Animate Me - Amor Criativo

Animate Me - Amor Criativo Ruth Clampett




Resenhas - Animate Me: Amor Criativo


33 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Rosângela Alves 30/06/2015

Livro Perfeito!
De longe, um dos melhores livros que li em 2015!
Não sei nem por onde começar, mas, vamos lá...
Depois de devorar o livro inteiro, percebi que a capa do livro não poderia ter sido outra. Quando a gente passa a entender o significado do desenho, acha tudo tão fofo! Ele representa perfeitamente os personagens deste livro, que eu desde o início aprendi a amar e admirar.
O livro é narrado pelo Nathan, um jovem de 26 anos. Gente, que geek mais lindo! Desde o início achei que tudo nele era fofo; os óculos, o corte de cabelo estranho, o estilo despojado e despretensioso, a timidez e até o jeitinho lindo como ficava ruborizado diante de algumas situações.
Bom, o Nathan trabalha na República do Rabisco como animador. Nutre há dois anos um amor secreto pela Brooke, sua colega de trabalho, 4 anos mais velha. Só que existe um probleminha: A Brooke namora o Arnauld, um dos executivos da empresa. E aí é que começa o grande rolo da história. É meio complicado, mas eu vou tentar explicar, sem soltar uma enxurrada de spoiler.
O Arnauld é um grande babaca. Aqueles homens sarados, que se acham a única bolacha do pacote, e só faz exigir da Brooke que ela faça regime, cuide do corpo, faça lipoaspiração, coloque silicone e por aí vai. Ou seja, ele quer transformá-la numa outra pessoa. Aff! Senti tanta raiva desse cara, que muitas vezes tive vontade de entrar no livro e dar uns tabefes nele. Desde o início não enxerguei amor na relação dos dois. Ele é daqueles que gosta de carregar a namorada como um troféu, para usar como e quando quiser. Babaca! Pense num ser patético e ridículo: Arnauld. Amei quando o Nathan começou a imaginá-lo como um macaco grande e peludo, sempre segurando uma banana nanica. Banana esta, que representa uma parte do corpo do Arnald, que eu não quero citar aqui, pois sou uma moça de família.
Mas, voltando à história...
Nasce uma amizade entre o Nathan e a Brooke. Eles se encontram em um determinado lugar, dá uma forcinha quanto a um probleminha no computador dela, e eis que a partir daí não se desgrudam mais. A sintonia entre os dois é perfeita. Afinal, ele curte as mesmas coisas que ela, bem como desenhos animados, filmes de super heróis, revistas em quadrinhos, brinquedos, feiras para o mundo nerd e por aí vai. E, diferente do Arnauld, ele enxerga todas as qualidades que ela possui, e faz questão de sempre deixar isso bem evidente todas as vezes que se encontram. Como ele nunca teve coragem de se declarar abertamente, eis que acontece um equívoco, e a Brooke acredita que Nathan está interessado numa colega de trabalho e resolve ajudá-lo. Então, acaba rolando umas aulinhas de conquista que me fizeram subir pelas paredes por diversas vezes. A Brooke mostrou ser uma professora e tanto! E pior que nem passa pela cabeça da mocinha que na verdade o Nathan sempre foi interessado por ela. Ele é tão apaixonado e fascinado por ela, que esse sentimento o inspirou a criar uma personagem de histórias em quadrinhos chamada Garota-B. Não é fofo? Brooke não sabe disso, claro! Ah, é bom que eu esclareça que a Brooke não é uma piranha fútil. Não, não é! Ela é uma pessoa bacana, descolada, e o relacionamento dela com Arnauld sempre foi aberto. Ou seja, eram namorados, se davam bem, mas não morriam de amores um pelo outro. Então, era normal acontecer de ambos se relacionarem com outras pessoas. Este fato não deixava o Nathan muito confortável, afinal, ela era a garota dos sonhos dele e imaginá-la nos braços de outro era demais para o seu coraçãozinho romântico.
Bom... Muita coisa acontece. Não quero contar para não perder a graça. Mas o bacana, que achei super fofo, é que todos os dias, durante o intervalo, o Nathan vai até o Starbucks, compra o café favorito de sua amada, e no copo sempre desenha algo meigo, que representa algo relacionado aos dois, que a deixa cada dia mais encantada. O Nathan, além de ser um artista talentoso, é super fofo, atencioso, amigo, companheiro de todas as horas, e tão especial, que foi praticamente impossível os dois resistirem a essa forte atração. Eu enxerguei como um verdadeiro encontro de almas. Eles se completavam de uma maneira tão perfeita, que fiquei louca, na torcida para que ela desse logo um pontapé na bunda do Arnauld, e ficasse com o Nathan de uma vez por todas.
Mas nosso mocinho guarda com ele alguns traumas do passado, que faz com que ele se sinta inferior, patético e desengonçado em relação a relacionamentos. E então a Brooke faz com que ele enxergue o cara especial que é e sempre foi. A autoestima do Nathan sempre vai para as alturas, quando ele está ao lado dela. Mas, como na vida e na literatura nada é perfeito, acontece uma série de coisas que começam a atrapalhar o relacionamento dos dois. O Arnauld entra em cena, trazendo com ele uma série de problemas e segredos, que ameaçam essa relação tão bonita de amor e amizade. Tudo fica muito tenso e a partir daí tudo começa a desandar. Só posso dizer que derramei muitas lágrimas e quis matar algumas pessoas com requintes de crueldade. Meus nervos, que já não são bons, ficaram em frangalhos. É muito tenso!
Não posso deixar de mencionar a família do Nathan. Os pais dele são super parceiros, sempre dispostos a ajudar o filho. O pai dele é uma figura! O irmão é incrível; sempre atencioso pronto para o que der e vier. Os amigos do Nathan são demais. Os companheiros de trabalho na República do Rabisco formavam uma equipe perfeita. Amei todos eles. O ambiente era sempre leve e descontraído, cheio de situações engraçadas. Dei boas risadas.
Um livro diferente de tudo que já li; com muita história, suspense e muito romance. Um livro que nos mostra o verdadeiro sentido da amizade. Um livro que nos remete à infância a cada capítulo, por citar tantos personagens e super heróis que aprendemos a amar.
Um romance delicioso, criado com muito bom gosto. As cenas do Nathan e da Brooke são super românticas e pra lá de sensuais. Não houve apelação. E esse livro é uma prova de que um livro pra ser perfeito não precisa ser cheio de cenas cansativas de sexo do início ao fim. Não precisa ter mocinhas com boca suja, com tesão exagerado, que ficam 'pingando' a cada troca de olhar. Não! Amei o livro porque não houve nada disso. Incrível como a autora explorou tão bem a sensualidade, sem fazer a mínimo esforço. Ela mexeu e muito, com minha imaginação. Ruth foi simplesmente perfeita!
Animate me é um livro onde os personagens são completamente diferentes fisicamente, mas que foram feitos um para o outro. Lindo? Sim. Perfeito? Sim! Um único defeito? Apenas as folhas brancas que me incomodaram um pouco no início da leitura, mas depois a gente fica tão encantada com a história, que este fato torna-se apenas um mero detalhe.

