Profundo

Profundo Robin York




Resenhas - Profundo


46 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


anarsmoreira 19/06/2020

De profundo não tem nada
Infelizmente, de profundo não tem nada! O relacionamento deles me deixou bem intrigada. Achei a sinopse muito boa, ia trabalhar sobre os traumas dela mas não gostei do livro
comentários(0)comente



Mih Soares 24/05/2020

Profundo
Profundo ? Robin York ? 4,5/5?
Profundo é o primeiro livro da duologia de Robin York e narra o romance entre Caroline e West e faz jus aos sentimentos retratados no livro.
O livro traz temas como vingança pornográfica e a falta de leis eficazes, a importância da amizade e como o amor e a cumplicidade podem ajudar a superar obstáculos.
?A autora mostra como esse tipo de crime afeta a vítima, como a mesma e cada pessoa em volta dela reage ao ocorrido e o que acontece com o (a) criminoso(a).
O livro ainda traz uma nota da autora sobre a vingança pornô nos EUA e como as pessoas podem ajudar para que acabe.
?Um dos meus pontos favoritos do livro é como a personagem se mostra forte e enfrenta toda a situação e como West a ajuda a lidar com a situação. ?O casal inicia sua interação após West (quase um desconhecido para Caroline) defender Caroline em uma situação em que zombavam dela pelas fotos, e só nisso dou um pontinho para ele.
Uma amizade começa a surgir quando Caroline vê, em West alguém com quem conversar.
?O relacionamento do casal principal é bem realista e retrata bem o momento em que os dois vivem. Caroline está tentando superar o que vem vivendo e West acredita que os dois não possam ter algo tipo de relacionamento alem da amizade pela classe social ser tão diferente. West e Caroline se completam, ainda que não queiram admitir em um primeiro momento e são como um porto seguro um para o outro. O romance surge no momento certo apesar da química dos dois ser bem nítida. O ritmo da narrativa permite que se leia muito rápido e termina de forma perfeita e angustiante, que nos faz querer desesperadamente o próximo livro.
O primeiro livro é focado na história de Caroline e próximo na história de West e os motivos para que ele seja tão fechado.
West é levemente misterioso, protetor e esforçado.
Ponto positivo: A estruturação do relacionamento e os diálogos do casal ?
O ponto negativo seria a falta de leis para esse tipo de crime. ?
Aguardando o final do casal no próximo livro. ?
comentários(0)comente



Mia Fernandes 04/05/2020

Quando algo é vendido de uma maneira arrebatadora e profunda, ela tem que provar isto em todas as suas páginas. Não tem que ter medo em forçar a tinta. Profundo tinha que ser realmente profundo. Mas, o que eu senti era que a profundidade estava mais para uma piscina infantil. Criei expectativas que foram frustradas nas escolhas dos protagonistas, no qual somente nos quarenta e cinco do primeiro tempo me deu o que eu queria.

O assunto vingança pornô é polêmico e totalmente atual no mundo em que a vida acontece mais nas redes sociais do que fora delas. O que realmente se torna a “verdade” é a imagem vista em smartphones e telas de computador. Onde uma foto pode arruinar todo um futuro. A “vítima” Caroline Piaskescki *confirmar fez algo que qualquer garota faria: tirar umas fotos com o namorado, como uma prova de amor. Nada tão anormal. Alguns nudes, qual o problema disto, se é somente para o seu parceiro(a)? Mas, é quando o relacionamento acaba, qual vai ser o futuro destas fotos?

Através de uma mensagem, ela descobre que o seu ex, Nate, colocara em vários sites pornôs suas fotos com informações pessoais, com nome, onde ela estuda etc. Agora, ela está recebendo várias mensagens de ódio de pessoas que ela nem a conhecem, a tratando como uma prostituta de quinta. Suas contas sociais foram invadidas por estes odiadores, todos os seus amigos e professores receberam estas fotos. O que aconteceu com a sua vida? Como agora uma garota totalmente aplicada e com um belo futuro desenhado pela frente, tem agora? Seu corpo acessível a todos. Como ela agora poderá ser uma advogada, uma juíza? Pessoas importantes não tem nudes ou escândalos atrás delas.

