Sem Filtro

Sem Filtro Lily Collins




Resenhas - Sem Filtro


16 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Lívia Cassiani 03/08/2020

Nesse livro, Lily traz em cada capítulo um ensinamento, que aprendeu em sua experiência de vida. Ela fala abertamente sobre suas inseguranças, distúrbios e obstáculos, que vivenciou da infância até a vida adulta.

"Cada um de nós é único no mundo, então todas as peculiaridades que nos definem são coisas especiais e devem ser aceitas em vez de rejeitadas"

Ela fala muito sobre como teve que aprender a aceitar e amar suas diferenças, o que a torna especial. Mostra também sua experiência com a anorexia e bulimia, o que conviveu por anos. Quem não sabe, a atriz fez um filme, onde é abordado exatamente esse assunto, chamado "To The Bone" da Netflix.

Conta sobre relacionamentos tóxicos e como isso a influenciou, onde aprendeu que não se pode mudar alguém, apenas tentar ajudar e que a culpa não é nossa por a pessoa ser do jeito que é. Fala sobre sua relação com seu pai, que pra quem não sabe é o músico Phil Collins, que muitas vezes não estava presente em sua vida e que também teve que lidar com seus próprios vícios.

Mostra sua jornada para se curar fisicamente e mentalmente, e como a comunicação honesta com a família e os amigos a ajudou a melhorar. Além de é claro contar várias curiosidades de sua história.

Esse livro me ensinou e me fez refletir bastante sobre aspectos pessoais, porque são lições muitas vezes óbvias, mas que esquecemos da importância. Recomendo muito a leitura, e quero ler mais biografias daqui pra frente.
comentários(0)comente



Kelly Moura 22/07/2020

Para todos que já se sentiram sós
Lily Collins encanta com seu relato verdadeiro sobre suas experiências. Conta de forma aberta e muito simples sobre seus erros e acertos, sempre deixando uma mensagem positiva e vibrante. Acompanhamos a maturidade de sua personalidade e evolução de seus pensamentos e sentimentos.
Ao final do livro, me senti muito próxima dela, como se tivesse ouvido uma amiga relatar sua história.
Gostei bastante!
comentários(0)comente



Amanda.Souza 30/06/2020

Adorável
Sem filtro só me deu mais certeza de que Lily Collins não é somente uma excelente atriz mas também é uma excelente pessoa.
O livro é bem rápido de ler e nos cativa já nas primeiras páginas pela forma sincera que Lily tem com as palavras e é um livro extremamente adorável, com frases de inspirações tirada de acontecimentos reais da vida da atriz. Sem nenhuma vergonha Lily nos conta boa parte de suas trajetórias e aventuras que deixaram marcas em sua vida e como cresceu e desenvolveu com base de cada situação em que viveu seja boa ou ruim, nos ensinando também que não devemos aceitar nada que não nos faça bem, que é importante ter voz, cuidar de nossa saúde mental e física e que também é possível sermos conquistadores e autores de nossas próprias histórias.
Eu me inspiro em Lily Collins e a mesma tem minha total admiração.
Excepcional!
comentários(0)comente



Aninha 17/12/2019

"Não deixe de ser feliz só porque as outras pessoas não entendem as coisas que você gosta"
Neste livro, Lily tem uma motivação, ela sabe muito bem como conduzir a própria historia, sabe muito bem sobre o que quer falar e como quer explicar, até certo ponto você entende que é uma biografia porque ela mesma não quis fazer um livro falando apenas de bulimia e anorexia e vícios (no geral), mesmo esse sendo um dos temas mais abordados. As mensagens que Lily passa para o leitor são inspiradoras, encorajadoras e motivadoras, em muitos momentos ela fala sobre a importância de dar valor aos pais, ser autentico, a necessidade de ser saudável e em como essas coisas mudaram sua forma de ver o mundo.