AMEI, de todo meu coração e super recomendo!
Juliana 30/06/2015minha estante
Resenha maravilhosa!


Tania Bueno 01/07/2015minha estante
Nossa lendo esta resenha maravilhosa me deparo com o desejo urgente de ler este livro.


Rosângela Alves 21/01/2016minha estante
Obrigada, Tânia! :*




Bella Nine 28/11/2014

Ai Brooke!!
Eu admito: comprei o livro no impulso porque ele vinha com um copo lindo de café ao estilo Starbucks. Mas, para a minha surpresa, o enredo começou a me envolver de uma maneira deliciosa e tudo o que eu pensava era no quanto precisava conhecer mais do Nathan e da Brooke.
O fato do Nathan contar o enredo muito me agradou. Raramente leio um livro no qual o personagem masculino é o protagonista. E, com este livro, achei maravilhoso o fato de um cara que desenha quadrinhos ser o personagem principal. Todavia, eu preciso ser sincera, por algumas vezes faltou uma certa maturidade com relação ao Nathan. Porque, não sei se foi só comigo, mas eu o via como um garoto e não como um homem. E, de verdade, isso me deixou um pouco irritada com a autora porque a Brooke, o grande amor do Nathan, é uma executiva de 30 anos e, como uma garota que tem a mesma idade que ela, eu sei o que uma mulher nessa idade anseia. Sério, acredite, algumas atitudes do Nathan me desanimavam demais. Perguntei-me diversas vezes porque raios a Brooke ainda estava com ele e, por mais fofo que ele seja, certos momentos eu queria estraçalhar ele.

Eu só não recomendo ler esse livro em público. Tem umas cenas de sexo extremamente boas. Boas do tipo de te deixar louca imaginando a coisa toda. E, por mais delícia que as cenas fossem, eu me questionei com relação às habilidades do Nathan. Porque, pensa comigo, um garoto de vinte e poucos anos, que teve uma única namorada séria, que no final das contas era lésbica, como cargas d'água ele simplesmente era o Deus do sexo? Achei forçado e só relevei porque as cenas são descritas de maneira impecável/

Os desenhos ao decorrer do livro são excelentes. Isso deu um toque ainda mais interessante à obra.
comentários(0)comente



HANE 26/09/2015

MARAVILHOSO!
Esse livro foi excelente! muito bom mesmo! muito dinâmico , sexy e divertido! recomendo!
kenya.paola 07/08/2016minha estante
Este livro está na minha lista. Mas até hoje não tive a oportunidade de ler.


HANE 10/08/2016minha estante
não perca tempo! é excelente ! vale muito a pena ter físico! reli 3 vezes!!!