Não existe uma lei que possa ajudá-la, a considerar estas fotos como um crime de ódio. Nate foi tão fdp, que ficou impossível comprovar que fora ele que divulgara as fotos. Ele consegue colocar Caro como se ela estivesse feito de propósito o vazamento das imagens. Sendo que ela é uma garota toda certinha, com todo um futuro certo e alinhavado, não cometeria uma asneira desta.

Eu não sei como agiria no lugar dela, mas certamente achei que Caroline fora ingênua em achar que conseguiria apagar suas fotos da internet. Porque uma vez na rede, sempre ficará presa. Então como contornar a situação? Como recolher os cactos do seu futuro? Será que ela pode acreditar que vai ter um futuro? Que ela não vai ser descrita como bunda, peitos e boquete

Todo o drama, fora “resolvido” com muita facilidade. Caro contrata uma empresa que cobra 1500 para limpar o seu nome. Ingênua(era o que eu pensava lá no incio). Então eis que aparece o salvador: West Leavitt.

West Leavitt é protópico do garoto problema. Ele aparece surrando o ex de Caroline. Ele é problema em todos os idiomas. Com o seu jeito sombrio e atitudes nada lícitas. Ele é traficante de drogas, maconha. Não tem como suavizar isto. West não teve infância. Ponto. Vindo de uma família disfuncional, com pai que bate e faz o que quer com uma mãe, totalmente cega por amor e uma garotinha inocente no meio do tiroteio. West e Caroline são tão opostos, mas possuem algo em comum: ambos são a salvação do outro.

West nunca foi o filho da sua família. Assumiu desde muito jovem o papel de provedor e pai da sua irmã. E toda esta responsabilidade foi a responsável por suas péssimas escolhas para melhorar a sua vida. E no meio de toda a sua confusão, ele encontrou Caroline e gostou dela. Mas, foi preciso passar um ano longe e finalmente perdendo o controle e metendo a porrada no ex da garota, para não conseguir manter as mãos longe dela.

O meio do livro foi o meu problema. Porque era óbvio que Caroline e West tinham química. Mas, foi esta química que mostrou o quanto Caro era inocente e ingênua, esquecendo os seus problemas e vivendo em função de West. A autora só mostrava as interações do casal, Caroline parecia que não tinha vida fora dos braços do West.

Porém, West é um personagem que vale a tal profundidade. Conhecemos o seu passado fodido, o quanto suas atitudes por mais erradas que sejam ele quer fornecer um futuro digno para a sua família. Mas, meu bem... a bomba explode. E somente quando a autora decidiu aprofundar a história, e tonar Caroline uma guerreira e que as coisas finalmente começaram a ser vivenciadas.

Sei o que vc vai me dizer: Mas, Mia tem o segundo livro, Intenso! Você queria que tudo se resolvesse agora? Não, mas queria que fosse mais dramático, que houvesse mais interações com outros personagens. Que tivesse mostrado a luta de Caroline, as suas reuniões, ver ela batalhando... Que venha intenso, mas que não seja intensamente frustrante.

xoxo
mia fernandes.
comentários(0)comente



Gabi 22/02/2020

Emocionante
comentários(0)comente



Naira 13/02/2020

Encantos e decepções
Intenso me apresentou um tipo de história que eu amo ler. Caroline e West juntamente com seus dramas e sentimentos me encantaram, porém senti falta em alguns momentos de uma maior exploração de acontecimentos. Espero que isso mude no livro 2.
comentários(0)comente



Janise Martins 08/02/2020

Profundo
Caroline narra sua história, e que história! O idiota do ex namorado coloca no YouTube fotos dela nua, não somente nua, mas de… bem… digamos de… de boca cheia, pois é. Muito burra, muito burra, até ela reconhece. Mas o estrago está feito e agora é superar. E é o que ela se dispôs a fazer.
Interessante na narrativa da Caroline é que Robin York expõe tudo, tudo mesmo, do que ela pensa.
Depois é vez de West narrar a história. As coisas para ele foram difíceis desde pequeno e ele teve que lutar. Só que com isso ele não teve muito escrúpulos:
“...e se eu tiver que cortar caminho ou desobedecer à lei para chegar aonde preciso, tudo bem. Se precisar trocar sexo por dinheiro e oportunidades, ainda vai ser melhor usar meu pau do que desperdiçar minha vida e perder o meu coração”
O gostoso na história deles é que já se gostaram desde o primeiro dia em que se viram na faculdade, só que ela tinha namorado e ele não é “boa coisa”. Um evita o outro e se atraem ao mesmo tempo. Acho bonitinho essa palhaçada toda hehehe
Mas eles realmente são de mundos diferentes, mas nem é isso o que os impede de ficar juntos, é algo que no momento em que eles estão vivendo não tem jeito e eles sabem disso e se você ler o livro, também saberá.
O final… bem, o final é de apertar o coração e você fica dizendo: - não… ah, não… não…
Pois é, é isso. Vou ler o segundo que é Intenso, que sabe melhora essa bagaça!
Bjoo





site: http://janiselendo.blogspot.com.br/2016/03/profundo.html
comentários(0)comente



