Luxúria

Luxúria Fernando Bonassi


Compartilhe


Luxúria





Quando Fernando Bonassi terminou de escrever Luxúria, a ascensão da nova classe C parecia anunciar um futuro de plena prosperidade no Brasil e a crise do abastecimento de água nas metrópoles do país soaria como ficção. Agora, no entanto, esta fábula contemporânea, sobre uma família comum, com ambições comuns, mas cujas escolhas aos poucos a leva a um cenário apocalíptico, parece anunciar os impasses desse Brasil em que progresso significa consumo.

Inebriados pelo crédito fácil neste “momento histórico de prosperidade”, como alardeiam as propagandas do governo, a família de um metalúrgico — que mora em uma casa financiada, com carro financiado e eletrodomésticos financiados — decide construir uma piscina no quintal de casa. Porém, como afirma um dos personagens, “Há tempos a água não significa pureza: é a mãe de todas as guerras”, e essa decisão aparentemente banal vai expor as bases instáveis em que se assenta a normalidade da classe média, num equilíbrio fraco entre a pobreza e o bem-estar, entre a família feliz e a tragédia.

Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
Luxúria

Similares

(7) ver mais
Meu Nome É Lucy Barton
O Pai Morto
Os Contos Completos
O fim da história

Resenhas para Luxúria (4)

ver mais
1001 Livros Brasileiros Para Ler Antes de Morrer: Luxúria
on 7/1/16


O versátil Fernando Bonassi sempre transitou entre a literatura e o audiovisual. Mais conhecido por sua prosa ficcional, além da poesia, com publicações voltadas tanto ao público adulto, como para o infantil e o juvenil, o paulista é cineasta de profissão. Ele dirigiu diversos curta-metragens e elaborou roteiros para produções que já se tornaram verdadeiros clássicos nacionais. Na televisão, trabalhou na realização de vários programas e séries, também assumindo o texto de alguns espetá... leia mais

Estatísticas

Desejam30
Trocam1
Avaliações 3.9 / 46
5
ranking 30
30%
4
ranking 39
39%
3
ranking 26
26%
2
ranking 4
4%
1
ranking 0
0%

47%

53%

Marcos
cadastrou em:
03/09/2015 16:42:39
Godinho
editou em:
06/09/2019 07:30:21