfeito que justo quando ela termina Jack começa a namorar, como se eu não tivesse perdido meu tempo, perdi meu shipper.
Se querem um conselho, eu pularia esse livro.
comentários(0)comente



Erika Alcantara @literandofotos 16/01/2018

Cass deixar de ser burra...
Quem nunca passou por esses tipos de paixão na adolescência né, talvez minha irritação seja porque estou lendo um livro jovem na fase adulta kkkkk mas eu gosto de livro jovem, porém já li melhores. O que me irritou mesmo foi o fato de cass deixa Adam ser um ridículo o tempo todo, mas é dai que as coisas começam a mudar.
comentários(0)comente



Juline 15/09/2017

Zzzzz
Até agora, esse foi o q menos gostei. Achei a Cass bem chatinha quase o tempo todo, e o assunto política não é o meu favorito pra se ler. Mas vale ressaltar os momentos únicos dela com os amigos, q foi onde mais me diverti.
comentários(0)comente



laisecos 30/07/2017

pensei que esse seria o pior livro da série, mas me surpreendi
Começo a resenha contando que eu pensava que esse livro seria o pior da série garota S2 garota, mas me surpreendi. Adorei conhecer a Cass de pertinho!

Bom, para começo de conversa, o livro Três é demais é narrado pela Cass, namorada de Adam e o motivo real para eu pensar que o livro não seria bom, pois nos livros anteriores ficou claro que os amigos dela não gostavam dele.

"Adam detestava os meus amigos. Eu detestava que ele os detestasse, mas não podia fazer nada a respeito. Eles também o odiavam, é claro."

Entendemos o motivo do desentendimento entre eles, o que a Cass pensava sobre, o que o Adam pensava dos amigos dela e o que os amigos também pensavam e falavam do namoro deles.

Eis que, de início Adam era bastante carinhoso com Cass. Eles se conheceram em uma festa na casa dela, já que ele e o irmão de Cass (Charlie) eram amigos

Por ele não gostar dos amigos de Cass, ela por muitas vezes deixava de fazer algo para não deixá-lo com raiva, já que ele era muito ciumento (Alô relacionamento abusivo). Entre muitas outras coisas que não vem ao caso contar para vocês. Tudo isso durante 4 anos de namoro.

Eis que nesse meio, aparece o sentimento de Jack por Cass, não que suas amigas ainda não tivessem percebido, mas o assunto ficou evidente por ser a Cass quem estava narrando. Ele era o seu melhor amigo e por algum motivo não evidente, Jack pensou que poderia ter chance com ela.

A garota estava se sentindo muito pressionada: tinha seus amigos e seu namorado que não se davam bem, tinha sua mãe querendo que ela fizesse a faculdade de Cambridge sendo que ela queria ficar próxima de seu namorado, seu melhor amigo que tinha se declarado e ainda tinha Tom, um garoto que havia conhecido na entrevista para a faculdade e não parava de pensar nele.

Ela não sabia mais o que fazer e eu totalmente me enxerguei na Cass nessa idade. Eu sou muito indecisa e já fiz coisas para evitar “brigas” com um namorado que estava muito apaixonada, que nem ela por Adam. Meu melhor amigo já foi afim de mim e eu também não queria ir para o meu antigo curso de informática apesar dos meus pais quererem.

É normal todo adolescente passar por isso. Aqui entra o fato de que Ali Cronin fala de adolescentes para adolescentes.

Enfim, Cass passou a dar valor as coisas e listar o que realmente era importante na sua vida.

"Uma música sobre enxergar bem depois da chuva passou pela minha cabeça. Adam era a chuva. E meu futuro era brilhante. Brilhante como o sol!"

Com todos te ajudando, as escolhas dela foram feitas e sem muitos detalhes, por que 1) não tem lógica eu dizer para vocês o final e 2) o livro não conta muito o final.

Gostei muito da leitura. Cada vez eu me surpreendo mais com a autora, confesso que pensei que seria mais um livro bobinho quando comecei a ler a série, mas me surpreendi.

Os personagens continuam sendo nossos amigos íntimos e a cada livro conhecemos um pouco mais sobre eles.