Izabel.Cristina 11/08/2019

Chato!!!
Credo, que livro mal escrito, que personagem mais sem noção.
Arrastei muito a leitura.
Li 04/06/2020minha estante
Está difícil pra eu terminar .....




Vivereler 08/08/2019

Arrebatador
Essa história me deixou marcada, entusiasmada e apaixonada. West e Caroline são dois fofos, inteligentes e muito humanos.
A história fala sobre sofrer ?pornografia não consensual? na internet e em todos os traumas e maldades que isso nas vítimas. Realmente uma belíssima história, comevente e que me fez pensar muito sobre o mundo virtual.
Já vou começar o segundo livro, pelo que eu vi esse é o primeiro volume de uma duoligia.
comentários(0)comente



Maria 08/04/2019

?Profundo? Robin York ?
4,5/5 ?? ?
Vamos falar sobre pornografia não consensual? Esse livro me deixou destruída, indignada e esperançosa. Provavelmente essa mistura de sensações é confusa, mas é exatamente o que sentimos em casos de ?vingança pornô?. ?
Caroline é uma garota incrível, focada, inteligente e boa, tem a vida milimetricamente planejada e um futuro brilhante pela frente. Isso foi antes de seu ex namorado - Nate - publicar suas fotos nuas na internet, fotos sexualmente explícitas, que geram todo tipo de bagagem opressiva e destrutiva pra vida dela. ?
Caroline se culpa pela publicação dessas fotos, se culpa pela ingenuidade e pela confiança que depositou em Nate, se culpa por ser uma mulher sexualmente ativa, se culpa basicamente por ser humana. Nós vemos um menina super confiante de si perdendo sua identidade e força, mas tudo ganha novos significados quando West - um garoto totalmente oposto a Caroline - dá um surra em Nate. West é tudo o que Caroline deveria evitar, mas ele é o único que pode tirá-la da imposição de sua nova vida e o único que pode levá-la mais fundo. ?
E dessa forma, a gente começa a acompanhar a construção de um relacionamento totalmente novo, com duas pessoas emocionalmente fragilizadas que carregam traumas e responsabilidades tão diferentes, e que apesar disso descobrem juntos uma nova chance, uma nova oportunidade de amar, de se descobrir e principalmente de ser livre.
Eu amei essa leitura, ela foi muito significante pra mim, adorei a construção e o amadurecimento de cada personagem. Não foi uma leitura fácil, mas foi extremamente importante. ?
? Nota extra da Maria: esse livro é importante, esse assunto é importante, milhões de garotas tem sua vida exposta por meio da pornografia não consensual, isso é real, a vida dessas pessoas pessoas é real, o sofrimento delas é real. Se instrua sobre a assunto, leia e aprenda sobre, e principalmente, não financie esse tipo de conteúdo, não consuma esse tipo de sofrimento. ISSO É REAL ? ?
comentários(0)comente



Brenda Bremer 25/09/2018

Tirando os dramas em excesso o livro é ótimo
Devo admitir que no começo achei a escrita e trama da história mais condizente com a escrita de um adolescente virgem excitado - Na verdade achei isso até o fim do livro. Com um exageros e dramas demais (a personagem deve ser de câncer) as vezes a leitura se torna cansativa, além de alguns flashbacks mal posicionados que às vezes te confundem.
Mas a história acaba por te conquistar quando os personagens, um que nunca se apaixonou e outro que desconfia de tudo, se apaixonam, ambos de mundos diferentes, classes diferentes e com bagagens emocionais diferentes. Chega a ser doce o romance dos dois, e eu adoro romance doce, motivo pelo qual eu adorei o livro apesar da escrita.
Enfim, não vou mentir e dizer que não fiquei triste no final porque eu fiquei sim. Já estou aqui me preparando pro próximo livro.
comentários(0)comente



Babih (@nurse_literaria) 07/09/2018

Assunto que precisa deixar de ser tabu
Quais as consequências de ter uma foto íntima vazada? Qual a sensação de ter todos ao seu redor te julgando? Caroline vai descobrir na pele essa sensação.

