Marília de Dirceu

Marília de Dirceu Tomás Antônio Gonzaga


Compartilhe


Marília de Dirceu


Texto Integral com Comentários




"Eu tenho um coração maior que o mundo." Versos como este, agrupados sob o título Marília de Dirceu, tornaram Tomás Antônio Gonzaga um dos maiores poetas do Arcadismo brasileiro. Com tendências ao bucolismo, os fingimentos pastoris e as alusões mitológicas, a poesia de Gonzaga é típica do Arcadismo. Nela há, contudo, uma nota pessoal marcada pelo sensualismo e o realismo dos motivos locais, que a situa acima do esgotamento da escola.
A primeira parte das liras de Marília de Dirceu foi publicada em Lisboa em 1792; uma segunda edição, com acréscimos, saiu em 1799, enquanto a terceira parte só apareceu postumamente.O erotismo e o sentimento elegíaco que percorrem alguns dos versos dedicados à amada levaram os pósteros a identificar em Gonzaga um pré-romântico. Gonzaga foi um dos nossos maiores poetas.

Literatura Brasileira / Poemas, poesias

Edições (32)

ver mais
Marília de Dirceu
Marília de Dirceu
Marília de  Dirceu
Marília de Dirceu

Similares

(13) ver mais
Um Poema Para Bárbara
Poemas Escolhidos de Gregório de Matos
Apologia de Sócrates
O Príncipe

Resenhas para Marília de Dirceu (21)

ver mais
Meia-boca.

Com suas liras, propostas árcades e bucolismos, Tomaz Antônio Gonzaga cria um clássico da literatura brasileira. Indubitavelmente. O fato é que achei uma proposta tão ilusória, chata e fantasmagórica, que não me tocou. Fora que, Gonzaga não foi, nem de longe, um Dirceu à procura de sua Marília. ... leia mais

Estatísticas

Desejam79
Trocam110
Avaliações 3.1 / 1.516
5
ranking 14
14%
4
ranking 18
18%
3
ranking 36
36%
2
ranking 21
21%
1
ranking 10
10%

24%

76%

Fernanda Faria
cadastrou em:
18/07/2013 13:17:33
Paula Fabiana
editou em:
28/06/2017 17:24:09