Lidi 30/07/2017minha estante
Melhor discrição para o livro.




Ka 29/10/2015

INDISPENSAVEL PARA quem AMA Quadrinhos, Must Have para quem quer mergulhar na cultura Geek/NERD

Sinopse
O livro é narrado por um nerd – Nathan, um rapaz de 20 e poucos anos, tímido, talentoso, fã de quadrinhos e que nutre uma paixão secreta por sua colega de trabalho, a executiva Brooke, de 30 anos. Sem esperanças de que um dia a garota poderia sequer notá-lo, Nathan começa a escrever uma história em quadrinhos com sua versão do mundo a partir do seu amor por ela. O que ele não esperava era que um projeto em comum os unisse. A partir de um encontro inesperado numa loja de acessórios para computadores, Nathan passa a levar café para Brooke todas as manhãs em seu escritório, mas um detalhe pra lá de sedutor marca o ritual: em cada copo ele desenha uma ilustração, e cada imagem é uma espécie de sinal que apenas eles conhecem. Depois de saber que Nathan está apaixonado por uma colega de trabalho, Brooke passa a ajudá-lo a tornar-se um conquistador, porém, mal sabe ela que a tal colega é ela mesma. Depois de algumas “aulas” recheadas de muito erotismo, o casal mergulha num tórrido romance. O único problema é que Brooke é uma mulher comprometida, e com ninguém mais ninguém menos que com o presidente da empresa em que eles trabalham.

O livro é uma montanha russa de aventura (Nathan é o personagem mais fofo da história), é como se estivéssemos assistindo/ lendo os bastidores do nosso desenho animado favorito! A autora nos apresenta inúmeras informações sobre o universo dos quadrinhos e dos desenhos animados, Ruth Clampett, filha do lendário Robert Clampett, criador do Pernalonga, ela fala com propriedade como os animadores e desenhistas e da galera que nem sempre leva o credito por nos apresentar esses personagens que um dia fez ou fara parte de nossas vidas!
Tem romance, tem comedia, tem informações sobre o mundo geek...e todo o mérito editorial de nos trazer um livro tão gostoso é da editora NVersos que apostou num livro que de primeira pode não impactar ou ter estandes imensos nas nossas livrarias de costume, mas Animate me é aquele tipo de livro que você vai se sentir orgulhoso de descobrir e vai querer sair contanto pro mundo sua descoberta! Há desenhos por todo o livro, os desenhos são estratégicos, vai fazer você montar na sua cabeça a história em quadrinhos que voê adoraria ler ...este é aquele tipo de livro pensando até no rodapé como é se se esperar em um bom HQ
comentários(0)comente



Laura 23/06/2016

Capa fofa!
A historia é narrada por Nathan Evans um jovem geek, de 28 anos, desenhista, tímido e que não da a si mesmo o valor devido.
Ele trabalha numa produtora de animação em Los Angeles e é apaixonado por uma das diretoras Brooke Tobin. O amor e admiração por sua amada é tanto que ele cria um personagem de quadrinhos chamado Garota B. Um belo dia ele tem a oportunidade de interagir com Brooke, e a partir dai ele tem a chance de tentar ganhar seu coração.

Eu gostei do livro. Os personagens centrais são engraçados, apaixonantes. O que eu não esperava era que a historia tivesse uma proposta hot. Serio as cenas da Brookie e do Nathan pegam fogo rsrsrsr!!! E apesar de ter gostado muito das cenas hot dos protagonistas, achei que acabou sendo demais. Eu gostaria que ela tivesse explorado mais a galera da geek da produtora, e tinha material para isso. Por isso não vou dar 5 estrelas.

Uma curiosidade, que não sabia quando comprei o livro é que ele havia sido uma fanfic baseada na serie twilight, achei interessante, apesar de não ter visto relevância nenhuma com os personagens.
Fanfic a parti, o livro tem uma proposta interessante, um layout fofo e desenhos do artista Juan Ortiz. A escritora Ruth Clampett conhece bem o mundo dos desenhos e ilustrações, pois trabalhou com alguns dos melhores artistas nessa área. Atualmente ela tem seu próprio estúdio e trabalha tb para Warner Bros.
Silvana Barbosa 23/06/2016minha estante
Gostei ! Vou anotar .




Eu Conto Um Conto 29/07/2015

Animate me - Amor Criativo, da autora Ruth Clampett, é um dos livros mais fofos que eu já li! Antes de tudo, sou apaixonada pela capa desse livro. Acho super original e a cara do enredo. Comecei a leitura sem expectativa nenhuma e foi uma surpresa maravilhosa. Outro ponto positivo é que a história é narrada pelo protagonista, um personagem masculino e achei maravilhoso. Quero ler mais histórias em que o personagem masculino seja o protagonista (aceito indicações). Animate me é um livro leve, romântico, fofíssimo, divertido, com cenas eróticas e com ilustrações incríveis. Vou deixar um breve resumo.