Caroline após romper seu namoro com Nate o mesmo coloca fotos de momentos íntimos deles já internet. As fotos vazadas causam a Caroline diversos problemas. Todos os seus amigos somem, ela vive com a constante sensação de está sendo alvo do olhares de todos.

Até que o improvável acontece. Caroline é defendida pelo cara brigão da faculdade, aquele que todos temem e que seu pai aconselha manter distância: West. O cara brigão acaba se tornando o seu único amigo e apoio nesse momento. Quais as consequência quando dois mundo até então tão diferentes se tornam tão iguais?

Caroline estuda direito, é a caçula de três irmãs e muito protegida pelo pai, um brilhante advogado. Esperta, independente. Sempre lutou para ser conhecida por si mesma e não como a filha mimada. Até ter seu mundo virado do averso da noite para o dia. Depois do incidente com as fotos Caro passa a ter medo de colocar uma roupa curta, temendo ser chamada de “vadia”, também adquirir uma mania de perseguição, achando que todos virão suas fotos ou que estão falando dela.

Curioso, inteligente, esse é West, cresceu achando que não era merecedor de um final feliz, que finais felizes não existem para caras como ele. Aos dez anos teve que assumir o cuidado da irmã, pois sua mãe nunca estava presente. Ir a faculdade foi o único meio que achou de ser alguém da vida, de dar a sua irmã uma vida melhor.

Profundo traz um alerta sobre Revenge Porn(Vingança Pornô) que é muito frequente nos EUA. E mostra como o número de vítimas só aumenta e as leis não são modificadas. O assunto foi muito bem colocado pela autora, mostrando como esse tipo de situação mexe com o psicológico da vítima. Um assunto delicado, mas que precisa ser falado.

Para mais resenhas acesse: https://www.instagram.com/capadura_coracaomole/

site: https://www.instagram.com/capadura_coracaomole/
comentários(0)comente



Portal Geeker 31/05/2018

Resenha: Profundo
"Profundo, livro 1 da duologia de Robin York, não é apenas um romance arrebatador com algumas cenas hot, uma química incrível entre os personagens e uma afirmação de como a amizade verdadeira é importante. É também uma denúncia contra a "vingança pornô" ou "pornografia não consensual" e a falta de leis que combatam esse crime e punam aqueles que o praticam e que possam resguardar, proteger e amparar toda e qualquer vítima desse tipo de crime.

Robin York, através de suas personagens e essa linda história, mostra como esse tipo de crime afeta a vítima, como a mesma e cada pessoa em volta dela reage ao ocorrido e o que acontece com o (a) criminoso (a).

Entretanto, acima de tudo, é um livro que fala sobre superação. Sobre como enfrentar um trauma, como criar forças para lutar contra aquilo e quem te prejudicou e buscar justiça.

Caroline Piasecki é uma mulher incrível. Ela é linda, carismática, extrovertida, jovem, animada, rica, super positiva e determinada. Uma boa filha, uma boa irmã, uma boa amiga, uma boa namorada, uma companheira, uma excelente pessoa. Ou, como ela costuma dizer, uma boa menina. Sabe aquela pessoa que procura fazer o certo sempre? Então, essa é Caroline. Uma estudante de direito que se aplica ao máximo aos estudos porque quer ser juíza como o pai e, também, porque guarda um sonho secreto. Ela quer ser Presidente dos Estados Unidos, seu país de origem.

Entretanto, Caroline, em seu segundo ano da faculdade, vê sua vida e seu futuro irem ladeira abaixo (...)

West é diferente de Caroline, ele não é certinho como ela e ganha a vida de forma ilícita. Ele vem de uma família pobre, mal estruturada e cheia de problemas internos, que nem ao menos tentou dar um mínimo de suporte e incentivo a ele. (...)

O fato é que West acaba sendo um vendaval na vida de Caroline. Ele mostra a ela que ela está errada. A foma como ela está reagindo ao ocorrido é errada. Ela não tem culpa de nada.(...)"

