O Garoto chamado Tony Louco

O Garoto chamado Tony Louco Raphael Coutinho




Resenhas - O Garoto chamado Tony Louco


61 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Neto Murracho 03/11/2020

Tony
A história se passa na década de 90, com um pre-adolescente que deixa de ser rico e vai ter que aprender a se virar em um colégio público.
Anthony um gordinho nerd, vai fazer de tudo para se tornar o cara mais popular do colégio e ficar com a menina por quem é apaixonado.
Amizade, intrigas e boas gargalhadas fazem parte deste divertido enredo.

É uma história muito fácil e rápida de ler, e me lembrou muito a minha trajetória, pois também fui um gordinho ( mas não era nerd ? ), emagreci e me tornei popular por ser vocalista de uma banda... as bebedeiras também foram motivos de varias historias daquela época.

Acredito que todos passamos por situações similares a de Tony, e assim como ele tomamos decisões erradas achando que é o melhor a fazer no momento...
Como Tony fez, independentemente da nossa idade, devemos admitir nossos erros e simplesmente pedir desculpas pelos nosso atos !

Rapha, quando vem a continuação ???
comentários(0)comente



Luhluzs 23/07/2020

Uma Surpresa Maravilhosa
Quando tive contato a primeira vez com a capa do livro, achei que fosse algo relacionado com sociopatia (não costumo ler sinopse kkkk), mas quando eu comecei a ler, foi a melhor surpresa, ver a historia do Anthony, que e a mesma de tantos adolescentes, aprendizados, amores. A leitura e fluida, tem uma pegada leve, foi luta pra conseguir mante o cronograma da LC kkkkk. Eu super indico a leitura, com certeza você irão amar.
comentários(0)comente



Raquel.Martins 01/07/2020

O Garoto Chamado Tony Louco
Esse livro nos traz a vida de um garoto Anthony,que entra na fase da adolescência e começa a ter novas experiências de vida, como se apaixonar por uma garota super popular  em sua nova escola. 
Após mudar de cidade, por problemas financeiros e familiares,Anthony começa a ter novas perspectiva de vida, entrando em uma escola pública, fazendo parte de um grupo de amigos, os Farofeiros, e até mesmo se apaixonando, mas até conseguir o que quer teve que fazer várias escolhas e mudanças, deixando de lado sua pessoa e se transformando em outra, mas seria isso bom? Deveria se tornar uma nova pessoa, o novo grupo de amigos era o seu verdadeiro lugar? 
Sua escolha de uma nova vida favoreciam uns e machucavam outros, mas qual o caminho certo?
Tony, começa a ter novos pensamentos e decide entre continuar sendo popular ou voltar para os seus antigos amigos, uma escolha difícil, porém que faz se encontrar em qual lugar pertencer.
"Ter fama e conseguir as coisas por ser popular não significa que você é feliz."

Por mais que Tony nos deixa super perplexo com suas escolhas, fazendo querer esganá-lo, entendemos  que estava indeciso e não sabia como reagir ao seu novo estilo de vida. Um livro que trata bastante da nossa realidade especificamente a vida escolar,O Garoto Chamado Tony Louco é um livro  que vale a pena abrir e se divertir.
comentários(0)comente



bibliotecadajordana 10/02/2020

[RESENHA - O garoto chamado Tony Louco]
#PROJETO LENDOAUTORESNACIONAISBDAJORDANA
Autoria: Raphael Coutinho
Editora: Coerência
Páginas: 200p
Ano: 2019
Assunto: Aventura; Ficção brasileira; Literatura infantojuvenil.
"Se não recordas a mais ligeira loucura que o amor te fez cometer, não amaste." Shakespeare

Aos 12 anos, Anthony era o típico filhinho rico, o príncipe da mamãe e do papai, viveu uma infância rica, morava em uma das áreas mais ricas e nobres de São Luís, tinha uma vida perfeita mesmo se achando um menino comum, tímido e nerd.

O seu castelo de príncipe desmoronou de uma hora pra outra, quando seu pai sofre um golpe do seu sócio, e perde sua parte na empresa. Resultado: eles ficam pobres, e além de terem que mudar de bairro, o maior pesadelo de Anthony se torna real: ele irá frequentar uma escola pública no ano que vem, nesse momento ele se sente confuso, com raiva e com medo.

Nessa nova vida, o casamento dos pais não vai bem e acabam se divorciando, Anthony vai morar com a mãe, e se sente um órfão de pai vivo.