A escrita é simples, então este é o tipo de leitura que você consegue fazer em um ou dois dias. É interessante a forma como ela aborda alguns momentos de sua vida, sem realmente expor as situações, ou exemplificar. Um exemplo disso é o capitulo em que ela fala sobre como sua relação com seu pai é complicada, durante todo o capitulo ela fala sobre como foi o processo de perdão e aceitação de algumas coisas, mas não diz realmente o que aconteceu. Isso te deixa instigado e frustado, de certa forma, como se faltasse algo a mais.

Um dos problemas do livro é a falta de uma real ordem cronológica na narração da historia e a forma como ela perde o foco em alguns momentos, no mesmo paragrafo em que está falando sobre dificuldades que encontrou para conseguir um determinado emprego, ela começa a falar sobre relacionamentos, isso torna tudo um pouco superficial demais. Outra coisa foi que apesar dela narrar historias de sua vida, não a nada detalhado, nem detalhado, em muitos momentos ela fala sobre coisas muito importantes de sua vida de forma neutra e sem profundidade, isso torna o livro supérfluo em vários momentos que deveriam ser muito mais importantes.

Sobre o livro:

A tradução estava impecável, nenhum erro de português perceptível. Muitas fotos para exemplificar, livro com orelha (eu uso as orelhas para marcações rápidas de página), capa bonita, fonte pequena. Acredito que a única coisa que me incomodou um pouco foi o fato das folhas serem brancas, isso acaba cansando um pouco os olhos. De resto, tudo ótimo.
comentários(0)comente



Nayara Yanne @bibliotecasecreta21 28/09/2020

"Amor sempre e eternamente"

Nesta autobiografia a atriz e modelo Lily Collins abre o coração sobre sua vida, seus segredos e inseguranças, dos momentos mais sombrios aos mais iluminados, tudo em uma narrativa honesta, sem filtro. Lily relata sua busca pela aceitação de si mesma, reconhecendo a importância do amor-próprio: a chave para suportar os dias ruins.

Isso não é bem uma resenha. Não acho justo fazer uma avaliação crítica de uma autobiografia como eu faria de uma obra de ficção, afinal de contas não dá para julgar o caráter e as escolhas de Lily como se ela fosse um personagem e a história de sua vida como se fosse uma jornada fictícia. Dito isso, vamos ao nosso bate-papo:

Ao longo de "Sem filtro", Lily fala sobre momentos de sua infância até a vida adulta, passando pelas dificuldades que enfrentou e a maneira como vem aprendo a lidar não apenas com a pressão dos outros sobre si, mas também a auto imposta. O que mais me encantou foi a honestidade que ela usa. Acho que todos temos consciência de que ninguém tem uma vida perfeita, não importa quão realizada uma pessoa pareça por fora, ela ainda enfrenta problemas como todo ser humano. Ainda assim, como tudo na vida, isso se torna mais real quando vemos. E é isso que acontece aqui, é quase como se Lily estivesse na nossa frente compartilhando sua história para sabermos que não estamos sozinhos. Inclusive, esse é um dos pontos que ela mais aborda no livro, além da importância de aceitar e amar a si mesma: falar sobre o que te aflige. Não sofrer sozinho. Porque isso não apenas piora o sofrimento como acaba por te afastar dos outros, criando uma distância que pode ser difícil de superar.

"Sem filtro" não é só uma biografia com toque de autoajuda, mas uma leitura que pode ser o gatilho para mudanças ou reflexões que te levem a prestar mais atenção a certos aspectos de sua vida. Tudo escrito de maneira simples, cativante e divertida.

site: https://www.instagram.com/bibliotecasecreta21/
comentários(0)comente



Dryh 07/02/2018

Esperava um pouco mais, mas ainda me inspiro em Lily Collins
Gosto muito da Lily Collins, tanto como atriz – principalmente nos filmes Simplesmente acontece e To the bone – quanto como pessoa, a admiro muito e estou sempre ligada em suas redes sociais. Quando vi que ela havia escrito um livro e que a Galera iria publicá-lo por aqui, fiquei muito feliz e curiosa: eu não sabia muita coisa sobre a autora, e estava ansiosa para conhece-la melhor.