Continuo amado o Ollie, torcendo para que ele seja feliz e eu possa conhecer um pouco mais. Ansiosa pela leitura do quinto livro que é narrado por ele yayyyy!!!

Não é um livro maravilhoso, por isso não dei a classificação máxima. É um livro gostoso de se ler, a leitura é simples e consegui finalizar em um dia, assim como os outros dois, mas não foi aquele que ganhou meu coração apesar de se parecer um pouco com minha adolescência.

site: http://www.enfim-resolvido.com/2017/07/resenha-do-livro-tres-e-demais-3-ali-cronin.html
comentários(0)comente



Camila Cristina 09/01/2017

Três é Demais, faz parte de uma serie super divertida que conta os altos e baixos da faze adolescente de sete amigos. Nesse terceiro volume conhecemos um pouco mais a estória de Cass.

Cass é uma garota inteligente e dócil, e aos 17 anos se prepara para enfrentar muitos problemas que irão determinar o seu futuro. Com a pressão para ser a garota perfeita , a indecisão de escolher uma faculdade e a distancia crescente em seu relacionamento , ela se vê pressionada a tomar decisões.

O livro cumpriu minhas expectativas, já que minha maior curiosidade era conhecer um pouco melhor o Adam. Logo no comecinho do livro, nós vemos uma face totalmente diferente de Adam. Ele não parece ser aquele troglodita que os amigos de Cass descrevem nos livros anteriores, mas essa fachada vai se desfazendo aos poucos, quando Cass acaba se distanciando dele e começa a reparar em como Adam na verdade é um idiota. Ela conhecer Tom e saber que Jack a enxerga com outros olhos, são fatores que a ajuda a ver o verdadeiro namorado que ela tem. Fora tudo isso, Cass ainda carrega uma enorme pressão de escolher uma faculdade (já que esta no ultimo ano letivo) e se depara com algumas “crises ”em relação sua família e amigos.

Três é Demais acaba sendo um livro divertido e de grande ajuda para quem esta nessa faze adolescente e se vê em situações parecidas com a dos personagens.
comentários(0)comente



brendacr 09/02/2014

Resenha do Conversacult
"Três é Demais" é um livro que aborda os altos e baixos da vida de uma menina de 17 anos que tem toda a pressão do mundo em cima dela. Cass precisa resolver muitos problemas para conseguir se focar em seu futuro. Para mim esse foi o livro mais fraco da série, mas ainda assim é uma leitura agradável e que vale a pena.

Leia a resenha completa em:


site: http://www.conversacult.com.br/2014/02/resenha-tres-e-demais.html
comentários(0)comente



Cathi 07/02/2014

Três é Demais - Ali Cronin
Sinopse:
Cass está entre as mais inteligentes da classe. Tem uma família carinhosa, amigos incríveis, um namorado lindo, um futuro brilhante pela frente. Sua vida é perfeita (ou pelo menos é o que parece). Seus amigos sempre deixaram claro que não aprovam seu namorado. Para piorar, seu melhor amigo se declara para ela - e Cass não sabe como dizer não sem machucá-lo. Na escola, ela está uma pilha de nervos desde que fez a entrevista para tentar uma vaga em Cambridge. Sua confiança vai por água abaixo quando ela tira uma nota C num trabalho de política do colégio. Pouco a pouco, a vida de conto de fadas de Cass vai desmoronando, e ela terá que se esforçar muito para administrar os "pequenos" percalços que vão surgindo pelo caminho e ao mesmo tempo resolver seus grandes dilemas.

Três é Demais é o terceiro volume da série Garota ama Garoto.
Os dois primeiros volumes já tiveram a resenha aqui no blog: Nada é Para Sempre, que conta a história de Sarah e Dizem Por Aí, que conta a história de Ashley.
Nesse terceiro volume, quem irá narrar para nós em primeira pessoa, será Cass. Uma garota com dezessete anos, que é feliz com seu namorado Adam (quatro anos mais velho. Estão juntos desde que Cass tinha 15 anos) que seus amigos não aprovam.Tem uma família normal e com dinheiro, sempre tirou maravilhosas notas na escola, uma excelente aluna. Enfim, Cass tem uma vida perfeita, porém, logo parece que tudo começa a desmoronar. Pois Jack acaba se declarando para ela, um de seus melhores amigos, e Cass não quer nada além de amizade. E ainda tem Tom, o garoto que ela conheceu na entrevista de Cambridge, a faculdade dos sonhos de sua mãe de Cass também.

