[In]contadas

[In]contadas Danieli Hautequest...




Resenhas - [In]contadas


5 encontrados | exibindo 1 a 5


Clube do Farol 13/09/2017

[In]contadas. Clube do Farol.
Resenhado por: Jéssica Burgos

Ao receber o livro fiquei surpresa com sua beleza, apesar da simplicidade. Uma capa em um tom forte de roxo, com alto relevos nos nomes das autoras e na ilustração ao fundo, e em perfeito contraste com o amarelo do título.

O livro possui orelhas, páginas amareladas, uma bela diagramação e ao final de cada conto, a fotografia e uma breve biografia de quem o escreveu. Se não bastasse, o livro pode ser adquirido gratuitamente no site da editora Vira Letra em formato digital ou impresso (neste caso, pagando apenas o frete).

O livro [in]contadas é uma coletânea com 15 contos de literatura lésbica, escritos por 15 autoras que tinham como missão representar a pluralidade de ser mulher e lésbica.

"Negar a própria essência para se enquadrar, ser aceita, perseguir os sonhos e objetivos alheios, atender à expectativas e cobranças de terceiros. Independente do motivo, era o pior sofrimento que poderia imaginar." Duas mulheres sozinhas – Diedra Roiz

A coletânea tem intenção de dar voz a mulher lésbica, mostrar sua força, mostrar que ela merece e deve ser ouvida, dar um espaço, deixá-la expor seu ponto de vista, seus sentimentos. Os contos abordam diversos temas como: a descoberta, as primeiras experiências, o processo de aceitação própria, a aceitação da família, o preconceito da sociedade, a saudade, o desejo, entre outros.

"Meu problema sou eu, é a luta diária que travo com meus touros que reprimo, especificamento meu touro Encanto, que sufoco energicamente há dois meses." Touro na Arena – Ana Paula Enes

O que mais gostei na coletânea, de longe, foi mostrar como o amor prevalece, mostrar que num relacionamento entre duas pessoas de mesmo sexo não existe apenas sexo, e que há (e muito): amor, cumplicidade, carinho, felicidade, respeito, lealdade, companheirismo, admiração e claro, desejo!

"Vi que a coragem era boa e permiti que me guiasse. Ousei. Busquei. Lutei. Contra amarras e medos. Me permiti viver com e para você. Fui deixando o abismo para trás." A criação do amor e o que veio depois – Priscila Cruz

Espero que esta coletânea abra (ainda mais) as portas para todas as autoras talentosas que participaram dela, além de outros talentos que possam vir a se inspirar nelas para lançar livros, poemas, contos, música, etc. Parabéns a editora Vira Letra pela iniciativa, pela distribuição gratuita do material, pela divulgação e por dar espaço a uma minoria, que merece (e muito) ser ouvida e representada. Obrigada Gabriel Finco por ter me dado esse desafio!

Se recomendo a leitura? Claro que sim! Gostei de cada um dos contos, seja pela sensibilidade, pela beleza, pela dor, pelo sofrimento, pelo emponderamento, pela coragem, pela luta ou pela representatividade.

site: https://clubedofarol.blogspot.com.br/2017/05/resenha-incontadas.html
comentários(0)comente



Priscila Cruz 02/05/2017

[In]contadas é um livro belo
Como autora participante da coletânea, talvez minhas palavras não sejam capazes de convencer o leitor. Mas, acreditem, estou sendo imparcial.
Conheço o trabalho de algumas das outras autoras, de outras não. Sim. Sou amiga de algumas. Mesmo assim, estou sendo imparcial.
Simplesmente porque nosso processo criativo se deu de maneira individual. Eu, pelo menos, não fazia ideia do que os contos das colegas tratavam.
Para minha surpresa, os contos dialogam. Falam de amor, de renascimento, de saudade, de autoconhecimento, de aceitação, de recomeço, de perdão e, é claro, de sexo. Quem não gosta de sexo? 😎
Adorei cada um, pela sensibilidade e beleza. Pela força e coragem. Pela dor e o prazer.
[In]contadas é um livro belo e vale a pena ser lido.
Se você não pode pagar pelo frete (pois o livro está sendo distribuído gratuitamente), procure no Google Books e leia.
Leia e se emocione. Leia e se apaixone. Leia e chore. Leia e sorria.
Seja qual for a razão, leia!
comentários(0)comente



Muninn - IG @corvosdeodin 13/07/2017

O livro [in]contadas é uma coletânea com 15 contos de literatura lésbica, escritos por 15 autoras que tinham como missão representar a pluralidade de ser mulher e lésbica.