Nathan é um geek de mão cheia, desengonçado e tímido, porém um desenhista/animador mega talentoso. Com seus 26 anos, Nathan trabalha na República do rabisco e nas horas vagas escreve uma história em quadrinhos, que ele mesmo criou "A Garota B" onde sua musa inspiradora/amor platônico é Brooke.

Brooke, é uma executiva muito bem sucedida na Republica do Rabisco. Uma linda garota de 30 anos, mas que tem todas as inseguranças de qualquer mulher. Durante muito tempo Nathan admirou Brooke de longe, até que um dia em um encontro totalmente inesperado e casual, Brooke entra na loja de eletrônicos e jogos de vídeo game de um amigo de Nathan, onde ele estava como atendente para ajudar. Mesmo tímido e atrapalhado Nathan consegue ajudar Brooke, que fica encantada pelo rapaz, e quando descobre que ambos trabalham na mesma empresa decide que quer saber mais sobre ele. E a partir de então, todos os dias Nathan leva para Brooke o seu café preferido em um copo super exclusivo, feito por ele com desenhos que narram os acontecimentos entre os dois (todas as ilustrações estão no livro

site: http://eucontoumcontoblog.blogspot.com.br/2015/06/resenha-animate-me-amor-criativo.html
comentários(0)comente



Faces EM Livros 07/04/2015

Animate me Amor criativo
Brooke namora com Arnauld há um tempinho, eles não formam um casal para lá de bacana... Isso porque ele é um dos executivos da República do Rabisco. Brooke trabalha lá graças ao seu namorado. Mesmo assim o relacionamento dos dois é conturbado. Arnauld sempre diminui a pobre moça e não a enxerga da forma que ela é. Vive querendo que ela mude.

Nathan é um nerd de carterinha, apaixonado por quadrinhos e pela Brooke (ela nem imagina). Ele se apaixonou por ela quando a viu numa reunião da empresa. Desde então ele nutre esse amor platônico. Eles nem são amigos, mas mesmo assim ele tenta fazer com que ela o perceba. Certa vez, Brooke precisou de uma ajudinha, pois seu computador está com defeito. Nathan tenta descobrir o que é o tal problema para assim aproximar-se da moça.

E assim começa uma aventura engraçada. Os dois passam a se conhecer melhor, Brooke conhece o talento de Nathan e sua paixão por quadrinhos. Mal sabe ela que é a musa inspiradora, sim, o jovem nerd criou uma heroína chamada Garota-B, e ela é a Brooke nos quadrinhos. A super heroína salva tudo e todos do perigo.


“Ela já deve saber o efeito que suas palavras têm em mim.”

Cada vez mais próximos, Brooke descobre que não precisa mudar para ser amada. Ela nota que tem que ser amada pelo que ela é. Mesmo sem um talento notável para desenhos em quadrinho, o Nathan tenta despertar o melhor dela. Será que a Garota-B dos quadrinhos do Nathan irá se apaixonar por ele?

Animate Me é um livro engraçado e criativo. O Nathan é o criador do famoso copo, sim... Só posso dizer que o copo tem ligação com o Starbucks... Surpresa! Os personagens são dinâmicos e nos surpreendem sempre. Confesso que o Arnauld é um babaca superficial por não perceber a garota linda que é a Brooke. Já o Nathan é o nerd perfeito, criador dos mais diversos desenhos em quadrinhos. Seu talento é notável. A Brooke é uma garota insegura no início, ela se desenvolve a medida que enxerga o que sempre esteve diante dos seus olhos.

As mensagens e os desenhos criados têm por base as emoções e sentimentos das personagens Brooke e Nathan. A trama consegue prender o leitor e fazer-nos perceber como é importante enxergar a nós mesmos. A capa “casa’ bem com o livro sem falar que é diferente de tudo que eu já havia visto. A recomendação de leitura vai para o público jovem e adulto que ama quadrinhos e um romance delicioso.

site: http://www.vicioemlivros.com/2015/04/resenha-animate-me-ruth-clampett.html
comentários(0)comente



Beta Oliveira 31/08/2015

Ministério da Leitura adverte: este texto possui uma overdose de chilique digno da versão mangá da blogueira quando se apaixona pelo protagonista. A probabilidade de você desejar em vários momentos ser a Brooke para ter um Nathan para chamar de seu é muito elevada.

Leia no Literatura de Mulherzinha a tietagem explícita sobre o delicioso lançamento da editora nVersos.

site: http://livroaguacomacucar.blogspot.com.br/2015/08/cap-1064-animate-me-amor-criativo-ruth.html
comentários(0)comente



Everything but the books 14/12/2014

Em meio a tantos livros com fórmulas quase “iguais” (nada contra), Animate Me é um oásis de originalidade e beleza singular. Poético, hein? Mas é isso mesmo. Veja, alguns livros lemos só pelo prazer de lê-los e vivermos uma boa história. Já outros, e o Animate se encaixa nessa categoria, te fazem pensar durante e após a leitura. Você acaba vendo que, por trás de toda a história normal do livro, há um ensinamento valiosíssimo: a aceitação de si e do outro, a compreensão de que, não importa a sua forma física ou qualquer outra característica visual, todos merecem encontrar o amor, amar e ser amado, pois o mais importante é quem você é, sua personalidade e forma de ver o mundo.