Acho que entre os três livros da série que li até agora, esse foi o que mais me identifiquei, pois achei a personalidade de Cass muito parecida com a minha.
Como os livros anteriores, a narrativa é em primeira pessoa, leve e fácil de acompanhar, o que torna uma leitura super rápida e que prende bastante. Não pegue esse livro se espera uma linda história de amor, ou coisa assim, é bem simples.

"Por pior que esteja agora, isso vai mudar. A vida é uma montanha-russa, não é mesmo?"

Bom, gostei bastante do livro pelo fato de Cass estar no terceiro ano, então a história mostra os conflitos que nós, adolescentes, temos nessa época. Como a escolha de uma boa faculdade, as paixões e as escolhas que ocorrem nos nossos caminhos, gosto muito de livros assim, ainda mais agora que estou no terceiro ano também e decidindo para que faculdade ir.

"Sabe quando você deseja que pudesse apertar um botão mágico e de repente aparecer de pijama e embaixo das cobertas, com dentes escovados e rosto lavado?"

Assim como nos livros anteriores, mostra o mesmo grupo de amigos, cada um com sua personalidade diferente, gosto de cada um de jeito, foram muito bem construídos. Dei bastante risada durante a leitura, principalmente por me identificar em algumas situações.
Recomendo bastante.


"Sempre fui uma pessoa insegura. Diga-me que sou um lixo, e não vou ficar brava e prometer prova ao contrário. Vou simplesmente acreditar."

site: http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/01/resenha-tres-e-demais-ali-cronin.html
comentários(0)comente



AndyinhA 15/12/2013

Trecho de resenha do blog MON PETIT POISON

Depois de saber mais da vida de Sarah e Ashley, eis que chegou a vez da Cass. A única que tem um namorado fora do colégio e mais velho, a que é uma aluna exemplar, aquela que aparentemente tem uma vida perfeita, mas o que ela não sabe é que todos os seus amigos odeiam seu namorado [mentira, isso ela sabe], mas devido ao mala, ela não é tão chamada para sair quanto antes e com o final do ano letivo e o momento decisivo que é o vestibular/mudança de vida, será que vale confiar nos amigos ou no namorado?

Essa autora adora um momento conversa no divã, todos os livros dessa série tem esse momento, onde o protagonista do livro faz um momento de reflexão e meio que chega ao X da questão da sua vida, no livro anterior isso foi muito mais forte, mas aqui também temos esse momento ‘basta’. Não digo que isso não seja legal, mas repetir a mesma fórmula em três livros seguidos começar a ficar um pouco repetitivo e a gente já começa a saber o que esperar.

Essa série apesar de cada livro dá ênfase a um personagem, não quer dizer que os outros sejam esquecidos e aqui também teremos momentos tensos envolvendo os amigos de Cass. Apesar de em alguns momentos a autora florear as coisas, ela mostra um pouco da realidade nua e crua. Seus adolescentes fumam, bebem, fazem sexo. As vezes com certa discrição, as vezes como se não houvesse amanhã e aí em alguns momentos ela coloca um choque de realidade que serve para aquele personagem e para seus amigos.

Para saber mais, acesse:

site: http://www.monpetitpoison.com/2013/11/poison-books-tres-e-demais-ali-cronin.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Vanessa Vieira 19/11/2013

Três é Demais_Ali Cronin
Em Três é Demais, terceiro volume da série Garota ♥ Garoto, da inglesa Ali Cronin, conhecemos a história de Cass, a mais estudiosa da turma. Aparentemente, a vida de Cass é perfeita, já que ela tem uma família atenciosa, amigos super especiais e um namorado muito bonito, Adam. Mas nem tudo é um mar de rosas à sua frente...