No seu 1° dia de aula apesar do medo e nervosismo, ele faz amizade com Nando que lhe dá o apelido de Tony, Nando apresenta ele para o grupo dos Farofeiros, que só tinha uma menina a Andrea,uma garota simples e simpática. Mas nesse mesmo dia Tony se apaixona pela menina mais linda e popular da escola, Carol.

Ao passar a andar com os Farofeiros, Tony se envolve em muitas histórias e começa a ver que essa nova vida não é tão ruim assim, ele começa a sentir algo pela sua amiga Andrea, mas se nega aceitar esse sentimento, e focando em conquistar Carol ele toma uma decisão: mudar sua imagem na escola.

Afinal será que vai valer a pena? Temos que mudar para que nos amem? Quem são nossos amigos de verdade?
Tony vai descobrir todas essas respostas no decorrer da história, enquanto vai tentando descobrir e entender quem é ele mesmo no mundo, e aprender sobre o valor das verdadeiras amizades.

Foi uma leitura rápida e leve, me rendeu algumas risadas com as histórias que Tony se metia, uma nostalgia dessa época de escola, o autor me surpreendeu bastante, amei a escrita do autor e por ele citar lugares,gírias, e histórias aqui de São Luís.
comentários(0)comente



Daniel 29/08/2020

Fiquei decepcionado
Eu estava com muitas expectativas em relação a esse livro! Acompanho o instagram do projeto e a arte da capa me atraiu bastante, acho ela linda! Mas no decorrer da narrativa, a história não me fez muito sentido e desagradou bastante.

Primeiro, a sinopse diz que Tony é um adolescente. Mas em grande parte do livro ele tem doze anos. Doze anos não é adolescência, e sim pré-adolescência. Então fiquei de queixo virando com algumas situações envolvendo o personagem e seus amigos. Ele vai para uma festa de pessoas mais velhas, oferecem cerveja para ele e o garoto acaba ficando bêbado. Com doze anos.

Achei Tony um garoto sem muita personalidade e voz própria. A maioria de suas escolhas foram feitas para agradar e evitar conflitos com o grupo de pessoas ao seu redor. Não achei muito interessante ele passar grande parte do livro inventando mentiras e indo de acordo com o que lhe falavam.

A escrita do autor flui bem, mas não me cativou muito. Muitas passagens ele escolheu por recursos que me incomodaram durante a leitura. Sabe o ditado ?mostre, não fale?, muitas das ações que envolvem os personagens aqui foram ditas e descritas pelo autor. O leitor não acompanha o processo, a cena. Muitas foram as passagens que ele escreve, por exemplo, ?mas isso só aconteceu depois que fulano e ciclano passaram um tempo juntos voltando da escola?. Não exatamente nessa situação, mas as ações não foram mostradas e sim narradas por ele.

Tony Louco fala muito do tempo escolar e da descoberta sobre si mesmo, mas senti que o autor ficou perdido nos elementos e informações da história. Ainda não entendi uma criança de doze/treze anos passar por dilemas de quem tem dezesseis/dezessete...
Ronaldo 29/08/2020minha estante
Nossa, eu tenho me tornado gradualmente mais frustrado com essa pobreza de quem conta tudo no lugar de mostrar e deixar a pessoa ir absorvendo a história




Anne B. 17/08/2020

A adolescência é complicada
A história fala sobre escolhas, dúvidas, medos e aceitação. Coisas que todo adolescente passa, e mostra como o apoio familiar faz diferença. Os pais do Tony em momento algum realmente se importaram com ele. Foi necessário ele passar por muitas coisas para a mãe perceber que tinha algo de errado, e mesmo assim ela continuou relapsa e jogou a responsabilidade para o pai dele.
comentários(0)comente



Isa 31/03/2020

Resenha no IG @booksbefored12
?[#bbdresenhas]?
Título : O Garoto Chamado Tony Louco.
Autor : Raphael Coutinho
Editora : Editorial Coerência
-
?Arrasta pro lado pra ler a sinopse?
-
O Garoto Chamado Tony Louco é um livro de ficção escrito pelo autor Raphael Coutinho, e com certeza é uma das minhas melhores leituras até agora.
-
Nesta obra, acompanhamos Anthony dos 12 aos 14 anos de idade, enfrentando os principais dilemas da adolescência e, também, caminhando pela estrada do autoconhecimento. A história nos passa uma grande lição sobre o valor das verdadeiras amizades e as consequências das nossas escolhas, o autor consegue retratar de forma real como é ser adolescente.
-
A escrita do autor é bem simples e envolvente, através dela nos sentimos conectados com o protagonista, e tenho que confessar que a história me arrancou várias risadas, confesso que me cativou bastante e me tirou de uma ressaca literária daquelas ?. Também acompanhamos o crescimento dos personagens, e vale ressaltar que esse é um ponto importantíssimo do livro.
-
Não poderia esquecer de falar sobre a edição que está impecável. O livro pode ser resumido por apenas uma palavra : PERFEIÇÃO. Só peço que leiam e indiquem aos amigos, apoiem um autor nacional ! ?
comentários(0)comente