Acho que algumas pessoas que não leram o livro devem estar agora pensando que enlouqueci ou que estou trocando as bolas, digo, os livros. Mas garanto que não, gente. Continua a leitura, tá?

Bom, a Brooke namora há algum tempo o Arnauld, um dos executivos do estúdio no qual ambos trabalham, a República do Rabisco. Longe de ser um relacionamento normal, este é mais uma acomodação da parte da Brooke, por ele ter dado oportunidades a ela em sua carreira, e também pelo fato de ele a diminuir, dizendo-lhe que ela precisa emagrecer, fazer plásticas, essas coisas. Arnauld realmente não a enxerga e ama como ela é de verdade.

Já o nosso Nathan, longe de ser um mocinho como os que estamos acostumadas a ver, é um nerd de carteirinha e um dos desenhistas da empresa. Ele nutre uma paixão platônica pela Brooke desde que a viu em uma reunião da empresa. Primeiro ponto a favor do nosso mocinho (sim, antes que me esqueça, odiamos Arnauld, uuuuuuuuu): realmente a visão que ele tem dela é superficial porque eles não são amigos próximos em um primeiro momento, mas sabem por que ainda assim o amor que ele sente por ela é possível? Porque, mesmo de longe, ele enxergou além da sua aparência, ele viu a paixão que ela tem pelos quadrinhos (ela queria mesmo era ser desenhista, mas não tinha talento, tadinha, aí, contentou-se em ficar o mais próximo que podia do ramo, como executiva), o carinho por aqueles responsáveis por colocar as histórias em forma de desenho, quando outros executivos poderiam achar que eles são meros empregados.

Eis que o destino resolve dar uma mãozinha e a pobre Brooke se vê em uma terrível situação com o seu computador: ela precisa do fio, a cordinha do computador. Cuma, certo? :P Nathan, reconhecendo-a e com as emoções a mil, faz de tudo para descobrir do que se trata a tal cordinha (cabo USB, Brooke. kkkkkkkkkk), até se oferecer para ir ver o “grande” problema in loco. Olha que danadinho! ;)

Daí, a amizade deles começa. Mal sabe a Brooke que ele já está tão apaixonado, que ela é até a musa inspiradora da sua história em quadrinhos que ele escreve nas horas vagas. A Garota-B, sua super-heroína, combate o mal e salva o planeta. Go, B!

Atrapalhadamente, o pobre garoto apaixonado a deixa pensar que está interessado em outra garota e começa a receber “aulas” de como conquistar uma mulher. Hummmm… Safadinho. Essas são as partes mais “calientes” do livro. Nada que vá te fazer achar que é um livro erótico, calma, mas o suficiente para você ver o fogo que arde em nosso pequeno nerd (campanha ‘um nerd pra chamar de meu’, eu apoio).

Em meio a isso, ele descobre qual café da Starbucks ela gosta e passa a comprar pra ela um todo dia, mas, como o bom desenhista-apaixonado-talentoso-arriado-os-quatro-pneus que ele é por ela, por que simplesmente entregar o café quando você pode torná-lo muito mais interessante e ainda render uns dedinhos de prosa? Hã, hã? Esse garoto vai dominar o mundo… Ele faz desenhos no copo, gente. Eu sei, certo? Cadê meu copo desenhado, produção? Calminha que eu chego lá. Os desenhos são baseados em conversas deles e referências que só eles entendem enquanto tecem sua história juntos. Que cute cute!

Como eu falei anteriormente, a emoção do livro, na minha opinião, fica por conta da forma como a Brooke e o Nathan começam a enxergar a si próprios. Ela deixa de se ver pelos olhos maldosos do Arnauld e percebe que não é fora de forma nem nada disso e que ela não deve se moldar ao gosto dele. Ela é amada da forma que é. Já Nathan deixa de se ver como um cara desajeitado (em vários sentidos, tadinho) e vê-se merecedor do amor e, principalmente, do amor da mulher amada.

site: http://blogeverythingbutthebooks.com/2014/09/19/resenha-animate-me-amor-criativo-de-ruth-clampett/
comentários(0)comente



Pub do Livro 20/05/2015

Resenha do livro: Animate Me (Amor Criativo) - Ruth Clampett
Olá, Grandes Leitores! Andei meio sumida, mas estou de volta e hoje é para falar de um livro que acabei de ler: “Animate Me – Amor Criativo”. Conheci esta obra de Ruth Clampett na Bienal do Livro SP 2014 no estande super bem produzido da nVersos e confesso que já apostei bem alto a primeira vista. A proposta me parecia muito boa e numa visão bem superficial no estande achei o livro físico em si muito fofo, com uma super-heroína na contra capa, desenhos e tudo mais.