A coletânea tem intenção de dar voz a mulher lésbica, mostrar sua força, mostrar que ela merece e deve ser ouvida, dar um espaço, deixá-la expor seu ponto de vista, seus sentimentos. Os contos abordam diversos temas como: a descoberta, as primeiras experiências, o processo de aceitação própria, a aceitação da família, o preconceito da sociedade, a saudade, o desejo, entre outros.

Leia a resenha completa em:

site: https://clubedofarol.blogspot.com.br/2017/05/resenha-incontadas.html
comentários(0)comente



Cris 05/04/2019

Amei todos os contos!
todos escritos por mulheres, com personagens lésbicas ou bissexuais em suas mais diversas fases da vida e descobertas.
Aqui, temos narrativas sobre negação, aceitação, empoderamento, relacionamentos, preconceitos e claro, muito amor💙
.
.
Todos os contos foram escritos com maestria e sensibilidade, mas confesso que tenho os meus favoritos e, vou contar quais são eles pra vocês🙆
.
.
O primeiro se chama "Touro na Arena" da autora Ana Paula Enes. Esse conto é sobre uma mulher casada e bem sucedida, com um filho e uma vida de encher os olhos de qualquer um. O que ninguém sabe, é que todos os dias, ela confronta seu "touro" interior para mantê-lo aprisionado, porém, uma colega de trabalho acaba por tornar o "touro" ainda mais forte e feroz na briga por sua liberdade.
.
.
E o outro conto que, para mim, é o melhor: "Do Amor (E seus opostos)" da Manuela Neves. A história contada é sobre o fim anunciado de um relacionamento onde claramente houve muito amor, mas acabou. A escrita da autora é de uma profundidade de arrepiar a pele a cada palavra. É triste, sensível e tão doloridamente real! Eu fiquei completamente sem palavras ao concluir a leitura dele e passei algumas horas pensando e refletindo sobre com um pesar tão grande por esse casal, que vocês não tem noção :'(
comentários(0)comente



Thainá - @osonharliterario 17/01/2020

Contos sobre mulheres lésbicas escritos por mulheres lésbicas
[in]contadas é uma antologia nacional composta por 15 contos escritos apenas por mulheres. Com escritas diferentes, mas repletas de poesia, as autoras transbordam em seus textos assuntos que intercalam entre o primeiro amor, as paixões da vida, o conhecimento da sexualidade, o preconceito vivido todos os dias, as perdas inevitáveis e a auto descoberta de si mesma.

Os contos, mesmo que diferentes entre si, trazem a semelhança do protagonismo lésbico – ou, em um caso específico, bissexual – retratado de forma real e crua através de autoras que também já passaram por tais situações, sejam elas boas ou ruins. É por isso que os textos têm um misto de emoções, fazendo com que os leitores ao mesmo tempo em que deem risadas também parem para refletir sobre a vivência dessas protagonistas.

Decidi não me estender sobre cada um dos contos, pois como alguns são relativamente curtos, tendo apenas uma ou duas páginas, acredito que a experiência de leitura será mais completa com você descobrindo as histórias por si só. Apenas deixo como aviso que algumas histórias têm cenas mais picantes, classificadas para maiores de 18 anos. Porém, não são cenas que incomodam, constrangem ou que estão ali apenas para sexualizar, mas, sim, são momentos necessários para tais narrativas.

Demorei muito para ler esse livro, anos na verdade, mas acredito que o li no momento certo. Eu adorei conhecer cada personagem e sentir as suas emoções, sentimentos e sensações. Foi uma leitura excelente, emocionante e cheia de amor, que me deixou com vontade e curiosidade em conhecer ainda mais outras histórias das autoras.

É incrível como a escrita de cada autora tem sua dose única e intensa de poesia e como os contos, de alguma maneira, conseguem se conectar e complementar. A leitura fluiu tão rápida e leve que quase o terminei em apenas um dia, de tão conectada que fiquei com as protagonistas. Mas, mesmo assim, consigo dizer que aproveitei cada texto, cada personagem e cada vivência.

[in]contadas foi uma leitura incrível que, inclusive, já recomendei para muitas mulheres. Acima de você ser LGBTQI+ ou não, a leitura se faz necessária para todos por se tratar de mulheres, que mesmo tão singulares e diferentes entre si carregam um pouco de nós leitoras.

Resenha completa no blog Sonhando Através de Palavras.

site: https://sonhandoatravesdepalavras.com.br/2020/01/17/resenha-incontadas-varias-autoras/
comentários(0)comente



5 encontrados | exibindo 1 a 5