Danivia.Moura 23/07/2020

Surpreendente e encantador
O livro conta a história de Antony um garoto que quando criança tinha tudo que sonhava mas de hora para outra perde tudo. Seu pai perde a empresa que construiu e separa da sua mãe que o coloca em uma escola pública.  É nesta escola  onde podemos ver o desenvolvimento de Tony. As burrices cometidas, os amores recém descobertos e o anseio de fazer partes de novos grupos. 

É um livro bastante encantador com uma leitura fluída, contagiante e indicado para todas as idades. Que trás várias ensinamentos - tanto pra mim que sou mãe, quanto para minha filha. 

Eu fiquei super viciada na história de Tony por mais raiva que tenha passado. ?? E estou super ansiosa pra saber mais sobre as aventuras dele e como ele vai lidar com as mudanças que surgirão em sua vida.
comentários(0)comente



Luhescreve 01/06/2020

Nostalgia pura!
É um livro que fala sobre adolescência, se redescobrir e se descobrir ao mesmo tempo. Uma obra que nos mostra, de maneira simples e poética, os desafios que enfrentamos no começo da adolescência e o valor da amizade! Todos os personagens muito bem desenvolvidos, a trama desenrola na medida certa e a leitura flui com tamanha rapidez que se termina em pouquíssimos dias! Amei a experiência do início ao fim.
comentários(0)comente



Jojo 23/07/2020

Uma leitura deliciosa
Uma história deliciosa de ler que faz a leitura fluir muito bem.
Personagens bem trabalhados que nos envolvemos com história de cada um, além de amar e odiar alguns personagens.
A adolescência é uma fase complicada e também de muitas descobertas, Anthony passa por essa fase como a maioria de sua idade, porém com algumas peculiaridades.
Recomendo, independente da idade! Garanto que a leitura trará diversão, irritação com atitudes própria dos adolescentes e se emocionar.
comentários(0)comente



Tami 25/08/2020

Aqui acompanhamos as conquistas e os arrependimentos da vida de Anthony, em sua busca por aceitação logo após seus pais perderem tudo quem tinham e se separarem. Desfazendo o conceito de família na qual ele sempre foi muito apegado.

Anthony, assim como muitos na pré-adolescência tem uma visão distorcida sobre muitas coisas, acha que só a popularidade no colégio e ficar com a garota mais bonita é o importante, e faz o possível para chegar ao seu objetivo, não se importando em quem vai magoar pelo caminho.

No decorrer da trama, depois de fazer diversas besteiras e decepcionar muitas pessoas é que ele vai aprender o verdadeiro sentido da amizade e o quanto ela é importante. Livro leve, fluído e divertido, nos mostra as dificuldades dessa fase cheia de descobertas, medos e a busca por aceitação.
comentários(0)comente



@resenhandodark 29/01/2020

@resenhandodark
Este livro conta a história de Anthony, um garoto que teve uma infância cheia de riquezas, mas que, ao chegar à adolescência, precisa encarar o desafio de estudar numa escola pública do subúrbio da sua cidade. Lá, ele tem que abrir mão do orgulho e de todos os seus preconceitos a fim de se encaixar dentro de sua nova realidade enquanto tem a oportunidade de viver aventuras que jamais imaginou ao lado de verdadeiros amigos.
É também na nova escola que Anthony se apaixona pela primeira vez e vê seu coração dividido entre duas garotas: Andréa, uma garota doce, sensível e romântica; e Carol, uma garota bela e popular. Essa dúvida o leva a fazer difíceis escolhas e a se transformar no destemido e ousado Tony Louco.

Uma história leve, adolescente e nostálgica, depois de um tempo desejando à leitura desse livro eu finalmente conheci o Tony Louco em parceria com o Rafael Coutinho. Apesar de ser um livro totalmente fora do meu habitual, foi uma leitura prazerosa e divertida.

À escrita é tão leve que você consegue finalizar ele em um dia sem nem notar, além de nos fazer relembrar nossos momentos em escola pública, e também nós identificamos com aos personagens, eu por exemplo era igual à Andrea que vivia escrevendo em cadernos as paixonites de escola kkk porém não era uma menina doce e sensível como ela, e também quem já não teve momentos de rebeldia igual o Tony, cabulando aula por exemplo kkk.