A história é narrada por Nathan, um desenhista de revistas em quadrinhos de 26 anos. Ele é tímido e mega talentoso, mais que isso, ele é fantástico, criativo e cheio de potencial. Ele descreve sua rotina, família, amigos e um trabalho particular que é o próprio gibi que ele mesmo cria o roteiro, desenha, colore, digitaliza e publica. O gibi é sobre uma super-heroína que vive suas aventuras procurando defender aqueles que não possuem voz perante a sociedade.

Tudo está como de costume até que Brooke, uma executiva da mesma empresa em que Nathan trabalha entra na loja de artigos informática em que ele está temporariamente ajudando seu amigo e tudo muda. Ela sempre foi sua fonte de inspiração, sua paixão oculta, e nesse momento ele vê uma oportunidade de se aproximar daquela que ele admira há tanto tempo à distância.

Desde a primeira vez que Nathan viu Brooke no trabalho foi amor à primeira vista, porém ela é super bem sucedida e mantém um relacionamento, que até então ele não sabia, aberto com Arnauld (Arnold, rs), o presidente da empresa, a três anos, então ele presume que nunca seria visto por ela e mantém esse detalhe longe de seu conhecimento.
Essa oportunidade faz com que ambos se aproximem, porém Arnauld não deixa as coisas serem tão fáceis assim.

Ruth Clampett é filha do incrível Bob Clampett! Diretor, criador, desenhista e animados da Warner Brothers, e isso nos permite entender como ela conseguiu relatar com tanta fidelidade e naturalidade os pensamentos e desejos de Nathan Evans. Ela cresceu nesse meio e entende tão bem quanto entende a ela própria! Por várias vezes me peguei angustiada, com lágrimas nos olhos e até mesmo lendo mais rapidamente, de acordo com as emoções do personagem.

A editora nVersos foi muito feliz em publicar esse material e tratou com muito carinho cada página. A diagramação ficou linda, toda trabalhada como bloco de desenho e as cenas são divididas com a sombra de copinhos, macaquinhos, óculos e outros detalhes que envolvem o drama. Isso sem mencionar as citações de desenhos animados no inicio de cada capitulo que faz com que o leitor involuntariamente pense sobre o que acontecerá daí para frente. A edição que eu li possuía alguns erros de digitação, mas isso não atrapalhou em nada e aposto que a editora corrigirá na próxima.

O livro possui 400 paginas, mas é bem rápido de ser lido, de linguagem fácil e envolvente, o que facilita muito todo o processo. “Animate Me” não me decepcionou em nada! Eu amei e espero que vocês amem também.

site: http://pubdolivro.wix.com/pubdolivro
Joy Eric 28/04/2016minha estante
um Dearest
Meu nome é Joy Eric como você está fazendo hoje e como sobre a sua saúde, espero que você está muito bem e good.Any depois de passar pelo seu perfil neste site i se interessou em you.I vai gostar de tê-lo como meu bom amigo quem eu gostaria de partilhar a minha experiência de vida with.Your sexo, idade, raça, nem a distância não importa para mim sim o que mais importa em um relacionamento é a maturidade, a verdade ea honestidade que existem entre friends.So eu gosto de você entrar em contato comigo de volta através do meu endereço de correio privado (joyeric688@gmail.com) para que eu possa lhe dizer mais sobre o meu ego e lhe enviar mais fotos do me.Yours Atenciosamente,




Mika 27/10/2014

Meu Geek favorito! <3
Nathan é um Geek e um animador super criativo que trabalha na República do Rabisco. Ele, muito talentoso criou A Garota B, uma história em quadrinhos que ele escreve nas horas vagas, e sua musa inspiradora nada menos é que a Brooke, uma executiva da empresa, e para a tristeza de Nathan, ela namora com o Arnauld, um dos presidente do estúdio.(E que não podemos esquecer, que é um relacionamento nada normal)

SIM!! Eu disse, "e para a tristeza de Nathan"!! Ele é muito tímido e retraído, e vive um amor platônico por Brooke.