Os amigos de Cass sempre deixaram claro o quanto não aprovam Adam, principalmente por causa das atitudes dele com a moça. Ela faz de tudo para conciliar tanto o namoro quanto o seu círculo de amizades, se esforçando ao máximo para não deixar ninguém de fora. Mas, para conturbar ainda mais essa relação, Jack - um de seus melhores amigos -, declara estar apaixonado por ela, e Cass não sabe como dizer que não compartilha dos mesmos sentimentos sem magoá-lo. E, além disso tudo, tem um garoto que ela conheceu durante a sua visita pela Universidade de Cambridge, Tom, que lhe atraiu de uma forma profunda e que não saí de seus pensamentos...


Como se não bastasse tudo isso que está acontecendo no campo afetivo da jovem, ela está uma pilha de nervos enquanto aguarda a resposta da entrevista que fez para a Universidade de Cambridge. Todos julgam que a sua aceitação é praticamente certa, mas Cass não está tão confiante assim, principalmente por ter tirado uma nota C em um trabalho sobre política no colégio. Muitas dúvidas martelam a sua mente, e ela se pergunta se deveria desistir do seu sonho de ingressar em uma prestigiosa universidade e ir estudar em Sussex, ao lado de Adam...

A vida, até então, indefectível e perfeita de Cass passa por uma grande transformação, e será necessário muito esforço por parte dela para equilibrar todos os empecilhos que se apresentam e para fazer a escolha certa, tanto no campo amoroso quanto ao que rege ao seu futuro estudantil...

Três é Demais segue a mesma linha dos livros anteriores da série, apresentando os dilemas de Cass, de uma forma clara e concisa. As dificuldades que ela enfrenta são similares as de outros milhares de jovens ao redor do mundo, tornando o enredo extremamente humano e compatível com a nossa realidade. Porém, é praticamente impossível não se irritar com a protagonista, pois, por mais que ela seja centrada em seus objetivos, não percebe o que está ao seu redor, tão claro quanto a luz do dia. Logicamente, tem muitas "Cassies" por aí, o que não destona com o mundo real, mas durante a leitura, não tem como não ter vontade de dar uns belos de uns safanões nela. Narrado em primeira pessoa por Cass, de uma forma bem coloquial e fluída, acompanhamos as suas incursões, tanto no mundo do amor quanto ao que rege o seu futuro.

Cass é uma menina inteligente, e sempre recebeu todo o conforto e carinho de sua família. Suas notas sempre foram as melhores da classe, enchendo os seus pais de orgulho e admiração. Mas, no que concerne ao seu namoro, ela se mostra alguém totalmente diferente. Ela é submissa demais as vontades de Adam e se deixa enrolar por ele de uma forma impressionante. Pensem em um rapaz que não tem bons modos, arrota na mesa durante as refeições, critica o corpo da companheira e ainda comenta, na frente da namorada e dos amigos, que outras mulheres são gostosas e, que claro, ele pegaria? Ridículo, não é mesmo? Porém, Cass parece não se importar com isso. Ela tem medo de perdê-lo, como se o escroto fosse uma espécie de troféu, e aceita tudo o que ele lhe oferece, parcamente. Sim, tem muitas mulheres e não só jovens que passam por este tipo de situação sem se constranger, e inclusive já conheci algumas, mas pra mim isso é abominável e fez com que eu me irritasse profundamente com a Cass, por ser tão conivente com esta situação e não esboçar uma reação sequer de contrariedade à Adam.

Em síntese, Três é Demais é um livro muito bom e que revela de uma forma abrangente e concisa o universo adolescente e todos os seus conflitos. Já passei desta fase há algum tempo, mas me identifiquei com algumas das situações tratadas no enredo, e claro, enxerguei vários amigos meus dentro da história, o que tornou o livro um tanto realista e nostálgico. Apesar de não ter curtido tanto a Cass, apreciei a história justamente por estes ingredientes, que souberam dar o sabor exato a trama e torná-la fluída e realista. A capa é muito bonita e segue o mesmo estilo das anteriores, com um leve toque aveludado e a diagramação está excelente, com fonte em bom tamanho, revisão de qualidade e ilustrações de corações no início de cada capítulo. Recomendo.