Em Sem Filtro, Lily conta sobre sua infância na Inglaterra e depois nos Estados Unidos, para onde se mudou com a mãe. Fala sobre a ausência do pai enquanto crescia, sobre seus distúrbios alimentares que surgiram na adolescência (anorexia e bulimia) e também das inseguranças que sentia em relação a seu corpo, desde o momento em que começou sua carreira como modelo até os dias atuais. Ela também fala sobre os relacionamentos abusivos que teve, o quanto aprendeu com cada um deles e sobre sua recente paixão por cozinhar.

Cada um de nós é único no mundo, então todas as peculiaridades que nos definem são as coisas especiais e devem ser aceitas em vez de rejeitadas. – página 14

Além de nos mostrar uma Lily que ainda não conhecíamos, o livro também traz várias reflexões acerca da vida, abordando desde o que se pode aprender com um relacionamento abusivo (a partir do momento em que você percebe que merece muito mais do que está recebendo) até aprender a se aceitar como é, de maneira imperfeita, errática e humana. Lily também menciona como surgiu sua paixão pelo jornalismo e como foi inserida no mundo da televisão, falando um pouco sobre a gravação de To The Bone, quando ela precisou desenterrar seus medos e demônios e enfrenta-los mais uma vez, e também de Okja, gravado na Coreia do Sul.

Apesar de ter gostado de conhecer mais sobre a Lily e de refletir com tudo o que ela disse, confesso que esperava bem mais do livro. Acho que eu imaginei que seria mais detalhado, mais profundo, melhor desenvolvido e mais marcante. Fiquei um pouco decepcionada, confesso, e ver que o livro possui páginas brancas e as fotos inseridas nele estão em preto e branco me deixou ainda mais desanimada, pois me pareceu que foi feito às pressas e com pouco cuidado. Encontrar erros da revisão só me fez bater ainda mais nessa tecla. Uma pena, pois eu realmente estava ansiosa e curiosa para ler este livro.

Apesar disso, eu gostei do livro. Gostei de ver o quanto Lily cresceu com tudo o que aconteceu com ela, aprendendo e tirando proveito de todas as coisas ruins que poderiam tê-la derrubado, mas não conseguiram. Gostei especialmente das partes em que ela fala sobre seus relacionamentos, desde o que sentiu por quem deu um “chá de sumiço” até o relacionamento abusivo mencionado lá em cima. Ela conta que o rapaz era mais influente e que, por isso, ela se sentia obrigada a ser exatamente aquilo que ele queria que ela fosse, do contrário, Lily tinha medo de que ele fosse deixa-la. Sabemos quantas mulheres passam por isso todos os dias, e sabemos também o quanto é difícil para que elas percebam o que está acontecendo, então ler sobre alguém que conseguiu escapar de tal violência emocional me deixou arrepiada.

Eu estava tão apaixonada e cega pelo fato de aquele cara ter me escolhido entre todas as outras que me senti obrigada a ser exatamente como ele gostaria, ou ele ia me deixar. – página 30

Sem filtro é um livro que vale a pena ser lido, principalmente para aqueles que gostam de livros reflexivos que contam a história de alguém, seja essa pessoa famosa ou não. Gostei de conhecer essa Lily, e gostei ainda mais de saber que ela continua lutando contra suas inseguranças e permanece forte contra os distúrbios alimentares que poderiam tê-la matado. É uma leitura que vale a pena fazer, só não foi tão marcante ou especial quanto eu imaginei que seria.

Então, obrigada a todas as pessoas que me colocaram em situações horríveis e me disseram não – isso tornou o sim muito melhor de ouvir. – página 200

site: http://shakedepalavras.blogspot.com.br
Carol 14/04/2018minha estante
Comprei, esperando chegar




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Rosana - @tudoquemotiva 12/05/2018

Descobri recentemente que esse livro foi lançado no Brasil pela Galera Record e achei que seria uma boa hora para fazer a resenha. Li esse livro já faz uns meses e desde a leitura ainda fico pensando em alguma situações e reflexões que a Lily Collins faz no livro. "Sem Filtro" é um livro de memórias, mais no estilo autobiográfico, com toda a sinceridade possível.