Até que o destino resolveu dar uma mãozinha! Uhuu

*** Leia mais no blog!

site: http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/2014/10/resenha-animate-me-amor-criativo.html
comentários(0)comente



Karina 22/04/2015

ANIMATE ME – AMOR CRIATIVO – Ruth Clampett.
Que romance maravilhoso.
nVersos sempre nos encaminha grandes obras, através de nossa parceria, mas essa história ficará marcara em minha mente pela eternidade.
Cheio de vida e com uma leveza engraçada, Animate Me – Amor Criativo consegue nos transportar para o mundo das histórias em quadrinhos. E escrever assim um romance tão incrível, apesar de suas dificuldades, que é impossível não nos emocionarmos.
Nathan Evans é um verdadeiro nerd.
Um rapaz desengonçado, nerd e que é taxado muitas vezes de tolo. Com seus 26 anos de idade, é um tímido desenhista de histórias em quadrinhos.
Quando começou a trabalhar na famosa República do Rabisco, uma grande empresa do ramo dos quadrinhos sentiu-se que estava caminhando para um mundo profissional promissor.
Nathan não poderia imaginar que naquele lugar ele iria ter duas grandes paixões. Os desenhos e Brooke Tobin.
Brooke era uma das executivas da empresa.
Uma linda garota de 30 anos, que se mostrava forte para todos. Mas que tinha todas as inseguranças de qualquer outra mulher.
Por muito tempo Nathan ficou admirando-a de longe. Ouvia se muitos rumores sobre a poderosa Brooke, entre os funcionários. Ela era fascinante.
Mas Nathan não estava preparado para um encontro totalmente casual que aconteceu.
Em uma loja de artigos eletrônicos e jogos de videogame de um amigo de Nathan, onde ele estava cobrindo um turno para ajudar, Brooke apareceu para comprar um cabo USB.
Ele ficou encantado e ao mesmo tempo muito mais atrapalhado em ter a sua paixão ali, tão perto e conversando com ele.
Brooke ficou encantada com o jeito do rapaz, e quando descobriu que trabalhavam no mesmo local, decidiu que queria saber mais sobre Nathan Evans.
Uma grande amizade veio à tona.
Cafés com seus copos desenhados por ele foram entregues a ela.
O carinho a atenção que Nathan tinha para com ela, eram incríveis.
Nunca ninguém havia lhe tratado tão bem, lhe feito sentir-se tão especial.
Os sentimentos, o amor, foram crescendo a cada segundo. Ela ansiava por cada segundo ao lado daquele inocente rapaz. Ela deseja estar ao seu lado, sentir o calor de seu corpo, conhecer todo aquele amor.
Nathan teve que esconder algumas coisas, para conseguir se aproximar.
O fato de ser apaixonado por ela a anos, e que também escrevia e publicava uma história em quadrinhos onde a super heroína era inspirada nela, tiveram que ser deixados de lado.
Mas a amizade foi tão forte que o amor estava falando mais alto, em todos os sentidos.
Mas existia um grande obstáculo no caminho.
Arnauld.
Alem de namorado de Brooke Tobin, era presidente da República do Rabisco.
Um homem manipulador, que usava sua beleza e dinheiro para conseguir tudo o que almejava.
Brooke sentia que sua carreira profissional dependia especificamente dele, não conseguia enxergar seu verdadeiro valor.
Quando Arnauld descobriu o envolvimento de sua protegida com um simples desenhista, sentiu-se ameaçado.
Ele iria fazer tudo e apostar todas as suas fichas sujas, para separar esse amor. E destruir a carreira de ambos.
No meio de uma linda e engraçada história de amor, os sentimentos serão descobertos aos poucos.
Uma batalha será travada contra todos que desejam destruir esse puro sentimento.
Terão que se manter firmes, vivos e juntos para que tudo possa ser esclarecido e o amor saia vencedor.
Revelações acontecerão.
Brooke trará a tona verdades que os deixarão chocados.
O amor sobreviverá?
Uma magnífica história que todos devem ler.
Casa de Livro Recomenda.

Eu vou conquistar o coração de Brooke Tobin, mesmo que seja a última coisa que eu faça na vida.

Titulo: Animate – Me – Amor Criativo.
Titulo Original: Animate Me
Autora: Ruth Clampett
Ano: 2014
Páginas: 400
Editora: nVersos.

Boa Leitura.
Casa de Livro.

Karina Belo.

A mão da garota certa está bem no meu coração. Cada momento que passamos juntos é como se ela estivesse me guiando por caminhos que desconheço. Mas até que eu tenha a coragem de contar a verdade, tudo o que posso fazer é segui-la. Espero que um dia eu não esteja apenas tropeçando atrás dela, mas sim andando ao seu lado.

- Nathan? – ela pergunta com voz de sono.
- Sim? – respondo enquanto sinto os dedos dela se entrelaçarem nos meus.
- Obrigada por hoje – ela suspira feliz.
- Que parte? – não resisto em perguntar.
- Todas – ela responde sem hesitação. – O começo, o meio e o fim. Tudo foi excelente porque você estava comigo.

Durante o percurso fico pensando onde a Brooke está e como vou conseguir falar com ela. Eles disseram que iriam interrogá-la. Ela, provavelmente, está numa sala ouvindo aquelas perguntas horrorosas. Vou enlouquecer completamente se não conseguir falar com ela e ter certeza de que está bem. Não consegui entender muito bem a sua reação na sala do Arnauld. Será que ela ficou com raiva de mim por causa da Garota-B ou estava fingindo que não se importava para não piorar ainda mais minha situação? Por que ela nem olhou para mim quando respondeu às perguntas?

