Memórias quase póstumas de Machado de Assis

Memórias quase póstumas de Machado de Assis Álvaro Cardoso Gomes


Compartilhe


Memórias quase póstumas de Machado de Assis (Meu Amigo Escritor)





Sentindo que ia morrer logo, o escritor Machado de Assis decide registrar num caderno alguns fatos relevantes de sua vida: a infância pobre, a relação com a família, a lenta ascensão social, o amor por Carolina, além de sua trajetória de escritor. Este foi o mote para a criação desta obra, na qual, entremeando fatos reais e ficcionais, Machado de Assis é mostrado na intimidade do dia a dia. Conta também sobre sua amizade com os escritores de seu tempo, como José de Alencar, Manuel Antônio de Almeida e Euclides da Cunha. Um dia, o escritor adota como secretário o filho da lavadeira da família, Hermenegildo. O rapaz cuida da limpeza e organização do escritório nascendo daí uma bonita amizade. Inteligente e bom leitor, Hermenegildo com frequência conversa com Machado sobre seus romances, contos e crônicas. No fim, o jovem amigo é quem acaba por finalizar o relato do grande escritor.

Biografia, Autobiografia, Memórias / Infantojuvenil

Edições (1)

ver mais
Memórias quase póstumas de Machado de Assis

Similares

(66) ver mais
Dicionário Machado de Assis
Machado
Machado de Assis Leitor
Bilac vê Estrelas

Resenhas para Memórias quase póstumas de Machado de Assis (6)

ver mais
perfeito
1 week, 1 day ago


ganhei esse livro da minha escola, no começo achei que seria um livro muito chato, mas assim que comecei a ler, não consegui parar.... leia mais

Estatísticas

Desejam13
Trocam6
Avaliações 3.8 / 90
5
ranking 29
29%
4
ranking 41
41%
3
ranking 23
23%
2
ranking 4
4%
1
ranking 2
2%

24%

76%