Como falei lá em cima, o livro vai apresentar relatos reais da vida de Lily, assim como seus segredos mais profundos e nunca revelados antes. A palavra essencial e fundamental na vida dela é autoaceitação. Ela conta que, a partir da autoaceitação, é possível superar os momentos mais difíceis, assim como ter a coragem de pedir ajuda quando necessário.

No livro, ela vai falar de vários momentos de sua vida pessoal, assim como o relacionamento tóxico e abusivo que teve, distúrbios alimentares que sofreu e que a consumiu por tantos anos, amor próprio e como aprendeu a confiar em si mesma e a gostar do que ela vê quando olha no espelho. Tudo parece bonito nos livros e filmes, mas quando se trata da vida real, Lily Collins mostra que não é tão simples assim.

Não sou fã louca do trabalho dela, mas já assisti vários filmes em que ela atuou e até que gosto bastante. No livro é possível ver um lado dela que não imaginamos, às vezes parece que esses 'famosos' são intocáveis e esquecemos que ele são gente como a gente.

O livro é todo no estilo sincerão e é possível relacionar-se com várias histórias relatadas por ela. Além de acompanhar seu trajeto até chegar na sua carreira de atriz, ela também conta da relação com seu pai, sua mãe e até explica os significados de suas tatuagens (que tem vários significados e motivos para terem sido feitas).

Ao final de tudo, podemos perceber que o livro não é feito apenas para fãs, o livro foi feito para qualquer um que precisa de uma dose de inspiração, de um abraço e de uma pitada de coragem. Coragem para enfrentar os medos, anseios e finalmente autoaceitar-se pelo o que você é ♥


site: http://www.tudoquemotiva.com/2017/11/sem-filtro-lily-collins.html
comentários(0)comente



Larissa 26/05/2018

Blog Por Livros Incríveis
"Quando alguém demonstrar quem realmente é, acredite."

Nunca fui muito fã de atrizes e atores mas vira e mexe aparece um ou outro que chama a minha atenção e acaba virando um artista cujo trabalho me agrada (e em alguns casos até vira um crush haha) e foi o que aconteceu comigo em relação a Lily Collins. Foi impossível não gostar dela após ela estrelar algumas adaptações de livros que amo, como Os Instrumentos Mortais e Simplesmente Acontece, ainda que nem todas tenham sido assim tão boas. Me vi fã do seu trabalho e passei a acompanhá-la nas redes sociais, passando a gostar também da pessoa. Assim, eu que não sou de ler livros autobiográficos, fiquei animada quando soube da publicação que fala sobre a vida de Collins por aqui e, como podem ver, não perdi a oportunidade de a ler.


Através de capítulos temáticos, vamos conhecendo um pouco da vida de Lily: sua infância na Inglaterra e nos EUA, sua relação distante com o pai, os distúrbios alimentares que surgiram na adolescência, suas inseguranças, os relacionamentos abusivos e o que ela aprendeu com tudo isso. Junto com seus relatos vem uma miríade de reflexões sobre a vida e seus acontecimentos que, ao menos em mim, tiveram um efeito bastante reconfortante.

Lily bate na tecla dos relacionamentos abusivos e na importância de se amar e percebermos o quão importante somos e devemos ser para nós mesmos, mesmo com todas as imperfeições. A atriz também fala sobre suas paixões como a culinária e o jornalismo, a dificuldade de filmar alguns filmes pelas emoções que eles despertaram - como To the bone, original Netflix que fala sobre anorexia e bulimia - e os significados de suas tatuagens.

Apesar das mensagens motivacionais existentes em meio as histórias pessoais, creio que "Sem Filtro" não se diferencie muito dos demais livros do gênero. Conhecemos alguns episódios da vida de Lily Collins mas nada que saia realmente da superfície dos fatos. Uma grande pena foram as fotos existentes estarem em preto e branco, achei que não proporcionou que víssemos todos os detalhes como seria possível ver nas fotos coloridas.