Então se você quer ler algo divertido para sair da ressaca, vale a pena conhecer essa história e acompanhar aos momentos de rebeldia do personagens, e ao final o autor deixou um gancho para o segundo livro, que trará várias novidades na vida desse adolescente, que já estou bem ansiosa para ler.
comentários(0)comente



Nanda 29/10/2020

Muito bom!!!
O Garoto Chamado Tony Louco conta a história de Anthony, um garoto que quando criança teve a vida cheia de riquezas, mas na adolescência sua família perde tudo e ele acaba tendo que ir estudar em uma escola pública no subúrbio. O desafio é abrir mão do preconceito e poder se encaixar nessa nova vida.
O livro é narrado pelo próprio Tony (que recebe esse apelido ao chegar na nova escola) e a história acontece em São Luis do Maranhão.
Anthony é um garoto muito inteligente e divertido. É da turma dos "nerds" mas sonha em ser popular. Ele então faz um plano para alcançar esse objetivo.
Para quem passou da fase da adolescência sabe que é uma fase muito difícil, o que não foi diferente para Tony. Principalmente porque teve sua vida virada de ponta cabeça. A história se desenvolve nas descobertas de Tony. A amizades que ele faz, as novidades da adolescências e também decepções.
Esse livro me fez repensar escolhas e amizades. A amizade dos "farofeiros" é insipradora.
Me fez refletir sobre como a influência das pessoas ao redor podem fazer a diferença na vida de um adolescente. Para fazer parte do grupo Tony teve que fazer coisas que nem ele imaginava.
Gostei muito amadurecimento que Tony tem durante sua trajetória no livro e como ele tem que encarar cada escolha e decisão que tomou. Mal posso esperar pela continuação.

Um livro muito divertido, dei muitas risadas. Vale a pena!
comentários(0)comente



Maionese_literaria 13/09/2020

Descobrindo o que é essa tal de Amizade
Finalizo a leitura com uma alegria no coração, foi tão bom ver os desafios e o crescimento do Antony que essa leitura me fez lembrar de mim mesma a alguns anos atrás ?!

A história do Antony é a primeira que leio onde o protagonista é um garoto que narra com detalhes umas das fases mais complicadas da vida que é a chegada da adolescência. Tony tem sua vida virá de cabeça para baixo cheia de transformações, tudo ocasionada por uma confiança errada em uma "amizade" que não era tão fiel assim, e com isso tudo muda na vida de Tony e ele é apresentado a um novo cenário, uma nova vida, novas amizades e um novo Tony. Para mim as palavras chaves desta narrativa são: consequências, conhecimento e descobertas, pois o Tony vive intensamente e descobre na pele o significado de cada uma dessas palavras em diferentes situações.
Amei enxergar a história totalmente pelo ponto de vista do Tony isso foi realmente muito novo para mim, sendo assim recomendo essa deliciosa leitura que tem um conteúdo maravilhoso.
comentários(0)comente



Alcyr 07/09/2020

Nostalgia!
Seguindo com o meu projeto pessoal de leitura de um livro por dia, finalizei hoje esse livro que me trouxe um sentimento nostálgico. Abordando sobre a adolescência (a partir dos 12 anos) do Anthony, o Raphael fala muito bem sobre as vivências de um garoto nessa fase, como situações que quase sempre nós homens já passamos. Além disso, é um livro que fala sobre nossas escolhas e sobre a influência das nossas atitudes no nosso futuro.

Um sentimento que me preencheu muito durante a leitura foi raiva pelas escolhas que o Tony fazia. Sério, eu queria dar um sacode nele pra ele acordar e perceber, mais do que ele já notava, que tava fazendo tudo errado (mas se tivesse fazendo tudo certo, o livro não ia ter história e uma mensagem pra passar rs). Acho que é um livro muito importante pra quem está ainda vivendo essa fase, para se enxergar um pouco no livro e ver o que pode ser prejudicial ou não.

Uma coisa que me chamou atenção, e a gente percebe muito isso na nossa realidade, é como as pessoas tentam tampar um buraco dentro delas com algo que não é suficiente pra tampar esse buraco. E a gente percebe muito a carência emocional da galera do fundão e como eles tentam preencher isso com as coisas que fazem eles serem populares.

A amizade de todo o grupo dos farofeiros é realmente muito bonita e invejável, amei muito. É um livro que passa muitos aprendizados, só lendo pra entender! Li super rapidinho, e gostei bastante das ilustrações e dos desafios no final de cada capítulo! Recomendo muito a leitura!
comentários(0)comente



61 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5