Pietr, o Letão

Pietr, o Letão Georges Simenon




Resenhas - Pietr, o Letão


18 encontrados | exibindo 16 a 18
1 | 2


Janayna 09/09/2014

Pena que acabou....
Adorei ser apresentada à primeira aventura do detetive Maigret. Gostei de tudo, embora esperasse um pouco mais no aspecto psicológico, o que parece ser um dos principais diferenciais nos livros do detetive. Mas como uma estória policial, foi perfeito!
comentários(0)comente



CooltureNews 22/07/2014

CooltureNews
Não é segredo que gosto de romances e de suspense policial. Sempre que possível, gosto de conhecer novos e velhos autores, e apesar de já ter ouvido e visto alguns livros do Simenon, ainda não havia tido a oportunidade de ler e conhecer sua obra.

Mas, eis então que com o lançamento da coleção Simenon pela Companhia das Letras, criei coragem e me arrisquei na leitura de seu primeiro livro, “Pietr, o Letão”.

Nesse primeiro volume, conhecemos o Inspetor Maigret, um tipo comum que chama a atenção pelo seu tamanho e não dá para ser comparado aos outros detetives da literatura. Seu desafio é encontrar e capturar Pietr, um famoso criminoso ardiloso e repleto de disfarces, sendo que apenas suas características físicas podem ser presumidas. É a partir da chegada dele a Paris que vários mistérios se desenrolam e vemos ainda Maigret sofrer uma perda irreparável.

O que mais me surpreendeu na leitura foi como Simenon consegue prender a atenção do leitor sem fazer grandes dramas. Sua escrita é simples, sem arranjos complicados a história flui de forma linear e aos poucos, os detalhes vão se encaixando. O grande trunfo aqui são mesmo os personagens, tão característicos que conferem a trama um ar colorido e humano intenso.

E a narrativa é tão fluída, mesmo naqueles momentos mais comuns, que as páginas acabam rápido demais, e quando o leitor dá por si, está desvendando os segredos junto ao inspetor e desejando ler sua próxima aventura.

Quem está acostumado com suspenses policiais cheios de ação ou com reviravoltas inexplicáveis, explicáveis logo em seguida, pode estranhar o estilo de Simenon. O autor não precisa de muito para contar uma boa história. Aqui não temos uma genialidade regada a enigmas complexos, células cinzentas ou qualquer coisa do tipo, apenas o bom e velho trabalho policial, daqueles clássicos folhetins e filmes noir, com a diferença que a grande paixão do inspetor não são as mulheres, mas a cerveja e um bom calor de estufa.

É uma trama simples, porém inteligente, que cativa o leitor e o faz acompanhar cada segundo da investigação, descobrindo ao mesmo tempo que o personagem principal as revelações e segredos. Simenon não brinca ou subestima a capacidade de seu leitor em resolver o mistério, pelo contrário, apresenta a eles todas as informações possíveis para que ao final, ele consiga intuir suas próprias respostas e assim, construir sua conclusão do caso.

site: www.coolturenews.com.br
comentários(0)comente



Franciely 15/07/2014

Pietr, o Letão
A editora Companhia das Letras nos traz o primeiro romance protagonizado pelo comissário Maigret, que é personagem de nada menos que 75 novelas e 28 contos do autor. Simeon publicou mais de 400 livros, incluindo seus pseudônimos, e é o quarto autor em língua francesa mais traduzido no mundo. Com estes dados é possível perceber o porquê de a editora ter lançado o livro, que à primeira vista pode não parecer muito atraente. Aqueles acostumados com leitura de romance policial, seja Agatha Christie ou Sir Arthur Conan Doyle, talvez não vejam nada de inovador em Pietr, o Letão.

Acontece um crime em um trem e o comissário Maigret, que já estava aparentemente à espera de algo assim, vai investigar. Ele tem a descrição de um homem conhecido como “Pietr, o letão” e está a procura do que parece ser um grande criminoso. Conforme a narrativa avança, fica um pouco confusa a maneira que se dá a investigação, com o comissário seguindo seus suspeitos abertamente, mas é preciso lembrar que a história se passa na França em 1931 (ano da publicação original). Conforme avança, o comissário espera que o criminoso confesse ao invés de tentar pegá-lo cometendo algum crime.
(continua no blog: http://www.entrandonumafria.com.br)

site: http://www.entrandonumafria.com.br/2014/07/resenha-pietr-o-letao-por-georges-simenon.html
comentários(0)comente



18 encontrados | exibindo 16 a 18
1 | 2