site: http://www.newsnessa.com/2013/11/resenha-tres-e-demais-ali-cronin.html
comentários(0)comente



Yasmin 18/09/2013

Série que continua evoluindo, uma protagonista cuja história evolui por capítulos e surpreende

Desde que conheci a série no final do ano passado quando a Seguinte começou a lançá-la por aqui, meus sentimentos em relação, tanto a trama quanto as personagens e ao estilo da série, foram ambíguos. Em uma série onde cada livro é narrado por um integrante de um grupo de amigos que estão prestes a se formar muita coisa pode ser diferente. Chegando ao livro três e a terceira protagonista posso dizer que Ali Cronin cresce a cada história, assim como seus personagens e mais uma vez evolui, apresentando uma história que conquistará o leitor.

No primeiro livro tivemos Sarah, no segundo Ashley, agora no terceiro é a vez de Cass ser a protagonista. Logo no começo mergulhamos no namoro de Cass e Adam, um rapaz três anos mais velho do que ela e que odeio seu grupo de amigos. Cass desde que começou a namorar com Adam vem fazendo de tudo para equilibrar suas amizades e o namoro, mas sempre termina muito chateada por seus amigos não entenderem o jeito de Adam. Para piorar os últimos meses de Cass têm sido muito tensos com os milhares de trabalhos extras e entrevistas para a faculdade. Suas notas são impecáveis, sua mãe quer que ela vá para Cambridge e no fundo ela também quer ir, mas por causa de Adam e das pressões da mãe está quase desistindo. Além disso sabe que Adam se ressentirá se ela for para longe. E se não fosse pressão bastante Jack resolveu se declarar para ela, o trabalho de política chegou com um C inacreditável e ela conhece Tom, um garoto da mesma idade que ela, com sonhos e ambições parecidas, na visita que fez a Cambridge para a entrevista. Depois de um encontro terrível com Adam, uma briga com a mãe e com Donna, Cass está estressada e chateada, duvidando de si mesma quando o pai sofre um infarto e Rich vai parar no hospital. Decidida a colocar sua vida no lugar Cass começa a entender que estar com Adam, tirar apenas notas A e ser ela mesma não é a mesma coisa. Agora prestes a se formar e cheia de sonhos Cass decidira mostrar ao mundo quem realmente é e não o que os outros esperam dela.

Essa é a premissa da história de Cass, a terceira amiga desse grupo que a cada livro aprendo a adorar ainda mais. A narrativa de Ali Cronin melhora a cada nova história e seus personagens ganham profundidade. Mais uma vez a autora mostra destreza ao nos apresentar um protagonista, que depois de dois livros como personagem secundária já julgávamos conhecer bastante. E tudo, do começo ao final surpreendente estava bem construído, cada detalhe e nuance. O ritmo é agradável e a história é pontuada por observações curiosas da protagonista, fato que enriquece a trama nos mostrando uma Cass diferente assim como o grupo. Cronin foi habilidosa ao dar nova cara aos personagens através da voz narrativa de Cass, foi estranho, mas muito bom ver um lado diferente de cada um deles e das amizades.

O mais engraçado nesse livro foi a identificação que tive com Cass. Todas as pressões que ela estava sofrendo na primeira metade do livro me irritaram bastante, quase perdi a paciência por Cass não fazer nada, mas capítulo a capítulo o desenrolar da trama mostrava a evolução da personagem, ponto onde a autora foi bastante crível, descrevendo com precisão a reação de Cass, afinal na vida real nada se resolve com facilidade e a personalidade dela não permitia algo diferente. O fim foi libertador, amarrou todas as pontas e ainda surpreendeu o leitor que imaginava algo totalmente diferente, deixando no ar uma ponta para o futuro que com certeza veremos citado nos próximos livros.

Leitura rápida, gostosa com trama cativante e ótimos personagens, que surpreendem o leitor a cada livro pelas facetas que vão revelando através das diferentes visões por quais passam. Foi maravilhoso ter notícias do namoro de Ashley, que era a protagonista do livro dois e ver Sarah, a protagonista do livro um através de Cass, sua melhor amiga no grupo. Ali Cronin expande sua história, crescendo os personagens e suas histórias. A edição da (...)

