Os 5 Desafios das Equipes

Os 5 Desafios das Equipes Patrick Lencioni




Resenhas - Os 5 Desafios das Equipes


3 encontrados | exibindo 1 a 3


happymoon 10/08/2018

Rápido
São 208 páginas grossas mas na real é um livro muito curto, li em poucas horas.

Gostei muito da abordagem mas não é um livro muito profundo, achava que ia ser uma leitura mais reveladora.

Recomendo mais para quem não tem muita noção sobre ambientes corporativos ou nunca atuou como gestor.

Para quem já tem experiência com gestão de pessoas este livro serve mais como validação/confirmação de que você realmente sabe o que está fazendo.
comentários(0)comente



Paulo Henrique 11/02/2016

Mais do mesmo
Ganhei esse livro de um chefe que por sinal não pratica boa parte os cinco desafios, mas ao menos o livro explica o porque. Em uma cultura como a brasileira onde o conflito é evitado a qualquer custo a aplicação desse livro é uma quase utopia. Os cinco desafios são a Falta de Confiança, Medo dos Conflitos, Falta de Comprometimento, evitar responsabilizar os outros e falta de atenção aos resultados. Transpondo isso para a cultura de administração do Brasil enfrentar esses desafios pode significar o cargo, afinal temos muita dificuldade em acreditar no outro, evitamos o conflito pois nos preocupamos em ser “legal”, isso gera um não comprometimento com o que a empresa realmente necessita e assim não responsabilizamos quem deveria na frente mas sim nos corredores. Por fim claro que tudo isso gera uma falta de foco nos resultados e assim termina que o sucesso de uma empresa está mais dependente do mercado do que propriamente da administração que se realiza. O livro não traz nada de novo que outros gurus já não tenham discutido, mas é um bom resumo de fácil leitura.
comentários(0)comente



Raffafust 24/01/2016

Pode parecer livro de auto-ajuda, e talvez isso afaste muitos potenciais leitores que hoje sofrem em seus trabalhos por não entenderem como sendo líderes ou não de uma equipe são todos peças fundamentais para que a empresa aconteça. Trabalho em RH há pelo menos 7 anos, nesse tempo fui de assistente para analista, de analista para coordenadora. Nada foi simples, nada foi rápido. Mas ao voltar a tudo que vivi e vivo na empresa que estou, tenho consciência de que minhas vitórias não são somente minhas, mas sim e também da empresa que trabalhava ( ou trabalho) .
Quando um grupo de executivos de uma empresa é surpreendido pela troca de de seu CEO , a primeira reação é de compreensão, já que a empresa que era líder de mercado está perdendo para seus concorrentes que tem muito menos potencial do que ela. Então o susto veio quando colocaram uma mulher para assumir o cargo e dela tomou decisões no mínimo inusitadas para aquele grupo de executivos caros que não estavam trabalhando em equipe como deveriam, ou melhor, como a empresa precisava, mas isso somente Kathryn, a nova CEO, teve a sensibilidade de perceber.
No meio de 150 funcionários da empresa de Tecnologia, aqueles executivos não somente tinham salários mais altos que todos mas também agiam como se estivesse tudo funcionando as mil maravilhas. Acostumados com o trivial, eles se espantam quando ela pede que eles vão com ela para um retiro, onde lá ela analisa um por um e exemplifica porque juntos não estão conseguindo gerar o lucro que a empresa precisa, ou que no mínimo espera deles .
Ali há uma briga de egos presente em qualquer empresa e mesmo com pessoas de nível hierárquico mais baixo. Sempre há o que acredita que é melhor que o outro , que mereça ganhar mais, ser mais destaque...e que se preocupa demais com o que o colega faz ou deixa de fazer ao invés de focar no seu trabalho.
Kathryn consegue provar através de seus gestos e gráfico - uma pirâmide- quais são os fatores que estão levando aquele grupo desunido a um quase fracasso sendo esmagado em um futuro próximo pelos concorrentes.
Ali, ela apresenta tópicos como falta de confiança e comprometimento e com suas observações vai dobrando um a um que se reconhece no que a nova CEO expõe. Ela que princípio era vista como " estranha" por apenas observar seus executivos em reuniões e manter o ex CEO a frente delas, consegue provar a todos que está no lugar certo e com as ideias certas para que as atitudes fadadas ao fracasso deles sejam corrigidas.
É um livro rápido e colocado de uma forma sensacional nas explicações, reconhecemos nossos colegas de trabalho em cada um dos executivos e mais uma vez fica a certeza de que todos somos peças de um imenso quebra-cabeça, não pode faltar uma peça, senão ele se completa. E a imagem só fica bonita com tudo completo.

site: http://www.meninaquecompravalivros.com.br/2016/01/resenha-os-5-desafios-das-equipes.html
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3