Ainda assim, gostei bastante de conhecer um pouco sobre a vida da autora, seus momentos difíceis, inseguranças e paixões e ver o quanto tudo contribuiu para ela crescer e ser quem é hoje, sendo capaz de passar boas mensagens mesmo que ainda lute contra os fantasmas das inseguranças. É uma bela história de vida que traz bons ensinamentos e continuaria sendo mesmo se não fosse de uma pessoa famosa. Por isso vale muito a leitura.


site: http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/2018/04/resenha-sem-filtro-lily-collins.html
comentários(0)comente



De Olivato - @olivatobooks 26/05/2018

"Podemos fazer a diferença não apenas para aqueles de quem somos próximos, mas para aqueles que sequer conhecemos"
Este livro é a autobiografia da Lily Collins, ela fala um pouco mais sobre a sua história por trás dessa imagem que temos de artista intocável. Além de uma autobiografia, esse livro também pode ser considerado um diário onde a Lily foi relatando todos os momentos marcantes de sua vida – foi como ter uma conversa.

Collins fala sobre a sua vida desde os tempos de criança, do apoio constante da mãe e da sua relação com o pai, até os primeiros testes, além dos momentos em que pensou que não aguentaria a pressão para ser tudo o que sempre esperavam dela, inclusive o que ela mesma esperava de si. O livro também trata sobre distúrbios alimentares e relacionamentos abusivos.

Cada capítulo tem uma “lição” sobre o que foi dito, além de algumas fotos sobre determinados momentos. Eu adorei a leitura de “Sem filtro”, foi algo puro e extremamente sincero, porém senti que faltou algo.

“Ao compartilhar, aprendemos que não estamos sozinhos e que não somos tão diferentes assim. Podemos fazer a diferença não apenas para aqueles de quem somos próximos, mas para aqueles que sequer conhecemos.”

No Skoob, eu dei 4 estrelas e indico para todos os fãs dessa atriz maravilhosa e também para todas as pessoas que precisam de uma dose de realidade de vez em quando.

site: https://www.instagram.com/p/Bh_vburH_nL/?taken-by=olivatobooks
comentários(0)comente



Garotas Devorando Livros 15/08/2018

[...]

Essa história me ensinou que por mais que tenham coisas em mim que não me agradam elas fazem parte de mim. Ter um nariz maior que a maioria, ser mais gordinha ou magrinha que a maioria não me faz feia ou estranha, por que mais digam que sim, apenas fazem de mim, de quem eu sou, elas me diferenciam das outras pessoas e me torna linda, imagina que saco se todos fossem idênticos concorda?

[...]

CONFIRA A RESENHA COMPLETA NO BLOG!!!


site: http://www.garotasdevorandolivros.com/2018/08/resenha-sem-filtro-lily-collins.html
comentários(0)comente



Rafael 23/12/2018

"Podemos fazer a diferença não apenas para aqueles de quem somos próximos, mas para aqueles que sequer conhecemos."
IG: @crushforbooks

Lily Collins é uma atriz que sou muito fã - seja por seus filmes ou por sua personalidade -, então fiquei bastante animado quando descobri que ela publicaria uma autobiografia; e mais ainda quando a Galera Record comprou os direitos.

Foi muito bom descobrir mais sobre Lily, principalmente assuntos que até então eram desconhecidos da mídia, como seus relacionamentos abusivos. São os capítulos que mais nos prendem e a atriz passou por muitos maus momentos por isso; assim como com seus distúrbios alimentares, algo que eu já sabia que ela havia sofrido, mas ainda assim é um capítulo forte por termos todo o detalhamento do que ela sofreu nesses anos. Quando ela cita as crises e o que comia para enganar a fome é triste e alertador para outras pessoas.

Mas o livro não narra apenas de momentos tristes: temos capítulos onde Lily narra sua jornada até alcançar a fama e como ela não desistiu, o seu relacionamento com a mãe, sua tradição em participar de uma festa temática anual - e para quem a segue nas redes sociais sabe que é verdade que ela vai todos os anos - e seus personagens mais marcantes, entre eles Rosie de Simplesmente Acontece e Clary de Os Instrumentos Mortais, curiosamente os meus favoritos dela.