Nós somos soldados feridos que, finalmente, sem encontraram depois de batalhas individuais. Nós vamos em frente devagar, mas cheios de propósitos, sabendo que a cada passo estamos deixando o passado e caminhando para o futuro... Juntos.

site: www.casadelivro.com.br
comentários(0)comente



Malucas Por Romances 03/03/2015

Comprei esse livro pela capa, me apaixonei por ela kk

Depois que chegou fiquei enrolando para ler, e fiquei lendo comentários sobre ele, e depois pensei: "Tenho que começar a ler, LOGO!"

Vamos lá..
[..]

Leia mais no blog

site: http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/2014/10/resenha-animate-me-amor-criativo.html
comentários(0)comente



Larissa 13/07/2015

Resenha:Animate me /Blog Por Livros Incríveis
Nathan é lindo e um típico nerd viciado em quadrinhos. Extremamente tímido, mantém uma paixão secreta por uma das executivas da República do Rabisco, empresa de animação onde trabalha, a Brooke.
Linda e muito sensual, Brooke parece ser a inspiração perfeita para a heroína da sua história e assim nasce a Super B.
Mas quando menos esperava, Nathan tem uma chance de tentar mostrar a Brooke que ele pode ser o cara ideal, o nerd perfeito para a geek perfeita... só que a vida seria bem menos complicada se ela não namorasse Arnauld, chefe de Nathan e atual presidente da República do Rabisco. Será que existe alguma chance de conquistar o amor da sua musa?

"Você pode se embrulhar da maneira que quiser, mas não dá pra mudar o que é por dentro."

Aviso de cara que muito provavelmente esta resenha será bem curta, já que pretendo ser o mais objetiva possível.

Animate me tem uma capa linda, super fofa que me enganou completamente. Lá fui eu achando que era mais um romance bobo, meio nerd, quando na verdade...

Leia mais em:

site: http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/2015/07/resenha-animate-me-amor-criativo-ruth.html?m=1
comentários(0)comente



Steph 28/10/2015

Devo confessar que já estava de olho nesse livro a um tempo antes de lançar aqui no Brasil e quando chegooou *o* quase tive um infarto de felicidade! hahahahaha E sabe o que me chamou atenção no enredo ? É que ele é narrado pelo protagonista que é um geek apaixonado por desenhos animados! Siiim, e ele é uma graça

Nathan é um jovem animador, tímido mas muito criativo que sempre teve uma paixonite por Brooke, executiva da empresa. Por ironia do destino um dia, Brooke se vê precisando da ajuda de Nathan e dali nasce uma amizade beeem colorida entre eles, porque para ficar mais perto dela, Nath diz que está apaixonado por uma colega de trabalho ! E depois de descobrir isso, Brooke quer ajuda-lo a se tornar um garanhão e conseguir a garota. ‘ – cof cof mal sabe ela que está o ajudando a conquistar a si mesma cof cof

” – E todos os dados científicos, estatísticas e evidências empíricas não podem competir com as razões indefinidas do coração. Porque se no final ela te amar e te escolher… tudo mais não importa.”

Devo dizer que em alguns momento a ignorância de Brooke em relação aos sentimentos do Nathan por ela me deram nos nervos! Vamos lá, pessoal! Existem umas cenas que estava na cara que o garoto estava morrendo de amores por ela! Sem contar que ela também sofre daquela famosa Síndrome-Mocinha(o)-Eu-Não-Te-Mereço que tudo bem, a gente entende. Quando um cara, ou uma garota, é bom demais pra você, bate aquela insegurança e você diz ” eu não mereço você”. Mas, se ele/ela continuou com você, vamos olhar para o céu, agradecer e aproveitar o que os dois têm,pessoal! *momento ANA MARIA BRAGA : ACOOOOOORDA MENINA!*

” – Eu sei o que quero – respondo com segurança – Sempre sei o que quero.
– Verdade? – ela responde alegremente.
– Eu sempre quis você.- anuncio”

Ah, a diagramação desse livro??? É como se você tiver um roteiro nas mãos até os furinhos das páginas estão lá, fazendo o leitor entrar ainda mais de cabeça nessa divertida história hahahaha além de ter as ilustrações dos desenhos que o Nathan faz durante o livro

A autora conseguiu misturar a dose certa de romance, comédia , drama, algumas cenas quentes que te deixam pensando na hora ” Ahá, parece que Nathan não é tão tímido assim, não é mesmo, produção?” hahahaha e é claro seu conhecimento sobre o mundo da animação ! Afinal, Ruth Clampett é filha do lendário criador do Pernalonga, Robert Clampett, então ela fala com segurança como os animadores e desenhistas se comportam no cotidiano.

Uma leitura leve e descontraída que não te deixará largar o livro por um segundo!

site: http://delirioselivros.com.br/2015/06/11/resenha-amor-criativo-ruth-clampett/
comentários(0)comente



33 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3