Eu adorei o livro, os personagens e a forma como a autora fala sobre um assunto delicado, super atual e o problema que ele traz à sociedade e prejudica a boa convivência das pessoas e como elas são afetadas emocionalmente, psicologicamente, socialmente e até materialmente.

E o romance? É arrebatador. Lindo! Robin York mostra como duas pessoas, quando querem, podem se unir e ajudar uma a outra com muito companheirismo, lealdade e perseverança. As palavras chave são boa vontade, permitir, ouvir, dividir… Dividir os problemas não é a mesma coisa que depositar os seus problemas no outro e sim permitir que o outro, por vontade própria, te ajude a suportar o peso e a mostrar que é possível resolver qualquer problema com coragem, disposição e positivismo.

(...)"

Leia a resenha completa em nosso blog:

site: https://portalgeekers.wordpress.com/2018/05/20/resenha-profundo-de-robin-york/
comentários(0)comente



Diane 29/03/2018

Bom!
Apesar de um enredo bem interessante, algo não me cativou no romance entre Caroline e West. Confesso que achei um tanto exagerado esse amor entre eles, meio forçado...mas quero ler em breve a continuação para tentar descobrir o que realmente me incomodou na história.
Lily 28/04/2018minha estante
Também concordo. O livro é bom, mas faltou algo nesse romance. Eu li a continuação e deixou a desejar...




Namorando Livros 26/02/2018

Vida Dupla novo livro de S. J. Watson, autor do best-seller Antes de dormir. Traz a história de Julia uma mulher que vive duas vidas, e pode acabar perdendo ambas.
Caroline é uma estudante de direito, a caçula de três irmãs, seu pai um advogado conceituado e viúvo, sempre á alertou sobre sua reputação e ela sempre foi uma boa menina. Mas sua vida desmorona quando o seu namoro de três anos com Nate termina. Ela não era apaixonada por ele, nem ele por ela, mas por vingança Nate expõe fotos comprometedoras dela na internet. Caroline pensa que tudo havia acabado, sem amigos, sem moral, tendo vergonha de andar até pelos campos da universidade.

Mas isto muda quando ela descobre que, West, o aluno brigão que vendia maconha na escola, o garoto que ela evitou todo ano por causa de problemas que ela queria ficar longe, era também um dos únicos que queria protege-la de tudo que estava passando.

West e seu amigo Krishna, fazem de tudo para que Caroline, não se entrega a depressão, ela acaba entrando em um time de rúgbi, onde conhece Quinn, uma das treinadoras do time, faça com que ela viva sem ter medo de ser feliz.

Gostei desse livro pelo conteúdo de orientação sobre nem tudo que a gente vê é aquilo que parece, só porque você namora alguém durante muito tempo pode confiar tudo essa pessoa, ou só porque uma pessoa tem hábitos estranhos ela não é de confiança ou ela não poderia te ajudar.

Foi uma boa maneira como a autora nos alerta sobre os perigos de fotos, de excesso de confiança em alguém só porque estão namorando.

É interessante porque geralmente começa com a personagem numa vida tranquila com amigos e família depois que sua vida desmorona, aqui não, a autora já começou mostrando o sofrimento do personagem depois a felicidade depois a tristeza de novo.

Enfim vocês vão gostar deste livro, vale a pena ler e refletir, esse é o primeiro livro da série Caroline e West.

site: http://namorandolivros.com.br/resenha/profundo-robin-york/
comentários(0)comente



Paraíso das Ideias 15/08/2017


Depois
de alguns meses ausentes, voltei com todo o gás com leituras que me tiraram o fôlego e fizeram com que eu me perguntasse, porque passei pouco mais de 1 mês sem ler? Rsrs. Hoje venho com a resenha desse livro, que logo pelo nome já me chamou atenção, e claro que por ser um livro da Arqueiro, tinha certeza que não ia me arrepender com essa leitura. E digo mais .. você ficará sem ar em algumas partes desse livro rsrs . Antes de começar a resenha, uma pequena observação: caso alguém encontre esse rapaz da capa, por favor avise que estou a sua procura rsrs.


" Amor é o que acaba com as pessoas. Amor é ressaca, é contracorrente."


