Luxúria

Luxúria Fernando Bonassi


Compartilhe


Luxúria





Quando Fernando Bonassi terminou de escrever Luxúria, a ascensão da nova classe C parecia anunciar um futuro de plena prosperidade no Brasil e a crise do abastecimento de água nas metrópoles do país soaria como ficção. Agora, no entanto, esta fábula contemporânea, sobre uma família comum, com ambições comuns, mas cujas escolhas aos poucos a leva a um cenário apocalíptico, parece anunciar os impasses desse Brasil em que progresso significa consumo.

Inebriados pelo crédito fácil neste “momento histórico de prosperidade”, como alardeiam as propagandas do governo, a família de um metalúrgico – que mora em uma casa financiada, com carro financiado e eletrodomésticos financiados – decide construir uma piscina no quintal de casa. Porém, como afirma um dos personagens, “Há tempos a água não significa pureza: é a mãe de todas as guerras”, e essa decisão aparentemente banal vai expor as bases instáveis em que se assenta a normalidade da classe média, num equilíbrio fraco entre a pobreza e o bem-estar, entre a família feliz e a tragédia.


Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
Luxúria

Similares

(7) ver mais
Meu Nome É Lucy Barton
O Pai Morto
Os Contos Completos
O fim da história

Resenhas para Luxúria (4)

ver mais
Quando eu tiver, aí sim eu vou ser feliz.
on 23/6/16


Quando estou em uma situação de stress ou de intenso nervosismo, me imagino nadando em uma piscina olímpica. Nunca havia revelado isso para ninguém, é verdade. Quando estou em uma situação de stress ou de intenso nervosismo, me imagino quebrando as águas tranquilas de uma piscina olímpica ou simplesmente mergulhando no cloro, sendo encoberto docemente pelo calor da água que me cerca. Que lembrança maravilhosa, meu Deus, a da piscina! Em Luxúria, romance de Fernando Bonassi, porém, a p... leia mais

Estatísticas

Desejam27
Trocam2
Avaliações 3.8 / 41
5
ranking 27
27%
4
ranking 37
37%
3
ranking 32
32%
2
ranking 5
5%
1
ranking 0
0%

44%

56%

Marcos
cadastrou em:
03/09/2015 16:42:39