Um ponto negativo foram as fotos estarem em preto e branco, o que nos faz perder vários detalhes, mas ainda assim continua um ótimo livro. Não só quem gosta de Lily como atriz ou pessoa vai curtir o livro, mas também quem precisa de um choque de realidade e saber que nem sempre pessoas famosas ou esse mundo é sempre feliz e glamouroso.

site: http://crushforbooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Amanda Campelo | @booksdaamanda 23/01/2019

Resenha no Ig @booksdaamanda
"Às vezes precisamos experimentar algo desagradável para saber do que gostamos." Podemos até pensar que Sem Filtro é uma biografia, mas não é. No livro, Lily nos conta de situações muito importantes da sua vida, mas não temos toda a história.

A autora aborda muitos temas importantes e relata a sua realidade, tudo que ela passou. Ela conta um pouco sobre o bullying que sofreu devido suas sobrancelhas serem tão cheias, e que foi sua mãe que a ensinou um mantra que leva até hoje para se fortalecer. E Lily também nos ensina como podemos lidar com esse tipo de situação.

No livro também somos apresentados a como Lily Collins superou a anorexia, a bulimia e os seus relacionamentos doentios. Pois é, Lily também sofreu com relações abusivas, mas que só percebeu que estava em uma muito depois, e mesmo amando a outra pessoa, teve que lutar muito para sair dessa relação. "Pedir ajuda nunca é sinal de fraqueza. É uma das coisas mais corajosas que se pode fazer. E isso pode salvar uma vida." Adorei conhecer a Lily por trás da atriz. Descobri que ela começou no jornalismo aos 15 anos, indo atrás do que queria naquele momento. Então é aí que percebo que o livro foi realmente escrito pela atriz, pois desde sua adolescência ela escrevia para revistas. Também gostei muito da relação que ela tem com a mãe, é muito bonita, uma amizade verdadeira.

Esse é aquele livro que em cada página você consegue absorver algo para a sua vida, um ensinamento. Foi uma leitura muito rápida e agradável. Chegou muito perto de uma nota máxima, mas em alguns capítulos eu senti que a autora começava abordando determinado assunto e lá pelo meio tinha se perdido e estava comentando outras coisas, eu queria que ela tivesse tido mais foco. Esse é com certeza um livro que eu recomendo, vale a pena a leitura.

site: https://www.instagram.com/p/BstWXZ3AkOG/
comentários(0)comente



Ariela 10/01/2020

Eu poderia dizer que esse livro é especialmente para os fãs da Lily Collins, mas acho que até alguém que não a acompanha tanto, pode gostar do livro.

No livro, a atriz nos conta sobre sua carreira, como iniciou, o que fez antes, seus trabalhos como jornalista, etc. Mas também nos fala sobre suas inseguranças, transtorno alimentar, relacionamentos, família, fala um pouco da relação com o pai Phil Collins (sim, o cantor), mostrando o artista "sem o filtro" do glamour que se parece ter.

É um livro bem pessoal, me surpreendi em alguns momentos como quando ela fala sobre o distúrbio alimentar ou quando ela fala sobre alguns relacionamentos que não deram certo. Um em particular, acho que quem a acompanha faz um tempo pode até imaginar quem seja, mas ela não cita nomes, então só fica na nossa imaginação rs.

Eu já adorava a Lily e após a leitura admiro ainda mais. Mesmo pra quem não é tão fã, indico o livro. É uma leitura bem interessante, positiva e a Lily mostra muito como é, sem a perfeição que muito se vende dos artistas por aí.
comentários(0)comente



Lissa 03/02/2020

Leiam!
Eu procrastinei tanto para ler esse livro e agora que terminei decidi que ele ficará ao lado da minha cama porque vou voltar em certas páginas todos os dias. Lily compartilhou experiências próprias e o que aprendeu com elas. Memórias que ela possui de toda sua vida, boas e ruins. Há várias coisas que valem a pena você se lembrar sempre, coisas pelas quais todo mundo passa e demoramos para lembrar como sair dessas situações, tais como, receber não o tempo todo.
Simplesmente perfeito e você não precisa ser fã da Lily Collins ou gostar dela para amar esse livro e para ele te agregar em vários pontos.
comentários(0)comente



16 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2