Caroline Piasecki, é uma jovem que possui uma situação financeira muito boa, e seu grande objetivo na vida é se formar em advogacia e ser uma advogada renomada. Mas sua vida muda completamente quando Nate seu ex-namorado, posta fotos intimas da garota na internet, fotos que ela havia deixado seu ex namorado tirar, alguns dias antes de terminar o namoro. E o que a deixa mais transtornada é o fato de todos os seus amigos já terem visto suas fotos. e o pior de tudo, a todo lugar que ela ia, ouvia borborinhos referente a sua intimidade, ao qual não a agradava em nada. Com isso ela passou a ser tachada como "a vagabunda", Caroline tentou de tudo para retirar suas fotos da internet, mas sem sucesso. Ela se vê perdida na vida, e vai seguindo como pode.


" Dirijo sem rumo porque não sei mais o que fazer. Mas eu não preciso me entregar ao sofrimento. No começo, quando vi as fotos, achei que precisasse, que a vida que eu conhecia havia acabado e eu simplesmente teria que lidar com isso."



West Leavitt, é um cara lindo, daqueles que você olha e perde o fôlego. West não teve a vida fácil, atualmente vende drogas para conseguir dinheiro, fora o trabalho que tem em uma padaria. Ele é o tipo de pessoa que não tem medo de nada, que se precisar dar um soco em alguém, não pensa duas vezes, acha que tudo se resolve do jeito dele.


" Eu ainda não havia aprendido que, quando toda a nossa vida é um fingimento, a realidade não é algo que aconteça conosco. quando nos cercamos de mentiras, todas as coisas verdadeira começam a se decompor. "


Quando Caroline conhece West, sua vida muda completamente, e ela começa a se interessar por ele, em sua cabeça, acredita que ambos podem ter uma vida juntos. Mas assim que descobre que ele vende drogas, tudo fica confuso, pois isso é algo que vai contra o que ela acha certo, afinal ela quer ser advogada. Mas quem diz que mandamos no coração né? Caroline passa a desejar West como nunca desejou ninguém, mas quando ela acha que tudo está indo muito bem, ele joga um balde de água gelada, e sua vida se desmorona. West está totalmente confuso, porque seus sentimentos não condizem com sua razão.



" Estou bravo pelo fato de sexo não poder ser apenas sexo e precisar ser atrelado a todo o resto também - dinheiro, poder, infelicidade e prazer, tudo misturado. Porque eu a quero, sou louco por ela, e é uma estupidez do caralho."



Quando comecei a ler o livro, fiquei meio triste, pois parecia ser mais um livro clichê e igual a todos: a menina que se apaixona pelo bad boy da faculdade, que no fim só sofre na mão dele, pois ele só quer sexo e nada mais. Mas no decorrer da história, pude observar que o que aconteceu com a Caroline, é algo que acontece muito em nosso dia a dia. E que isso precisa acabar. Acredito que ao escrever essa obra, o objetivo da autora era fazer com que os leitores se conscientizassem com esse fato, afinal, isso é crime.

Esse livro é muito envolvente, assim como o nome, realmente é uma leitura profunda, que fez com que eu me apaixonasse por West e Caroline. Confesso que fiquei um pouco chateada com o final, pois me pegou totalmente de surpresa, mas acredito que a autora vai me impressionar muito no próximo volume, que claro eu já comecei rs.

Essa é minha primeira experiência com a escrita da autora e posso garantir que é muito boa, com um enredo profundo e com um tema pesado, ela consegue construir uma história que prende o leitor do começo ao fim.

A leitura foi feita em e-book, então não posso fazer uma análise de diagramação, mas sem dúvida alguma a editora fez um belo serviço na capa da duologia, que esta apaixonante!!

Um ponto que sempre gosto nos livros de romance, é o fato do autor separar os capítulos entre o ponto de vista de cada personagem, e nesse livro não poderia ser diferente, quando você acha que já morreu de amores pelo jeito que Caroline pensa, você chega no capitulo que demonstra o ponto de vista de West, e ai você se derrete mais um pouquinho. Simplesmente perfeito. Ele é um Deus grego, apesar de seus defeitos rs.

Super indico esses livros para as pessoas que assim como eu, adoram um livro romântico, e mais do que isso, que há pontos que nos faz parar e refletir muitas vezes nas escolhas que fazemos na vida.



" (...) também não sei, mas quero dizer a ele que às vezes precisamos simplesmente confiar no que sentimos. Precisamos acreditar que coisas felizes podem nos fazer felizes e que coisas erradas parecem erradas. "

site: http://paraisodasideas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



46 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4