Termine de ler o último paragráfo em:

site: http://www.cultivandoaleitura.com/2013/09/resenha-tres-e-demais.html

comentários(0)comente



Psychobooks 17/09/2013

Classificado com 3,5 estrelas

- Premissa do livro (a.k.a. Conhecendo Cass)

O livro "Três é Demais", é o terceiro da série "Garota < 3 Garoto". Nessa série, Ali Cronin acompanha o último ano do colegial de um grupo de amigos - 3 garotos e 4 garotas - e nos conta suas dúvidas e questionamentos do que querem cursar na universidade - isso se resolverem se inscrever em algum curso - e também suas dúvidas pessoais em relacionamentos familiares, com amigos e com paqueras.
Dessa vez, a visão é de Cass. Cass é uma garota de dezessete anos que namora já há 3 anos com Adam, de 21 anos. Adam resolveu não cursar nenhuma faculdade e trabalha na construtora do pai da Cass. Seu namorado não é muito querido em seu círculo de amigos e para piorar um pouco a linha de relacionamento da personagem, Ali fez com que Jack, um dos garotos do grupo de amigos, fosse apaixonado pela menina.

Junte isso às dúvidas normais de uma adolescente e tem-se uma ótima premissa a ser desenvolvida. Mas será?

- A Narrativa e sua fluência

Desde o primeiro livro, Ali já desenvolve esse possível triângulo amoroso entre Cass, Adam e Jack e por isso era o livro que eu mais aguardava! A tensão entre os três personagens veio numa crescente desde o início da série.

Talvez por isso a fluência dos acontecimentos tenha me decepcionado tanto... Ou talvez tenha sido culpa da Ashley. Vou me explicar:
Ashley foi a protagonista de "Dizem por aí", e apesar de todas as suas dúvidas e o desenrolar de sua história ser menos profundo, a personagem cativa desde o início. Sua linha de pensamento é bem-humorada - apesar do peso de suas escolhas - e é impossível passar pela leitura sem se sentir cativada.

Com Cass ocorre o contrário, com a narrativa em primeira pessoa, ela nos repele desde o início. Entre as garotas, há uma subdivisão nos grupos, temos Sarah como a melhor amiga de Cass e Ashley como a melhor amiga de Donna, acho que isso pontua bem suas personalidades, já que senti com o livro de Cass, o mesmo que senti com o livro de Sarah: falta de transferência.

Cass é perfeita em tudo o que faz e sabe disso. Ela é muito bem-educada e tenta passar sempre a imagem de boa moça, em qualquer que seja a situação em que se encontra. Essa postura um pouco travada é cansativa durante a narrativa, apesar de a autora desenvolver bem essa sua característica e a ligar, na verdade, à insegurança da personagem.

- Continuação da série e apanhado da leitura

O livro da Cass é "o.k.", com suas dúvidas sem bem-expostas e com a personagem amadurecendo durante a narrativa. O que me chateou um pouco, foi a imaturidade inicial que ela mostrou, já que no livro de Sarah ela aponta alguns defeitos da amiga para então os cometer quando chega a sua vez de contar sua história. Achei isso incongruente.

A série vem numa crescente, com novos personagens sendo inclusos no núcleo central e novas possibilidades de romances surgindo entre os sete amigos. Há também as dúvidas quanto às escolhas das universidades e os cursos a serem escolhidos por cada um e a autora aborda isso de forma leve, mas com o devido peso que a escolha traz.

- Vale a pena, Alba?

Eu gosto da série, mas não adoro. Ali nos conta os problemas de seus personagens, mas continuo a achar que a autora não se aprofunda verdadeiramente em seus problemas. Sinto uma abordagem leve, mas que não chega a ser vazia... Apenas falta um "je ne sais quoi" para a série me fisgar completamente.
A leitura é rápida, o texto é fluente e em seu gênero jovem-adulto partindo para o New Adult, ele leva - como um todo - 3 estrelas e meia.

Recomendo, se você curtir o gênero.

site: www.psychobooks.com.br
comentários(0)comente



18 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR